Breaking News
Home / Animais / Cocker Americano

Cocker Americano

PUBLICIDADE

O que é

Cocker spaniel americano é um cão pequeno e alegre, originalmente criado como um cão de caça e arma.

O Cocker Spaniel Inglês é o ancestral do americano Cocker Spaniel e é pensado para ter chegado na América do Norte no início do século 14.

Eles foram criados para caça, rastreamento e como um cão de guarda, mas no século 19, o desejo de uma versão menor do Inglês Cocker Spaniel, deu origem ao Cocker spaniel americano encontrado hoje.

Embora os dois fossem originalmente de tamanho diferente, ao longo dos anos, eles começaram a adotar características muito diferentes, o que os levou a listar como raças separadas em 1945.

Hoje, o Cocker spaniel americano é a menor raça de cães e é também um dos Cães mais populares na América.

Cocker Americano – Cão

Um Cocker spaniel americano é um cão ativo com requisitos de exercício pesado. Se não forem exercitados adequadamente, eles podem se tornar destrutivos e tirar sua energia dos pertences do dono. O mesmo acontece se eles são deixados sozinhos por longos períodos de tempo. Porque eles foram criados para caçar, esses cães podem às vezes parecer hiperativos. Na verdade, um par de caminhadas diárias e uma corrida semanal no parque devem ser suficientes para manter o cão mais ativo satisfeito. Um Cocker spaniel americano adora um aprendizado estruturado e se sairá bem em treinamento de agilidade e trabalho de habilidade.

Estes cães são excelentes animais domésticos e tendem a aceitar mais crianças do que outras raças. Embora, naturalmente, isso varie com cada cão em particular, os cocker spaniel são geralmente animais dedicados com muita diversão.

Eles são ótimos companheiros de brincadeira, mas tendem a se ressentir da provocação, o que significa que eles se saem melhor com crianças mais velhas.

Esses cães podem compartilhar uma casa com outros animais, incluindo gatos, outros cães e até mesmo pequenos mamíferos, mas a socialização precoce é fundamental e pode fazer toda a diferença na maneira como o cão leva à presença de outras espécies.

Cocker Americano exigem bastante tratamento e recorte. Os escovilhões diários são encorajados, especialmente depois de caminhadas no campo, e a preparação profissional mensal é recomendada. Isso pode aumentar a longo prazo, por isso é importante que as pessoas se lembrem dessa despesa quando considerarem essa raça.

A solidão e o tédio são as duas principais causas do mau comportamento dos Cocker Americano, mas, desde que estejam ativamente envolvidos nas atividades cotidianas da família, eles podem ser excelentes animais de estimação.

Descrição

O Cocker Spaniel é um cão de porte médio, de corpo sólido e forte e espírito alegre.

Possui um crânio abobadado, focinho largo e profundo.

O lábio superior recobre o maxilar inferior.

As narinas são bem desenvolvidas, os olhos são doces sendo a sua cor variável consoante a da pelagem.

Uma das suas principais características são as orelhas compridas pendentes, com pêlo ondulado, e enraizadas ao nível dos olhos.

O pescoço é musculoso e termina num peito largo e espáduas descaídas.

Os membros são fortes e vigorosos, de boa ossatura, e os pés são bem almofadados. A cauda tem raiz baixa e pode ou não ser amputada.

Em virtude do seu comprimento, as orelhas estão bastantes vezes em contato com o chão sujando-se mais que o normal. Recomenda-se a utilização diária de uma escova para manter as orelhas limpas. O pavilhão auricular deve ser mantido limpo para evitar o aparecimento de otites, tão comuns nesta raça devido à existência de mais pêlos no canal auditivo que noutras raças.

Origem

Século XIX

O Cocker spaniel americano é menor que o cocker spaniel da Grã-Bretanha, e com pelos muito mais compridos, o cocker americano desenvolveu-se (e se diferenciou) nos Estados Unidos a partir de 1879.

Quando negro, deve ser retinto, preto-azeviche. Para ser classificado como bicolor, black & tan, o castanho (tan) deve abranger mais de 10% da pelagem. Esse também pode variar do creme ao bronze-escuro.

Criados intensivamente na Europa, desdobraram-se em várias raças.

Entraram na América acompanhando imigrantes desde 1620 e por, inclusive de alguns descendentes do primeiro um Sussex e uma Field, ambos com aparência que lembra os atuais Cockers.

História

Oriundo de cocker spaniels britânicos levados para Ohio, o cocker americano só foi reconhecido como raça distinta em 1946.

Diferente da maioria das raças, a origem desse amigo é conhecida e consensual.

A raça surgiu oficialmente em 1945, mas bem antes disso, criadores americanos já tinham interesse por exemplares dos cães. Interessados em cães menores e mais leves, do que o Cocker Spaniel Inglês, queriam ainda um animal com características diferenciadas, alegre temperamento e de bom temperamento.

A partir da década de 30, com a fundação do English Cocker Spaniel Club, o Cocker Americano foi reconhecido como uma raça independente. A partir desta declaração e após o término da segunda guerra, o Cocker Americano registrou um enorme crescimento no número de filhotes registrados nos Estados Unidos, estabelecendo logo diversos recordes e ficando sempre entre as raças mais registradas nos anos seguintes.

Sua história, que confunde-se com a do Cocker Spaniel Inglês até o final do século passado, a partir daí teve evolução própria.

Os Spaniels, termo oriundo de “espanhóis”, são cães de caça com ancestrais de provável origem egípcia, desenvolvidos na Península Ibérica.

Tornaram-se apreciados pela habilidade de “levantar” aves para o caçador, por sua disposição e capacidade de adentrar em terrenos com vegetação de difícil acesso, velocidade em campo aberto e agilidade ao nadar.

Criados intensivamente na Europa, desdobraram-se em várias raças.

Entraram na América acompanhando imigrantes desde 1620 e por importações no século passado, inclusive de alguns descendentes do primeiro “Cocker” famoso (assim se designavam os Spaniels menores), nascido na Inglaterra de dois Spaniels diferentes, um Sussex e uma Field, ambos com aparência que lembra os atuais Cockers.

Este precursor chamava-se Obo e foi tão importante que, até 1920 nos EUA, os Cockers fora da sua linhagem não eram tidos como ideais.

Cocker spaniel americano – Características

Fruto da entrada do Cocker Spaniel Inglês nos Estados Unidos, que foi trazido com a colonização inglesa, o Cocker Spaniel Americano se diferenciou oficialmente do Cocker Inglês em 1945.

Um pouco menor, mais rápido e com a pelagem mais fina que a variedade inglesa, o Cocker Americano foi considerado, por 17 anos, o melhor cão de companhia dos Estados Unidos.

Alegre, vivo, doce e sadio, é também um cão que se relaciona muito bem com crianças. Quase nunca late e, mesmo quando a criançada resolve puxar seu rabo, mantém a calma.

Ele possui um pêlo muito macio e gostoso de acariciar. Para manter o pêlo bonito, tem de dar banho uma vez por semana. Por não soltar muito pêlo, não deve ser escovado todos os dias. A escovação feita por pessoas inexperientes estraga a pelagem do animal. Mais tranqüilo que o Cocker Inglês, o americano adapta-se muito bem a apartamentos. Em questão de limpeza, o criador de um cocker não deve se esquecer de limpar a orelha de seu cão.

Foi só no final do século 19 que o Cocker Spaniel Americano começou a se distanciar do padrão do Cocker Inglês.

Em 1936 o American Kennel Club considerou que esses cães eram de variedades diferentes. Demorou uma década, entretanto, para que as duas raças fossem reconhecidas como distintas. O Cocker Americano foi desenvolvido para a caça em pântanos.

Com isso, seu tamanho é menor do que o do Cocker Inglês e suas patas são maiores, o que ajuda na hora de nadar. Seus pêlos são mais longos e volumosos.

Tipo de Pelo: Comprimento médio, sedoso.

Cores: negro total, negro-fogo, dourado, mosqueado.

Temperamento

Inteligente e obediente. Bastante amigo das crianças.

Apurado a partir de Cocker Spaniels europeus foi constituído oficialmente como raça em 1946.

É um pouco mais pequeno e com pelo mais comprido que o seu parente inglês.

Os Spaniels, termo oriundo de “espanhóis”, são cães de caça ancestrais, desenvolvidos na Península Ibérica.

Tornaram-se apreciados pela habilidade de “levantar” aves para o caçador, sua capacidade em penetrar vegetação densa e pela agilidade ao nadar.

Tornou-se rapidamente popular pelo fato de ser muito alegre e sociável.

O seu aspecto forte e robusto, típico para atividades de caça, não lhe diminuem a sua função de companhia, sendo esta bastante popular na América do Norte.

Características

Expectativa de vida: de 12 a 15 anos
Personalidade: Extrovertido, Sociável, Confiante, Temperamento balanceado, Alegre, Feliz
Cores: Preto, Tan, Tricolor, Marrom, Prata, White & Buff, Vermelho
Peso Macho: 7–14 kg
Peso Fêmea:
 7–14 kg
Altura Macho: 37–39 cm
Altura Fêmea: 
34–37 cm

Classificação científica

Nome científico: Canis lupus familiaris ( Lineu, 1758)
Nome original:
 American Cocker Spaniel
Nome em inglês:
 American Cocker Spaniel
Outros nomes: 
American cocker spaniel, cocker spaniel.
País de origem: Estados Unidos
Grupo 8: 
Cães Levantadores e Cobradores de Caça e Cães de Água
Seção 2: Levantadores de caça
Reino: Animal
Filo: Cordado
Classe: Mamífero
Ordem: Carnívoro
Família: Canídeo
Gênero: Canis
Espécie: C. l. familiaris

Cocker Americano – Fotos

Fonte: animais2.clix.pt/www.wisegeek.org/www.petful.com/www.europetnet.com/www.hund.ch/www.animalhub.com/www.purina.cz

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Buldogue Francês

Buldogue Francês

PUBLICIDADE O que é um Buldogue Francês? O Bulldog Francês é uma raça licenciada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.