Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / História Geral / Império Babilônico

Império Babilônico

PUBLICIDADE

 

Império Babilônico
Uma representação visual da antiga cidade suméria de UR.
Esta civilização avançada registrou muitos eventos de seres que vieram “do céu.”
Muitas outras civilizações antigas, como os do Egito, China e América do Sul registrou eventos muito semelhantes

Império Babilônico (605-539 aC)

O Império Babilônico foi o estado mais poderoso do mundo antigo, após a queda da Assíria império (612 aC).

Sua capital Babilônia foi belamente adornada pelo rei Nabucodonosor, que ergueu vários prédios famosos.

Mesmo depois de o Império Babilônico foi derrubado pelo rei persa Ciro, o Grande (539), a própria cidade permaneceu um importante centro cultural.

Período Babilônico Antigo

A cidade de Babilônia faz sua primeira aparição em nossas fontes, após a queda do Império da Terceira Dinastia de Ur, que governou as cidades-estados da planície aluvial, entre os rios Eufrates e Tigre durante mais de um século (2112-2004? ).

Uma crise agrícola significou o fim desse estado centralizado, e várias tribos mais ou menos nômades se estabeleceram no sul da Mesopotâmia. Uma delas era a nação dos amorreus (“ocidentais”), que assumiu Isin, Larsa e Babilônia. Seus reis são conhecidos como a Primeira Dinastia da Babilônia (1894-1595?).

A área foi reunido por Hamurabi, rei da Babilônia, de ascendência amorreus (1792-1750?). Do seu reinado em diante, a planície aluvial do sul do Iraque, foi chamado, com um arcaísmo deliberado, Mât Akkadî, “o país de Akkad”, depois que a cidade que havia unido os séculos região antes. Nós chamamos isso de Babilônia . É uma das partes mais férteis e ricas do mundo antigo.

Primeiro, Babilônia e seu aliado Larsa travaram uma guerra defensiva contra Elam, o arquiinimigo de Akkad. Após esta guerra tinha sido levado a bom termo, Hamurábi voltou contra Larsa, e derrotou o seu rei Rim-Sin. Este cenário se repetiu. Juntamente com rei Zimrilim de Mari, Hammurabi travou uma guerra contra Assur, e após o sucesso foi alcançado, os babilônios atacaram seu aliado. Mari foi demitido. Outras guerras foram travadas contra Jamšad (Aleppo), Elam, E šnunna, e as tribos das montanhas do Zagros.

Babilônia agora era a capital de toda a região entre Harran no noroeste e no Golfo Pérsico, no sudeste.

Os sucessos de Hammurabi tornaram-se os problemas de seus sucessores. Após a anexação de Mari no noroeste e E šnunna no leste, não havia nenhuma reserva contra o crescente poder do império hitita (na Anatólia) e os Kassite tribos no Zagros. Era impossível para os sucessores de Hammurabi para lutar contra todos esses inimigos ao mesmo tempo, e eles começaram a perder aderência. No extremo sul, encontramos governantes independentes (a dinastia Sea Land). Os inimigos, por vezes, invadiu a Babilônia, e em 1595 (?), O rei hitita Mursilis eu avançaram ao longo do Eufrates, saqueou Babilônia, e ainda tirou a estátua do deus supremo da Babilônia, Marduk, de seu templo, o Esagila .

Período Kassite

Após este ataque espetacular, as tribos Kassite tomaram a cidade, mas logo tornaram-se babilônicos. O primeiro rei da dinastia Kassite, Agum-Kakrîme, é relatada a ter derrotado os hititas e recebeu de volta a estátua de Marduk. Mesmo que este é apenas propaganda, isso prova que o Kassites entendido os babilônios. No entanto, um declínio começou que durou por quase um milênio. Isso não quer dizer que não havia estado central, ou que os reis Kassite não desempenhou nenhum papel na política internacional, mas é claro que a Babilônia foi eclipsada por outras nações.

O primeiro a fazer isso foi o reino de Mitani , que dominou a parte norte da Mesopotâmia, e começou a ter problemas quando os hititas e assírios forças unidas contra os Mitannians. Após o declínio de Mitani, o Império do Meio-assírio se tornou poderoso, e, no século XIII, os governantes da Babilônia tinha de respeitar as reivindicações dos reis assírios como Salmaneser e Tikulti-Ninurta. O último capturado Babilônia e levou a imagem de Marduk, mas a ocupação da Babilônia e do exílio do deus não durou muito tempo. Outro poder local foi Elam. No século XII, os seus exércitos saquearam Babilônia. Agora era a vez de capturar a estátua. (E muitas de outras coisas: a famosa estela com as leis do rei Hamurabi foi escavado na elamitas de capital Susa .)

