Breaking News
Home / Geografia / Teoria Populacional Reformista

Teoria Populacional Reformista

PUBLICIDADE

Teoria Populacional Reformista ou Marxista

Seguindo um caminho contrário as ideias expressas pela Teoria Populacional Malthusiana, tem-se a Teoria Populacional Reformista, criada no fim da Segunda Grande Guerra Mundial, que expressa que o crescimento populacional era devido ao fato da exploração sistêmica e constante dos países desenvolvidos sobre os que ainda estavam em subdesenvolvimento ao longo da história da humanidade, sobretudo, a partir dos processos de colonização e neocolonialismo do Hemisfério Norte sobre o Sul, como, África, América Latina e Ásia.

Esta teoria segue os preceitos propostos por Karl Marx, que indicava que a pobreza presente do mundo, é um fato histórico ligado a má distribuição desigual de renda, construindo assim uma sociedade de classes, onde a constante opressão se faz presente e configuram opressores e oprimidos, por isso também é chamada de Teoria Populacional Marxista.

Assim sendo, a exploração dos opressores sobre os oprimidos garante a supremacia econômica dos primeiros e a decadência dos segundos, ocasionando um crescimento desenfreado da sua população, sobretudo, pela falta de escolaridade e aspectos básicos da dignidade humanidade, evidenciando a pobreza presente até hoje em muitos países, como por exemplo, do continente africano.

Teoria Populacional Reformista

Além disso, os reformistas acreditavam que não era necessário aplicar métodos contraceptivos e repressivos para o controle da população, como diziam os malthusianos. Bastava apenas investir mais na qualidade de vida desses países cujo o número de habitantes era elevado, ou seja, apoiar as infraestruturas, a cultura, a saúde, a educação e outras benefícios que mantem a qualidade de vida.

Desta forma, haveria uma tomada de consciência maior entre a população que se encontravam nesses países e que historicamente foram explorados por outros. Onde faz-se urgentemente necessário à distribuição igualitária de renda, sobretudo, por parte dos Estados, que deveria garantir indicadores sociais melhores para o desenvolvimento consciente da população. Se esses métodos fossem empregados, haveria uma diminuição em seu crescimento.

Entre os estudiosos da atualidade, a teoria demográfica que melhor explica o crescimento populacional é a Reformista, mas ela não é única, uma vez que novas outras vão se desenvolvendo e talvez se desenvolverão na história do pensamento cientifico, que buscam mudar as estruturas pré-estabelecidas por um grupo de pessoas que são detentoras de todos os meios de produção e controlam o mundo.

Gean Alef Cardoso

Veja também

Planejamento Urbano

PUBLICIDADE Planejamento Urbano é o estudo ou profissão que lida com o crescimento e funcionamento …

Aborígenes Australianos

Aborígenes Australianos

PUBLICIDADE Definição Aborígenes é considerada uma pessoa, animal ou planta que tenha estado em um país …

Gêiser

Gêiser

PUBLICIDADE Definição Gêiser uma fonte termal em que a água ferve intermitentemente, enviando uma alta coluna …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.