Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / História Geral / Batalha das Nações

Batalha das Nações

PUBLICIDADE

A batalha de Leipzig ou batalha das nações foi travada de 16 a 19 de outubro de 1813, em Leipzig, na Saxônia.

Os exércitos de coalizão da Rússia, Prússia, Áustria e Suécia, liderados pelo czar Alexandre I da Rússia e Karl Philipp, príncipe de Schwarzenberg, derrotaram decisivamente o exército francês de Napoleão I, imperador dos franceses. O exército de Napoleão também continha tropas polonesas e italianas, bem como alemães da Confederação do Reno. A batalha foi o culminar da campanha alemã de 1813 e envolveu cerca de 600.000 soldados, tornando-se a maior batalha na Europa antes da Primeira Guerra Mundial.

Sendo decisivamente derrotado pela primeira vez na batalha, Napoleão foi obrigado a regressar à França enquanto a Coalizão se apressou para manter o seu ímpeto, invadindo a França no início do próximo ano. Napoleão foi forçado a abdicar e foi exilado para Elba em maio de 1814.

Batalha das Nações
Russo, austríaco e prussiano em Leipzig.
Pintura por Alexander Sauerweid

História

O imperador francês Napoleão I tentou militarmente coagir Tsar Alexander I da Rússia em reunir seu impopular sistema continental invadindo a Rússia com cerca de 650.000 soldados, coletivamente conhecida como a Grande Armée, e, eventualmente, ocupou Moscou no final de 1812, após a sangrenta ainda indecisa Batalha de Borodino.

No entanto, o czar russo se recusou a render-se, mesmo que os franceses ocuparam a cidade, que foi queimada pelo tempo de sua ocupação. A campanha terminou em completo desastre quando Napoleão e suas forças restantes se retiraram durante o inverno russo amargamente frio, com a doença, a inanição e o assédio constante dos saqueadores russos dos cossacos e das forças partidárias deixando a Grande Armée virtualmente destruída pelo tempo que saíram do Território russo.

Em junho de 1813, os exércitos combinados da Grã-Bretanha, de Portugal e da Espanha, sob o comando do britânico Arthur Wellesley, marquês de Wellington, derrubaram decisivamente as forças francesas na batalha de Vitória durante a Guerra da Península . Avançavam agora em direcção aos Pirinéus e à fronteira franco-espanhola. Com esta série de derrotas, os exércitos da França estavam em recuo em todas as frentes em toda a Europa.

Forças anti-francesas juntaram-se à Rússia quando as suas tropas perseguiram os remanescentes da Grande Armée virtualmente destruída através da Europa Central. Os aliados reagruparam-se como a Sexta Coalizão, compreendendo a Rússia, a Áustria, a Prússia, a Suécia, a Grã-Bretanha, a Espanha, Portugal e alguns pequenos Estados alemães cujos cidadãos e líderes já não eram leais ao imperador francês.

Napoleão voltou apressado para a França e conseguiu mobilizar um exército do tamanho daquele que perdera na Rússia, mas as duras dificuldades econômicas e a notícia de reveses no campo de batalha levaram ao cansaço da guerra e ao crescente descontentamento entre os cidadãos da França.

Apesar da oposição em casa, Napoleão reconstruiu seu exército, com a intenção de induzir uma aliança temporária ou, pelo menos, cessar as hostilidades, ou derrubar pelo menos uma das Grandes Potências da Coalizão. Ele tentou recuperar a ofensiva ao restabelecer sua posição na Alemanha, vencendo duas vitórias táticas, em Lützen, em 2 de maio, e em Bautzen, em 20 e 21 de maio, por forças russo-prussianas. As vitórias levaram a um breve armistício . Em seguida, ele ganhou uma grande vitória na Batalha de Dresden em 27 de agosto.

Em seguida, as forças da Coalizão, sob o comando individual de Gebhard von Blücher, o Príncipe Charles John da Suécia, Karl von Schwarzenberg e o Conde Benningsen da Rússia, seguiram a estratégia descrita no Plano Trachenberg: evitariam os confrontos com Napoleão, mas buscariam Confrontações com seus marechais. Esta política levou a vitórias em Großbeeren, Kulm, Katzbach e Dennewitz.

