Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Animais / Pêlo Curto Brasileiro

Pêlo Curto Brasileiro

PUBLICIDADE

Pêlo Curto Brasileiro

De vira-lata a primeiro gato de raça brasileiro reconhecido em 1998 pela World Cat Federation.

Assim como ingleses e americanos transformaram gatos de rua em gatos de raça, surgindo, assim, o British Shorthair (Britânico de Pêlo Curto) e o American Shorthair (Americano de Pêlo Curto); por ter uma tipologia padrão, nosso gato de rua também mereceu reconhecimento como raça.

O Pêlo Curto Brasileiro é originário dos gatos aqui introduzidos pelos europeus por ocasião da colonização do país.

O Pêlo Curto Brasileiro é um gato forte, a pelagem é curta e os olhos de cor preferencialmente combinando com a da pelagem. O temperamento é brincalhão, alegre, ativo e muito apegado ao dono, inteligente e aprende as coisas com facilidade, excelente caçador, resistente a doenças, amistoso e apegado ao dono, mas se não encontrar carinho e afeto onde vive, pode procurar outro lugar para viver.

A Federação Brasileira do Gato está dando registro inicial (RI) para os exemplares que se aproximam do padrão da raça e também registro definitivo (LO) para os que conseguirem determinado número de títulos em exposições ou forem provenientes de gerações cruzadas segundo determinadas regras. 
Para obter o registro, é só apresentá-los para exame na FBG.

Fonte: www.becodosgatos.com.br

Pêlo Curto Brasileiro

Origem: Brasil 
Perfil: Apegado
Tipo de Pêlo: Curto
Tamanho: Médio
Peso Mínimo: 04 Kg – Peso Máximo: 06 Kg
Temperamento: Dependente
Nível de Atividade: Alto
Idade: média de 09 anos

Características

O Pêlo Curto Brasileiro é um gato puramente brasileiro, já tendo sido até motivo de selos do Correio, porém, ainda hoje a raça não é reconhecida internacionalmente.

As características físicas mais marcantes do Pêlo Curto Brasileiro são seu corpo de porte mediano e ligeiramente esbelto, com as pernas não muito musculosas e de comprimento médio, a cauda longa e não muito grossa na base.

A cabeça desses gatos é de tamanho pequeno a médio, sendo mais comprida do que larga.

As orelhas são grandes, apresentando tufos de pêlos internos e seus olhos têm a forma arredondada, podendo apresentar diversas colorações, mas todas em harmonia com a coloração da pelagem.

Curta, macia e acamada, a pelagem da raça é sedosa e rente ao corpo, não possuindo subpêlo. São aceitas diversas colorações no padrão destes gatos, entre elas o branco, o castanho-claro, o creme, o dourado, o cinza e o preto.

Muito esperto, o Pêlo Curto Brasileiro é ativo e ágil, sendo dono de um temperamento dócil e carinhoso. A raça é muito amiga e apegada a família, não escolhendo apenas um dono, como é comum aos outros gatos. Além disso, ele tem grande facilidade para se adaptar a ambientes com maior ou menor espaço e ao ritmo de vida de seus donos.

Histórico

Em meados dos anos 80, um criador, que na época era presidente da Federação Brasileira de Gatos, teve a idéia de realizar um projeto parecido com o efetuado por ingleses e americanos, os quais conseguiram transformar seus gatos de rua em gatos de raça. Foi dessa forma, que surgiram o Pêlo Curto Inglês e o Pêlo Curto Americano. Assim começou o trabalho de diversas comissões, sempre com quatro criadores, que entusiasmadas com o projeto, se organizaram para analisar as características que haviam em comum entre nossos gatos de rua para tentar estabelecer um padrão comum entre eles.

Essa pesquisa foi realizada em Fortaleza, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, tendo cadastrados cerca de 40 gatos. Os criadores percorriam as ruas e relataram as características de cada dos gatos, entre elas a forma do corpo, a cabeça, o focinho, os olhos, as patas e a pelagem.

Ao final da pesquisa, esses pesquisadores ficaram surpresos, pois a distância entre as cidades pesquisadas eram muito grandes, mas mesmo assim existia uma similaridade muito grande entre os gatos analisados.