Período Babilônico Médio

Os reis Kassite foram substituídos como governantes do sul da Mesopotâmia pela Segunda Dinastia de Isin. Sob Nabucodonosor I (1126-1104), os babilônios avançaram para Elão, e recebeu de volta a estátua de Marduk. No entanto, este renascimento foi breve. No século XI, arameus infiltrada Babilônia, eo governo central desapareceu há algum tempo. As cidades eram independentes novamente. Há poucas fontes, o que sugere que o país não foi capaz de pagar por escribas.

Isso não é diferente da situação na Assíria, que sofria de declínio após o reinado das partes mais ocidentais do mundo antigo Tiglate-Pileser I (1114-1076), ou, quando os séculos entre 1100 e 800 são muitas vezes chamado de “o escuro as idades “.

O que é certo, porém, é que ao sudoeste da Babilônia, um novo grupo de assentados, os caldeus, que estavam relacionadas com os sírios. As relações entre os babilônios, que já tinha assimilado os amorreus e Kassites, e os novos invasores eram em primeiro hostil, mas os caldeus cada vez mais babilônicos.

Período Assírio

Os assírios foram os primeiros a se recuperar da recessão. U nder rei Assurnasirpal II (883-859), seu império começou a crescer de novo, e essa expansão continuou durante os reinados de seus sucessores. U m dos grandes desafios foi a integração da Babilônia, que era gêmeo-cultura da Assíria e também muito estimado a ser reduzida à condição de província.

Tiglate-Pileser III (744-727) buscou uma solução em uma “dupla monarquia”: ele uniu os dois países em uma união pessoal.

Em breve, novas medidas tiveram que ser tomadas. Por duas vezes, os babilônios reivindicou sua independência sob o rei Marduk-apla-iddin (721-710 e 703, o bíblico Merodach Baladan).

A segunda revolta foi punido severamente pelo líder assírio Senaqueribe, que saquearam a cidade e seus habitantes deportados para Nínive.

Esta nova política foi logo me arrependi. O sucessor de Senaqueribe Asaradão permitiu que as pessoas voltem. No entanto, a relação entre a Assíria e os babilônios continuava tenso.

Assurbanipal (668-631) pensava que ele resolveu o problema fazendo o irmão vice-rei Samas-Suma-ukin da parte sul da Mesopotâmia, mas esta acabou por ser uma idéia errada também: enquanto o rei da Assíria, se envolveu em outras guerras, o rei da Babilônia revoltou, e levou Assurbanipal vários anos antes ele havia restaurado a ordem (648; ABC 15 ). Assumiu-se que o homem que é chamado o sucessor de Samas-Suma-ukin, Kandalanu, é na verdade o mesmo que o rei assírio, embora seja certo que o vice-rei ainda estava vivo em 627, ao passo que nenhum documento de Assurbanipal são conhecido após 631.

Período Neo-Babilônico

No entanto, este pode ser, após a morte de Assurbanipal, houve problemas graves na Assíria.

Em 627, o rei da Assíria enviou dois de seus parentes, Sin-šumlišir e Sin-Sar-iškun, como governadores da Babilônia. Eles foram expulsos por um soldado chamado babilônico Nabopolassar , que já lutou no exército assírio, mas agora começou um reino para si mesmo.

De acordo com a crônica babilônica conhecida como ABC 2 , ele foi reconhecido como rei em 23 de Novembro 626 Este é o início do Império Neo-Babilônico.

Nabopolassar continuou a luta contra a Assíria, que ele wante para derrubar. Se ele conseguiu, o equilíbrio de poder no Oriente Médio seriam gravemente lesados; conseqüentemente, os egípcios apoiaram os assírios contra os agressores.

A queda de Nínive Chronicle descreve os acontecimentos destes anos. Em 616, Nabopolassar derrotou uma força assíria, às margens do Eufrates, ao sul de Harran. Isto sugere que Nabopolassar queria bloquear a estrada principal entre o centro Assírio e suas possessões no oeste. No entanto, ele foi forçado a recuar quando um exército egípcio se aproximou.

