Breaking News
Home / História Geral / Mórmons

Mórmons

PUBLICIDADE

Mórmons – O que é

Um mórmon é membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Embora os membros digam que preferem que o nome completo seja usado para se referir a eles, ou a abreviatura “Santo dos Últimos Dias”, o apelido também é aceitável. Para muitos não-membros, os mórmons são um grupo misterioso de pessoas, e muitos conceitos errados sobre suas crenças são abundantes.

É uma igreja relativamente nova, embora os membros acreditem que a igreja é, na verdade, o evangelho restaurado de Jesus Cristo.

No ano de 1820, um jovem Joseph Smith iniciou a restauração do evangelho, que hoje tem mais de 12 milhões de membros em todo o mundo.

As crenças básicas da religião são bastante semelhantes às de muitas denominações cristãs. Eles acreditam que Deus é o Pai Celestial da humanidade e que Ele é o criador. Seu filho, Jesus Cristo, é o Salvador deles e expiou os pecados da humanidade. Por meio do arrependimento e da adesão aos mandamentos de Deus, as pessoas podem voltar a viver com Deus por toda a eternidade.

Os mórmons também acreditam no Espírito Santo, que os guia e lhes dá conhecimento da verdade do evangelho. Embora eles acreditem na Divindade, eles não acreditam na versão da Santíssima Trindade que afirma que todos os três são um ser unificado.

Os mórmons acreditam em um profeta vivo, não muito diferente dos profetas do Antigo e do Novo Testamento. Sua sede está localizada em Salt Lake City, Utah, um estado onde residem aproximadamente 14% de seus membros. De acordo com suas crenças, os membros recebem instruções oportunas de Deus por meio do profeta sobre como devem viver suas vidas e como os negócios da igreja devem ser conduzidos.

Algumas pessoas associam o estilo de vida Mórmon com fortes valores familiares, vida limpa e ampla frequência e envolvimento na igreja. Isso se deve ao fato de que um dos mandamentos fundamentais da religião é fortalecer a família emocional e espiritualmente para que, como uma unidade, a família possa viver para sempre junto com o Pai Celestial. A Palavra de Sabedoria, que os crentes dizem que veio de Deus por meio de Joseph Smith, descreve um código estrito antifumo, drogas e álcool. Basicamente, os membros são anti-dependência, o que torna proibidas bebidas como café e chá.

Em vez disso, a igreja enfatiza a moderação.

Muitos membros relatam que passam muito tempo envolvidos em atividades e serviços da igreja. O culto de domingo dura três horas, e espera-se que os membros sirvam em um “chamado”.

Todos os seus clérigos não são pagos, assim como quase todas as funções na igreja, incluindo professores da escola dominical e missionários, exceto alguns cargos de tempo integral na sede da igreja.

Um dízimo total de 10% é exigido dos membros, o que sustenta as despesas da igreja. O dízimo é usado para apoiar a infraestrutura da igreja, bem como o trabalho missionário e serviços humanitários em todo o mundo.

Os missionários são provavelmente os membros mais visíveis e conhecidos da igreja, e aproximadamente 60.000 servem em todo o mundo. Os rapazes em particular, mas cada vez mais moças da igreja, devem servir em uma missão de 18 a 24 meses para fazer proselitismo e prestar serviço. Acima de tudo, espera-se que um mórmon suporte as provações diárias, arrependa-se dos pecados, alcance seu pleno potencial espiritual e terreno, edifique uma família forte, tenha comunhão com membros e não membros e tente determinar o propósito de sua vida.

Mórmons – História

Os Mórmons são um grupo religioso que abraça os conceitos do Cristianismo e também as revelações feitas por seu fundador, Joseph Smith.

Eles pertencem principalmente à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, ou SUD, que está sediada em Salt Lake City, Utah, e tem mais de 16 milhões de membros em todo o mundo.

