Breaking News
Home / Animais / Bull Terrier

Bull Terrier

PUBLICIDADE

Bull Terrier – O que é

Bull Terrier é um cachorro muito forte e ativo, com muita disciplina e disposição.

Ele ficou muito famoso na Inglaterra por ser um cão de briga, mas agora as brigas não são mais permitidas e o animal passou a ser comercializado no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

Uma característica forte do Bull Terrier é sua ligação profunda com o dono. Tal característica, torna o animal um verdadeiro cão de guarda. É interessante adestrá-lo logo quando pequeno, principalmente em casas com crianças.

O seu pelo é curto, duro e brilhante e as cores podem ser branco, branco com manchas, preto ou tricolor.

Descrição

O Bull Terrier é um cão de porte médio, sem limites definidos, mínimos ou máximos, quer para peso como para altura.

A sua pelagem é curta, dura e brilhante e as cores permitidas são o branco (que pode apresentar manchas pretas ou tigradas na cabeça) tigrado, ruivo e preto unicolor e tricolor.

A sua cabeça é comprida e oval, sem chanfro demarcado, e apresenta-se curva até à extremidade do nariz. Os olhos são pequenos, escuros, dispostos obliquamente e triangulares, de expressão viva e inteligente.

As orelhas são pequenas e triangulares, assumindo sempre uma posição ereta como se estivesse sempre alerta.

O pescoço é longo, entroncado e os ombros são musculosos. O corpo tem a forma de barril e é maciço. Os membros são curtos, sendo os anteriores verticais e os posteriores musculosos e com quartos a direito.

As patas são redondas e compactas e a cauda é curta e mantida na horizontal.

Aspecto geral

O Bull Terrier é forte, musculoso e muito ativo, mas também corajoso e inteligente. O seu focinho arqueado é característico da raça, bem como a sua cabeça oval.

Comportamento

O Bull Terrier é um guerreiro por natureza, dotado de coragem extrema e muito inteligente. Apesar destas características, com um dono disciplinador e persistente e com competências pessoais para lidar com um cão desta raça, o animal torna-se obediente à voz de comando e conhece bem os seus limites.

Esta raça é de grande fidelidade para com os donos, sejam eles adultos ou crianças. Muito territorialista com estranhos, não permite intromissões no seu espaço ou naquele que lhe compete guardar.

Com outros cães, terá sempre uma relação difícil, principalmente com cães estranhos e entre machos.

O Bull Terrier precisa de muita atenção. Será bom para o dono que nunca ignore um cão desta raça, senão vai tornar-se um problema em casa.

Características do Bull Terrier

As características do Bull Terrier, tal qual o conhecemos hoje, foram fixadas a mais ou menos um século, e em sua origem, encontramos muito do Bulldog Inglês, que foi criado para lutar contra touros, em exibições públicas.

Alguns criadores, buscando exemplares mais ágeis, e lutadores imbatíveis, cruzaram o Bulldog com o antigo Terrier Inglês Branco, muito difundido na época.

Os primeiros exemplares mostraram-se muito volumosos, e diferentes entre si. Mais tarde, através de cruzamentos com o Dálmata e terriers ingleses brancos, o Bull Terrier tornou-se o cão ágil e forte que conhecemos hoje.

O Bull também foi usado para caçar ratos, e hoje em dia é um grande guarda e um ótimo companheiro.

É um cão de constituição sólida, ativo, simétrico, de expressão profunda, decidida. Obediente e tolerante frente à disciplina.

Os olhos são fundos, pequenos, amendoados, o mais escuros possível, de olhar penetrantes. As orelhas são eretas, finas, próximas entre si. A cauda não é muito curta, de inserção não muito alta. A pelagem é curta, compacta, reluzente, um pouco dura ao tato.

Bull Terrier – Cão

Um cão forte, compacto, resistente, musculoso e simétrico.

Com sua expressão viva, determinada e inteligente ele é caracterizado por sua cabeça em forma de ovo.

O Bull Terrier tem uma enorme energia e vitalidade, adora o dono, mostra-se fiel, amigo e protetor, está sempre pronto para brincar e com as crianças costuma ser carinhoso e cuidadoso, faz relacionamentos duradouros com todas as pessoas da família, ele é atencioso e demonstra isso com muito afeto, é um amigo inseparável e cativante para qualquer hora, responsável por momentos de inigualável alegria na casa onde vive.

Temperamento

O Bull Terrier é hoje um animal de estimação fiel e devoto ao seu dono. Não aprecia ser deixado sozinho e, tal como em muitas outras raças, a ansiedade sentida manifesta-se nas jarras partidas.

A sua fina inteligência aliada à sua forte personalidade (por vezes um pouco obstinada) leva a que estes cães não sejam aconselhados a donos sem experiência.

Na verdade, eles necessitam de ser educados desde pequenos pelo membro dominante da família, por forma a serem totalmente inseridos, caso contrário, podem desenvolver comportamentos que não são típicos da raça.

A relação que desenvolvem com as crianças é boa, se estas o respeitarem. O Bull Terrier é ainda um ótimo cão de guarda.

Personalidade

O Bull Terrier é um cão com uma enorme energia e vitalidade, para quem sempre é hora de uma brincadeira. Muito ligado ao seu dono e à família, é um cão que gosta de acompanhar qualquer que seja a atividade.

É essa ligação profunda entre os Bulls e seus donos que faz deles excelentes cães de guarda, mas ao mesmo tempo, possessivos de seu território, o que pode trazer alguns problemas de convívio com outros cães e animais. Normalmente, o convívio só é possível se o filhote for acostumado desde cedo com a interação com outros animais.