No próximo ano, o babilônico mudou sua estratégia e invadiu o coração da Assíria, onde ele sitiou Assur, a capital religiosa da Assíria. Os assírios foram capazes de repelir o inimigo, mas no final de 615, dos medos, uma federação tribal vivendo no Irã moderno, interveio. Após o inverno, eles capturaram a cidade e, apesar de Nabopolassar chegou tarde demais para ajudá-los, ele assinou um tratado com o rei Cyaxares.

O historiador babilônico Beroso diz que a aliança foi cimentada por um casamento real: o príncipe herdeiro babilônico Nabucodonosor se casou com uma princesa chamada Amytis.

Depois de um ano de campanha inconclusivos, os medos unida e babilônios sitiaram a capital assíria de Nínive maio 612. O cerco durou três meses; em julho, a cidade caiu. Rei Sin-Sar-iškun, que tinha sido encarregado de Babilônia, parece ter cometido suicídio.

Várias campanhas ocorreram no bairro de Harran, a partir do qual o último rei assírio, Assur-uballit, foi expulso. No entanto, ele voltou com o exército do faraó do Egito, Neco II (610-595). (Josias de Judá, que havia tentado conquistar o antigo reino de Israel , que se tornou parte do Império Assírio, tentou resistir os egípcios, mas foi morto em Megido.) Neco foi derrotado também, em 605, pelo príncipe herdeiro Nabucodonosor, perto de Carquemis, às margens do Eufrates.

A história é contada no Nabucodonosor Chronicle.

No mesmo ano, Nabopolassar, o fundador do império babilônico, morreu. Seu filho continuou a expansão para o oeste, onde assumiu as antigas possessões assírios.

Não está inteiramente claro onde e quando a fronteira entre o Egito ea Babilônia foi elaborado: 2 Reis 24.7 implica que o Egito se retirou para o deserto do Sinai e deixou a Palestina costa nas mãos da Babilônia, mas o pesquisador grego Heródoto de Halicarnasso ( Histórias 2.159) sugere que Gaza permaneceu uma fortaleza egípcia.

Durante esta fase da guerra ocidental, Jerusalém foi capturada (597), e quando o seu rei vassalo se revoltaram, a cidade foi capturada pela segunda vez (587).

Sua população foi deportada para Babilônia: o início do cativeiro babilônico dos judeus. Agora, o oeste era seguro; apenas Tiro resistiu, e embora o cerco durou muitos anos, caiu em 585.

É possível que o “Labynetos” mencionado por Heródoto como o homem que, juntamente com a Cilician líder Syennesis , preparou um tratado de paz entre o Lídio rei Alyattes ea Mediana rei Cyaxares em 585, é idêntico ao Nabucodonosor. Isso está longe de ser certo, mas é bem provável que os babilônios, que agora tinha conquistado o oeste, estavam interessados na Anatólia, onde o ferro era para ser obtida. Ao mesmo tempo, Nabucodonosor parece ter tido relações mais ou menos amigáveis com as tribos das montanhas do leste.

O que tinha acontecido, de fato, foi que a grande monarquia do antigo Oriente Próximo tinha recebido uma nova elite: os assírios tinham sido substituídos pelos babilônios, mas o próprio império permaneceu mais ou menos o mesmo. Da mesma forma, quanto mais tarde Aquemênida e selêucidas impérios não eram realmente diferentes dos impérios anteriores.

A história antiga do Oriente Próximo é de mudança e continuidade.

Fonte: www.livius.org

Império Babilônico

Por volta de 2000 a.C., amoritas do deserto invadem as cidades-estados sumerianas e acadianas e fundam a cidade da Babilônia.

Sob o reinado de Hamurabi (? -1750 a.C.), entre 1792 a.C. e 1750 a.C., a Mesopotâmia é mais uma vez unificada e inicia-se o I Império Babilônico, que vai da Suméria até o Golfo Pérsico.

Em 1513 a.C., os hititas destroem a capital e põem fim ao Império. De 614 a.C. a 539 a.C., sob a liderança do rei Nabucodonosor II (630 a.C.-561 a.C.), floresce o II Império Babilônico.

No final desse período, a Babilônia é incorporada ao Império Persa pelo rei Ciro II (590/580 a.C.-529 a.C.).

