Breaking News
Home / Geografia / Desertos

Desertos

PUBLICIDADE

 

Definição de Deserto

Deserto, qualquer área grande e extremamente seca de terra com vegetação esparsa.

É um dos principais tipos de ecossistemas da Terra, apoiando uma comunidade de plantas e animais distintos, especialmente adaptados ao ambiente hostil.

Os desertos cobrem mais de um quinto da área terrestre da Terra e são encontrados em todos os continentes.

Um lugar que recebe menos de 25 centímetros de chuva por ano é considerado um deserto.

Os desertos fazem parte de uma classe mais ampla de regiões chamadas terras áridas.

Embora a palavra “deserto” possa trazer à mente um mar de areia movediça, as dunas cobrem apenas cerca de 10% dos desertos do mundo. Alguns desertos são montanhosos. Outros são extensões secas de rocha, areia ou salinas.

E os desertos que são quentes durante o dia podem tornar-se frios à noite porque não possuem o isolamento proporcionado pelas nuvens e pela umidade.

Nem todos os desertos são quentes, mas também existem desertos frios. O maior deserto quente do mundo é o Saara do norte da África, onde as temperaturas diurnas podem atingir até 50 °C.

Alguns desertos, como o deserto de Gobi na Ásia e os desertos polares do Ártico e da Antártica, são sempre frios. Outras áreas do deserto são montanhosas. Apenas cerca de 20% dos desertos são cobertos por areia.

O que são desertos?

Sabe-se que no planeta Terra existem diversas paisagens que compõe um verdadeiro universo de cores e vida, o que por sua vez é capaz de distingui-lo de outros planetas dentro do sistema solar.

Em cada paisagem há diferentes adaptações e diferentes formas de reestruturar-se, algumas sendo mais difíceis e algumas sendo mais fáceis. Nesta abordagem, tem-se os desertos, lugares que guardam grandes mistérios entre os especialistas, sobretudo, entre os geocientistas.

Assim sendo, os desertos podem ser definidos como extensas áreas da superfície terrestre onde a água em estado líquido é escassa, sazonal e imprevisível, com precipitação média anual de menos de 250 mm.

Que se comparada a regiões úmidas, tem-se uma diferença gritante. Embora nestas regiões, é possível encontrar diferentes formas de vidas adaptadas ao seu clima e as outras condições ambientais.

Por meio de diversas pesquisas, sabe-se que cerca de 20% da superfície terrestre do planeta é ocupada por desertos.

Este fato geralmente choca muitas pessoas, uma vez que acham que desertos são apenas as áreas onde se tem a predominância de grandes faixas de dunas de areais, mas não é exatamente assim, logo, existem dois tipos básicos: os desertos quentes e os desertos com estação fria.

DesertoDesertos

Tipos de Desertos

Desertos quentes: Eles se localizam próximo dos trópicos, apresentando temperaturas diurnas muito elevadas, que ultrapassam os 50 graus Celsius durante todo o ano. Mas durante à noite, as temperaturas caem de forma brusca, atingindo até 0 graus Celsius. Os principais desertos quentes são: Saara (maior do mundo); Kalahari; Árabe (formado por grandes extensões de dunas); Sonora; Atacama (também chamado de deserto sobre nuvens, pois encontra-se em altitudes elevadas); e o Grande Deserto de Areia na Austrália.

Desertos frios: Eles se localizam nas zonas temperadas, cujo verão possui temperaturas de amenas a altas, mas o inverno é longo e extremamente frio, com temperaturas inferiores de -20 graus Celsius. E possuem grandes bancos de neve sobre as rochas. Os principais são: Antártica (o maior deserto do mundo entre os quentes e os frios), Takia Makan na China; Colorado nos Estados Unidos; Patagônia na Argentina e Gobi na Mongólia.

Além destas classificações, os desertos podem ser definidos em três tipos principais:

Hamada ou Rochoso (Caracteriza-se por superfície coberta por grandes rochas expostas formando diversas torres de pedras ou montanhas isoladas.
Reg ou Pedrogoso
 (Formado por extensas áreas recobertas de fragmentos de rochas cortadas por canais secos).
Erg ou Arenoso:
 (Caracterizado pela presença de dunas, grandes concentrações de areia que atingem até 300 metros de altura).

Características e Classificações

Mas as classificações não param por aí, existem diferentes tipos de desertos que em linhas gerais, recebem o nome de: Contra-Alísios; Monção; de Latitudes-Médias; Costeiros; Polares e Paleodesertos, todos possuindo aridez elevada.

Ao que se refere ao relevo em desertos, tem-se as Dunas; Pedestal de Rocha; Yardangs; Zeugen; RipplesMarks; Inselbergs/Butte; KopjeFormation; DeflationHolhous; Pavimentos Desérticos eWandis.

Os desertos mundiais estão, portanto, associados as áreas de baixa pressão atmosférica no Equador e nas áreas Intertropicais.

A seguir, tem-se um ranking dos 5 maiores:

Antártica: Com 13 milhões de km²
Saara:
 Com 9 milhões de km²
Arábia:
 Com 2 milhões de km²
Gobi:
 Com 1 milhão de km²
Kalahari:
 Com 900 km²

Em geral, os desertos são quase desabitados. Abrigam 2% da população mundial e a maior parte de seus habitantes é nômade, como os aborígenes da Austrália e os tuaregues do Saara.

Desde 1970, a descoberta de jazidas de minérios e de hidrocarbonetos (petróleo e gás) fez com que os desertos começassem a ser explorados economicamente.

Além disso, em alguns desertos, há a expansão e consolidação de grandes centros turísticos, como Las Vegas, nos Estados Unidos.

Desertos – Terras áridas

Desertos

Dunas de areia

Aproximadamente um terço da superfície terrestre da Terra é desértica, terra árida com escassas chuvas que suporta apenas vegetação esparsa e uma população limitada de pessoas e animais.

Desertos – mundos áridos, às vezes misteriosos – têm sido retratados como ambientes fascinantes de aventura e exploração, de narrativas como a de Lawrence da Arábia a filmes como “Duna”. Essas regiões áridas são chamadas de desertos porque são secas. Eles podem estar quentes, eles podem estar frios. Podem ser regiões de areia ou vastas áreas de rochas e cascalho salpicadas de plantas ocasionais.

Mas os desertos estão sempre secos.

Os desertos são laboratórios naturais para estudar as interações do vento e às vezes da água nas superfícies áridas dos planetas. Eles contêm depósitos minerais valiosos que foram formados no ambiente árido ou que foram expostos pela erosão. Como os desertos são secos, eles são lugares ideais para a preservação de fósseis e artefatos humanos. Os desertos também são ambientes frágeis. O mau uso dessas terras é um problema sério e crescente em algumas partes do mundo.

Existem quase tantas definições de desertos e sistemas de classificação quanto desertos no mundo. A maioria das classificações depende de alguma combinação do número de dias de chuva, a quantidade total de chuva anual, temperatura, umidade ou outros fatores.

Em 1953, Peveril Meigs dividiu as regiões desérticas da Terra em três categorias de acordo com a quantidade de precipitação que receberam.

Neste sistema agora amplamente aceito, terras extremamente áridas têm pelo menos 12 meses consecutivos sem chuva, terras áridas têm menos de 250 milímetros de chuva anual e terras semiáridas têm uma precipitação média anual entre 250 e 500 milímetros.

Terras áridas e extremamente áridas são desertos e os campos semi-áridos são geralmente chamados de estepes.

Fonte: Gean Alef Cardoso/pubs.usgs.gov/www.internetgeography.net/nhpbs.org/courses.lumenlearning.com/www.nationalgeographic.com/www.worldwildlife.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Mapas Temáticos

PUBLICIDADE Definição de Mapas temáticos Um mapa temático mostra a distribuição espacial de um ou mais temas …

Geofísica

Geofísica

Definição de Geofísica PUBLICIDADE Geofísica é a aplicação da física para estudar a Terra, os oceanos, …

Processos geológicos

Processos geológicos

Definição – Processo geológico PUBLICIDADE Processos geológicos são eventos que ocorrem em uma escala de tempo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.