Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / História Geral / Rainha de Sabá

Rainha de Sabá

História

PUBLICIDADE

A Rainha de Sabá, de acordo com a narrativa bíblica, era uma mulher de grande riqueza, beleza e poder.

Rainha de Sabá
Rei Salomão

Pouco se sabe sobre a rainha de Sabá, inclusive seu próprio nome.

Os autores árabes a tratavam como Balquis, soberana da Arábia que viveu por volta do século 10 a.C. e se tornou famosa principalmente pela visita que fez ao rei Salomão, em 985 a.C..

Nessa época, após haver discutido com seus conselheiros, decidiu procurar pessoalmente o rei de Israel com o intuito de negociar com ele um tratado comercial que lhe assegurasse o monopólio das caravanas que viajavam de Israel e Tiro com destino às Índias, passando pelo seu reino ao sul da Arábia. Este era habitado pelos sabeus, raça semítica de cultura muito antiga e de linguagem semelhante à etíope – cujos povos foram os primeiros colonizadores da Etiópia -, e dele se dizia que possuía grande riqueza e poderosos recursos justamente por estar localizado na rota comercial entre a Índia e a África.

Diz a lenda que a rainha nasceu por volta do ano 1020 a.C. e morreu aos 55 anos de idade, sem nunca ter casado. Tendo assumido o trono com apenas quinze anos, em virtude da morte do pai, ela precisava acompanhar os costumes do seu povo, que tanto dava direitos iguais a homens e mulheres, como exigia que a soberana fosse virgem. Por isso se dedicou aos estudos, à filosofia e ao misticismo. O episódio de sua visita a Jerusalém provavelmente tem tudo a ver com a curiosidade dos estudiosos, pois a presunção é a de que tenha tomado conhecimento da sabedoria e esplendor do monarca, e por isso resolveu verificar pessoalmente se as informações eram verdadeiras.

A Bíblia contém a seguinte passagem (Livro dos Reis 9:26/28), “Equipou também o rei Salomão uma frota em Aslongaber, perto de Aflat, na praia do mar Vermelho, na terra de Edom. Hiram (rei de Tiro) mandou seus próprios servos nessa frota, marinheiros experimentados em náutica, para ajudar os homens de Salomão. Foram a Ofir, donde trouxeram quatrocentos e vinte talentos de ouro, que apresentaram ao rei Salomão”.

Ofir cidade histórica e quase lendária do mundo antigo, ficou conhecida como produtora e exportadora de ouro. Citada no Velho Testamento e em numerosas obras antigas como cidade de grande esplendor, sua situação geográfica permanece desconhecida até hoje, acreditando-se que tenha pertencido à área do oceano Índico.

Ouvindo falar de Salomão, a rainha de Sabá procurou conhecê-lo. No mesmo texto bíblico Livro dos Reis (9:2/8) está escrito que ela “Chegou a Jerusalém com uma numerosa comitiva, com camelos carregados de aromas e uma grande quantidade de ouro e pedras preciosas. Apresentou-se diante do rei Salomão e disse-lhe tudo o que ela tinha no espírito. A tudo lhe respondeu o rei. Nenhuma das suas perguntas lhe pareceu obscura e deu solução a todas. Quando a rainha de Sabá viu toda a sabedoria de Salomão, a casa que ele tinha feito, os manjares de sua mesa, os apartamentos de seus servos, as habitações e uniformês de seus oficiais, os copeiros do rei e os holocaustos que ele oferecia no templo do Senhor, ficou estupefata e disse ao rei: É bem verdade o que ouvi a teu respeito e de tua sabedoria, na minha terra. Eu não quis acreditar no que me diziam, antes de vir aqui e ver com os meus próprios olhos. Mas eis que não contaram nem a metade: tua sabedoria e tia opulência é muito maior do que a fama que havia chegado até mim. Felizes os teus homens, felizes os teus servos que estão sempre contigo e ouvem a tua sabedoria”

E prosseguindo (10/13):

“Presenteou o rei com 120 talentos de ouro e grande quantidade de perfumês e pedras preciosas. Não apareceu jamais uma quantidade de aromas tão grande com a que a rainha de Sabá deu ao rei Salomão. A frota de Hiram, que trazia o ouro de Ofir, trouxe também grande quantidade de madeira de sândalo e pedras preciosas. Com este sândalo fez o rei balaustradas para o templo do Senhor, assim como harpas e flautas. E desde então não se transportou mais desta madeira de sândalo, e não se viu mais dela até o dia de hoje.. O rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela desejou e pediu, além dos presentes que ele mesmo lhe fez com real liberalidade. E a rainha retomou o caminho de volta com a sua comitiva”.

