Breaking News
Home / Animais / Jacupemba

Jacupemba

PUBLICIDADE

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Craciformes
Família: Cracidae
Gênero: Penelope
Nome científico:   Penelope superciliaris
Nome popular: Jacupemba
Categoria: PROVAVELMENTE EXTINTA

Penelope superciliaris

O jacupemba é uma ave craciforme da família dos cracídeos, que ocorre do sul do estado brasileiro do Amazonas ao estado do Rio Grande do Sul e Paraguai.

Vive em matas, capoeiras, cerrados e caatingas, chegando a medir até 55 cm de comprimento, com a barbela nua e vermelha, mais proeminente no macho, topete rudimentar, plumagem das asas com bordas ferrugíneas, peito esbranquiçado e íris vermelha. Também é conhecido pelos nomes de jacucaca, jacupeba, jacupema e jacu-velho.

Fonte: www.sindicatotrescoroas.com.br

Jacumpemba

Pipile jacutinga

Características

É uma das aves mais impressionantes da Floresta Atlântica. É negra com riscas brancas por todo o corpo. As penas do alto da cabeça (píleo) são brancas, além de bastante alongadas e eriçáveis. Possui a face toda emplumada de negro, com região perioftálmica nua, branco-gesso. Ainda, possui a base do bico azulada. A barbela, provida de pouquíssimas penas é vermelha em sua porção posterior, enquanto que a anterior é dividida em uma área lilás superior e outra azul brilhante, inferior. O colorido da barbela torna-se bastante acentuado durante o período reprodutivo, enquanto que fora deste, as cores ficam esmaecidas e mesmo a barbela encolhe.

Habitat

Floresta atlântica primitiva sendo bastante exigente quanto a esse ambiente.

Ocorrência

Típico da região Sudeste do Brasil, era encontrada na região da Serra do Mar em qualquer altitude, em locais acidentados, semeados de rochas e cobertos por mata espessa, onde nidificava

Alimentação

Aprecia muito o fruto do palmiteiro

Reprodução

Como os demais representantes da família, são monogâmicos, ou seja: possuem apenas um parceiro. Podem fazer posturas sobre galhos grossos, ramificações de troncos e rochas quase sem material de construção. Os ovos são brancos e o período de incubação é de 28 dias. Os filhotes já nascem com os olhos abertos, e movimentam-se livremente apesar de sempre acompanhados pela mãe, abrigando-se sob sua cauda ou suas asas. Mesmo empoleirados, enquanto seu tamanho lhes permitir, abrigam-se embaixo das asas da mãe durante o seu desenvolvimento.

Ameaças

Em decorrência da caça, do tráfico de animais selvagens e da inclemente destruição de seu habitat natural, notadamente a Floresta Atlântica, a espécie desapareceu da maioria dos locais onde era encontrada habitualmente. Está ameaçada de extinção. Atualmente, apesar de admitir-se que a espécie tenha sua distribuição para o Brasil desde o sul da Bahia até o Rio Grande do Sul, é na verdade de ocorrência bastante pontual.

Fonte: www.vivaterra.org.br

Jacupemba

Penelope superciliaris

Família

Cracidae

Caracterização

Mede 55 cm, seu peso é 850 g. Apresenta um rudimentar topete; asas com largas bordas ferrugíneas bem distintas; peito com desenho esbranquiçado; íris vermelha em ambos os sexos.

Hábitat

Habita mata, também capoeira baixa, capões de mata no cerrado.

Distribuição

Ocorre do sul do Amazonas e Madeira, pelo Brasil central, Nordeste e Brasil merídio-orienta, até o Paraguai.

Hábitos

O sinal de excitação é abrir e fechar impetuoso da cauda. Têm o tique de sacudir a cabeça. À tardinha, antes de empoleirar-se, tornam-se muito inquietos, sendo tal nervosismo – aparentemente ansiedade para achar um bom lugar de dormida. Gosta de lugares quentes.

Alimentação

Frutas, folhas e brotos. Bebem na beira dos rios. O ato de beber se assemelha ao dos pombos, é um processo de sugar, com o bico mantido dentro d’água, notando-se a ingestão do líquido pelo movimento rítmico da garganta.

Reprodução

Monógamos. os machos dão comida à sua fêmea, virando e abaixando gentilmente a cabeça, como os pais alimentam os filhos. O casal acaricia-se na cabeça. Conhece-se pouco sobre as cerimônias nupciais dessas aves.

O par faz um ninho pequeno nos cipoais, às vezes no alto das árvores ou em ramos sobre a água ou ainda em troncos caídos; aproveitam também os ninhos abandonados de outras aves.

Os ovos são grandes, uniformemente brancos. O período de incubação é de 28 dias. As ninhadas são de dois a três filhotes.

Manifestações sonoras

Voz: rouca “häoo”, “gogo”, “hahaha”; rufa as asas.

Caça, utilização

Pertencem às mais importantes aves cinergéticas, continuando a ser relevantes na alimentação da população rural da Amazônia, apesar de terem a carne escura.

O desmatamento e a caça indiscriminada reduziram drasticamente estas aves.

Preservação

É necessário aproveitar-se da boa potencialidade de reprodução em cativeiro para se obter espécimens a serem utilizados em programas de repovoamento.

Bibliografia

Helmt Sick, 1988. “Ornitologia Brasileira” .
Marco Antonio de Andrade, 1997. “Aves Silvestres – Minas Gerais”.

Fonte: www.faunacps.cnpm.embrapa.br

Jacupemba

Penelope superciliaris

Ordem

Galliformes

Família

Cracidae

Características

É a menor representante do gênero. Possui uma barbela nua vermelha, mais proeminente no macho. Gostam de lugares quentes e escolhem sempre as árvores mais altas para repousar ou nidificar.

Habitat

Beira de matas, capoeiras, capões de mata no cerrado, caatinga, beira de rios e lagos.

Distribuição Geográfica

Do sul dos rios Amazonas e Madeira, pelo Brasil Central, Nordeste e Brasil merídio-oriental, até o Paraguai e Rio Grande do Sul.

Alimentação

Frutas, sementes, folhas, brotos, insetos e pequenos animais.

Reprodução

A incubação dura 28 dias e a ninhada é de 2 a 3 filhotes.

Fonte: www.ucs.br

Jacupemba

Jacupemba
Foto: Kadidja Fernandes

Descrição

Ave com aproximadamente 55 cm de altura e 850 g de peso, apresenta pequeno topete e barbela nua e vermelha; asas com largas bordas ferrugíneas e peito com desenho esbranquiçado; possui ainda uma estreita faixa branca sobre os olhos.

Alimenta-se de frutos, folhas e brotos e podem ser encontradas no interior de matas densas e capoeirões do planalto e da encosta atlântica.

Constróem ninhos pequenos em cipoais ou em ramos de árvores altas ou, as vezes, sobre rochas no interior da mata. Os ovos são brancos e lisos e o período de incubação é de 28 dias.

Espécie

Penelope superciliaris

Distribuição Geográfica

Ocorre desde o sul do Amazonas e Madeira, passando pelo Brasil central e região nordeste até o Rio Grande do Sul e Paraguai. Presente em todo o Espírito Santo.

Fonte: sistemas.vitoria.es.gov.br

Jacupemba

Jacupemba

Nome Popular: ACU PEMBA
Nome Científico: Penelope superciliaris
Categoria: Aves Ornamentais
Subcategoria: Outras Aves

Jacupemba

Fonte: www.fazendavisconde.com.br

Veja também

Rinoceronte

Rinoceronte, Reprodução, Características, Espécies, Mamíferos, Hábitos, Fotos, Classificação, Habitat, Tamanho, Animal, Anatomia, Comportamento, Rinoceronte

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.