Breaking News
Home / Geografia / Pecuária Brasileira

Pecuária Brasileira

PUBLICIDADE

 

O Brasil é o quinto maior país do mundo em território, com 8,5 milhões de km2 de extensão, com cerca de 20% da sua área (174 milhões de hectares) ocupada por pastagens. Apesar de ser um país predominantemente tropical, possui uma grande variabilidade climática, refletindo nos regimes pluviométricos e conseqüentemente nos sistemas de produção pecuários.

Como a maior parte do rebanho de 209 milhões de cabeças é criada a pasto (estima-se que somente 3% do rebanho são terminados em sistema intensivo), as chuvas interferem diretamente na qualidade das pastagens e, portanto, na oferta e preço do gado de região para região.

A grande variedade de sistemas produtivos em um território tão vasto também reflete na diversificação dos produtos. O Brasil hoje pode atender qualquer mercado no mundo, sejam nichos específicos, com carnes mais nobres (carne gourmet ou culinária) até cortes de menor valor (carne ingrediente), sejam mais magras ou com maior teor de gordura, sob qualquer demanda de volume.

A década de 2000 foi marcada pela consolidação do Brasil como potência na produção e exportação de carne bovina, sendo que o Brasil assumiu a primeira colocação dentre os exportadores em 2004.

A tecnologia aplicada à pecuária está cada dia mais presente no rebanho brasileiro. Aliada ao desenvolvimento de pesquisa nacional e de técnicas específicas aos sistemas produtivos, ela está impulsionando os índices de produtividade dos animais e colaborando para uma pecuária cada dia mais eficiente e sustentável. Os avanços são bastante visíveis, de forma que, ocupando exatamente a mesma área, o rebanho bovino brasileiro poderia facilmente dobrar, com a implementação de ferramentas simples de manejo e tecnologia.

Neste contexto de sustentabilidade, é importante ressaltar que o Brasil é o segundo maior produtor de carne bovina do mundo, mantendo 68% da área do seu território com florestas preservadas.

Grandes avanços já foram obtidos e, certamente não irão parar por aqui. O potencial da pecuária brasileira é enorme.

Pecuária brasileira – Formação

A pecuária brasileira é formada por rebanhos de animais de grande porte (bovino, búfalos, equino, asinino e muar), médio porte (suíno, caprino e ovino) e animais de pequeno porte (galos, frangas, frangos e pintos, galinhas, codornas e coelhos).

Segundo dados do Ministério da Fazenda, a pecuária brasileira é hoje uma das mais modernas do planeta, fazendo com que o país lidere o ranking dos maiores exportadores de carne bovina e de frangos do mundo. A carne bovina tem entre os principais destinos o Chile, Países Baixos, Egito, Reino Unido, Itália, Arábia Saudita e Alemanha. As exportações brasileiras de frango in natura e industrializado destinam-se, em grande parte, à Arábia Saudita, Japão, Países Baixos, Alemanha, Rússia e Hong Kong. Relevante também são as exportações brasileiras de carne suína, as quais têm na Rússia, Hong Kong, Argentina, Cingapura e Uruguai os principais consumidores.

Pecuária Brasileira

Segundo dados do relatório “Produção da Pecuária Municipal 2007” do IBGE, os estados brasileiros com maior efetivo bovino são o Mato Grosso, com 12% do total nacional e Minas Gerais, com 11,3%. Na Amazônia Legal encontra-se 35% do rebanho bovino nacional, abrigados principalmente no sul do Pará, norte de Mato Grosso e Rondônia. No âmbito municipal, os maiores efetivos de bois estão em Corumbá (MS), São Félix do Xingu (PA) e Ribas do Rio Pardo (MS). Se analisada a participação sobre o valor total dos produtos da agropecuária, esse mercado é liderado por Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul, sucessivamente.

Pecuária Brasileira

O sul do país abriga a maior concentração de suínos e coelhos do Brasil. Na atividade suína o estado de Santa Catarina é o destaque da região, possuindo sozinho 19,9% do efetivo nacional. O Sul responde ainda pelo maior efetivo brasileiro de galináceos (galos, frangas, frangos, pintos e galinhas). Os três estados dessa região então entre os maiores produtores do Brasil. A galinha, no entanto, tem a maior concentração no sudeste do país, região que detém também o maior efetivo de codorna.

Já a região Norte abriga a maior quantidade de búfalos do Brasil. Por sua vez, o Nordeste possui em suas terras os maiores efetivos de asnos, mulas, cabras, bodes e ovelhas.

Quanto à produção de derivados animais, o Brasil tem nos municípios de Castro (PR), Pompeu (MG) e Marechal Cândido Rondon (PR), respectivamente, os maiores produtores de leite. A região Sudeste é a maior produtora de ovos de galinha do Brasil. Nela destaca-se o estado de São Paulo, que sozinho produz mais do que toda a região Sul, segunda colocada do ranking nacional.

Pecuária Brasileira

A região Sul responde quase que sozinha (96,9% do total) pela criação de ovinos para a tosquia, destinada à produção de lã. O Rio Grande do Sul tem o maior efetivo com essa finalidade, e o município gaúcho de Santana do Livramento é o maior produtor nacional de lã.

O Rio Grande do Sul e Paraná são, respectivamente, os maiores produtores de mel. No entanto, os maiores municípios produtores estão no Nordeste: Picos (PI), Limoeiro do Norte (CE) e Santana do Cariri (CE).

Pecuária Brasileira

Fonte: www.abiec.com.br/IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Energia Fotovoltaica

PUBLICIDADE Energia Fotovoltaica – O que é Os materiais e dispositivos fotovoltaicos convertem a luz …

Geleiras

PUBLICIDADE Geleiras – O que são As geleiras são formadas de neve que, ao longo …

Mapas Temáticos

PUBLICIDADE Definição de Mapas temáticos Um mapa temático mostra a distribuição espacial de um ou mais temas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.