Breaking News
Home / História Geral / Capital Social

Capital Social

PUBLICIDADE

Capital Social – Definição

capital social de uma empresa é o dinheiro que os acionistas investem para iniciar ou expandir o negócio.

capital social é o dinheiro investido em uma empresa pelos acionistas.

capital social é uma fonte de financiamento a longo prazo.

Em troca do seu investimento, os acionistas ganham participação na propriedade da empresa.

Para uma definição de capital social, se as ações representam a propriedade da empresa, então o capital social é o valor total das ações emitidas por uma sociedade limitada.

Capital Social – O que é

Capital Social

Também conhecido como financiamento de capital, o capital social é o termo usado para descrever os fundos que são gerados pela emissão de ações de ações como meio de arrecadar dinheiro para o emissor.

Ao longo do tempo, o montante do capital social levantado por uma determinada empresa mudará, uma vez que esse valor está sujeito a alterações sempre que novas ações são disponibilizadas aos investidores atuais e potenciais.

capital social pode ser composto de qualquer tipo de ações de emissão da empresa, incluindo ações preferenciais e ações ordinárias.

O termo capital social como meio de identificar os fundos arrecadados de uma oferta de ações é comumente usado juntamente com o prazo de capital emitido.

Esse tipo de renda pode ser conhecido como capital social. Embora este capital seja recebido com a maior freqüência de dinheiro, também é possível aceitar outros meios de pagamento, como o equipamento fabricado pelo investidor. Há mesmo casos em que o capital social é gerado pela negociação das ações emitidas com ações que são emitidas ou na posse do investidor, aceitando essas ações como pagamento, com base no seu valor de mercado atual.

capital social é criado como resultado de uma oferta pública inicial e de qualquer oferta pública que possa ocorrer em algum momento no futuro.

Qualquer tipo de ações vendidas ou atribuídas estão incluídas neste valor, incluindo ações ordinárias ou preferenciais que podem ser emitidas para os funcionários como parte de seu pacote de benefícios gerais.

A redução de capital ocorre quando essas ações são recompradas a preços superiores ao que os investidores pagaram originalmente pelas ações. Uma vez em mãos, o capital social pode ser usado para financiar qualquer projeto que a empresa deseje, incluindo a construção de novas instalações, o lançamento de um novo produto ou algum outro projeto que possa aumentar o valor do negócio e melhorar a participação dos acionistas. Equidade no negócio.

capital social difere do valor de mercado das ações. O capital social representa quanto dinheiro foi realmente usado para comprar ações, mas o valor de mercado das ações pode significar que essas ações valeriam muito mais se vendidas.

Como uma sociedade limitada é uma entidade legal separada de seus proprietários e diretores, o valor das ações de alguém é sua responsabilidade financeira total.

Isso significa que se a empresa contrair dívidas e se tornar insolvente, os acionistas terão que pagar o valor nominal das ações que possuem – mas essa é a extensão de sua responsabilidade.

As sociedades limitadas podem emitir mais ações após o início, geralmente se desejam expandir ou começar a trabalhar em novos projetos.

Capital social autorizado, emitido e pago

Antes que uma empresa possa aumentar o capital social, deve obter permissão para executar a venda de ações.

A empresa deve especificar o valor total do capital próprio que deseja aumentar e o valor base de suas ações, denominado valor nominal.

O valor nominal total de todas as ações que uma empresa está autorizada a vender é chamado de capital autorizado.

O valor total das ações que a empresa elege para vender é chamado de capital social emitido.

Nem todas essas ações podem ser vendidas imediatamente e o valor nominal do capital emitido não pode exceder o valor do capital autorizado.

O valor nominal total das ações que a empresa vende é chamado de capital social pago. É o que a maioria das pessoas se refere ao falar sobre o capital social.

Qual é o Capital Social Emitido?

capital social emitido é o valor do capital que uma empresa já vendeu aos seus investidores em ações. Os investidores da empresa podem não ter feito o pagamento ainda sobre as ações, mas a empresa pode calcular o valor do que foi vendido mesmo assim. Este montante pode ser apenas uma parte do montante do capital que a empresa está tentando levantar, que é representado pelo capital social autorizado. No cálculo do capital social emitido, não devem ser consideradas quaisquer alterações de mercado no valor das ações emitidas ocorridas após a sua venda.

Muitas empresas levantam o capital usado para administrar seus negócios emitindo ações para investidores, que podem colher os frutos de seus investimentos se a empresa tiver sucesso.

Essa venda de ações pode ocorrer por meio do mercado aberto para acionistas ordinários ou pode ser vendida para acionistas preferenciais, como os fundadores da empresa ou investidores privados.

