Breaking News
Home / Animais / Mocho Orelhudo

Mocho Orelhudo

PUBLICIDADE

Bubo viriginianus

Mocho Orelhudo

Características

É a maior coruja do continente, tem o tamanho do gavião carcará, mas parece mais volumosa. Porte avantajado, pouco menor que uma galinha.

Partes inferiores densamente cobertas com linhas transversais.

Garganta branco puro e parte superior mesclada terrosa. Possui disco facial que tem papel importante como refletor sonoro, ampliando o volume do som aprimorando a localização da presa. Olhos grandes e frontais. Cabeça com excelente mobilidade giratória.

Orelhas largas e eretas sempre visíveis, constituídas de penas diferenciadas, ao que se sabe são ornamentos, sem função específica. Mede 52 cm de comprimento e pesa mais de 1 Kg.

Habitat

Beira da mata, capões e nos campos, normalmente próximo da água.

Ocorrência

Da América do Norte à Terra do Fogo

Hábitos

Possui vôo silencioso, possibilitado pela estrutura das penas a qual elimina componentes ultra-sônicos, facilitando a caça e a orientação da ave. Hábitos noturnos.

Alimentação

Pequenos mamíferos, porém não rejeitam insetos.

Ameaças

Destruição do habitat, caça e poluição.

Fonte: www.vivaterra.org.br

Mocho Orelhudo

Nome Vulgar: Mocho orelhudo
Nome Científico: Bubo virginianus
Classe: Aves
Gênero: Bubo
Espécie: virginianus

Mocho Orelhudo

Descrição

É a maior coruja do continente, chegando a pesar um quilo. Porte avantajado em torno de 52cm de comprimento e pouco menor que uma galinha. As partes inferiores são densamente cobertas com linhas transversais.

A garganta é de um branco puro e a parte superior mesclada terrosa. Possui vôo silencioso, possibilitado pela estrutura das penas a qual elimina componentes ultra-sônicos, facilitando a caça e a orientação da ave. Hábitos noturnos.

Possui disco facial que tem papel importante como refletor sonoro, ampliando o volume do som aprimorando a localização da presa.

Os olhos são grandes e frontais; cabeça com excelente mobilidade giratória. As orelhas, constituídas de penas diferenciadas, ao que se sabe são ornamentos, sem função específica.

De dia dorme na mata em grandes árvores, a noite costuma aproximar-se das habitações humanas existentes em locais ermos, para apanhar pequenos animais domésticos. Muito encontrada, aos casais.

Alimenta-se de pequenos mamíferos como filhotes de cutia, gatos e preás, porém não rejeita insetos. Vive à beira da mata, capões e nos campos, normalmente próximo da água. Ocorre em todo o Brasil, desde a Amazônia, Centro-Oeste, Nordeste até o Leste.

Fonte: www.diagnostico.org.br

Mocho Orelhudo

Nome Popular: Coruja Orelhuda, Mocho Orelhudo, Coruja Gato
Nome Científico: Rhinoptynix clamator
Classe: Aves
Ordem: Strigformes
Família: Strigidae

Mocho Orelhudo

Características

Habita áreas como o cerrados, caatinga, áreas de pastagens, matas fechadas e até dentro de cidades (Rio de Janeiro). Alimenta-se de roedores, morcegos, micos, marsupiais, aves, pequenos répteis e insetos. Colocam seus ovos em buracos que encontram nas árvores, em rochas e também em construções humanas.

Têm como principais predadores grandes gaviões. Os pais se revezam nos cuidados com os filhotes. Quando ameaçada abre suas asas em forma de leque, aumentando assim seu tamanho para intimidar o predador.

Distribuição Geográfica

Da Venezuela à Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai. Ocorre em quase todo o Brasil com exceção das florestas amazônicas.

Estado de Conservação

Ainda é vista com relativa facilidade, porém enfrenta o desmatamento, acidentes com fios e linhas de pipas, queimadas e o acúmulo de pesticidas nas lavouras como seus principais problemas.

