Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia do Açougueiro  Voltar

Dia do Açougueiro

09 de Outubro

Açougueiro

Pessoa que “ganha a vida” esquartejando e vendendo pedaços de animais mortos;

Pecuária

Sistema onde muitas pessoas "ganham a vida" matando animais. Os corpos destes animais são enviados para que aqueles que igualmente "ganham a vida" possam esquartejá-los;

Alimentação

Conjunto das substâncias que as pessoas ingerem.

Historicamente, o tempo da barbárie acabou: tempo em que o homo sapiens da pré-história caçava, sangrava e comia animais. É lamentável constatar que em pleno século XXI, essa barbárie, de fato, não acabou. Ela foi modernizada, implementada e covardemente camuflada sob a luz da “ignorância” coletiva.

Seguindo padrões internacionais com rígidas normas de higiene e técnicas avançadas, o caçador da pré historia transformou-se em um lucrativo agenciador de vidas. Uma grande rede de pessoas envolvidas em um arcaico sistema de violência e exploração da vida animal se faz presente.

Cada pessoa dessa rede tem sua própria função:

Uns, sempre com os olhos fixos no comércio imobiliário em busca de áreas onde florestas serão dizimadas e vidas serão confinadas.

Outros, com os olhos fixos em leilões e oportunidades de “bons” negócios na compra de vidas.

Uns, com os olhos fixos nas altas e baixas das bolsas de valores, acompanhando o frenético sobe e desce do preço da vida no mercado de exportação.

Outros, com os olhos fixos nas técnicas de inseminação artificial que renderão melhores matrizes, garantindo o aumento do rebanho de vidas.

Uns, com os olhos fixos nos melhores transportes que levarão milhares de vidas para serem abatidas.

Outros, com os olhos fixos em equipamentos e maquinários construídos exclusivamente para ceifar vidas.

Uns, com os olhos fixos no sistema de distribuição, marketing e venda de corpos já sem vida.

Outros, com os olhos fixos unicamente no poder monetário.

E assim, essa equivocada rede contra o direito à vida senciente vai se alastrando por todas as partes do Planeta, favorecendo-se de uma consciência de massa anestesiada. Mas no meio desse caos fomentado pela violência, ganância, ignorância, exploração, abuso, desrespeito, intolerância, farsa e traição, surge também uma necessária, imensa, única e verdadeira rede de amor pela vida.

E as pessoas que comungam dessa fraternal rede, doam incondicionalmente bondade e generosidade por todas as formas de vida. Elas estão trabalhando arduamente para que o antídoto contra esse sistema que anestesia as mentes seja desativado.

Esse poderoso antídoto se chama CONSCIENTIZAÇÃO. A pessoa que não quiser se deteriorar junto com o sistema e almejar viver em um mundo mais equilibrado, um mundo de beleza, alegria, paz e justiça, deverá imediatamente buscar por esse antídoto, pois somente ele será capaz de acabar de vez com o dissimulado tempo das barbáries.

Fonte: www.ranchodosgnomos.org.br

Dia do Açougueiro

09 de Outubro

Um açougueiro é um profissional que abate animais e coloca a sua carne para a venda.

Os praticantes deste comércio tradicional pode ser encontrada em todo o mundo, que vão desde açougueiros de supermercados, que normalmente lidam com cadáveres já abatidos, para açougueiros rurais tradicionais, que podem viajar para fazendas com os animais açougueiro individualmente para seus proprietários.

Açougue é um comércio especializado, que exige formação bastante extensa, e muitas vezes é um comércio de família, com os pais que passam suas habilidades açougue para seus filhos.

Este termo em Inglês remonta a cerca de 1300, e é derivado de uma palavra anglo-normanda, Boucher, que significa "matador de cabras." O comércio de chacina é, naturalmente, muito mais antiga do que a própria palavra. Já em 1529, as pessoas também estavam usando o termo "açougueiro" para se referir a um assassino particularmente brutal, numa referência às habilidades e suposta frieza de açougueiros tradicionais.

Os seres humanos têm sido o abate de animais e processá-los por comida durante milhares de anos, eo comércio de açougueiro é provavelmente um dos comércios mais antigos da Terra. Um açougueiro tradicional é conhecida por ser hábil em matar animais de forma rápida e humanamente, e para preparar a carne para venda eficiente. Alguns açougues também praticar charcutaria , fazendo várias carnes curadas disponíveis aos seus clientes.

Como você pode imaginar, este comércio não é para os fracos de coração. Um açougueiro tradicional deve ser capaz de lidar com os animais antes do abate, e ele ou ela aprende a despachá-los rapidamente, alguns açougueiros especializados em açougue kosher ou halal, que exige que o açougueiro a tomar medidas específicas para garantir que a carne com conformar com dieta religiosa leis. Uma vez que um animal foi abatido, a carcaça deve ser pendurados a sangrar, enquanto as peles de açougueiro-lo, retira os órgãos vitais, e, em seguida, "vestidos" a carne, corte-o em seções para venda.

Diferentes regiões do mundo têm seus próprios cortes tradicionais de carne, de modo açougueiros em todo o mundo vestir suas carnes muito diferente. Em todos os casos, o objetivo do açougueiro é isolar cortes de alta qualidade a partir de cortes de menor valor, gerando o mínimo de desperdício da carne e manuseá-lo com cuidado para reduzir o risco de contaminação. Essas habilidades são normalmente aprendidas em um aprendizado com um açougueiro habilidoso.

Açougueiros modernos podem escolher um número de diferentes maneiras de praticar o seu comércio. Em grande parte do Ocidente, a prática de abate foi separado da arte de açougue, com animais que estão sendo processados ??em matadouros centralizados, que também praticam a carnificina bruto, esfola dos animais e remoção de seus órgãos internos. Em um supermercado com um balcão de açougue, um açougueiro pode receber cadáveres que já foram seccionados em grandes cortes, e ele ou ela escolhe a melhor maneira de dividir ainda mais a carne. Açougues de luxo pode receber meias-carcaças, o que lhes permite seleccionar os melhores cortes e curar a carne se o desejar. Alguns açougues tradicionais tanto de abate e venda de carne, normalmente em áreas rurais.

Fonte: www.wisegeek.com

Dia do Açougueiro

09 de Outubro

Açougueiro

Também se diz "homem do talho".

"A palavra "açougue" é um vocábulo de origem árabe (as-soq), que é completamente vernácula no português lusitano e profusamente utilizada no interior do país.

É rara a cidade, vila ou povoado que não tem uma Rua do Açougue, ou Travessa do Açougue.

O que acontece é que a palavra caiu em desuso em Lisboa e algumas outras regiões do país, onde passou a ser considerada um arcaísmo, sendo substituída por "talho", o local onde se "talha" ou corta a carne, enquanto que o "açougue" original era o local onde também se matavam os animais."

DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO DE AÇOUGUEIRO

SUMÁRIA

Participar do recebimento da carne, proceder verificação da qualidade, fazer o retalhamento das peças, utilizando instrumentos e técnicas apropriadas.

DETALHADA

Acompanhar o recebimento da carne, verificando sua quantidade e qualidade.

Armazenar os diferentes tipos de carne em locais apropriados, para evitar sua deterioração.

Retalhar as peças conforme a necessidade, fazendo o pré-preparo de acordo com o cardápio diário, utilizando-se de equipamentos e técnicas adequadas.

Proceder controles estabelecidos na área de atuação.

Manter a ordem e higiene do local, a fim de evitar acidentes e proliferação de insetos, conservando a qualidade do produto.

Zelar pela guarda, conservação, limpeza e segurança dos equipamentos, instrumentos e utensílios peculiares ao trabalho, bem como dos locais, comunicando qualquer irregularidade.

Desempenhar outras atividades correlatas e afins.

Fonte: www.unesp.br

Dia do Açougueiro

09 de Outubro

"Profissional que trabalha com o corte das carnes em um açougue"

O que é ser um açougueiro?

O açougueiro é o profissional responsável por limpar e cortar a carne que é vendida no açougue. O papel desse profissional é atender aos pedidos dos clientes e separar a carne que for solicitada, cortando do jeito que o cliente preferir.

Também é de responsabilidade do açougueiro prezar pela higiene e manter a limpeza do local de trabalho, ações imprescindíveis para promover o bem-estar dos clientes e manter uma clientela fixa. Os açougueiros, geralmente trabalham em conjunto, em açougues ou casas especializadas em carnes.

Quais as características necessárias para ser um açougueiro?

Para ser um açougueiro é necessário que o profissional entenda da anatomia bovina e suína e das carnes, suas características principais e a melhor forma de prepará-las, para poder orientar e ajudar o cliente a escolher a carne e a forma de corte.

Outras características interessantes são:

Boa visão

Firmeza nas mãos

Habilidade com objetos cortantes como facas

Paciência

Capacidade de concentração

Capacidade de entendimento das solicitações dos clientes

Qual a formação necessária para ser um açougueiro?

Não existe uma formação necessária para ser um açougueiro, pois o aprendizado das técnicas e métodos de um açougueiro vem com a prática. Existem alguns cursos de curta duração profissionalizantes, de aperfeiçoamento e especialização. Geralmente esses cursos são compostos por uma parte teórica, que envolve conceitos técnicos de corte e características das carnes, higiene, armazenamento e refrigeração, etc e uma parte prática, que na maioria das vezes é realizada em parceria com frigoríficos. O mais importante é que o curso seja de qualidade e reconhecido por instituições competentes.

Principais atividades de um açougueiro

Separar a carne por categorias

Limpar o balcão ou local de trabalho, caso não haja funcionário responsável por isso

Manter sempre o uniforme limpo

Limpar a gordura da carne

Atender ao pedido do cliente

Cortar a carne em pedaços de acordo com o gosto do cliente

Embalar adequadamente o pedido do cliente

Armazenar a carne em locais de refrigeração adequados

Áreas de atuação e especialidades

O açougueiro trabalha sempre com a carne, porém os estabelecimentos onde pode trabalhar variam, como por exemplo:

Açougues

Pode trabalhar em açougues ou casas especializadas em carnes, pode, inclusive, ser dono do seu próprio açougue.

Supermercados

Pode trabalhar na seção de carnes de um supermercado. Nesse local, geralmente, o açougueiro não trabalha diretamente com o cliente, ele corta a carne em um padrão de peso e tamanho e embala. Porém pode também atender a um cliente que faça um pedido de corte diferente.

Frigorífico

Pode trabalhar em frigoríficos. Nesse caso, o profissional tem o primeiro contato com a carne fresca. Ele deve separar os diferentes tipos de carne e realizar a primeira limpeza e inspeção de qualidade. A partir daí a carne segue para os locais onde o consumidor pode comprá-la.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional que trabalha com os alimentos sempre é amplo. O profissional pode procurar emprego em açougues, casas especializadas em carnes, frigoríficos, mercados e supermercados, restaurantes especializados no preparo de carnes, churrascarias, etc. Nessa área, o interessante é que o profissional se especialize por meio de cursos e treinamentos para se destacar no mercado de trabalho.

Curiosidades

A palavra açougue vem do árabe "as-soq", que significa mercado ou feira e foi usada para designar as casas de venda de carne. O primeiro registro do uso dessa palavra na língua portuguesa data de 1254, na forma "azougue". Pouco depois o vocábulo evoluiu para "aaçougue", para então finalmente passar para o atual açougue. Os açougues medievais eram localizados em casas familiares e o trabalho era quase artesanal.

A higiene, nesse período não era muito prezada, e a procedência das carnes não poderia ser avaliada. Atualmente, existem normas a serem seguidas pelos açougueiros, além de órgãos de fiscalização sanitária que impõe selos de qualidade, para que o consumidor saiba da procedência da carne.

O Brasil é o país que possui o maior rebanho comercial do mundo. Em quantidade de animais, só perde para a Índia, porém lá, a vaca é um animal sagrado, portanto o rebanho indiano não é comercializado. Calcula-se que no Brasil existem cerca de 1 boi por habitante, ou seja, são quase 190 milhões de cabeças de gado.

O gado brasileiro é bem visto no exterior por ser do tipo chamado "boi verde", que se alimenta de capim e se exercita constantemente.

Fonte: www.brasilprofissoes.com.br

 

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal