Breaking News
Home / História Geral / Franquismo

Franquismo

PUBLICIDADE

 

Estritamente falando, o regime de Franco começou em 1939 e terminou com a morte do líder, em novembro de 1975.

Em termos gerais, o regime de Franco começa a se formar durante a guerra civil (1936-1939) e persistiram após a morte Franco, até a ascensão de Adolfo Suárez ao governo do estado, quando a transição começa.

Como pano de fundo para a ditadura deve ser notado Guerra Civil, que produziu um material de devastação do país, um importante declínio demográfico e um emocional e moral do que o desastre era difícil de sair.

Assim, Franco construir seu regime sobre as ruínas da guerra e começar a construir no mesmo conflito com a formação do Conselho de Defesa Nacional, a união de poderes na pessoa de Franco, o Decreto de Unificação e as medidas tomadas pelo primeiro governo Franco.

O Partido Popular no governo da Espanha perdeu a vergonha de suas origens franquistas.

Ante o sucesso da greve geral e a continuação dos protestos contra os cortes de gastos sociais (42% nas despesas com atendimento de crianças e 39% com idosos, mas só 2% nos dispêndios da Casa Real), fará votar um projeto que estende as leis antiterroristas aos protestos sociais dos “indignados”.

Franquismo
Na Espanha, o retrocesso social e político parece ter-se tornado um fim em si: as finanças são mero pretexto.

Obstruir a entrada de prédio público, por exemplo, poderá resultar em até três anos de prisão.

Enquanto isso, as medidas de austeridade, longe de “acalmar os mercados”, como se pretendia, criam pânico nas bolsas europeias por seu previsível impacto depressivo e o juro pago pela dívida volta a 6%.

O retrocesso social e político parece ter-se tornado um fim em si: as finanças são mero pretexto.

Fonte: www.cartacapital.com.br

Franquismo

Em abril de 1931, a República foi proclamada na Espanha.

Seguiu-se um período conturbado e, em 1936, a esquerda assumiu o poder, por intermédio do grupo denominada Frente Popular.

O Franquismo foi um regime político aplicado na Espanha entre 1939 e 1976, durante a ditadura do general Francisco Franco (que morreu em 1975).

Ideologia que norteava o regime político do ditador espanhol Francisco Franco (1892-1975).

Esta vitória provocou uma série de conflitos, atemorizando a sociedade de maneira geal.

Os militares tentaram articular um golpe de Estado sem atingirem êxito.

No Marrocos espanhol, os insurretos conseguiram novos adeptos, mas foram controlados.

A marinha espanhola, a região da Catalunha e as povíncias bascas (em reconhecimento pela auonomia conquistada com a República) permaneceram fiéis ao governo de Madri, sem condições, entretanto, de manter a defesa e a segurança do país.

Por essa razão, o povo armou-se em milícia improvisadas, desencadeando-se a Guerra Civil que se prolongou por três anos.

Formaram-se duas frentes de luta: as milícias de trabalhadores que apoiavam a República e o governo eleito; os grupos conservadores, monarquistas e militares golpistas.

A guerra ganhou feições internacionais, pois os republicanos receberam apoio das brigadas internacionais (voluntários de todo o mundo), especialmente da URSS; já os golpistas foram auxiliados pelos fascistas e nazistas.

A Guerra Civil Espanhola só se concluiu em 1939, com a derrota da Frente Popular e a vitória do General Franco. Assumindo o poder, o governo espanhol adquiriu contornos autoritários, revelando semelhanças ao fascismo.

Em 1937, foi criado o Partido Único, a Falange, que reunia forças que haviam apoiado o golpe militar e atuação de Franco durante a guerra.

As idéias corporativistas do regime foram fixadas pelo Fuero del Trabajo, em que se enaltecia a família, o sindicato, o município.

O franquismo contou, também, com o apoio da Igreja.

Fonte: estudeonline.net

Franquismo

Na Espanha em 1939 e 1975, foi aplicado um regime político baseado no fascismo, durante a ditadura de Francisco Franco.

Quando terminou a Guerra Civil Espanhola, e com a vitória dos auto-denominados nacionalistas, então, Franco passou a ser chefe de Estado.

Nos primeiros anos o regime franquista levou a cabo uma repressão brutal contra os adversários, deu apoio a Hitler e a Mussolini e praticou uma política econômica, onde parou como o desenvolvimento do pais.

Com o passar do tempo,o regime entrou em contato com os EUA e deste então, mudou a política econômica, durante os anos de 1960, produziu-se um aumento notável do nível de vida da população em geral.

A Guerra Civil Espanhola só se concluiu em 1939, com a derrota da Frente Popular e a vitória do General Franco. Assumindo o poder, o governo espanhol adquiriu contornos autoritários, revelando semelhanças ao fascismo.

Em 1937, foi criado o Partido Único, a Falange, que reunia forças que haviam apoiado o golpe militar e atuação de Franco durante a guerra. As idéias corporativistas do regime foram fixadas pelo Fuero del Trabajo, em que se enaltecia a família, o sindicato, o município.

O franquismo contou, também, com o apoio da Igreja.

Franquismo: Ideologia, Regime e Características

O regime de Franco teve uma série de recursos que irá introduzir, em seguida, descritos de forma sucinta.

Era um regime de partido único como modelos ditatoriais e reacionários: o partido só autorizado é “Movimento Nacional”.
A democracia parlamentar pelo sistema da democracia orgânica é substituído.
A concentração do poder em uma só pessoa: o Caudillo. Cult desenvolvimento semelhante ao de todos os regimes personalidade autoritária.
Recusa de quaisquer regiões políticas, linguísticas ou culturais adequadas. (Catalunha, Galiza e País Basco em particular).
Restrição da liberdade de opinião, de associação e de reunião.
Catolicismo tornou-se a religião do Estado. Espanha torna-se um regime próximo ao Nacional – o catolicismo.
Ideologia franquista exalta um tradicionalista e anti Espanha modernista, fundada na religião católica e corporativismo. Esta ideologia de muitos dos top Falange fundada em 1933 por José Antonio Primo de Rivera, que por sua vez foi princípios do fascismo italiano.

Propaganda franquista enfatizou os valores nacionalistas e religiosos tradicionais. O slogan Franco “Espanha um grande, livre lá”, insiste o aparelho, do tamanho e da independência da Espanha.

Proclamado cabeça de Estado, Franco é o único responsável diante de Deus e da nação, chefe do Conselho Supremo de Defesa.

Franco é “Caudillo de Espanha pela graça de Deus”, dizem as moedas cunhadas sob o regime de Franco.

Fonte: www.conhecimentosgerais.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Políticas Sociais

Políticas Sociais

PUBLICIDADE Definição Política social é um termo que é aplicado a várias áreas da política, geralmente …

Políticas Públicas

Políticas Públicas

PUBLICIDADE Definição A política pública é o guia de princípios para a ação tomada pelos poderes executivos …

Gerontocracia

Gerontocracia

PUBLICIDADE Definição Um estado, sociedade ou grupo governado por pessoas idosas. O que é uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.