Breaking News
Home / Animais / Poodle

Poodle

PUBLICIDADE

O que é um Poodle?

O Poodle é uma raça de cães que remonta à Roma antiga e ao Egito.

Os poodles iniciais estavam recuperando cães que traziam as aves de caça mortas dos pântanos para os caçadores.

A palavra “Poodle” deriva do pudelin alemão, que significa “espirrar na água”.

A França escolheu o Poodle como sua raça nacional de cães e todos os tamanhos de poodles foram os cães favoritos da realeza, da classe trabalhadora e dos artistas viajantes de circo.

Os três tamanhos da raça Poodle são: toy, miniatura e padrão.

O Poodle Toy tem menos de 25,4 cm na parte superior dos ombros e pesa menos de 3,175 kg.

O Poodle Miniatura tem mais de 25,4 cm no topo dos ombros, mas menos de 38,1 cm e pesa cerca 6.803 kg.

O Poodle Standard tem mais de 38,1 cm na parte superior dos ombros e pode pesar cerca de 20,412 kg, ou até 65,484 kg dependendo da sua altura.

O pelo caniche da raça Poodle é tradicionalmente cortado com algumas áreas raspadas.

No filhote de poodles, o rosto e a garganta são raspados, assim como os pés e a base da cauda.

Às vezes, o pelo de um poodle pode ser “amarrado”. Uma pelagem com fios significa que fios de cabelo foram torcidos em cordas compridas, ou cordões, que dão a pelagem do poodle a aparência de um esfregão de corda.

Diz-se que os poodles são cães muito inteligentes e fáceis de treinar. Eles são freqüentemente ativos e alertas e podem latir um pouco.

Os poodles têm baixas necessidades de exercício, mas devem ser percorridos diariamente.

Os poodles padrão precisam de mais atividade do que os tipos menores e podem se dar bem com corridas e natação regulares.

Os poodles são sociais e orientados para as pessoas e considerados ótimos em torno de crianças e outros animais, mas podem ser tímidos em torno de pessoas que não conhecem.

Poodle – Raça

Poodle, raça de cão pensado para ter sido originado na Alemanha, mas amplamente associado com a França, onde é extremamente popular.

O poodle foi desenvolvido como um recuperador de água, e o recorte distintivo de sua pelagem pesada foi iniciado para aumentar a eficiência do animal na água.

A raça tem sido usada para empreendimentos tão diversos como atuar em circos e caçar trufas (farejar e desenterrar o fungo comestível).

Um cão elegante, muitas vezes classificado como uma das mais inteligentes de todas as raças, o poodle foi criado em três variedades de tamanho – padrão, miniatura e toy.

Todos os três são julgados pelo mesmo padrão de aparência, que exige um cão bem proporcionado com um focinho comprido e reto, orelhas pesadamente cabeludas, orelhas pendentes, um rabo de pompom encaixado e um andar característico e elástico e uma forma orgulhosa de se carregar.

O pelo é composto por um subpêlo de lã e um sobretudo denso; se permitido crescer, o cabelo forma cordas e o cão é chamado de poodle com fio.

A pelagem deve ser sólida, não variegada, e pode ser de várias cores, entre elas cinza, branco, preto, marrom, damasco e creme.

O poodle padrão tem mais de (38 cm.

A miniatura tem mais de 25 cm e não mais que 38 cm.

O toy tem 25 cm ou menos.

As variações de peso variam de até 32 kg a apenas 3 kg.

A história dos poodles

Acredita-se que os poodles tenham se originado na Alemanha, onde eles eram chamados de Pudel, que significa “respingos na água”, uma referência ao seu trabalho como caçadores de água.

O corte exagerado visto hoje começou como uma maneira prática de manter as juntas e o tronco do cão, aquecer em água fria.

O padrão é o mais antigo dos três tipos de Poodle.

A Miniatura e o Toy foram criados selecionando-se para tamanhos menores. Eles também eram cães de trabalho.

Acredita-se que as miniaturas tenham farejado trufas, um tipo de cogumelo comestível que cresce no subsolo, e Toys e Miniatura eram populares cães de circo por causa de sua inteligência, amor ao espetáculo e capacidade de aprender truques.

Os cães de pelagem encaracolada se tornaram populares na Inglaterra e na Espanha, mas na França eles foram adorados.

O rei Luís XVI ficou obcecado com Poodle Toy e a raça tornou-se o cão nacional da França. Foi na França que a raça alcançou o status de companheira, e os Poodles ainda desfrutam desse status hoje.

Eles são amados em todo o mundo e são consistentemente classificados entre as raças mais populares.

Origem

Muito se tem discutido sobre a verdadeira origem do Poodle. Alguns afirmam categoricamente que eles vieram da Alemanha sendo chamados de Pudel ou Pudellin, que significa “chafurdar”, ou seja, brincar na água.

Outros, com a mesma firmeza, afirmam que ele é originário da França onde era conhecido como Chien Canard ou “cão pato” por sua habilidade como nadador e caçador de patos.

Há, entretanto, uma outra versão que considera o Poodle um descendente do Barbet, um cão originário da África do Norte e que mais tarde penetrou na Europa. Se por um lado sua origem é bastante discutida, sua antiguidade é indiscutível.

O Poodle pode ser visto em estátuas da Roma antiga bem como em tapeçarias do século XV. Ele foi citado pelo escritor Von Gesner em 1524 e novamente entre 1551 e 1558 no Livro “Historie Animalum” do próprio Von Gesner.

É retratado em um quadro de De Vos que representa Tobias acompanhado de um Poodle. Em 1787, Beethoven compôs a “Elegia à morte de um poodle”. Goethe imortalizou o Poodle em “Fausto” pois é na forma de um poodle que Mefistófeles aparece no palco.

O antecessor russo era um cão de grande porte e que ganhou prestígio na caça. O alemão foi um famoso e robusto caçador de aves aquáticas. A partir deste ponto a origem do Poodle se bifurca em duas versões distintas.

Alguns pesquisadores garantem que da Alemanha o Poodle foi levado para a Inglaterra, por volta do século XIV e eles teriam sido os responsáveis pelo desenvolvimento de suas outras variedades a partir do antigo Pudel médio alemão. Obteve-se assim o Poodle Gigante, usado como guardião.

O Poodle Pequeno foi usado como companhia e também como localizador de trufas graças ao seu excelente faro e que teria sido importado pelos franceses para utilização na mesma tarefa.

A segunda versão sustenta que da Alemanha o Pudel seguiu primeiro para a França, sendo cruzado com o Barbet.

De acordo com esta teoria os franceses desenvolveram um outro tipo de Poodle, o “cão trufeiro” que mais tarde foi importado pela Inglaterra.

Quem defende esta versão afirma inclusive que foram os franceses que desenvolveram as variedades do Poodle e lhe deram projeção mundial transformando-o assim em um nobre cão de companhia.

O Poodle tornou-se raça oficial em 1874 ao obter seu primeiro registro no Livro de Origem do Kennel Club da Inglaterra, isto estimulou este país a fundação do primeiro Clube representante da raça em 1876.

É da França que vem o 1o. Padrão Oficial da Raça elaborado pela FCI (Federação inológica Internacional), em 1910.

O nome Poodle deriva da palavra alemã “pudellin” (brincar na água). Os franceses o chamam até hoje de “Caniche” pois antigamente o chamavam Canes e as fêmeas de Caniche.

Hoje Caniche designa ambos os sexos. Os franceses sempre dedicaram especial atenção ao Poodle e este sempre fez por merecer sendo um cão sensato e inteligente, devotando enorme fidelidade a seu dono. Existe inclusive um antigo ditado popular francês “Fidèle comme une Caniche” (Fiel como um Poodle) o que demonstra toda a dedicação dos franceses por esta raça.

Com relação a tosa, há evidências de que as variedades surgiram na Alemanha, na época do antigo Pudellin usado no pastoreio. Diz a lenda que o corte Leão servia para assustar os lobos que rondavam os rebanhos.

Na França ele era tosado para facilitar sua movimentação na água durante a caça de aves aquáticas, deixando pêlos somente nas partes que necessitavam de proteção contra as baixas temperaturas da água, ou seja, na região em volta dos rins, pulmões e articulações.

O Poodle tornou-se cão de companhia por volta do século XVI, já em tamanho reduzido, e logo foi considerado um cão de luxo, ganhando assim a admiração dos aristocratas e passando a conviver intimamente com a vida palaciana. Naquela época possuir um cão de luxo conferia ao dono status e prestígio social.

Não podemos esquecer do Poodle como grande estrela de circo, tanto na antiguidade como atualmente.

Temperamento

O Poodle é um cão muito especial, nunca se considerará um cachorro, ele é parte da família! Acostumem-se a falar com ele, ele pode entender a entonação das palavras e os gestos de mão. Em pouco tempo entenderá tudo e até para a família parecerá mais pessoa que cão. Gosta de carinho e convívio com as pessoas detestando que o deixem sozinho.

Ao adquirir um Poodle nunca devemos esquecer que ele é um cão de companhia. Se as circunstâncias domésticas obrigam a deixar o Poodle sozinho durante muitas horas é melhor neste caso ter dois, assim um fará companhia ao outro.

É um animal de inteligência notável, vivaz, carinhoso e alegre, dócil, obediente, afetuoso e de fácil adestramento, apesar de não ser adequado como guarda, devido sobretudo a sua docilidade, ele latirá se observar alguma coisa fora do comum. Observará tudo com atenção e uma vez que aprenda um exercício nunca esquecerá. Adora ter seus brinquedos e faz questão de guarda-los num lugar especial, que pode ser a própria caminha.

São um pouco temperamentais e caso lhe chame atenção muito forte, ficará triste, mas logo voltará ao normal, o importante é que todos os membros da família o ensinem a se comportar corretamente, pois caso somente um lhe eduque e os demais só lhe façam afagos, ele nada aprenderá.

Os Poodles são extremamente sensíveis, ficam felizes quando vêem seus donos contentes, e tristes quando alguma coisa não vai bem. Se adaptam aos mais diversos donos em todas as idades.

É um companheiro tranqüilo e compreensivo para as pessoas idosas, paciente e seguro com as brincadeiras das crianças, assim como pode ser um alegre entretenimento para pessoas que vivem sozinhas. Possui uma grande capacidade de afeto e fidelidade e será o companheiro inseparável de toda a família.

Características

Utilização: Companhia
Porte: Pequeno a Grande
Temperamento: Dócil, Fiel, Ativo, Inteligente

Tamanho

Toy: até 28 cm;
Anão: de 28 a 35 cm;
Médio ou Standard: de 35 a 45 cm;
Gigante: de 45 a 60 cm.
Expectativa de vida:
10 a 18 anos

Classificação

Raça: Poodle
Nome original:
Caniche
Outros nomes: Poodle
País de origem: França
Grupo 9:
Cães de companhia
Seção 2: Poodle

Poodle – Fotos

Fonte: www.portaldopoodle.com.br/www.wisegeek.org/www.akc.org/www.vetstreet.com/www.vetstreet.com/www.britannica.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Buldogue Francês

Buldogue Francês

PUBLICIDADE O que é um Buldogue Francês? O Bulldog Francês é uma raça licenciada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.