Breaking News
Home / História Geral / Baixa Mesopotâmia

Baixa Mesopotâmia

PUBLICIDADE

O que é a Baixa Mesopotâmia?

A baixa mesopotâmia é uma divisão geográfica que divide a região da antiguidade banhada pelos rios Tigre e Eufrates, a parte sul representava a Baixa Mesopotâmia enquanto que a parte norte a Alta Mesopotâmia.

Pelo mapa, nota-se que a Alta Mesopotâmia refere-se a região da Assíria enquanto que a Baixa Mesopotâmia refere-se a região dominada pelos sumérios e por volta de 3200 a.C. surge a primeira forma de escrita a cuneiforme e provavelmente as primeiras cidades-estado, como Ur, Uruk, Larsa e Nippur, sendo esta última o centro religioso da Baixa Mesopotâmia onde havia o templo do deus Inlil, embora houvesse mais de três mil deuses, o que é uma característica do politeísmo antigo de forma animista em que seus deuses estavam ligados as forças da natureza.

Baixa Mesopotâmia

Características

Sua origem está na teoria do “Modo de produção asiático”, onde povos nômades que atravessando regiões desérticas, fixaram-se nas margens férteis de rios, no caso da Mesopotâmia o Tigre e o Eufrates, com o aumento da população em decorrência da agricultura e pecuária, houve a necessidade de irrigar áreas mais longe das margens e controlar a cheias e secas.  Veio a necessidade de construir grandes obras hidráulicas e escolherem líderes para comandar as obras. Surge uma hierarquia além das que existiam nos clãs (grandes famílias lideradas pelo patriarca), que leva a monarquias teocráticas (o líder religioso é o líder político) em cidades-estado (autônomas umas das outras). Estas cidades eram cercadas por uma muralha, havia um porto que facilitava o comércio e haviam moradias do lado externo das muralha.

Importância

Na Baixa Mesopotâmia surge a primeira forma de escrita que se têm notícia e esta escrita absorvida pelos fenícios, deu origem a um alfabeto sem vogais que foi absorvido pelos gregos que desenvolveram um alfabeto com vogais e uma língua fonética que deu origem as línguas ocidentais.

Também foram excelentes astrônomos e matemáticos com sistemas de aritmética e geometria, e pela revolução lunar definiram um calendário dividido em doze ciclos lunares e em semanas, dividiam o tempo em dia de 12 partes e a noite em outras doze partes. Provavelmente o contato com a civilização Hindu, forneceu base aos sumérios para calendário.

No campo histórico religioso judaico-cristão e islâmico, o patriarca Abraão que viveu provavelmente em 2200 a.C., nasceu na cidade de Ur na Baixa Mesopotâmia, diz a tradição bíblica que ele teve dois filhos Ismael e Isaque, o primeiro deu origem ao povo árabe e o segundo ao povo Hebreu.

Por Frederico Czar
Professor de História

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

O Mundo Pós-Guerra

PUBLICIDADE O que foi o Mundo Pós-Guerra? O mundo se dividiu em dois blocos antagônicos …

Crise de 1929

Crise de 1929

PUBLICIDADE A Crise de 1929 – O Crack da Bolsa de Nova York Em 1919 …

Descolonização da África e da Ásia

PUBLICIDADE O que foi a Descolonização da África e da Ásia? Com o enfraquecimento das nações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.