Breaking News
Home / Geografia / Êxodo Rural

Êxodo Rural

PUBLICIDADE

Êxodo Rural é um tipo de migração, onde a população rural desloca-se para os centros urbanos de forma desordenada, e isso tem como resultado vários problemas sociais.

O êxodo rural é a deslocação de um povo da área rural que se direciona para os grandes centros urbanos. Isso ocorre devido a busca de uma vida com mais qualidade, emprego, moradia entre outros.

Essa migração ocorre pois as cidades oferecem maiores condições de qualidade de vida do que o campo.

Porém essa migração causa diversos fatores negativos nas cidades, pois a maioria não possui ensino superior, ocorrendo um aumento na população e sem emprego. Dessa forma ocorre o crescimento de favelas, além dessas pessoas se infiltrarem nos crimes e atividades ilícitas.

Causas e consequências

Com Referencia às causas, de início, podemos fazer uma colocação de que o Êxodo Rural parece ser uma das maiores transformações que ocorreu, com efeito, negativo no Brasil.

Nos últimos 40 anos, a população brasileira inverteu sua localização. Hoje mais de 75% da população vive em meios urbanos. Destes, mais de 15 milhões são migrantes de outras regiões do Brasil, onde famílias inteiras, vindas dos quatro cantos do país, chegam aos grandes centros, na ilusão de uma vida melhor.

O efeito cruel e dramático da imigração do homem do campo para as cidades parece vir de várias causas, como a seca que castiga algumas regiões do país, os incentivos agrícolas que não chegam ou são até cortados, os baixos preços de produtos agrícolas, a política agrícola do governo que visa incentivar a produção de produtos destinados à exportação Ale do efeito atração que os meios de comunicação social apresentam as cidades como fontes da realização dos desejos.

Consequências do Êxodo rural

No que diz respeito às consequências estamos presenciando diariamente o aumento da violência, não só nos grandes centros, mas em todo o país de uma forma geral. É o resultado de um desequilíbrio demográfico causado principalmente pela evasão do campo, onde uma das instituições mais importantes é afetada, ou seja, a Família base da sociedade. As relações sociais mudam. As pessoas não se conhecem mais, não se importam com as dificuldades alheias, o relógio determina o ritmo da vida, escravizando as pessoas. As famílias já não encontram mais momentos para se reunir, pois cada membro trabalha em horários diferentes.

Com uma formação escolar muito baixa ou às vezes sem saber ler as pessoas oriundas da agricultura, não encontrará um bom emprego. A mulher trabalhara de diarista ou lavadeira, que na maioria das vezes não tem acesso aos benefícios das leis trabalhistas. Os filhos, mesmo em idade escolar, são forçados a trabalhar para ajudar no orçamento da família, renunciando aos estudos e o que é mais grave, à sua própria infância, os menores de seis anos tornar-se-ão, na maioria das vezes, meninos ou meninas de rua. Esse fato é um círculo vicioso que cada vez mais toma proporções maiores. Diante disto, se faz necessária a ampliação do debate sobre a fixação do homem no campo.

Giovani Marcos Fantin

Fonte: www.portaldoagronegocio.com.br/wwww.portalsaofrancisco.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Energia Fotovoltaica

PUBLICIDADE Energia Fotovoltaica – O que é Os materiais e dispositivos fotovoltaicos convertem a luz …

Geleiras

PUBLICIDADE Geleiras – O que são As geleiras são formadas de neve que, ao longo …

Mapas Temáticos

PUBLICIDADE Definição de Mapas temáticos Um mapa temático mostra a distribuição espacial de um ou mais temas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.