Os babilônios organizam um Estado centralizado e despótico. Seguem o Código de Hamurabi, o mais antigo código penal da história.

O progresso econômico leva ao embelezamento das cidades, com a construção de palácios, templos, da Torre de Babel e dos Jardins Suspensos da Babilônia – considerados uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Transcrevem obras literárias mesopotâmicas para o acadiano e instituem impostos em benefício de construções públicas. Criam a astrologia e a astronomia e aperfeiçoam a matemática com a invenção do círculo de 360 graus e a hora de 60 minutos. São politeístas e divinizam o rei.

Realizam obras de drenagem e constroem espécies de ilhas artificiais (chinampas) para ampliar as áreas de cultivo (milho, feijão, tomate, pimenta e batata-doce).

Mantêm intenso comércio, utilizando sementes de cacau como moeda. No artesanato destacam-se tecidos, cerâmica, objetos de ouro, prata e cobre.

Entre os vários deuses cultuados estão o da guerra, do Sol, da chuva e a Serpente Emplumada. Usam a escrita pictórica e a hieroglífica. Adotam e modificam o calendário maia e criam a matemática.

O IMPÉRIO BABILÔNICO

Antigo império se localizava entre os rios Tigre e Eufrates no sul da Mesopotâmia. A Babilônia desenvolveu as ciências e um panteão mitológico com base no panteão sumério-acadiano. Com quase 12 mil quilômetros quadrados, fazia fronteira ao norte com a Assíria e a leste com Elam, ao sul e a oeste com o deserto da Arábia e ao sudeste com o Golfo Pérsico.

O rei mais importante da Babilônia foi Hamurabi. Esse monarca conquistou todas as cidades e tribos ao redor e dirigiu sabiamente o seu reino. Essas cidades passaram a ser governadas por homens de confiança de Hamurabi. Todas pagavam impostos para a Babilônia, que se tornou a cidade mais importante da Mesopotâmia. Uma das coisas mais notáveis da civilização babilônica foi a criação do Código de Hamurabi. O Código era uma lista de leis que determinavam como deveriam viver os habitantes do reino.

Depois da morte de Hamurabi, a Babilônia foi conquistada sucessivamente por muitas tribos; Em 626 a.C., Nabopolassar foi intronizado na Babilônia quando os babilônios declararam independência do Império Assírio. Aliou-se aos medos no leste e começaram a testar a força dos assírios. Em 612 a capital Nínive caiu e, com o colapso do governo após a queda de Carquêmis em 605, os assírios antigamente poderosos só ficaram na lembrança do povo do Oriente Médio ao qual aterrorizaram durante quase 150 anos.

Com a morte de Nabopolassar, o trono foi ocupado com habilidade por seu filho, o general Nabucodonosor, em 605. Na época ele assumiu o controle de todos os territórios perdidos pela assíria, incluindo Judá. O reinado longo e próspero de Nabucodonosor chegou ao fim em 562, e pouco depois os persas começaram a construir seu império sob a liderança de Ciro, o Grande. Nas duas décadas seguintes, os sucessores de Nabucodonosor foram tão incompetentes que em 539, Ciro foi bem recebido na capital, após derrotar sem luta o incompetente co-regente Belsazar. Foi saudado como salvador da pátria em vez de conquistador.

Um ano após assumir o controle do Império Babilônico, Ciro instaurou sua política de governo benevolente ao permitir que muitos povos deportados retornassem a seus lugares de origem e reconstruissem suas casas, seus templos e santuários de adoração. Para o povo judeu que nesse período se encontrava exilado na Babilônia, este fato foi o cumprimento das profécias.

O Primeiro Império Babilônico

Império Babilônico
Pintura da Torre de Babel

Após a queda da última dinastia sumeriana, diversos grupos semitas se instalaram na Baixa Mesopotâmia, vindos da região ocidental do Vale.

O novo soberano Ishbierra tentou transformar a nova capital Isin em um centro de unidade “nacional”, porém a população semita ainda conservava uma profunda consciência tribal e permanecia fiel aos príncipes locais. Surgiram assim, uma série de reinos pequenos e rivais entre si, lutando pela hegemonia política da região.

