Breaking News
Home / Geografia / Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Domínios Morfoclimáticos do Brasil

PUBLICIDADE

Por um longo tempo da história das ciências naturais, características físicas da paisagem eram analisadas separadamente como se fossem organismos sem correlação entre si. Isso foi mudando ao longo do desenvolvimento científico, principalmente a partir do século XX, onde estudos mais detalhados acerca da paisagem procuraram analisá-la sistematicamente a fim de propor uma classificação fiel a complexidade que ela mostrava.

Deste processo, surgem diversas classificações, uma das mais importante foi o Domínio Morfoclimático, que busca estudar a natureza a partir da junção de diversos elementos que a formam, como, o relevo, a geologia, o clima e a vegetação, que se combinam e formam unidades paisagísticas complexas que se diferenciam de região para região ao longo do espaço terrestre.

No Brasil e no mundo, esses domínios são essenciais para se entender como as características físicas do planeta Terra estão diretamente ligadas (não de maneira determinista), às diversas formas de ocupação e uso do espaço geográfico. Ou seja, como elas podem possuir formas e conteúdo que viabilizam o crescimento de um país, Estado ou nação a partir da exploração dos recursos de uma paisagem.

O consagrado e importante cientista brasileiro, o geógrafo Aziz NacibAb’Saber (1924-2012), por meio de diversas teorias das ciências ambientais e das ciências da Terra, foi o responsável por fazer a classificação dos domínios morfoclimáticos no Brasil. Desta forma, o território nacional é dividido nas seguintes partes:

Domínio dos Cerrados: Estando na parte central e o oeste do Brasil, com relevo predominante no estilo chapadões e vegetação típica de cerrado.

Domínio das Caatingas: Predominantemente no Nordeste brasileiro, sobretudo ao que se conhece como polígono das secas, possui formas de relevo caracterizado como depressões interplanalticas semiáridas.

Domínio Equatorial Amazônico: Caracterizado majoritariamente por terras baixas, onde se tem processo de sedimentação acentuado, com clima e floresta equatorial. É situado na região Norte do país.

Domínio de Mares de Morros: Região caracterizada por relevos que parecem “laranjas cortadas ao meio”, os conhecidos mares de morro, por parecem também ondas no mar. Todo seu território é tomado por resquícios de Mata Atlântica, portanto, se encontra na zona costeira atlântica.

Domínio das Araucárias: Formado por planaltos cobertos por Araucárias, presente sobretudo na região Sul do país.

Domínio das Pradarias: Também localizado na região Sul do país, sobretudo no extremo sul, no estado do Rio Grande do Sul, seu relevo é bem plano com ondulações pouco acentuados, onde a predominância se dá pelos Pampas e pelas Pradarias.

Entre esses domínios, existem faixas de transição, que possuem características de ambos os domínios a qual “limita a fronteira”, a exemplo do Agreste, dos Cocais e do Pantanal.

É importante ressaltar que Domínios Morfoclimáticos são diferentes de Biomas. Trata-se de uma análise mais integral acerca das características da paisagem, e não apenas de uma, como é o caso da delimitação pela vegetação.

Gean Alef Cardoso

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Divisão Regional do Brasil

PUBLICIDADE Pelo fato de ter dimensões continentais, o território que hoje chamamos de Brasil possui …

Desigualdades Regionais

PUBLICIDADE Sem dúvida alguma, um dos maiores problemas de todas as sociedades refere-se às desigualdades. …

Degradação do Solo

Degradação do Solo

PUBLICIDADE Assim como diversos outros elementos que compõe as paisagens naturais do planeta Terra, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.