Outra denominação Mórmon, a Comunidade de Cristo, está centralizada em Independence, Missouri, e tem cerca de 250.000 membros. A religião Mórmon foi fundada oficialmente em 1830, quando O Livro de Mórmon foi publicado.

Hoje, a igreja mórmon é mais prevalente nos Estados Unidos, América Latina, Canadá, Europa, Filipinas, África e partes da Oceania. Embora os mórmons adotem muitas crenças cristãs, eles têm seu próprio conjunto distinto de filosofias, valores e práticas.

Mórmons – Joseph Smith 1805-1844

MórmonsJoseph Smith

Joseph Smith, nascido em 23 de dezembro de 1805, em Sharon, Vermont, filho de Joseph e Lucy Mack Smith, Joseph Smith Jr. cresceu em uma série de fazendas arrendadas, em Vermont, New Hampshire e New York. Embora em sua juventude Joseph foi em grande parte privados de uma educação formal, ele foi “instruído em leitura, escrita, e as regras básicas da aritmética.” Mãe 1 de Joseph disse que ele foi muitas vezes “dado à meditação e estudo profundo.”

Afetado pelo grande entusiasmo religioso realizado em torno de sua casa, em Manchester, New York, em 1820, quatorze anos de idade, Joseph estava determinado a saber qual das muitas religiões deveria filiar-se.

Ele encontrou uma passagem na Bíblia instruindo qualquer que necessitasse de sabedoria para “pedir a Deus” (Tiago 1: 5). Certa manhã, na primavera de 1820, Joseph foi a um bosque isolado para pedir a Deus a qual igreja deveria filiar-se. Segundo seu relato, enquanto orava Joseph foi visitado por dois “personagens” que se identificaram como Deus o Pai e Jesus Cristo.

Foi-lhe dito para não se juntar a nenhuma das igrejas.

Em 1823, Joseph Smith disse que ele foi visitado por um anjo chamado Moroni, que lhe disse de um antigo registro que contenha relações de Deus com os antigos habitantes do continente americano.

Em 1827, Joseph recuperado este disco, gravado em placas de ouro fino, e pouco depois começou a traduzir as suas palavras, o “dom de Deus”. 3 O manuscrito resultante, o Livro de Mórmon, foi publicado em março de 1830.

Em 06 de abril de 1830, Joseph Smith organizou A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e tornou-se seu primeiro presidente.

José se casou com Emma Hale em 18 de janeiro de 1827, e foi descrito como um marido amoroso e dedicado. Tiveram onze filhos (dois adotados), apenas cinco dos quais sobreviveram à infância. Durante os 39 anos de sua vida, Joseph estabelecido próspera cidades em Ohio, Missouri e Illinois; produziu volumes de escrituras; missionários enviados em todo o mundo; orquestrou a construção de templos; serviu como prefeito de Nauvoo, uma das maiores cidades de Illinois, e como general de sua milícia, a Legião de Nauvoo; e era um candidato à presidência dos Estados Unidos.

Ele era uma figura controversa na história-americano amado de seus seguidores e odiado por seus detratores.

Joseph foi perseguido boa parte de sua vida adulta e foi morto junto com seu irmão Hyrum por uma multidão em Carthage, Illinois, em 27 de junho de 1844.

Mórmons – A Igreja

Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é uma comunidade religiosa surgida no século XIX, de fundamentação cristã, com características restauracionistas e cujos membros são conhecidos popularmente como mórmons.

O nome oficial da igreja se refere a Jesus Cristo como seu líder e a conversão dos fiéis, ou santos, à igreja, na última dispensação — de onde surge a referência aos últimos dias.

O termo mórmon, geralmente usado para referir-se aos membros dessa igreja, deriva do nome do profeta Mórmon, que é um dos autores e compiladores das escrituras que formaram O Livro de Mórmon, Outro Testamento de Jesus Cristo. Apesar de os termos mórmon e mormonismo serem aceitos pela própria igreja, a denominação oficial recomendada para os fiéis é santos dos últimos dias, ou o acrônimo em português “SUD” e em inglês LDS (Latter-day Saints) (Santos dos Últimos Dias).

