Breaking News
Home / Animais / Baleia-de-bryde

Baleia-de-bryde

PUBLICIDADE

Descrição

Baleia-de-bryde é a menos conhecida das grandes baleias.

Existem sem dúvida várias subespécies, nomeadamente a “pigmeia”, “na costa” e “no mar”, mas a sua taxonomia é objeto de um importante debate e bastante controvérsia.

O tamanho máximo deste animal pode atingir 15 metros.

As fêmeas são maiores que os machos.

À nascença a cria mede 4 metros e pesa cerca de 650 Kg.

Os indivíduos adultos apresentam um peso médio de 12 toneladas.

As fêmeas dão à luz uma única cria de dois em dois anos, durando a gestação de 11 a 12 meses.

Estima-se que a esperança de vida desta espécie seja de quarenta anos.

Alimentam-se principalmente de pequenos peixes gregários, e por vezes de krill.

Origem do nome

Do latim balaena (baleia), do grego pteron (asa, ou nadadeira), edeni refere-se ao honrado Ashley Eden, comissário-chefe da Birmânia britânica, que foi quem guardou o espécimen tipo para Anderson

O que é uma Baleia-de-bryde?

A Baleia-de-bryde é um tipo de baleia que vive perto da costa em águas tropicais e temperadas com uma temperatura de 16 a 22 ° C.

Como outras baleias de barbatana, as baleias-de-bryde têm placas finas em vez de dentes que usam para filtrar pequenos animais da água para a comida.

A baleia tem o nome do baleeiro norueguês Johan Bryde, que serviu como cônsul norueguês na África do Sul no início do século 20 e estabeleceu a primeira estação baleeira de lá.

Enquanto a Baleia-de-bryde foi originalmente classificada como a espécie Balaenoptera brydei, este nome científico não é mais usado. Os anteriormente distintos B. brydei e B. edeni, e de acordo com algumas taxonomias, B. omurai também, foram combinados como B. edeni pelos anos 50.

O grupo mantém o nome comum de Baleia-de-bryde e está intimamente relacionado com a baleia azul (B. musculus), o maior mamífero do mundo.

As baleias-de-bryde estão entre as baleias maiores, medindo até 17 metros e pesando até 41.000 kg, com machos ligeiramente menores que as fêmeas.

Eles têm cabeças grandes, compreendendo 25% do corpo e olhos grandes.

As baleias-de-bryde são de cor acinzentada escura a preta nas costas e creme ou lavanda na barriga. Eles têm uma nadadeira dorsal curva, pontiaguda e ereta no fundo, uma cauda larga e nadadeiras relativamente pequenas.

As baleias-de-bryde costumam viajar sozinhas ou em pares, embora possam se reunir em pequenos grupos de até 20 baleias em torno de uma fonte de alimento.

Seu comportamento é incomum em comparação com outras baleias, pois às vezes exalam debaixo d’água, emergem inesperadamente e, de repente, mudam de direção.

Mergulham quatro a cinco ou quinze minutos após a alimentação e normalmente nadam a uma velocidade de 1,6 a 6,4 km / h, embora consigam atingir velocidades de 19 a 24 km / h.

A dieta de uma Baleia-de-bryde inclui plâncton, krill, marisco e peixe.

Eles se reproduzem a cada dois anos e amamentam por seis a 12 meses. Embora haja um pico na reprodução durante o outono, uma Baleia-de-bryde pode se reproduzir em qualquer estação do ano.

Eles são as únicas baleias que nem sempre migram, embora alguns grupos migrem sazonalmente para buscar águas mais quentes.

Baleia-de-bryde – Espécie

A baleia-de-Bryde (Balaenoptera edeni Anderson, 1878) pertence à Ordem Cetacea (baleias e golfinhos), no grupo dos animais que não possuem dentes e são chamados de Misticetos (baleias de barbatana).

Possuem um corpo lânguido e liso, com pregas na parte ventral da boca ao umbigo.

Dentre a família Balaenopteridae (baleias Minke, Azul, Jubarte, Fin e Sei), é a segunda menor, alcançando em média 13 metros de comprimento e um máximo de 15,5 metros. As fêmeas são ligeiramente maiores que os machos por toda a vida, sendo que seus filhotes podem nascer com aproximadamente 4 metros.

Alimenta-se preferencialmente de pequenos peixes que vivem em cardumes, como sardinhas e anchovas.

Embora a distribuição de alguns balenopterídeos seja freqüentemente costeira, a maioria das espécies é capaz de realizar extensos movimentos transoceânicos – migrando anualmente das áreas de alimentação (altas latitudes) para as águas tropicais para se reproduzirem e terem seus filhotes. Essa idéia, baseada em algumas espécies como Jubarte e Azul, não se aplica as baleia-de-Bryde, que apesar de pouco conhecidas, sabe-se que não realizam longos movimentos migratórios, e sim curtas migrações, provavelmente seguindo cardumes de presas (sardinhas).

Sua ocorrência tem sido reportada para áreas tropicais localizadas entre as latitudes 40ºN e 40ºS.

No Brasil, as baleias-de-Bryde ocorrem principalmente na Região Sudeste (S.Paulo e Rio de Janeiro), sendo os registros mais freqüentes na primavera e verão.

No Brasil, as baleias-de-Bryde ocorrem principalmente na Região Sudeste (S.Paulo e Rio de Janeiro), sendo os registros mais freqüentes na primavera e verão.

Normalmente é avistada aos pares ou solitárias, sendo que grupos de baleias têm sido avistados principalmente no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, perseguindo cardumes de sardinha e ainda, algumas vezes em interação alimentar com grupos de atobás (Sula leucogaster).

Em áreas oceânicas, a espécie foi avistada pela primeira vez em comportamento de saltos, exposição ventral e de cabeça, na área da Bacia de Campos, aproximadamente na isóbata de 1200 m, indicando interação social. Também já foram observados comportamentos de cuidado parental (fêmea com filhote) na isóbata de 3000 m.

Como reconhecer uma baleia-de-Bryde:

Seu corpo pode variar de cinza escuro a preto no dorso e cinza ou branco no ventre;
A nadadeira dorsal é alta, extremamente falcada e freqüentemente irregular;
Apresenta três quilhas (saliências) longitudinais no topo do rostro (cabeça);
O borrifo da baleia-de-Bryde pode atingir 4 metros de altura e tem forma de coluna;
Nada rapidamente, com mudanças bruscas de direção, muitas vezes em zigue-zague.

Distribuição

Ocorre em águas tropicais, subtropicais e temperadas quentes de todos os oceanos.

Algumas populações de baleias-de-bryde não realizam migrações permanecendo nas regiões quentes ao longo do ano.

Existem duas formas distintas: uma costeira e outra oceânica que podem apresentar diferenças em sua dieta e ciclo reprodutivo.

Principais características:

Coloração cinza-escura-prateada no dorso e cinza-clara na região ventral, algumas vezes, podem existir pequenos tingimentos rosados nos lados do corpo ou entre a cabeça e a nadadeira dorsal
Corpo moderadamente grande e esguio
Cabeça larga e plana
As três quilhas longitudinais no topo do rostro são características da espécie
Nadadeira dorsal afastada do centro do dorso. Proeminente (alta) e falcada
Nadadeiras peitorais pontudas, delgadas e relativamente pequenas, correspondendo a 1/10 do seu comprimento
Nadadeira caudal larga, de forma triangular, com reentrância central bem definida
Barbatanas:
 250 – 370 em cada lado, escuras, curtas e largas de aproximadamente 45cm de comprimento, com longas e rígidas franjas cinzas na face interna 
Pregas ventrais:
 40 – 50. Até o umbigo ou um pouco atrás dele
Borrifo:
 Alto e delegado. Alcança de 3 m a 4 m de altura. Não é muito visivelmente claro à distância

Características Principais

A Baleia-de-bryde possui o corpo longo e esguio.

A sua cabeça é larga e plana.

Tamanho: O comprimento médio para o macho é de 13,7 m (máximo de 14,3m) e para a fêmea é de 14,5 m (máximo de 15,5 m).

Peso: A Baleia-de-bryde pesa entre 16 e 18,5 toneladas, mas já foi encontrado um exemplar pesando 20 toneladas.

Gestação e cria

Aproximadamente 1 ano, nasce apenas uma cria medindo cerca de 3,4 metros.

Alimentação: Basicamente pequenos peixes que formam cardumes.

Distribuição: Águas tropicais e subtropicais de todo o mundo. No Brasil ocorre do Paraná até o nordeste.

Classificação científica

Nome científico: Balaenoptera edeni Anderson, 1878
Nome popular: 
Baleia-de-Bryde
Reino:
 Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Subordem: Mysticeti
Família: Balaenopteridae
Gênero: Balaenoptera
Espécie: B. brydei B. edeni

Baleia-de-bryde – Fotos

Fonte: www.baleiasonline.hpg.ig.com.br/www.wisegeek.com/www.cemarbrasil.org/www.espacotalassa.com/us.whales.org/www.thesardinerun.info

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.