As principais cidades que disputavam o predomínio político na Mesopotâmia eram Isin e Larsa. Somente em 1822 a.C., com a subida do rei Rimsin ao trono de Larsa, essa cidade conquistou a liderança do sul mesopotâmico. Ao norte, o rei amorita Shamshi-Adad I tornava-se, em 1815 a.C., rei da Assíria, formando na região um novo centro de poder político. Nesse período, com a proeminência de algumas outras cidades na Mesopotâmia, aconteceu um equilíbrio das forças políticas que durou até o aparecimento do rei Hammurabi.

No início do segundo milênio antes de Cristo, um grupo amorita se estabeleceu em Babila, às margens do rio Eufrates. O governante desse novo grupo, Sumuabum (1894-1881 a.C.), não aceitando a hegemonia imposta pelas cidades de Isin e Larsa, iniciou um processo de expansão territorial e fortificação de sua capital Babel. Seu sucessor, Sumula’el (1880-1845 A.C.), consolida definitivamente a independência de sua cidade, através de decisivas vitórias sobre as cidades vizinhas e da construção de uma muralha em torno de Babel. Seu filho Sabium (1884-1831 a.C.) foi provavelmente o construtor da Esangila, o célebre zigurate dedicado a Marduk, deus protetor de Babel. Nesse período da história mesopotâmica, podemos reconhecer os aspectos mítico-históricos que envolvem o poema de criação, uma vez que nele encontramos a descrição da construção do templo em homenagem a Marduk.

Portanto, o período a ser estudado, para contemplar o embasamento histórico do mito cosmogônico na Babilônia, está diretamente relacionado à ascensão do primeiro Império Babilônico.

Império Babilônico
Representação da Babilônia

Desses primeiros reinados babilônicos até a entrada de Hammurabi no cenário político, muitos outros monarcas contribuíram para a fortificação do império, mas foi somente quando Hammurabi subiu ao trono que, através de uma série de alianças e extrema habilidade política do rei, a Babilônia atingiu seu apogeu, principalmente em termos de unidade política e centralização do poder. Hammurabi foi, sem dúvida, um grande conquistador, um estrategista e um exímio administrador. Seu governo trabalhou em torno da regulagem do curso do Eufrates e a construção e conservação de canais para irrigação, incrementando bastante a produção agrícola e o comércio.

Em sua política externa, Hammurabi preocupou-se em reconstruir as cidades conquistadas, reedificando e ornamentando os templos dos deuses locais, na tentativa de captar a confiança dos povos vencidos. Esse monarca morreu em 1750 a.C., deixando para seus sucessores o pesado fardo de manter a dinastia por mais cento e cinqüenta anos, mesmo com as dificuldades de um reinado conflitante. Em 1594 a.C., o rei hitita Mursilis I invadiu a Mesopotâmia, acabando assim com a primeira dinastia babilônica. Os hititas não permaneceram em Babel e o espaço político deixado vazio com a queda da dinastia de Hammurabi foi preenchido pelos cassitas, que iniciaram uma nova etapa da história mesopotâmica.

Segundo Império Babilônico (612 – 539 a.c.)

Após a derrota assíria, a Babilônia voltou a ser a cidade mais importante da Mesopotâmia. O império seria novamente reconstruído e viveria um novo apogeu sob o governo de Nabucodonosor II ( século 6 a.c.). durante seu reinado (604 – 562 a.c.), Nabucodonosor II empreendeu várias campanha militares que lhe renderam muita riqueza. Uma subelevação do Reino de Judá obrigou-o a manter uma guerra que durou de 598 a 587 a.c., ano em que destruiu Jerusalém e deportou milhares de judeus (o ”cativeiro da Babilônia”, mencionado no Antigo Testamento). As riquezas provenientes da expansão territorial permitiram a realização de obras grandiosas como templos, jardins suspensos e grandes palácios. Com a morte do imperador, as lutas internas enfraqueceram a região, que acabou sendo ocupada pelos persas em 539 a.c.

Fonte: www.geocities.com

Império Babilônico

O Império da Babilônia

Babilônia foi a capital da antiga Suméria e Acádia, no sul da Mesopotâmia (hoje no moderno Iraque, localiza-se a aproximadamente 80 km ao sul de Bagdá). O nome (Babil ou Babilu em babilônico) significa “Porta de Deus”, mas os judeus afirmam que vem do Hebraico Antigo Babel, que significa “confusão”. Essa palavra semítica é uma tradução do sumério Kadmirra.