Nada mais se sabe sobre a rainha de Sabá, a não ser que teve um filho com o rei Salomão. Chamado Menelik, ele assumiu o trono com o título “Novo de Imperador” e “Rei dos Reis de Etiópia”, fundando a “Dinastia Salomonica” que governou aquele país, com poucas interrupções, durante aproximadamente três mil anos ou 225 gerações, terminadas com o Imperador Haile Selassie, em 1974.

Fernando Kitzinger Dannemann

Fonte: www.recantodasletras.com.br

Rainha de Sabá

Lenda

A Rainha de Sabá, uma mulher exótica e misteriosa de poder, é imortalizado em grandes obras religiosas do mundo, entre eles a Bíblia hebraica e no Alcorão muçulmano.

Ela também aparece na pintura turco e persa, em tratados cabalísticos, e em obras místicas cristãs medievais, onde ela é vista como a personificação da Sabedoria Divina e um prognosticador do culto da Santa Cruz.

Quem era

Quem era essa figura lendária que veio exibindo-se (e sua riqueza) na corte do Rei Salomão?

O mais provável é que ela era da Etiópia, uma rainha em seu próprio direito – uma mulher real usado para obter o seu próprio caminho e confiança certeza de seu valor.

Segundo a tradição judaica e islâmica, a rainha de Sabá era uma monarca do antigo reino de Sabá, que se acredita ser na Etiópia ou o Iêmen.

De acordo com a Bíblia, a rainha de Sabá visitou Salomão para testar sua sabedoria, e ela é o tema de um ciclo generalizado de lendas na genealogia árabe, chinês e etíope.

Bíblia

A Rainha de Sabá é uma rainha reinante que aparece na Bíblia. O conto de sua visita ao rei Salomão sofreu extensas celebrações judaicas, árabes e etíopes, e tornou-se o assunto de um dos ciclos mais difundidos e férteis de lendas no Oriente.

Rainha de Sabá nas Escrituras Hebraicas

A Rainha de Sabá é uma das figuras mais famosas da Bíblia, mas ninguém sabe exatamente quem ela era ou de onde ela veio.

De acordo com I Reis 10: 1-13 das escrituras hebraicas, ela visitou o rei Salomão em Jerusalém depois de ouvir de sua grande sabedoria. No entanto, a Bíblia não menciona nem o seu nome dado ou a localização de seu reino.

Origem

Rainha de Sabá era um nome antigo para a Abissínia, um reino no Mar Vermelho nas imediações da Etiópia moderna e Iêmen.

A Rainha de Sabá é mais conhecida por uma história no livro da Bíblia dos Reis: à frente de uma caravana de riquezas, ela visita o rei Salomão de Israel para testar sua sabedoria lendária.

Depois de Salomão ter respondido com sucesso seus enigmas, a rainha agradece-o com presentes.

Segundo a tradição etíope a rainha voltou a Sabá e teve um filho de Salomão, Menelik I, que foi o início da dinastia real etíope.

A Rainha de Sabá

Rainha de Sabá! Este nome traz à imaginação a figura mítica de uma soberana bela, digna, riquíssima. De fato, possuía ela muito ouro, pedras preciosas e perfumes.

Entretanto, seu tesouro mais valioso era outro: a virtude da admiração.

Deslumbrada pela sabedoria, bem como pela grandiosidade e beleza das obras de Salomão, a Rainha de Sabá, embora pagã, entoou louvores ao verdadeiro Deus. Sua atitude mostra o poder da virtude e do esplendor para atrair as almas ao Criador.

Dom da sabedoria

Filho de Davi, Salomão herdou o poder sendo ainda adolescente, e compreendeu que era necessária muita sabedoria para governar o povo de Israel.

Certa noite, Deus apareceu ao rei e lhe disse: “Pede o que desejas, que Eu te dou”.

Salomão respondeu: “Dignai-Vos (…) conceder-me a sabedoria e a inteligência, a fim de que eu saiba como me conduzir à frente desse povo”.

Disse Deus a Salomão: “Já que este é o desejo de teu coração, e não pedes nem riquezas (…), nem uma longa vida, mas me pedes sabedoria e inteligência a fim de bem governar o povo do qual Eu te fiz rei, (…) a sabedoria e a inteligência ser-te-ão concedidas, mas também riquezas, tesouros e glória mais do que jamais possuíram os reis, teus predecessores, e que jamais possuirão teus sucessores” (2Cr 1, 7-8; 10-12).

Salomão recebeu então um espírito de uma visão tão vasta como as areias que estão à beira do mar. Ele era o mais sábio de todos os homens.

Admiração, generosidade, louvor a Deus

A Rainha de Sabá teve notícias da sabedoria e magnificência de Salomão, e quis conhecê-lo. Partiu de suas terras, situadas no sudoeste da Arábia (atual Iêmen), e percorreu longa distância, acompanhada de numerosa comitiva, trazendo grande quantidade de ouro e de pedras preciosas.

Chegando a Jerusalém, foi recebida pelo Rei Salomão e fez-lhe todas as perguntas que desejava. Este deu prontamente resposta certa a todas. Não houve enigma por demais obscuro que ele não pudesse esclarecer.

Diante dessa sabedoria incomparável, da magnificência do Templo e dos holocaustos que lá eram oferecidos ao Senhor, dos esplendores do palácio real, a Rainha de Sabá ficou enlevada de admiração e exclamou: “Felizes esses servos que sempre estão diante de ti e ouvem tua sabedoria! Bendito seja o Senhor teu Deus, que te tomou como objeto de afeição, e te colocou no seu trono, como rei em nome do Senhor, teu Deus!” (2Cr 9, 7-8).

A admiração desinteressada conduz à generosidade. Assim, a Rainha de Sabá presenteou Salomão com grande quantidade de ouro, pedras preciosas e perfumes.

Nada se sabe a respeito do que aconteceu depois a ela. Mas, passados quase mil anos, sua bela atitude recebeu elogios de Nosso Senhor.

Discutindo com os escribas e fariseus, afirmou Jesus: “A Rainha do Meio-Dia [isto é, de Sabá] levantar-se-á no dia do Juízo para condenar os homens desta geração, porque ela veio dos confins da terra ouvir a sabedoria de Salomão! Ora, aqui está Quem é mais que Salomão” (Lc 11, 31).

Desobediência de Salomão

Quanto a Salomão, infelizmente, não foi fiel aos Mandamentos de Deus.

Narra a Sagrada Escritura que tomou para si esposas pertencentes às nações das quais o Senhor dissera aos israelitas :“Não tereis relações com elas, nem elas tampouco convosco, porque certamente vos seduziriam os corações, arrastando- os para os seus deuses” (I Reis 11, 2).

Rainha de Sabá
Basílica de El Escorial (Madri) Detalhe da fachada

Aconteceu-lhe o que Deus predissera: sendo já velho, elas seduziram o seu coração e o arrastaram ao abominável pecado de idolatria.

Como pôde degradar-se assim o homem que recebeu em tão alto grau o dom da sabedoria?

Não caiu pelo fato de ser rico, pois “as riquezas são boas para o que não tem pecado na sua consciência” (Eclo 13, 30).

E São Tomás esclarece de forma admirável, na Suma Teológica: “As riquezas, enquanto conduzem à virtude, são boas; mas são más enquanto a impedem; e de igual modo a pobreza” (2-2, 126 – 1 ad 3).

A queda de Salomão deveu-se, sobretudo, à sua falta de vigilância.

“Vigiai e orai para não cairdes em tentação”, recomenda-nos o Divino Mestre (Mt 26, 41).

Então, sirva-nos de advertência a desgraça em que caiu Salomão: peçamos a Nossa Senhora o espírito de oração e uma constante vigilância. Tenhamos sempre diante dos olhos nossas fraquezas e confiemos ilimitadamente n’Aquela que é a Virgem Fortíssima.

Paulo Francisco Martos

Fonte: www.arautos.org.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Políticas Sociais

Políticas Sociais

PUBLICIDADE Definição Política social é um termo que é aplicado a várias áreas da política, geralmente …

Políticas Públicas

Políticas Públicas

PUBLICIDADE Definição A política pública é o guia de princípios para a ação tomada pelos poderes executivos …

Gerontocracia

Gerontocracia

PUBLICIDADE Definição Um estado, sociedade ou grupo governado por pessoas idosas. O que é uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+