A sua sede fica situada no estado de Utah (o qual foi fundado pelo povo mórmon), nos Estados Unidos da América, na cidade de Salt Lake City.

Está presente em mais de 160 países e hoje possui mais de 12 milhões de seguidores, dos quais mais de metade estão fora dos EUA (dados oficiais de Junho de 2004).

A igreja mantém registros cuidadosos de seus membros, incluindo informações sobre a sua árvore genealógica; estas informações são importantes devido à crença na possibilidade da salvação dos antepassados, através do batismo vicário feito pelos seus descendentes.

Mórmons – Doutrina

Estátua de Cristo no Centro de Visitantes na Praça do Templo de Salt Lake City Joseph Smith Jr. resumiu a doutrina da Igreja em treze pontos fundamentais conhecidos como Regras de Fé, a saber:

Cremos em Deus, o Pai Eterno, e em Seu Filho Jesus Cristo e no Espírito Santo.
Cremos que os homens serão punidos pelos seus próprios pecados e não pela transgressão de Adão.
Cremos que por meio do sacrifício expiatório de Cristo, toda a humanidade pode ser salva pela obediência às leis e às ordenanças do Evangelho. Cremos que os primeiros princípios e ordenanças do Evangelho são: a fé no Senhor Jesus Cristo; o arrependimento; batismo por imersão para a remissão dos pecados; a imposição das mãos para o dom do Espírito Santo.
Cremos que um homem deve ser chamado por Deus, pela profecia e pela imposição das mãos por quem possua autoridade, para pregar o Evangelho e administrar as sua ordenanças.
Cremos na mesma organização que existia na igreja Primitiva, isto é: apóstolos, profetas, pastores, mestres, evangelistas, etc.
Cremos no dom das línguas, da profecia, da revelação, das visões, da cura, da interpretação das línguas, etc.
Cremos ser a Bíblia a palavra de Deus, por quanto seja traduzida corretamente; cremos também ser o Livro de Mórmon a palavra de Deus.
Cremos em tudo o que Deus tem revelado, em tudo o que Ele revela agora, e cremos que Ele revelará ainda muitas coisas grandes e importantes relativas ao Reino de Deus.
Cremos na coligação literal de Israel e na restauração das doze tribos, que Sião (a Nova Jerusalém) será edificada no continente americano, que Cristo reinará pessoalmente sobre a terra e que a terra será renovada e receberá a sua glória paradisíaca.
Pretendemos o privilégio de adorar o Deus Todo-Poderoso segundo os ditames da nossa consciência, e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde e o que quiserem.
Cremos na submissão aos reis, aos presidentes, aos governantes e aos magistrados, na obediência, honra e manutenção da lei.
Cremos em ser honestos, verdadeiros, castos, benevolentes, virtuosos e em fazer o bem a todos os homens: na realidade podemos dizer que seguimos à admoestação do apóstolo Paulo: crer em todas as coisas, confiamos em todas as coisas, temos suportado muitas coisas e confiamos na capacidade de tudo suportar. Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, ou louvável, nós a procuraremos.

Quórum em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o Quórum dos Doze Apóstolos existe desde a sua restauração. Após a morte de Joseph Smith, Jr, em 1844, o Presidente do Quórum dos Doze Apóstolo era Brigham Young. Assumindo o controle da igreja, Young enfatizou que, conforme a autorização de Joseph Smith, o Quórum dos Doze iria ser o governo central da igreja abaixo da Primeira Presidência.

Invariavelmente o membro mais velho do Quórum dos Doze Apóstolos assume a presidência da igreja quando o presidente falece, sendo que a “velhice” é determinada pelo tempo de serviço como Apóstolo.