Depois destas derrotas, o imperador francês não conseguiu acompanhar facilmente a sua vitória em Dresden.

As linhas de suprimentos, que se estendiam por extensas terras alemãs, um pouco hostis à Rhineland, juntamente com a mudança da Baviera de lados para a Coalizão apenas oito dias antes da batalha, tornaram quase impossível substituir as perdas de seu exército. Como resultado, no momento da batalha, a força total de todos os exércitos da Coalizão a leste do Rin provavelmente excedeu um milhão; Pelo contrário, as forças de Napoleão tinham diminuído para apenas algumas centenas de milhares.

Primeiro passo

Com a intenção de derrubar a Prússia da guerra o mais rapidamente possível, Napoleão enviou o marechal Nicolas Oudinot para tomar Berlim com um exército de 60.000. Oudinot foi derrotado na Batalha de Großbeeren, ao sul da cidade. Com a força intacta prussiana ameaçando do norte, Napoleão foi obrigado a retirar-se para o oeste. Ele atravessou o Elba com grande parte de seu exército entre o final de setembro e início de outubro, e organizou suas forças em torno de Leipzig, para proteger suas linhas de abastecimento crucial e se opor aos exércitos convergentes da Coligação dispostos contra ele. Desdobrou seu exército ao redor da cidade, mas concentrou sua força de Taucha através de Stötteritz, onde colocou seu comando. Os prussianos avançaram de Wartenburg, os austríacos e russos de Dresden (que eles haviam retomado recentemente, depois da batalha de Kulm ), e a força sueca do norte.

Forças opostas

Os franceses tinham cerca de 160.000 soldados, juntamente com 700 canhões, mais 15.000 poloneses, 10.000 italianos e 40.000 alemães pertencentes à Confederação do Reno, totalizando 225.000 soldados no lado napoleônico.

A coalizão tinha cerca de 380.000 soldados, juntamente com 1.500 armas, composto por 145.000 russos, 115.000 austríacos, 90.000 prussianos e 30.000 suecos.

Isso fez Leipzig a maior batalha das guerras napoleônicas, superando Borodino, Wagram, Jena e Auerstadt, Ulm e Dresden.

A Grande Armada francesa, sob o comando supremo do imperador Napoleão, estava em estado de debilidade.

A maioria de suas tropas consistia agora de adolescentes e homens inexperientes recrutados pouco depois da destruição do Grande Armée na Rússia.

Napoleão recrutou esses homens para serem preparados para uma campanha ainda maior contra a recém-formada Sexta Coligação e suas forças estacionadas na Alemanha. Enquanto ele ganhou várias batalhas preliminares, seu exército estava sendo constantemente esgotado como comandantes da coalizão, seguindo de perto o Plano Trachenberg, sistematicamente derrotou seus marechais. A cavalaria imperial francesa era igualmente insuficiente, tornando difícil para Napoleão manter seus olhos em suas linhas de comunicação ou até mesmo explorar posições inimigas, um fato que influenciou o resultado da Batalha de Großbeeren e outros durante a campanha alemã.

O exército da Colômbia foi organizado em quatro comandos ao nível do exército: o Exército Austríaco da Boémia sob Karl von Schwarzenberg, o Exército Prussiano da Silésia sob Gebhard von Blücher, o Exército Russo da Polônia sob Levin August von Benningsen e o Exército Sueco do Norte Charles John Bernadotte. Os suecos também tinham sob seu comando uma companhia da Brigada Britânica de Rocket armada com foguetes Congreve, sob o comando do capitão Richard Bogue .

Os planos de Napoleão

Apesar de ter sido superado em número, Napoleão planejou tomar a ofensiva entre os rios Pleisse e Parthe.

A posição em Leipzig tinha várias vantagens para seu exército e sua estratégia de batalha. Os rios que convergiram lá dividiram o terreno circundante em muitos setores separados. Segurando Leipzig e suas pontes, Napoleão poderia deslocar tropas de um setor para outro muito mais rapidamente do que os Aliados, que tinham dificuldade de mover tão grande número de tropas em um único setor.