Como todo Terrier, os Bulls podem ser bastante teimosos e até mesmo desobedientes, por isso, é extremamente recomendável que o filhote receba aulas de obediência tão cedo quanto possível e, mais do que isso, que as aulas sejam extremamente interessantes, caso contrário, ele facilmente perderá o interesse nelas.

Na escala de obediência elaborada por Stanley Coren e publicada em seu livro “A Inteligência dos Cães”, o Bull Terrier aparece em 66ª posição entre as raças pesquisadas.

São cães bastante ativos e sua constituição física permite que sejam excelentes atletas e companheiros em longas caminhadas e corridas.

Podem ser excelentes companhias para crianças, mas deve-se tomar um certo cuidado porque apesar de serem extremamente tolerantes, são cães pesados e podem machucar sem querer durante uma brincadeira mais forte.

Com pessoas desconhecidas, o Bull não costuma ser hostil, mas também não será amistoso no primeiro encontro.

Tamanho: Os machos adultos atingem uma altura média de 55 cm, sendo as fêmeas um pouco mais pequenas.

Peso: Os machos adultos atingem por vezes um pouco mais de 25 kg; as fêmeas ficam por volta dos 20 kg.

Cores mais comuns: Tigrado, tigrado e branco, preto, branco ou castanho, e branco malhado de castanho ou preto.

Esperança média de vida: Entre 11 e 13 anos

Peso: Os machos adultos atingem por vezes um pouco mais de 25 kg; as fêmeas ficam por volta dos 20 kg.

Cores mais comuns: Tigrado, tigrado e branco, preto, branco ou castanho, e branco malhado de castanho ou preto.

Esperança média de vida: Entre 11 e 13 anos

Problemas Comuns à Raça

Um dos principais problemas da raça é a surdez, de um ou ambos ouvidos. Durante muito tempo este problemas foi atribuído à coloração branca, e até em função disso, foram permitidos os exemplares coloridos.

Bull Terrier – História

O Bull Terrier é uma das mais antigas raças de Terriers de que se tem notícia, tendo seu nome registro por estudiosos já em 1822.

Era conhecido como o cão gladiador por seu uso no questionável esporte de combates entre cães.

Felizmente, em 1835 o parlamento inglês proibiu as lutas entre cães, mas, ao contrário do que se imaginava, os Bull Terriers não desapareceram.

O primeiro registro oficial da raça data de 1860, quando o primeiro exemplar de Bull Terrier foi levado a uma exposição.

A partir daí a raça foi se popularizando e deixando de lado seu passado nas rinhas, era utilizado como um excelente cão de guarda, função na qual poderia aproveitar melhor seus dotes físicos: força e grande agilidade.

Em 1920, o padrão da raça foi alterado, permitindo Bulls com pelagem colorida. Nos Estados Unidos, até hoje, os exemplares brancos são julgados em separado dos exemplares coloridos.

Outra mudança importante no padrão da raça aconteceu em 1941, quando o The Kennel Club inglês estabeleceu limites mínimos para a raça e os exemplares abaixo desse mínimo seriam registrados como raça independente: Bull Terrier Miniatura.

Se o Bull Terrier experimentou grande crescimento de sua popularidade internacional no período da 2ª Guerra, aqui no Brasil essa ascensão é bem mais recente, mas promete ser explosiva.

Só para termos uma ideia, em 1995, segundo dados da revista Cães e Cia, eram registrados 156 filhotes por ano e em 1999, de acordo com a CBKC, foram registrados 594 filhotes.

História da raça

No ano de 1800, na Inglaterra, as brigas de cães estavam na moda. Organizavam-se combates de cães contra ursos, touros, leões, macacos, ratos, em fim tudo tipo de animais tanto selvagens como domésticos.

Qualquer cão que demonstrasse coragem e valentia servia para entrar no ringe da morte, aonde além das vidas jogava-se muito a dinheiro.

O predomínio do Buldogue Inglês em todas elas era evidente. Mas estamos falando de um cão muito diferente ao Buldogue de nossos dias tanto no aspecto físico como no psicológico.

A única coisa que ainda conserva o mesmo é o seu nome.

Em 1835, o parlamento Inglês proibiu as brigas entre animais. As brigas contra os touros (Bull-baitings), e contra os ursos (bear-baitings), tinham os seus dias contados, o mesmo que contra outros animais de grande porte.

As brigas entre cães por serem mais fáceis de se encobrir, continuaram mantendo-se clandestinamente. (dog-fightings).

Seu reinado durou até 1862, quando um criador da Cidade de Birmingham chamado James Hinks, apresentou na exposição de Londres (Cremone Dog Show) a sua cadela “Puss” fruto do cruzamento do “Bull and Terrier” com “White English Terrier”. Para ganhar um pouco de elegância e estética, ele tinha introduzido na linha de sangue o “Dálmata”.

Alguns anos mais tarde, depois da intervenção de outras raças como o “Greyhound”, o “Foxhound” e o “Spanish Pointer”, Hinks criou uma nova raça a que chamou “Bull Terrier”.

Daí em diante a raça ganhou amantes e apaixonados em vários países do mundo ganhando a notoriedade que hoje mantém em inúmeros centros de criação.

Características

Peso: 22-29 kg
Altura: 38-55 cm na cernelha
Pelo curto
Cor branco, tigrado, preto, castanho, fulvo, e tricolor
Expectativa de vida: 11-14 anos

Classificação

Nome original: English Bull Terrier
Outros nomes: Bull terrier inglês, Bull terrier standard
Origem: Reino Unido
Data de origem:
 séc. XIX
Esperança de vida: 15 anos
Classificação: Terriers

Bull Terrier – Fotos

Fonte: www.anauam.com.br/animais2.clix.pt/elements.envato.com/www.akc.org/www.digitaldog.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.