O presidente então escolhe dois conselheiros. O segundo membro mais velho então é designado como Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos.

Nos casos em que o segundo membro mais velho é chamado como conselheiro, um presidente interino é chamado dentre os apóstolos.

Mórmons – Igreja

O fundador desta igreja, Joseph Smith asseverou que, na primavera de 1820, teve uma visão na qual ele viu Deus e Jesus Cristo.

Foi-lhe dito para não se juntar a nenhuma igreja, mas que devia fundar a igreja de Cristo na sua plenitude. (Joseph Smith orou ao Senhor para saber qual igreja deveria seguir, ele tinha apenas 14 anos e estava muito confuso quanto a que igreja seguir pois assim como hoje no tempo de Joseph havia muitas denominações, no entanto para surpresa de Joseph Smith ele recebeu uma resposta muito mais ampla do que a que ele esperava, ele conta que viu uma coluna de luz mais brilhante que o sol que desceu pouco a pouco ate a altura de sua cabeça, e ele viu dois personagens, cujo o esplendor e glória desafiavam qualquer descrição, pairavam no ar, um desses personagens dize chamando-o pelo nome: Houve-o esse é meu Filho amado em quem Me comprazo. Ele conta que Jesus mandou que ele não seguisse nenhuma daquelas seitas, por que se aproximavam Dele com os lábios mas não com o coração, naquele momento Joseph Smith foi ordenado a restaurar o evangelho de Cristo e a ser o primeiro profeta, dessa ultima dispensação).

Smith também afirmou que em setembro de 1823, um anjo que se identificava como Moroni lhe apareceu para dizer que havia um livro enterrado na colina de Cumora cerca de seis quilômetros de Palmyra, Nova Iorque, o qual continha a história dos primitivos habitantes. No dia seguinte, Smith, supostamente encontrou o livro, embora não tivesse permissão para abri-lo até 1827, quando finalmente o fez, traduzindo-o. (algumas passagens bíblicas com profecias sobre o aparecimento do Livro de Mórmon A verdade brotará da terra Salm. 85:11 Uma voz falará desde o pó Isa. 29:4).

Os ensinamentos nele inseridos, somados às citadas visões, constituíram-se na base para o conteúdo do Livro dos Mórmos.

Smith escreveu ainda outras duas obras: Doutrina e Concertos e A Pérola de Grande Preço. ( Errata: O livro de Mórmon, Doutrina e Convênios, A Pérola de Grande Valor).

Os mórmons são ativos, trabalham incansavelmente, são pessoas sóbrias, normalmente íntegras. Contudo, muitas das suas doutrinas têm pouca afinidade com a Bíblia. (errata: todas as suas doutrinas têm afinidade com a Bíblia).

Os mórmons creem que:

1. A Bíblia é a palavra de Deus apenas na medida em que é corretamente traduzida.

(Cremos ser a Bíblia a palavra de Deus, desde que esteja traduzida corretamente; Também cremos ser O livro de Mórmon a palavra de Deus. Regra de Fé nr 8:

Explicação: Sabemos que por muitos anos a Bíblia ficou presa nas mãos dos inquisidores os quais puderam fazer modificações a gosto de seus interesses políticos da época. A história nos conta que a plebe não possuía acesso a sagrada escritura e que tais registros eram usados para persuadir o campesinato. No entanto chegou o momento da revolta protestante em que uma versão da Bíblia foi editada, onde o saudoso Martinho Lutero eliminou alguns livros no qual jugava-os sem inspiração. Porém ao longo dos anos a Bíblia têm passado por diversas traduções, fora o fato dela ter sido mantida por muito tempo sobre o monopólio cristão. Entretanto o que diz essa Regra de Fé é muito simples a Bíblia é a palavra de Deus, só precisa está devidamente traduzida para que não comentamos erros doutrinários advindos desses erros de tradução. Com esses fatos acabou-se por perder importantes doutrinas como em uma brincadeira de telefone sem fio por isso também a importância da revelação do Livro de Mórmon, nele contém a plenitude do evangelho.)