A frente norte foi defendida pelos marechais Michel Ney e Auguste de Marmont , ea frente oriental pelo marechal Jacques MacDonald.

A reserva de artilharia e os parques, ambulâncias e bagagens estavam perto de Leipzig, que Napoleão fez sua base de abastecimento para a batalha.

As pontes nos rios Pleisse e White Elster foram defendidas pela infantaria e algumas armas.

A bateria principal estava na reserva, e durante a batalha devia ser desdobrada na altura da forca. Esta bateria deveria ser comandada pelo especialista em artilharia Antoine Drouot. O flanco ocidental das posições francesas em Wachau e em Liebertwolkwitz foi defendido pelo príncipe Joseph Poniatowski e pelo marechal Pierre Augereau e seus jovens conscritos franceses.

Planos da coalizão

Com os três monarcas das potências da Coalizão continental, o czar Alexandre I da Rússia, à frente dos três, juntamente com o rei Frederico Guilherme III da Prússia e o imperador Francisco I da Áustria, presente no campo, um substancial pessoal apoiou os comandantes da Coalizão. Tsar Alexander I também foi o comandante supremo de todas as forças da Coalizão na frente oriental da guerra, enquanto o príncipe Schwarzenberg da Áustria era o comandante-chefe de todas as forças da Coalizão no teatro alemão.

Para o Tsar, esta era a segunda vez que ele tinha preenchido como um comandante do campo de batalha desde Austerlitz quase uma década antes, durante a Guerra da Terceira Coalizão . Inicialmente, o comando estava atormentado com incompetência e pequenas rivalidades em conflito uns com os outros e suas operações eram propensas às vaidades dos monarcas, especialmente do imperador russo, mas estes em grande parte evaporado como a batalha raged on, com o comando centrado em grande parte sobre Os dois principais comandantes durante a batalha.

Houve uma elaboração no plano de batalha, e marechais príncipe Volkonsky da Rússia, Johan Christopher Toll da Suécia, e Karl Friedrich von dem Knesebeck e Gerhard von Scharnhorst da Prússia participaram no planejamento. Depois que o primeiro plano foi elaborado, Schwarzenberg apresentou-o aos monarcas.

No entanto, Alexander, o imperador russo, queixou-se de sua incompetência em termos de planejamento de batalha ao ver o plano para si mesmo.

Ao saber do plano principal de Schwarzenberg – pedir um ataque secundário à ponte entre Leipzig e Lindenau para ser conduzido por Blücher e Gyulay, e um ataque principal montado no rio Pleiße para ser conduzido por Merveldt, Hessen-Homburg e a guarda prussiano. Ele insistiu que esta era uma tática desastrosa, pois não permitiria que o exército da Coalizão rodeasse e flanqueasse completamente o de Napoleão ou, pelo menos, derrotasse e destruísse seu exército, dando-lhe a potencialidade de quebrar a linha de batalha da Coalizão em um ponto, criando assim uma lacuna e, em seguida, concentrar as forças para ele e para os setores enfraquecidos, assim, possivelmente, dar a estes uma chance de recuperar a iniciativa estratégica na Alemanha.

O rei prussiano tentou opinar ao czar, mas não pôde fazer nada, de modo que tratou a discussão como se não lhe interessasse nada.

Mas os eventos posteriores na batalha provaram os julgamentos do czar correto. A ação que ele havia ordenado Blucher para tomar encontrou-se com grande sucesso ao norte de Leipzig e as ações da Guarda Russa foi decisivo para deter o ataque francês todo-fora em Gulden Gossa no sul. Por outro lado, as ações dos austríacos ao longo do rio Pleisse, parte do plano inicial de Schwarzenberg, terminaram em fracasso.

No entanto, não querendo planejar a batalha sozinho, como tinha feito durante sua derrota desastrosa em Austerlitz, quase uma década antes, Alexander tinha Schwarzenberg projeto de outro plano de batalha com base em seus pensamentos e opiniões. Schwarzenberg então redigiu outro plano que foi amplamente concebido para permitir que todos façam o que quiserem.