O Império da Babilônia, que teve um papel significativo na história da Mesopotâmia, foi provavelmente fundado em 1950a.C. O povo babilônico era muito avançado para a sua época, demonstrando grandes conhecimentos em arquitetura, agricultura, astronomia e direito. Iniciou sua era de império sob o amorita Hamurabi, por volta de 1730 a.C., e manteve-se assim por pouco mais de mil anos. Hamurabi foi o primeiro rei conhecido a codificar leis, utilizando no caso, a escrita cuneiforme, escrevendo suas leis em tábuas de barro cozido, o que preservou muitos destes textos até ao presente. Daí, descobriu-se que a cultura babilônica influenciou em muitos aspectos a cultura moderna, como a divisão do dia em 24 horas, da hora em 60 minutos e daí por diante.

De entre os seus soberanos, o mais famoso foi Hamurabi (1792 a 1750 a.C.). O mais antigo e completo código de leis que a história registra foi de realização sua.

Hamurabi também nomeou governadores, unificou a língua, a religião e fundiu todos os mitos populares em um único livro: a Epopéia de Marduk – que era lido em todas as festas de seu reino. Também cercou sua capital, fortificando-a.

Ele criou o Código de Hamurabi, cujo em resumo as leis seguem um mesmo príncipio: Dente por dente, olho por olho.

Veja algumas leis:

218 – Se um médico fizer uma larga incisão com uma faca de operações e matar o paciente, suas mãos deverão ser cortadas;
219 – Se um médico fizer uma larga incisão no escrava de um homem livre, e matá-lo, ele deverá substituir o escravo por outro;
221- Se um médico fizer curar um osso quebrado melável do corpo humano, o paciente deverá pagar ao médico cinco shekels;
229 – Se um construtor construir uma casa para outrem, e não fizer a casa bem feita, e se a casa cair e matar seu dono, então o construtor sera condenado à morte;
230 – Se morrer o filho do dono da casa, o filho do construtor deverá ser condenado a morte.

A expansão do Império se iniciou por volta de 1800 a.C., logo, o rei Hamurabi unificou toda a região que ia da Assíria (no norte), à Caldéia (no sul). A partir dessa unificação, surgiu o Primeiro Império Babilônico.

A Babilônia teve início com o declínio do império de Sargão I. Era a capital dos amoritas (semitas, vindos do deserto da Arábia), que até então, era uma pequena cidade do Eufrates. Graças ao enfraquecimento dos Acadianos e posteriormente dos Sumérios, a Babilônia cresceu e evoluiu, tornando-se então, um império e um cobiçado centro comercial.

O poder cai nas mãos dos cruéis assírios, que formavam um poderoso império que se iniciou em 1200 a.C., até 612 a.C. quando Nabopolasar (da Babilônia), aliado aos Medos (povo que vivia no planalto iraniano), atacou Nínive, capital do Império Assírio, retomando o poder para a Babilônia, e se iniciando assim o Segundo Império Babilônico (ou Caldeu), que se tornou a mais notável cidade do Oriente.

Os arameus, assírios e os caldeus lutaram durante séculos pelo controle da Babilônia. O Rei assírio Assurbanípal venceu a luta em 648 a.C., e foi sucedido por Nabucodonosor II.

Fonte: www.meionorte.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

O Mundo Pós-Guerra

PUBLICIDADE O que foi o Mundo Pós-Guerra? O mundo se dividiu em dois blocos antagônicos …

Crise de 1929

Crise de 1929

PUBLICIDADE A Crise de 1929 – O Crack da Bolsa de Nova York Em 1919 …

Descolonização da África e da Ásia

PUBLICIDADE O que foi a Descolonização da África e da Ásia? Com o enfraquecimento das nações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

