Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  casamentos curiosos página 2  Voltar

Casamentos Curiosos

Nos EUA, a âncora de telejornal Emily Leonard foi pedida em casamento ao vivo pelo namorado e homem-do-tempo Matt Laubhan. Surpreendida pela proposta, Emily chorou e disse um "sim" digno de filme romântico para Matt. O caso aconteceu em outubro de 2008.

Na Copa do Mundo da França, em 1998, a brasileira Rosângela de Souza e o norueguês Oivind Ekeland se casaram bem no centro do gramado do Estádio Vélodrome, em Marselha. A cerimônia aconteceu antes da partida entre Brasil e Noruega. A seleção europeia venceu por 2 a 1.

Na Grécia um caso chocou os habitantes da ilha de Creta. Às vésperas de seu casamento, a jovem noiva resolveu levar alguns amigos para conhecer sua nova casa. Ao chegar lá, encontrou o futuro marido na cama com outro homem. Pior: o noivo estava usando o vestido da noiva. A garota teve uma crise nervosa e o noivo nunca mais foi visto.

Em seu casamento, quando chegou o momento de Mark Meltz colocar a aliança no dedo da noiva Hillary Feinberg, ele mostrou uma chapa de raio-x de sua cadela. É que o animal havia engolido a aliança de Hillary no dia anterior. Felizmente a cadela vomitou o anel no dia seguinte.

Reinaldo Rocha é um mineiro que saiu do Brasil em busca de melhores condições de trabalho em Boston, nos Estados Unidos. Quando foi embora, deixou por aqui Edna Santos, com quem namorava há 5 anos. Em fevereiro de 2001, os dois se casaram, cada um da sua cidade, sem nem precisar pegar avião para vencer a distância de 7 mil quilômetros. Como? Por videoconferência! Os noivos se viram e disseram "sim" por um monitor de TV. Esse recurso, muito usado por médicos em grandes centros hospitalares e para educação a distância, permite trocar imagens e sons em alta velocidade por meio de linhas de transmissão especiais.

O casamento mais longo da história durou 86 anos. Os americanos Lazarus Rowe e Molly Weber, do estado de New Hampshire, Estados Unidos, casaram-se em 1743. Tinham 18 anos. O casamento só acabou quando ele morreu, aos 104 anos.

No Sri Lanka, o jovem Khalid Mosood escreveu cerca de 700 cartas propondo casamento para uma garota que ele conhecera na cidade de Galle. A moça acabou se casando com o carteiro.

No Egito, Mohammed Abdel Rahman, de 29 anos, se matou na noite de seu casamento ao descobrir que sua futura sogra havia trocado os papéis no cartório. Ele viajou a negócios e deixou toda a papelada com ela. Ao preenchê-la, porém, a sogra resolveu colocar o nome de sua filha mais feia.

O distribuidor de revistas norte-americano Todd McDevitt pediu Maribeth Castelli em casamento por meio de uma história da Mulher Maravilha. Ele procurou o editor-chefe da DC Comics, Paul Levitz, e lhe perguntou se seria possível publicar a proposta. Levitz levou a idéia para o editor da revista, que acabou topando. O pedido apareceu na página 20 da publicação número 179 e foi elaborado por Phil Jimenez com base em fotos do casal.

Em outubro de 2004, Kamarudin Mohammed, um aposentado de 72 anos da Malásia, se casou pela 53ª vez. A noiva era a sua primeira esposa, de quem havia se separado no passado. Como seguia o islamismo, Kamarudin podia ter quatro mulheres de uma vez, mas isto nunca ocorreu. Ele declarou à imprensa: "Não acredito em casar com mais de uma ao mesmo tempo. Também não aprovo casos passageiros".

A francesa Christel se casou em 2004 com o policial Eric Demichel, que havia morrido em um acidente de trânsito em 2002. A noiva se valeu de uma lei aprovada no mandato do presidente Charles de Gaulle. Ela permite o casamento entre um vivo e um morto desde que seja comprovado o desejo da união antes da morte. Christel compareceu à cerimônia trajando um vestido negro e afirmou estar "cumprindo um acordo" estabelecido durante uma "belíssima história de amor".

O casamento do príncipe herdeiro de Brunei Al-Muhtadee Billah Bolkiah com a jovem Sarah Salleh, em 2004, custou 5 milhões de dólares. O casal usou roupas cobertas de ouro e diamantes e desfilou para a população em um dos 150 Rolls-Royce dourados da coleção do pai do noivo, o sultão Hassanal Bolkiah. Achou caro? Pois saiba que foi um casório bem simples para os padrões locais. A festa de aniversário de 50 anos de Hassanal, por exemplo, saiu a bagatela de 35 milhões de dólares.

O casal chinês Wu Wei e Lin Teng fez sua cerimônia de enlace matrimonial debaixo d’água. Eles subiram ao altar no Parque do Mundo Submarino, em Hainan (China), em 2005. Foi o primeiro casório submerso no país.

Fonte: corujatricoteira.blogspot.com

Casamentos Curiosos

Na Grécia um caso chocou os habitantes da ilha de Creta. Às vésperas de seu casamento, a jovem noiva resolveu levar alguns amigos para conhecer sua nova casa. Ao chegar lá, encontrou o futuro marido na cama com outro homem. Pior: o noivo estava usando o vestido da noiva. A garota teve uma crise nervosa e o noivo nunca mais foi visto.