2. O homem preexistia com Deus como alma imortal antes de ser criado. Uma das razões da criação foi criar corpos para essas almas.

(Jesus foi preordenado para ser o Redentor I Ped.1:19-20(Apoc. 13:8); Antes que te formasse no ventre te ordenei por profeta Jer. 1:5. Essas são algumas das muitas referencias bíblicas que fazem menção a preexistência, as leia e reflita)

3. Deus alegrou-se quando Adão e Eva pecaram porque, assim, a terra poderia ser, agora, povoada.

Queda de Adão: processo pelo qual a humanidade se tornou mortal nessa Terra. Ao comerem do fruto proibido, Adão e Eva tornaram-se mortais, isto é sujeitos ao pecado e à morte. Adão tornou-se a primeira carne sobre a Terra, significando que Adão e Eva foram as primeiras criaturas viventes a se tornarem mortais. Quando Adão e Eva caíram, todas as coisas da Terra caíram e tornaram-se mortais.

A Queda de Adão e Eva foi um passo necessário para o progresso de homem. Sabendo que a queda aconteceria, Deus preparou na vida pré-mortal um Salvador. Jesus Cristo veio no meridiano dos tempos expiar a queda de Adão e também os pecados individuais do homem, sob condição de arrependimento, porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás Gen.2:17.

Assim como todos morrem em Adão, assim todos serão vivificados em Cristo I Cor. 15:22. Mais uma vez te digo leia e reflita)

Existem almas imortais que vivem agora no mundo espiritual na companhia de Jesus, que lhes prega o evangelho. ( Isso de fato é uma confusão de quem publicou isso, provavelmente causada pela falta de conhecimento doutrinário.

Tentarei esclarecer: Antes da vida que hoje temos vivíamos aquilo que chamamos vida pré-mortal essa é a vida que tivemos antes de nascermos aqui na Terra.

Todos os homens e mulheres viveram com Deus como seus filhos espirituais antes de virem à Terra como seres mortais. Quando Deus fundava a Terra, todos os filhos de Deus rejubilaram Jó38:4-7.

Bem todos os cristãos sabem que Jesus Cristo veio a Terra e foi crucificado e demorou 3 dias para ressuscitar (esses 3 dias foram inclusive para não restar duvida que ele havia ressuscitado mesmo, já que naquela época acreditava-se que após 3 dias a alma saia do corpo e aí as pessoas não tinham mesmo mais jeito, isso é só uma curiosidade histórica)

Só que nesses 3 dias para onde foi a alma de Jesus?

Acho que é daqui que saiu a confusão, acreditamos que há um lugar especial para as almas que esperam o momento da ressurreição mundo espiritual, e Jesus nesses 3 dias foi pra lá como todos os seres mortais que é o que ele era até o momento. Foi fazer um desenho ilustrativo simples para melhor visualizar o que estou falando, assim era o mundo espiritual antes de Jesus ir lá.

Acreditamos que após a ida de Jesus ao paraíso Ele abriu uma passagem do paraíso para a prisão e foi pregar o evangelho lá, porém quando Ele ressuscitou deixou essa passagem aberta para que os espíritos da prisão continuassem a receber o evangelho através dos espíritos dos justos que estão no paraíso.

4. Realizam serviços batismais pelos mortos nos templos Mórmons.

(Isso é de fato uma verdade, fazemos realmente batismo pelos mortos denominamos: batismo vicário. Isso ocorre por que o Senhor Jesus Cristo que não possuía pecado algum se batizou deixando o exemplo, então é necessário o batismo para entrar no reino dos céus. No ponto acima disse sobre a pregação do evangelho às almas, só que para haver um batismo é necessário ter-se um corpo por isso pessoas aqui fazem esses serviços batismais. Porém essa prática já é descrita no Novo Testamento acabando assim com aquela frase muitas de suas doutrinas tem pouca afinidade com a Bíblia. Para conferir o que eu digo leia I Cor. 15:29 lá diz Que farão os que se batizam pelos mortos.

Porém esse e qualquer outro tipo de batismo deve acontecer segundo 3 critérios. Para analisa-los usarei de todos o melhor exemplo o do Salvador.

Por que o Senhor que vivia tão longe de João Batista iria até ele para se batizar?

Porque embora ele morasse longe João Batista possuía poder de Deus para batizar, ele possuía Autoridade, esse é o nosso primeiro critério.

Por que ele não foi batizado ainda criancinha?

Por que ele ainda não sabia diferenciar o certo do errado, eis nosso segundo critério: idade de responsabilidade.

Porque se batizar no Rio Jordão?

Porque lá possuía água suficiente para que Jesus pudesse ser imerso. Mesmo por que o batismo possuí um símbolo da morte e sepultamento de seus pecados (o que não era o caso de Jesus) no momento que é imerso e do renascimento para uma vida nova sem aqueles pecados, que é o momento em que a pessoa é levantada.

Então aí está nosso terceiro critério é necessário ter água suficiente para a pessoa ser imersa.

5. Jesus casou-se com Maria, com Marta e com outra Maria nas bodas de Caná (Jornal dos Discursos, Vol. 4, p. 259, por Brigham Young). Aceitam a poligamia ou casamentos múltiplos onde a lei do país permite. (Isso não é real na verdade a Igreja é muito rígida com qualquer tipo de adultério, entenda por isso toda e qualquer relação sexual fora dos laços matrimonial legalmente oficializado segundo as leis do país. Esse equívoco acontece devido uma parte da história da Igreja em que alguns membros praticaram no passado longínquo da Igreja, há mais de 180 anos o casamento plural já não é mais admitido.)

6. O casamento deve ser selado para eternidade em um templo Mórmon. (Acreditamos ser o casamento o novo e eterno convênio, desde que realizado sob a lei do evangelho de Cristo e do santo sacerdócio, que é a autoridade acima citada, o casamento no Templo é para a vida mortal e para toda a eternidade também.Os homens e mulheres dignos, assim selados no Templo, podem continuar a ser marido e mulher por toda a eternidade. O marido e a mulher são co-herdeiros da graça da vida Ped.3:7; Tudo quanto ligardes na Terra será ligado no céu Mat. 16:19).

7. Há três níveis de céu – O Celestial (para os mórmons fiéis); o Terrestre (para os mórmons me­nos fiéis) e o Telestral (para os outros, que serão ser­vos). Na essência, toda a humanidade receberá a vida eterna; no entanto, alguns tornar-se-ão servos de outros. (Mais um equivoco no qual desejo desfazer, há três níveis sim, níveis chamados de Graus de Glória que são diferentes reinos nos céus. No julgamento final cada pessoa receberá uma morada eterna em um grau de glória, exceto os que forem filhos de Perdição.

Jesus disse: na casa de meu pai há muitas moradas Jo14:2; Esses Graus de Glória são: Glória Celestial, Glória Telestial e Glória Terrestrial. Vou falar um pouco de cada grau, no entanto, esses são graus que possuem glória ainda ha outro grau no qual seram enviados os filhos da Perdição, esse seria as trevas exteriores.

Glória Celestial: O mais elevado dos três graus de glória que uma pessoa pode alcançar após esta vida. Nele os justos viverão na presença de Deus, o Pai, e de seu Filho, Jesus Cristo e do Espírito Santo. Nesse grau apenas as pessoas que viveram e cumpriram os princípios e ordenanças do evangelho, nessa vida, habitaram junto as crianças que morreram antes da idade de responsabilidade. Essa glória é comparada ao sol na Bíblia. Uma é a glória dos celestes I Cor.15:40.