Destas similaridades foi elaborado o padrão da raça, chamada de Pêlo Curto Brasileiro. A divulgação foi feita em jornais do Rio de Janeiro e em comunicados aos associados da entidade em âmbito nacional. Nesta divulgação buscava-se esclarecer sobre o reconhecimento da raça e visava-se convocar as pessoas donas de gatos com estas características, para que estas retirassem seu registro inicial junto à Federação.

Também foi solicitado o reconhecimento desta nova raça à World Cat Federation. Seus representantes estiveram no Brasil para os analisar o pedido e por volta de 1994, o gato foi reconhecido como Keltic Shorthair, raça descendente dos antigos gatos europeus, que em outras entidades é chamado de Pêlo Curto Europeu.

Os examinadores chegaram a esta decisão ao julgar que as características do Pêlo Curto Brasileiro eram semelhantes as do Pêlo Curto Europeu.

De fato, a raça brasileira descende de gatos europeus, introduzidos aqui pelos imigrantes na época da colonização, porém os criadores comentam que através dos anos, a raça acabou sofrendo transformações, diferenciando-se dos gatos europeus.

Cuidados

O Pêlo Curto Brasileiro não exige cuidados especiais, sendo necessário apenas uma escovação uma vez por semana para se retirar os pêlos mortos. Além da escovação, cuidados básicos com a alimentação e a higiene também são recomendáveis.

A limpeza das orelhas deve ser realizada com cotonete e água boricada semanalmente até seu gato completar 8 meses de vida. Com baixa necessidade de cuidados com a beleza, esses gatos raramente precisam de banho. Mesmo sendo resistente, ele precisa de cuidados como a vermifugação e vacinação periódicas.

Pêlo Curto Brasileiro

Fonte: www.caoeciavet.hpg.ig.com.br

Pêlo Curto Brasileiro

Pêlo Curto Brasileiro

O pêlo curto brasileiro é basicamente aqueles gatos que circulam pelas ruas Brasileiras e que tem pêlo curto.

Os nossos gatos de rua viraram gatos de raça à mais ou menos oito anos, e desde então, eles vem lutando para serem reconhecidos internacinalmente.

O padrão também foi mudando, de modo que agora nem todos os gatos de rua são pêlos curtos perfeitos.

Pêlo Curto Brasileiro

Pêlo Curto Brasileiro

Os gatos mestiços não são desta raça, por isso veja o padrão e confira se o seu gato é um pêlo curto brasileiro:

Corpo

De tamanho médio e firme, não compacto(ou seja, não tipo aquele cachorro, Spitz Alemão(Lulu da Pomerânia) )

Cauda

De média a londa,não grossa na base e que vai afinando

Orelhas

De médias a grandes, de modo que a altura seja maior que a largura da base, posicionadas em cima da cabeça, levemente para o lado.

Olhos

Elípticos, arredondados, de qualquer cor, preferencialmente de cores combinem com a pelagem.

Bochechas

O mínimo possível.

Pelagem

Curta, rente ao corpo, brilhante, preferencialmente sem subpelo.

Cor da pelagem

Qualquer uma menos colour points.

Se o seu gato bater com esse padrão, você pode abrir um RI (registro inicial, fale com o clube de gato da sua região), e se o seu gato cruzar com um pêlo curto brasileiro de RI ou de pedigree, os filhotes terão pedigree. Os pêlos curtos brasileiros ainda não são aceitos por todos os clubes de gatos

Fonte: www.geocities.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Leão

Leão

Leão, Animal, Características, Habitat, Família, Espécie, Reprodução, Classificação, Rei da Selva, Simba, Reino, Filo, Classe, Gênero, Dieta, Leão

Víboras, Calangos e Tartarugas

Víboras, Calangos E Tartarugas, Cobra, Alimentação, Habitat, Reprodução, Víboras, Calangos E Tartarugas

Víbora

Víbora, Cobra, Alimentação, Habitat, Reprodução, Vipera Latastei, Áspide, Inimigos, Gigante, Predadores, Crânio, Dentes, Animal, Réptil, Víbora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+