QUESTION 1 You are managing a SharePoint farm in an Active Directory Domain Services (AD DS) domain. You need to configure a service account to use domain credentials. What should you do first? A. Configure the service account to use a domain user account. B. Register the domain credentials in the Farm Administrators group. C. Configure the service account to use a local user account. D. Register the domain credentials as a SharePoint managed account. Correct Answer: D Explanation QUESTION 2 A company named Contoso, Ltd. has a SharePoint farm. The farm has one Search service application configured. The Search service application contains five crawl databases, all of which contain content. Contoso plans to crawl knowledge base content from its partner company Litware, Inc. The knowledge base content must be stored in a dedicated crawl database.https://www.pass4itsure.com/az-103.html You need to configure crawling. What should you do? A. Add a crawl database that contains the Litware knowledge base to the existing Search service application. B. Provision a new Search service application. Configure the service application to crawl the Litware knowledge base content. C. Set the MaxCrawlDatabase parameter to 6. D. Create a dedicated Microsoft SQL Server instance for the Litware crawl database. Correct Answer: B Explanation Explanation/Reference: https://www.pass4itsure.com/az-9002.html The maximum number of crawl databases is 5 per Search service application so we need another Search service application. This maximum limit is increased to 15 with an Office 2013 update but the question doesn't mention that this update is installed so we have to assume the question was written before the update was released. https://www.pass4itsure.com/az-300.html QUESTION 3 A company uses SharePoint 2013 Server as its intranet portal. The Marketing department publishes many news articles, press releases, and corporate communications to the intranet home page. You need to ensure that the Marketing department pages do not impact intranet performance. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. In Central Administration, set up a User Policy for the Super User and Super Reader accounts. B. Configure IIS to use the Super User and Super Reader accounts for caching. C. Use the Farm Configuration Wizard to configure the Super User and Super Reader accounts. D. Use Windows PowerShell to add the Super User and Super Reader accounts. Correct Answer: AD Explanation Explanation/Reference: A: The way to correct this problem is to first create two normal user accounts in AD. These are not service accounts. You could call them domain\superuser and domain\superreader, but of course that's up to you. The domain\superuser account needs to have a User Policy set for that gives it Full Control to the entire web application. D: If you are using any type of claims based authentication you will need to use Windows PowerShell. And Windows PowerShell is the hipper more modern and sustainable option anyway. If you are using classic mode authentication run the following cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "domain\superreader" $w.Update() If you are using claims based authentication run these cmdlets on one of your SharePoint https://www.pass4itsure.com/n10-007.html servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "i:0#.w|domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "i:0#.w|domain\superreader" $w.Update() Note: * If you have a SharePoint Publishing site and you check the event viewer every once in a while you might see the https://www.pass4itsure.com/70-331.html following warning in there: Object Cache: The super user account utilized by the cache is not configured. This can increase the number of cache misses, which causes the page requests to consume unneccesary system resources. To configure the account use the following command 'stsadm -o setproperty -propertynameportalsuperuseraccount -propertyvalue account -urlwebappurl'. The account should be any account that has Full Control access to the SharePoint databases but is not an application pool account. Additional Data: Current default super user account: SHAREPOINT\system This means that the cache accounts for your web application aren't properly set and that there will be a lot of cache misses. If a cache miss occurs the page the user requested will have to be build up from scratch again. Files and information will be retrieved from the database and the file system and the page will be rendered. This means an extra hit on your SharePoint and database servers and a slower page load for your end user. Reference: Resolving "The super user account utilized by the cache is not configured." QUESTION 4 You are managing a SharePoint farm. Diagnostic logs are rapidly consuming disk space. You need to minimize the amount of log data written to the disk. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. Set the log event level to Information. B. Set the log event level to Verbose. C. Set the log trace level to Medium. D. Set the log trace level to Verbose. E. Set the log event level to Warning. F. Set the log trace level to Monitorable. Correct Answer: EF Explanation Explanation/Reference: E: Event Levels Warning, Level ID 50 Information, Level ID: 80 Verbose, Level ID: 100 F: Trace levels: Monitorable: 15 Medium: 50 Verbose: 100 Note: When using the Unified Logging System (ULS) APIs to define events or trace logs, one of the values you must supply is the ULS level. Levels are settings that indicate the severity of an event or trace and are also used for throttling, to prevent repetitive information from flooding the log files. Reference: Trace and Event Log Severity Levels QUESTION 5 A company's SharePoint environment contains three web applications. The root site collections of the web applications host the company intranet site, My Sites, and a Document Center. SharePoint is configured to restrict the default file types, which prevents users from uploading Microsoft Outlook Personal Folder (.pst) files. The company plans to require employees to maintain copies of their .pst files in their My Site libraries. You need to ensure that employees can upload .pst files to My Site libraries. In which location should you remove .pst files https://www.pass4itsure.com/70-342.html from the blocked file types? A. The File Types area of the Search service application section of Central Administration B. The General Security page in the site settings for the site collection C. The Blocked File Types page in the site settings for the site collection D. The General Security section of the Security page of Central Administration Correct Answer: D Explanation