Glória Terrestrial: segundo dos três graus de glória nos quais as pessoas que não tiveram a oportunidade de aceitar o evangelho nessa vida, mas o aceitaram no mundo espiritual irão. Essas pessoas não habitaram com Deus, o Pai, mas serão visitados pelo Filho, Jesus e pelo Espírito Santo. Esse grau de glória é comparado a glória da Lua. Paulo viu a glória terrestre e comparou-a com a lua I Cor. 15:40.

Glória Telestial: o menor dos três graus de gloria, no qual pessoas que conheceram o evangelho ou aceitaram, aqui nessa vida, mas não viveram o evangelho irão.

Essas pessoas não habitaram com Deus, o Pai, nem serão visitados pelo Filho, Jesus Cristo, só serão visitados pelo Espírito Santo. Essa glória é comparada a glória das estrelas. ?Paulo viu a glória das estrelas?I Cor. 15:40 Paulo foi arrebatado até o terceiro céu IICor. 12:2.

Bem esse é um pequeno resumo sobre graus de glória e gostaria de ressaltar que essa parte de servos não faz parte da doutrina que é pregada na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

E que apenas os justos que cumpriram e viveram, as ordenanças e princípios do evangelho receberão vida eterna, que é, ser imortal na presença de Deus, o Pai. Todos receberam a imortalidade que é não mais morrer, mas volto a ressaltar que imortalidade e vida eterna são coisas diferentes, todos nós fomos presenteados com a imortalidade pelo nosso Salvador e Redentor, Jesus Cristo, já a vida eterna é um dom que cada um deve procurar obtê-lo. E ainda não posso deixar de lembrar que esses graus, todos eles possuem glória, no entanto, há um outro nível que não possue glória, que é as trevas exteriores, é a morada permanente dos que não forem redimidos pela expiação de Jesus Cristo. Será ele para os que ainda permanecerão imundos.

É onde habitarão eternamente Satanás e seus anjos e os filhos de Perdição, ou seja, os que negaram o Filho depois de o Pai lhes haver revelado.).

Alguns pontos a destacar:

1. Os mórmons são fiéis dizimistas. (No entanto não é pedido dinheiro algum as pessoas que nos visitam, provavelmente seja a única Igreja que funciona apenas com o dinheiro dado pelos membros. O Senhor disse que se não pagarmos o dizimo estaremos roubando-o Roubará o homem a Deus? Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas Mal.3:8).
2. Preocupam-se com a saúde, evitando o uso de álcool e de fumo. (Nós não só evitamos como não consumimos, nem mesmo produtos como café, chá preto e qualquer tipo de drogas ilícitas. Na verdade tentamos ter uma dieta mais saudável possível para nos manter cum prindo o mandamento que diz: Não matarás Êxodo 20)
3. Defendem o conceito do dom de profecia na igreja de hoje. (Igreja é edificada sobre o fundamento de apóstolos e profetas Ef. 2:19-20)
4. Acreditam no batismo por imersão. (Esse ponto já foi destacado acima é verdade pois pegamos de exemplo o batismo do Salvador)
5. Defendem a ideia de que as organizações religiosas de hoje são a Babilônia Caída e que o Cristianismo necessita voltar aos ensinos do Novo Testamento.

Fonte: www.mormonnewsroom.org/www.wisegeek.com/carm.org/www.geocities.com/www.history.com

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Arqueologia de Gênero

Arqueologia de Gênero

PUBLICIDADE Definição A arqueologia de gênero é um método investigativo da subdisciplina de estudar sociedades antigas através …

Criptologia

PUBLICIDADE Criptologia é a ciência preocupada com a comunicação e armazenamento de dados de forma …

Stonehenge

PUBLICIDADE Stonehenge – Monumento Stonehenge é um dos monumentos mais famosos do mundo. Fica na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.