Breaking News
Home / Animais / Martim Pescador Grande

Martim Pescador Grande

Ceryle torquata

PUBLICIDADE

Martim Pescador Grande

Características

O maior dos martim-pescadores. Mede 42 cm de comprimento, pesando em torno de 305 a 341 g. É inconfundível pelo porte avantajado, bico enorme, comprido e pontudo. Sua plumagem é azulada nas partes superiores, sendo a barriga de coloração ferruginosa. Apresenta um colar branco bem visível. O macho tem o peito também ferrugíneo, mas na fêmea, o peito tem uma faixa escura e outra branca.

Habitat

Áreas próximas a água de açudes, lagoas, represas, córregos, lagunas, manguezais e à beira mar.

Ocorrência

Em zonas tropicais e subtropicais, indo da Terra do Fogo ao Alaska.

Hábitos

Pousa sobre troncos secos e pedras à beira d’água, em árvores altas, em fios e moirões. Vive a maior parte do tempo solitário. Visto pousado em algum galho seco sobre a água olhando atentamente à espera de algum peixe. Daí mergulham e saem com o peixe no bico, que vão comer em outro lugar.

Alimentação

Peixes

Reprodução

Nidifica em barrancos ou rochas. Vivem aos casais na época da reprodução. O casal se reveza na execução de longas galerias tortuosas, de um a dois metros de comprimento onde são postos de dois a quatro ovos, arredondados e de um branco puro, diretamente no substrato. O casal reveza-se a cada vinte e quatro horas.

Em média os ovos eclodem em 22 dias. Os filhotres nascem nus e cegos e abandonam o ninho em 35 dias.

Ameaças

Os proprietários de pesqueiros não acham nada agradável a visita do martim-pescador, mas é necessário o mínimo de sacrifício para evitar a destruição desta espécie, pois seu habitat natural está desaparecendo com aterros de cursos d’água, pela poluição e presas saturadas de inseticidas.

Fonte: www.vivaterra.org.br

Martim Pescador Grande

Martim Pescador Grande

Nomes populares: martim-pescador-grande, matraca, martim-cachá.

Classificação

Ordem: Coraciiformes
Família: Alcedinidae
Nome científico: Ceryle torquata.

Área de ocorrência

Da América Central à Terra do Fogo, inclusive em todo o território da América do Sul.

Ambiente

Pousa em galhos e rochas à beira de grande corpos d’água, como rios largos, lagos, lagunas, manguezais e beira-mar.

Alimentação

A partir de pousos elevados, espreita a passagem de presas como peixes, grandes insetos e crustáceos. Ao avistar algo, lança-se com rapidez, mergulha e captura o animal com o bico, como se vê na praia. Pode também pairar sobre a água para localizar as presas.

Reprodução

Vive em casais, nidificando em galerias de até 2 m de profundidade que escava em barrancos. A fêmea põe de 2 a 4 ovos brancos e lustrosos, que incuba revezando-se com o macho. Os filhotes permanecem no ninho por 35 dias ou mais, recebendo dos pais a alimentação composta por peixes miúdos.

Medidas

42 centímetros de comprimento total, peso entre 305 e 341 gramas; o bico, enorme, tem 8 centímetros de comprimento.

Citação bibliográfica

Argel-de-Oliveira, M. M., 1991. Martim-pescador-grande. Jornal da Praia, suplemento do Jornal da Tarde, edição de 14 de janeiro: 8. (Série Pássaros [sic] do litoral e da mata atlântica)

Martha Argel

Fonte: www.marthaargel.com.br

Martim Pescador Grande

Nome científico: Caryle torquata
Família: Alcedinidae
Ordem: Coraciiformes
Distribuição geográfica: do México à Terra do Fogo e em todo o Brasil
Tamanho: 42 cm

Pode ser encontrado à beira de lagos, rios, represas, manguezais, açudes e à beira-mar. De hábito solitário, costuma ficar empoleirado em um galho alto, sempre próximo à água, de onde pode observar as redondezas e sair para pescar.

Do seu poleiro parte diretamente para mergulhos rápidos, em busca de sua presa ou voa rasante sobre a água, assim que a vê. Algumas vezes alimenta-se de insetos que ficam sobre a água e pequenas rãs.

Tem um grito forte, característico, que o denuncia mesmo em vôo.

Enquanto o macho tem o peito de cor ferrugem, na fêmea esta área é cinza-azulado, o que nos ajuda a identificá-los facilmente.

Os casais fazem seus ninhospróximos uns dos outros, escavando longas galerias nos barrancos, perto das águas. A fêmea põe de dois a quatro ovos brancos e arredondados. A incubação dura cerca de 22 dias, sendo esta tarefa dividida entre o macho e a fêmea. Os filhotes são alimentados com pequenos peixes e ficam no ninho até completarem 35 dias ou mais.

Fonte: www.animalworld.com.br

Martim Pescador Grande

Ceryle torquata

Martim Pescador Grande

Maior martim-pescador brasileiro, mede 42 centímetros. Vive perto de grandes rios, lagoas, manguezais e à beira-mar.

Pousa em galhos, fios ou estacas acima da água, de onde mergulha para capturar peixes ou rãs.

Faz o ninho em buracos nos barrancos de rios ou estradas.

Fonte: www.frigoletto.com.br

Martim Pescador Grande

Ceryle torquata

Ordem: Coraciiformes
Família: Alcedinidae
Comprimento: 40 cm

O martim-pescador se alimenta de peixes, capturados dentro d’água. Observa suas presas desde um alto poleiro. Na ausência de um poleiro de observação, o martim-pescador pode pairar no ar peneirando, como fazem alguns gaviões.

Constroem o ninho em barranco, escavando-o com auxílio dos pés, um túnel horizontal, mede de 1 a 2 metros de comprimento onde são postos cerca de 4 ovos.

Os membros do casal incubam os ovos; eles se revezam nesta tarefa a cada 24 horas.

Fonte: www.portogente.com.br

Veja também

Rinoceronte

Rinoceronte, Reprodução, Características, Espécies, Mamíferos, Hábitos, Fotos, Classificação, Habitat, Tamanho, Animal, Anatomia, Comportamento, Rinoceronte

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.