Comentários Gerais

Pode se dizer que essa é a imagem clássica da coruja dos contos infantis, com os tradicionais tufos de pena no topo da cabeça.Sendo assim também lhe são atribuídos os mesmos simbolismos e significados das demais (vide sessão Coruja Buraqueira).

Fonte: www.zoonit.org.br

Mocho Orelhudo

Bubo viriginianus

Strigidae

É a maior coruja do continente, chegando a pesar um quilo. Porte avantajado, pouco menor que uma galinha. Partes inferiores densamente cobertas com linhas transversais. Garganta branco puro e parte superior mesclada terrosa.

Possui vôo silencioso, possibilitado pela estrutura das penas a qual elimina componentes ultra-sônicos, facilitando a caça e a orientação da ave. Hábitos noturnos.

Possui disco facial que tem papel importante como refletor sonoro, ampliando o volume do som aprimorando a localização da presa.

Olhos grandes e frontais; cabeça com excelente mobilidade giratória. As orelhas, constituídas de penas diferenciadas, ao que se sabe são ornamentos, sem função específica.

Alimentam-se de pequenos mamíferos, porém não rejeitam insetos. Vivem à beira da mata, capões e nos campos, normalmente próximo da água.

Fonte: www.ibama.gov.br

Mocho Orelhudo

Nome Científico: Rhinoptynx clamator (Vieillot, 1808)
Nome em inglês: Striped Owl
Ordem: Strigiformes
Família: Strigidae
Outros Nomes: Coruja-gato, mocho-orelhudo
Habitat: Matas, Areas abertas, bosques
Distribuição: América do Sul
Alimentação: Aves, pequenos mamiferos

Mocho Orelhudo

A coruja orelhuda, é uma espécie relativamente grande atingindo 37 cm de comprimento, Pesando entre 320-546g. Ocorre da Venezuela a Bolivia, Paraguai, Argentina, Uruguai e em todo o Brasil com exceção da floresta amazônica. Vive em bosques, borda de matas, áreas abertas com árvores, podendo ser encontrada também em areas urbanas bastante arborizadas.

Seus olhos são relativamente grandes, quase imóveis resultando num campo visual bem limitado sendo compensada pela capacidade que possuem de girar a cabeça a mais de 270º.

Além da poderosa visão, assim como nas outras corujas, essa espécie possue um disco facial bem destacado que desempenha importante papel de refletor sonoro, que amplia o volume do som facilitando a localização da presa.

Esta coruja tem “orelhas” bem destacadas, possuindo tarsos poderosos para seu tamanho. Emite vocalizações bastante variadas, geralmente sequencia prolongada de “áut-áut-áut”.

Hábitos: Principalmente noturna, tornando-se ativa já no por-do-sol. Durante o dia fica camuflada nas arvores. Se alimenta de aves, grandes insetos e pequenos mamiferos como roedores, morcegos (inclusive morcegos-vampiros Desmodus rotundus) etc., caçando geralmente a partir de um poleiro observando a presa e se atirando a ela em seguida.

Reprodução: Poem de dois a quatro ovos, a fêmea permanece no ninho chocando por aproximadamente 33 dias. geralmente somente um filhote sobrevive, embora ja foram observados dois também.

Entre as ameaças dessa espécie, consiste em caça predatória e atropelamentos na estrada. A coruja orelhuda tem como predadores outras aves de rapina maiores.

Fonte: www.avesderapinabrasil.com

Mocho Orelhudo

Mocho Orelhudo

Rhinoptynx clamator (Vieillot, 1807)

É considerada como uma das corujas com audição mais desenvolvida.

Alimentação

Vertebrados como roedores, morcegos, marsupiais, lagartos e anfíbios.

Nidificação

Põe os ovos no solo, no capim, onde já se encontraram 2 filhotes.

Hábitat

Paisagens abertas com arvoredos, florestas, cerrados, caatingas e áreas urbanas e arborizadas.

Tamanho

40,0 cm

Fonte: www.seed.pr.gov.br

Veja também

Rinoceronte

Rinoceronte, Reprodução, Características, Espécies, Mamíferos, Hábitos, Fotos, Classificação, Habitat, Tamanho, Animal, Anatomia, Comportamento, Rinoceronte

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.