Em seu casamento, quando chegou o momento de Mark Meltz colocar a aliança no dedo da noiva Hillary Feinberg, ele mostrou uma chapa de raio X de sua cadela. É que o animal havia engolido a aliança de Hillary no dia anterior. Felizmente a cadela vomitou o anel no dia seguinte.

Reinaldo Rocha é um valadarense que saiu do Brasil em busca de melhores condições de trabalho em Boston, nos Estados Unidos. Quando foi embora, deixou por aqui Edna Santos, com quem namorava há cinco anos. Em fevereiro de 2001, os dois se casaram, cada um da sua cidade, sem nem precisar pegar avião para vencer a distância de 7 mil quilômetros. Como? Por videoconferência! Os noivos se viram e disseram “sim” por um monitor de TV. Esse recurso, muito usado por médicos em grandes centros hospitalares e para educação a distância, permite trocar imagens e sons em alta velocidade por meio de linhas de transmissão especiais.

O casamento mais longo da história durou 86 anos. Os americanos Lazarus Rowe e Molly Weber, do Estado de New Hampshire, casaram-se em 1743. Tinham 18 anos. O casamento só acabou quando ele morreu aos 104 anos.

No Sri Lanka, o jovem Khalid Mosood escreveu cerca de 700 cartas propondo casamento para uma garota que ele conhecera na cidade de Galle. A moça acabou se casando com o carteiro.

No Egito, Mohammed Abdel Rahman, de 29 anos, se matou na noite de seu casamento ao descobrir que sua futura sogra havia trocado os papéis no cartório. Ele viajou a negócios e deixou toda a papelada com ela. Ao preenchê-la, porém, a sogra resolveu colocar o nome de sua filha mais feia.

O distribuidor de revistas norte-americano Todd McDevitt pediu Maribeth Castelli em casamento por meio de uma história da Mulher Maravilha. Ele procurou o editor-chefe da DC Comics, Paul Levitz, e lhe perguntou se seria possível publicar a proposta. Levitz levou a idéia para o editor da revista, que acabou topando. O pedido apareceu na página 20 da publicação número 179 e foi elaborado por Phil Jimenez com base em fotos do casal.

Em outubro de 2004, Kamarudin Mohammed, um aposentado de 72 anos da Malásia, se casou pela 53ª vez. A noiva era a sua primeira esposa, de quem havia se separado no passado. Como seguia o islamismo, Kamarudin podia ter quatro mulheres de uma vez, mas isto nunca ocorreu. Ele declarou à imprensa: “Não acredito em casar com mais de uma ao mesmo tempo. Também não aprovo casos passageiros”.

A francesa Christel se casou em 2004 com o policial Eric Demichel, que havia morrido em um acidente de trânsito em 2002. A noiva se valeu de uma lei aprovada no mandato do presidente Charles de Gaulle. Ela permite o casamento entre um vivo e um morto desde que seja comprovado o desejo da união antes da morte. Christel compareceu à cerimônia trajando um vestido negro e afirmou estar ?cumprindo um acordo? estabelecido durante uma ?belíssima história de amor?.

O casal chinês Wu Wei e Lin Teng fez sua cerimônia de enlace matrimonial debaixo d’água. Eles subiram ao altar no Parque do Mundo Submarino, em Hainan (China), em 2005. Foi o primeiro casório submerso no país.

Fonte: copao.blogspot.com

Casamentos Curiosos

Noivos chegam de jet-sky e molham os convidados na capela de uma ilhota em Angra dos Reis. Mergulhadores trocam as alianças a metros de profundidade. Casal de pára-quedistas salta de mãos dadas rumo ao “até que a morte os separe”. O casamento não-convencional parece estar em alta.

Um exemplo de criatividade foi a união de Débora Cristina Cardoso Santos, 29 anos, e Márcio Roberto Santos, de 30. Eles afirmam que não precisavam se casar dentro de um templo religioso, mas sim, onde a presença de Deus os abençoasse.

No melhor estilo hawaiano, em uma surf house, na praia do Tombo, em Guarujá, os noivos comemoraram com parentes e amigos.

Todos vestidos no estilo surfe, a noiva, de saia moderna e blusa branca, cabelos soltos e arco com mini-rosas brancas, combinava com o noivo, de camisa floral e calça com a barra dobrada. Realizado durante a primavera, o salão da casa foi todo decorado com flores do campo. O altar foi envolvido com ramos de folhas e flores em arco. As alianças foram trazidas dentro de um coco e entregues aos noivos por “hawaianinhas”. Débora caminhou em direção a Márcio ao som de música clássica instrumental. Após a cerimônia, celebrada por um pastor, muitas frutas, bolo gelado e champagne brindaram a felicidade dos então recém-casados.

“Foi algo que tínhamos em comum, o desejo de casar em uma cerimônia simples e diferenciada dos padrões atuais. E quanto ao vestido da noiva, não importa o estilo, tradicional ou moderno, ele sempre será um vestido de noiva”, conta Débora realizada.

Fonte: www.unisantos.com.br

voltar 12avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal