Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Tigre  Voltar

Tigre

Características

O Tigre-Siberiano é um caçador solitário e noturno, que pode percorrer distâncias de 10 a 20 km numa só noite. O tigre vive em média 20 anos, sendo que o macho vive menos que a fêmea, por estarem sempre em confronto com outros machos por causa das presas. Pesa 300 kg, 1 metro de altura e 3 metros de comprimento (sendo 80 cm de cauda). Na ordem dos carnívoros, o único animal que o ultrapassa em tamanho é o urso.

Originário da Sibéria oriental, há 20 ou 30 mil anos anos, partiu para a conquista do vasto território que hoje ocupa no continente asiático. Corre em uma velocidade de até 80 km/h e pode saltar a uma altura de 5 a 6 metros; contudo, não é capaz de escalar árvores.

Seu sentido mais aguçado é a audição. A vista é tão fraca que não distingue, além de cem passos; o olfato praticamente inexiste. Caça à noite ou ao amanhecer, o resto do tempo é para dormir. Geralmente não atacam o homem, os que o fazem, são animais velhos ou doentes.

Alimentação

O tigre vive em stepes geladas, florestas úmidas e bosques. Devido à vasta distribuição geográfica, a alimentação do tigre é muito variada. Em geral devora cervos e suídeos, mas quando estes faltam, alimenta-se até de ursos, na Sibéria, e bovinos, na Índia e Indonésia.

O matador

Graças à camuflagem proporcionada pela coloração e pelo desenho de sua pelagem, que confunde a linha do contorno do seu corpo contra a vegetação, o tigre pode aproximar-se de sua presa sem ser percebido. Quando está a 20 m de distância, o tigre se abaixa e depois de caminhar quase se arrastando pelo solo durante um trecho, salta para a frente, tratando de morder o pescoço de sua vítima enquanto a imobiliza pelos ombros ou pelas costas. Somente 5% dos ataques do tigre têm êxito. O tigre mata, em média, entre 40 e 50 presas durante um ano, o que equivale a uma a cada oito dias. No caso dos tigres com crias, às quais têm de alimentar, o tempo dedicado à caça é maior. De músculos fortes e elásticos, o tigre é capaz de matar um búfalo com uma patada e, aferrando-o com as presas, arrastá-lo por centenas de metros.

Reprodução e gestação

Tigre Tigre Tigre

As fêmeas dos tigres atraem seus parceiros emitindo um rugido. O namoro entre eles nem sempre é violento e, às vezes, pode assumir uma forma muito carinhosa.
A gestação dura de 103 a 105 dias, podendo nascer 2 ou 3 filhotes por vez. Apenas a fêmea cuida dos filhotes depois que eles nascem, mas se, por ventura, um macho adulto que acabou de abater sua caça se encontrar com alguns filhotes, mesmo que não sejam seus, ele deixa a cria comer sua caça.

Espécies

Vive na Ásia e a espécie é dividida em duas subespécies principais, o Tigre-da-Sibéria, que recebe o nome científico de Panthera tigris altaicae, e o Tigre-de-Bengala, que é classificado como Panthera tigris tigris.

Na foto abaixo, quatro filhotes de tigre descansam no zoológico Nandan Kanan, na cidade indiana de Bhubaneswar. O governo local anunciou a construção de um segundo zôo que receberá 27 tigres e leões africanos que haviam sido transferidos para Andhra Pradesh. A população de tigres indianos diminuiu de 4.300 para 3.500 nos últimos 11 anos. Entre 200 e 300 tigres são mortos por ano na Índia.

Tigre
Tigres do zoológico Nandan Kanan

Caça

Com seu porte altivo, solto pela floresta, farejando uma presa com suas artimanhas de caçador ou defendendo seu território, o tigre parece uma fera invencível. Mas nos últimos duzentos anos ele foi caçado até ser praticamente eliminado das selvas. Hoje está entre os animais com maior risco de extinção.

Embora possam viver em climas e ambientes variados, os tigres não conseguem conviver com o ser humano. Tantos foram os tigres abatidos pelo homem, que duas subespécies já foram extintas: o Tigre-do-Cáspio e o Tigre-de-Bali. Ao todo restam cerca de cinco mil espécies.

Tigre Branco

O tigre tem o corpo coberto por uma pelagem característica, laranja com faixas escuras. O ventre é mais claro, às vezes branco. Os tigres brancos são mais ou menos albinos, misturam o preto com o branco.

Pré-História

O Tigre-Dente-de-Sabre ou Machairodus era um dos mamíferos mais terríveis do Pleistoceno. Os dentes caninos de seu maxilar superior eram muito grandes e aguçados - até 20 cm de comprimento - e com forma de sabre. Isso lhe dava coragem de atacar e matar os grandes mamíferos herbívoros da época, como o mamute e o mastodonte. Foram encontrados fósseis dele no Brasil, devido a migração desses animais.

Classificação científica

Reino - Animal
Sub-Reino - Metazoários
Filo - Cordados
Classe - Mamíferos
Ordem - Carnívoros.
Família - Felídeos
Gênero - Panthera
Espécie - Tigris

Fonte: www.webciencia.com

Tigre

Tigre

O nome científico do tigre é “Panthera Tigris”, e pertence à família dos “Felidae”, dentro dos mamíferos carnívoros. Trata-se de um animal de grande tamanho e com uma característica a sua pelagem cor laranja com riscos pretos.

Os fosseis de tigres mais antigos são de há mais de um milhão de anos na China. Aproveitando as mudanças climáticas durante o período glacial, o tigre foi-se expandindo e adaptando-se ao frio e à neve.

O tigre encontrou bons habitats em países como a Indochina e a Índia. Ao adaptar-se foi evoluindo até terem sido criadas várias subespécies.

Até à primeira metade do século XX sobreviveram pelo menos oito subespécies de “Panthera Tigris”. Atualmente, o tigre de Caspio, o tigre de Java e o tigre de Bali se extinguiram. As outras espécies que sobreviveram estão em perigo de extinção. A espécie pantera deu lugar a quatro espécies mais aproximadas na atualidade: o jaguar, o leopardo, o leão e o tigre.

A maturidade sexual nestes animais chega aos machos com 4 a 5 anos e as fêmeas entre os 3 e 4 anos de idade. O período de gestação geralmente é de 105 dias aproximadamente, tendo 2 ou 3 crias, norma geral.

A alimentação dos tigres é exclusivamente carnívora. Entre as subespécies de tigres destacamos o tigre Siberiano, o tigre de Bengala, o tigre da Indochina, o tigre da China e o tigre de Sumatra.

ESPÉCIES DE TIGRES

Tigre do Sul da China

Nome técinico: Panthera tigris amoyensis

Tem seu habitat nas florestas e nas montanhas da China meridional. Tem a pelagem de cor alaranjada avermelhada e a parte da barriga branca. Existiu cerca de 4000 exemplares em no ano de 1950 mas hoje em dia são apenas 70 a 80 (em liberdade e cativeiro).

Tigre da Indochina

Nome técnico: Panthera tigris corbetti

Esta espécie tem a pelagem mais clara do que o da China e mais escura do que o tigre de Bengala.

O habitat desta espécie foi afetado devido à guerra do Vietnam, pois o habitat é situado principalmente nas selvas da Birmânia e na Indochina.

Tigre da Sumatra

Nome técnico: Panthera tigris Sumatra

São menores do que o tigre de Bengala e têm as listras mais juntas. O tigre de Sumatra é o menor dos tigres que sobrevivem até hoje em dia, apesar de terem se extinguido os tigres de Java e de Bali eram menores. Seu tamanho lhes permitiam mover-se mais facilmente pela selva. Têm uma membrana entre os dedos das patas que os ajudam a nadar melhor.

Estima-se que existem cerca de 400 a 500 exemplares e a maioria encontra-se nos parques nacionais na ilha de Sumatra. Algumas análises ao ADN relevam que esta espécie tem características únicas que fazem com que esta espécie possa ser uma nova espécie. Por esse motivo, estão a tentar aplicar mais recursos na conservação desta espécie. A pior ameaça é a destruição do seu habitat.

ESPÉCIES EXTINTAS DE TIGRES

Tigre do Cáspio

Nome técnico: Panthera tigris vigata

Também conhecido como o tigre Persa. Atualmente é uma espécie extinta. Era uma das maiores espécies. A sua pelagem era amarela dourada, com mais zonas brancas do que o tigre de Bengala. Os riscos eram de cor encarnados invés de pretas.

Tigre de Bali

Nome técnico: Panthera tigris balica

É uma espécie extinta desde 1970. Era a menor das espécies, de tamanho semelhante ao de um leopardo.

Tigre de Java

Nome técnico: Panthera tigris sondaica.

Outra subespécie extinta atualmente. O seu aspecto era semelhante ao Tigre de Sumatra, com algumas diferenças na pelagem que era mais escura, e as listras eram mais delgadas em maior quantidade.

Fonte: felinos.mundoentrepatas.com

Tigre

Tigre

As riscas alaranjadas e negras da pele do tigre são muito vistosas no Jardim Zoológico, mas são uma camuflagem perfeita na selva asiática. Ali, bem ao sol, o tigre confunde-se tão facilmente com a paisagem que pode atacar as suas presas sem ser visto por elas senão quando já é tarde para fugirem.

Os tigres adultos vivem e acasalam sem ser em grupo. Podem atingir os 250 kg de peso e medir mais de 3 metros de comprimento, cauda incluída.

A sua expectativa de vida é de 17 anos.

Estes felinos encontram-se espalhados por toda a Ásia, das neves da Sibéria às quentes selvas da Índia. O tigre foi sempre perseguido pelo homem, já que devora animais domésticos e, por vezes, mesmo pessoas. Mas a maior ameaça para os tigres não parte dos caçadores mas sim dos agricultores, já que cada vez se desbastam maiores áreas de selva para as converter em terras de cultivo, o que deixa os tigres sem um lugar para viver.

Fonte: portalmultirio.rio.rj.gov.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal