Breaking News
Home / Animais / Graúna

Graúna

PUBLICIDADE

Graúna – Gnorimopsar chopi

Também conhecido como pássaro-preto ou melro, mede 21,5 cm de comprimento.

Trata-se de um dos pássaros de voz mais melodiosa do Brasil.

Graúna, ave reconhecida por seu canto, vive entre o Paraná e o sul da Argentina.

Há quem confunda a graúna com o atrevido chopim (Molothrus bonariensis), famoso por parasitar o ninho de várias espécies (ex.:tico-tico). Enquanto o Chopim é elegantíssimo, esguio e traja cintilantes vestes de tom violáceo, a graúna é negra mesmo e de porte mais avantajado, além de saber nidificar, não se descuidando da criação da ruidosa prole. Coloração negra uniforme e brilhante.

Habitat: Campos de cultura, pastos e plantações com árvores isoladas, mortas, remanescentes da mata.

Ocorrência: Em todo Brasil não-amazônico

Alimentação: Onívoro (sementes, insetos e brotos de árvores).

Reprodução: Reproduz-se na primavera-verão

Comprimento: 21,5 a 25,5 cm.

Graúna – O que é

A Graúna é uma ave da família dos icterídeos (Gnorimopsar chopi), a mesma do chopim e do corrupião.

Notável pela plumagem preta e seu canto forte e melodioso.

O canto da graúna, emitido com o corpo em posição ereta e acompanhado de vibração das asas, é um dos mais fortes e melodiosos dentre os de todos os pássaros brasileiros. Causa especial impressão quando entoado em bando, como acontece com freqüência no interior do país.

Pássaro da família dos icterídeos, a mesma do chopim, do xexéu e do corrupião, a graúna (Gnorimopsar chopi) é toda preta, com um brilho sedoso na plumagem.

Mede de 21,5 a 25,5cm de comprimento e ocorre em todo o Brasil, exceto a Amazônia.

A graúna do Nordeste (G. chopi sulcirostris), também chamada de melro, é maior e mais reluzente que a forma típica encontrada no sul, leste e oeste do país (G. chopi chopi), que recebe várias outras designações regionais, como pássaro-preto, vira-bosta e vira-campo.

A graúna vive em pastos e plantações, frequentando árvores isoladas.

Alimenta-se principalmente de grãos e frutas.

Nidifica em árvores ocas, quando não aproveita ninhos de outras aves, como o pica-pau, ou buracos em barrancos.

Os ovos, até quatro por postura, são incubados em 14 dias só pela fêmea, mas o macho a ajuda a cuidar dos filhotes, cujo tempo de permanência no ninho é de 18 dias em média.

Graúna – Características

Excluindo-se a Amazônia, onde está presente apenas no leste do Pará e Maranhão, é encontrado em todo o restante do País.

Encontrado também no Peru, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai.

É comum em áreas agrícolas, buritizais, pinheirais, pastagens e áreas pantanosas. Sua presença está associada a palmeiras.

Vive normalmente em pequenos grupos que fazem bastante barulho. Pousa no chão ou em árvores sombreadas.

Faz ninho em árvores ocas, troncos de palmeiras, ninhos de pica-pau, em mourões, dentro do penacho de coqueiros e nas densas copas dos pinheiros, utilizando também ninhos abandonados de joão-de-barro.

Ocupa buracos também em barrancos e cupinzeiros terrestres.

Às vezes faz um ninho aberto, situado em uma forquilha de um galho distante do tronco, em uma árvore densa e alta.

Conhecido também como pássaro-preto, chupão (Mato Grosso), arranca-milho, chopim e graúna (derivado do tupi “guira-una” = ave preta).

Distribuição: Praticamente todo o Brasil, exceto a região amazônica.

Postura: Média 4 ovos.

Habitat: Pastos, plantações (especialmente de milho e arroz), campos.

Incubação: 14 dias.

Fêmeas e jovens

Não há dimorfismo sexual, pois machos e fêmeas cantam. Os jovens são como os adultos.

Comportamento e reprodução

Não há relatos de reprodução em cativeiro.

Há dificuldades na formação do casal.

As tentativas de reprodução deveriam ser feitas em viveiros de 1 m de largura X 2 m de altura X 3 m de profundidade.

Outras Formas

No Nordeste ocorre a Graúna (Gnorimopsar chopi sulcirostris), bem maior que o Pássaro Preto.

Devido ao nome chopi, presente na identificação científica, essa espécie recebe erroneamente o nome de Chopim ou Gaudério é da espécie Molothrus bonariensis: o macho é azul escuro de tonalidade metálica, e a fêmea é marrom bem escuro.

Tipo de ninho: Aninha em buracos de árvores.

Graúna – Aves

Ave da família dos icterídeos, de plumagem negra e muito apreciada pelo maravilhoso canto.

Pode ser encontrada do Panamá até o sul da Argentina.

No Brasil há duas espécies de graúna.

São aves de cor preta e brilho azulado.

Os machos possuem penas alongadas ao redor do pescoço, formando uma espécie de coleira.

De bico longo e pés fortes, têm 35 cm de comprimento e asas de 18 cm.

Alimentam-se de grãos e às vezes provocam estragos nos arrozais, na época da colheita.

Graúna – Classificação

Nome Científico: Gnorimopsar chopi (Vieillot, 1819)
Nome em Inglês: Chopi Blackbird
Reino:
Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Família: Icteridae
Gênero:
Gnorimopsar
Espécie: G. chopi
Sub-espécie:
Gnorimopsar Chopi Sulcirostris.

Graúna – Fotos

Fonte: www.vivaterra.org.br/passaroazul.br.tripod.com/www.flickr.com/neotropical.birds.cornell.edu/ebird.org/www.faunaparaguay.com/planetabird.wordpress.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Buldogue Francês

Buldogue Francês

PUBLICIDADE O que é um Buldogue Francês? O Bulldog Francês é uma raça licenciada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.