O plano era o seguinte: o eixo de avanço de Blücher deveria ser deslocado para o norte até a estrada de Halle, os guardas russos e prussianos e a cavalaria pesada russa seriam reunidos em Rotha na reserva geral. Os grenadiers e cuirassiers austríacos avançariam entre os rios. Essa estratégia asseguraria o cerco do exército francês em Leipzig e suas vizinhanças, ou pelo menos causaria pesadas perdas para assegurar os resultados decisivos necessários. Aparentemente, embora um tanto relutante, convencido, Alexander logo concordou com seu plano, e então ele ordenou que ele dissesse aos outros comandantes que seguissem o plano.

O que foi

De 16 a 19 de outubro de 1813, Leipzig foi o local da Batalha das Nações.

As forças armadas unificadas da Rússia, Prússia, Áustria e Suécia prevaleceram em uma vitória decisiva sobre Napoleão e seus aliados em solo alemão.

No final, 600.000 soldados de mais de vinte países participaram na batalha, 100.000 foram mortos ou feridos, e uma epidemia de tifo estourou em Leipzig, matando 10% da população.

Resumo

Batalha de Leipzig, também chamada Batalha das Nações, (16-19 de outubro de 1813), derrota decisiva para Napoleão, resultando na destruição do que restava de Poder francês na Alemanha e Polônia.

A batalha foi travada em Leipzig, Saxônia, entre aproximadamente 185.000 franceses e outras tropas Napoleão e aproximadamente 320.000 soldados aliados, incluindo forças austríacas, prussianas, russas e suecas, comandadas respectivamente pelo príncipe Karl Philipp Schwarzenberg, o general Gebhard Leberecht Blücher, o general Leonty Leontyevich Bennigsen e o príncipe herdeiro sueco Jean Bernadotte.

Depois de sua retirada da Rússia em 1812, Napoleão montou uma nova ofensiva na Alemanha em 1813.

Seus exércitos não conseguiram tomar Berlim, no entanto, e foram forçados a retirar-se a oeste do rio Elba.

Quando os exércitos aliados ameaçaram a linha de comunicação de Napoleão através de Leipzig, ele foi forçado a concentrar suas forças naquela cidade.

Em 16 de outubro ele frustrou com sucesso os ataques dos 78.000 homens de Schwarzenberg do sul e os 54.000 homens de Blücher do norte, mas não conseguiu derrotar de forma decisiva. O número de tropas que o cercavam aumentou durante a trégua no dia 17, quando Bennigsen e Bernadotte chegaram.

O ataque aliado no dia 18, com mais de 300 mil homens, convergiu para o perímetro de Leipzig. Depois de nove horas de assaltos, os franceses foram empurrados de volta para os subúrbios da cidade. Às duas da manhã do dia 19 de outubro, Napoleão começou a retirada para o oeste sobre a única ponte sobre o rio Elster.

Tudo correu bem até que um capitão assustado explodiu a ponte às 13 horas, enquanto ainda estava lotado de tropas francesas em retirada e sem nenhum perigo de ataque aliado. A demolição deixou 30 mil na retaguardas e feriu tropas francesas presas em Leipzig, para ser tomada prisioneira no dia seguinte.

Os franceses também perderam 38 mil homens mortos e feridos. As perdas aliadas somaram 55 mil homens.

Esta batalha, uma das mais severas das Guerras Napoleônicas (1800-15), marcou o fim do Império Francês a leste do Reno.

Fonte: en.wikipedia.org/www.britannica.com/english.leipzig.de

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Políticas Sociais

Políticas Sociais

PUBLICIDADE Definição Política social é um termo que é aplicado a várias áreas da política, geralmente …

Políticas Públicas

Políticas Públicas

PUBLICIDADE Definição A política pública é o guia de princípios para a ação tomada pelos poderes executivos …

Gerontocracia

Gerontocracia

PUBLICIDADE Definição Um estado, sociedade ou grupo governado por pessoas idosas. O que é uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+