O valor das ações emitidas, em termos do capital que gerou ou aumentará quando os pagamentos forem recebidos, é o capital social emitido.

É importante perceber quando se trata do capital social emitido que é uma componente necessária do balanço para os negócios, pelo que é representado em termos de capital. Por exemplo, imagine que uma empresa vendeu 100 ações de suas ações a $ 10 dólares americanos (USD) por ação. O montante de capital emitido neste caso é 100 multiplicado por $ 10 USD, ou $ 1,000 USD.

É quanto dinheiro a empresa pode reivindicar com a venda dessas ações.

Se o valor das ações for valorizado ou desvalorizado no mercado aberto, isso não afetará o total do capital social emitido. Usando o exemplo acima, imagine que depois que os investidores compraram as ações, o preço das ações disparou para $ 15 USD por ação. Mesmo que o valor total dessas 100 ações detidas pelos investidores agora tenha disparado para $ 1.500 dólares, a empresa ainda levantará apenas $ 1.000 dólares com a venda inicial das ações. O excedente pertence aos investidores, não à empresa.

Uma empresa que emite ações sempre tem uma quantidade máxima de ações que está disposta a vender. O dinheiro arrecadado se todas essas ações forem vendidas é conhecido como capital social autorizado.

Isso representa o valor total que a empresa deseja levantar idealmente para suas operações. O capital social emitido representa qualquer parte do capital social autorizado já levantado com as ações vendidas.

Capital Social e o Balanço

Por meio da equação fundamental em que os ativos são iguais aos passivos mais patrimônio, podemos ver que os ativos devem ser financiados por meio de um dos dois.

Um método para uma empresa financiar seus ativos é criar passivos (pedir dinheiro emprestado ou emitir dívidas) e, portanto, criar obrigações que devem ser pagas de volta.

A outra opção é emitir ações por meio de ações ordinárias ou preferenciais. Em troca de uma reivindicação de participação acionária para a empresa, a empresa recebe dinheiro de investidores e acionistas.

Capital Social – Tipos

capital social refere-se aos fundos que uma empresa levanta em troca da emissão de participação na empresa sob a forma de ações.

Existem dois tipos gerais de capital social, que são ações ordinárias e ações preferenciais.

As características das ações ordinárias são definidas pelo estado dentro do qual uma empresa incorpora.

Essas características são relativamente padronizadas e incluem o direito de votar em certas decisões corporativas, como a eleição de um conselho de administração e a adoção de provisões para evitar possíveis adquirentes. No caso de uma liquidação corporativa, os acionistas comuns recebem a parte de seus ativos remanescentes depois de todos os créditos dos credores terem sido cumpridos. Se uma empresa declara falência,

isso geralmente significa que as participações de todos os investidores são severamente reduzidas ou completamente eliminadas.

As ações preferenciais são ações do patrimônio de uma empresa e que dão direito ao detentor de um dividendo fixo pela empresa emissora.

Esse dividendo deve ser pago antes que a empresa possa emitir dividendos aos seus acionistas comuns. Além disso, se a empresa estiver dissolvida, os proprietários de ações preferenciais são devolvidos antes dos detentores de ações ordinárias. No entanto, os detentores de ações preferenciais geralmente não têm controle de voto sobre os assuntos da empresa, assim como os detentores de ações ordinárias.

Capital Social – Empresas limitadas

Capital Social – Acionistas

capital social em uma sociedade de responsabilidade limitada privada é o montante investido pelos seus proprietários em troca de ações de propriedade.

Os diretores da empresa são geralmente acionistas em suas próprias empresas. Acionistas exercer certos poderes sobre a forma como a empresa é administrada.

Capital Social – Negócio

Capital Social

capital social consiste em todos os fundos arrecadados por uma empresa em troca de ações ordinárias ou preferenciais.

O montante do capital social ou do capital próprio de uma empresa pode alterar ao longo do tempo.

Uma empresa que deseja aumentar o patrimônio líquido pode obter autorização para emitir e vender ações adicionais, aumentando assim o capital social.

Fonte: www.collinsdictionary.com/www.wisegeek.org/www.investopedia.com/www.accountingtools.com/www.companybug.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Arqueologia de Gênero

Arqueologia de Gênero

PUBLICIDADE Definição A arqueologia de gênero é um método investigativo da subdisciplina de estudar sociedades antigas através …

Criptologia

PUBLICIDADE Criptologia é a ciência preocupada com a comunicação e armazenamento de dados de forma …

Stonehenge

PUBLICIDADE Stonehenge – Monumento Stonehenge é um dos monumentos mais famosos do mundo. Fica na planície …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.