Breaking News
Home / Animais / Jacupemba

Jacupemba

PUBLICIDADE

Jacupemba – Penelope superciliaris

Mede 55 cm, seu peso é 850 g.

Apresenta um rudimentar topete; asas com largas bordas ferrugíneas bem distintas; peito com desenho esbranquiçado; íris vermelha em ambos os sexos.

É a menor representante do gênero.

Possui uma barbela nua vermelha, mais proeminente no macho.

Gostam de lugares quentes e escolhem sempre as árvores mais altas para repousar ou nidificar.

Constroem ninhos pequenos em cipoais ou em ramos de árvores altas ou, as vezes, sobre rochas no interior da mata.

É encontrado nas regiões áridas do nordeste do Brasil, no cerrado e na caatinga, bem como no sudeste do Brasil; também o pantanal e o sudeste adjacente da Bacia Amazônica.

Características

É uma das aves mais impressionantes da Floresta Atlântica.

É negra com riscas brancas por todo o corpo.

As penas do alto da cabeça (píleo) são brancas, além de bastante alongadas e eriçáveis.

Possui a face toda emplumada de negro, com região perioftálmica nua, branco-gesso. Ainda, possui a base do bico azulada. A barbela, provida de pouquíssimas penas é vermelha em sua porção posterior, enquanto que a anterior é dividida em uma área lilás superior e outra azul brilhante, inferior. O colorido da barbela torna-se bastante acentuado durante o período reprodutivo, enquanto que fora deste, as cores ficam esmaecidas e mesmo a barbela encolhe.

Habitat: Floresta atlântica primitiva sendo bastante exigente quanto a esse ambiente.

Ocorrência

Típico da região Sudeste do Brasil, era encontrada na região da Serra do Mar em qualquer altitude, em locais acidentados, semeados de rochas e cobertos por mata espessa, onde nidificava.

Hábitos

O sinal de excitação é abrir e fechar impetuoso da cauda. Têm o tique de sacudir a cabeça. À tardinha, antes de empoleirar-se, tornam-se muito inquietos, sendo tal nervosismo – aparentemente ansiedade para achar um bom lugar de dormida. Gosta de lugares quentes.

Alimentação

Aprecia muito o fruto do palmiteiro.

Frutas, folhas e brotos. Bebem na beira dos rios. O ato de beber se assemelha ao dos pombos, é um processo de sugar, com o bico mantido dentro d’água, notando-se a ingestão do líquido pelo movimento rítmico da garganta.

Reprodução

Como os demais representantes da família, são monogâmicos, ou seja: possuem apenas um parceiro.

Podem fazer posturas sobre galhos grossos, ramificações de troncos e rochas quase sem material de construção.

Os ovos são brancos, grandes e o período de incubação é de 28 dias.

A incubação dura 28 dias e a ninhada é de 2 a 3 filhotes.

Os filhotes já nascem com os olhos abertos, e movimentam-se livremente apesar de sempre acompanhados pela mãe, abrigando-se sob sua cauda ou suas asas.

Mesmo empoleirados, enquanto seu tamanho lhes permitir, abrigam-se embaixo das asas da mãe durante o seu desenvolvimento.

Manifestações sonoras

Voz: rouca “häoo”, “gogo”, “hahaha”; rufa as asas.

Caça, utilização

Pertencem às mais importantes aves sinergéticas, continuando a ser relevantes na alimentação da população rural da Amazônia, apesar de terem a carne escura.

O desmatamento e a caça indiscriminada reduziram drasticamente estas aves.

Distribuição Geográfica: Ocorre desde o sul do Amazonas e Madeira, passando pelo Brasil central e região nordeste até o Rio Grande do Sul e Paraguai. Presente em todo o Espírito Santo.

Ameaças

Em decorrência da caça, do tráfico de animais selvagens e da inclemente destruição de seu habitat natural, notadamente a Floresta Atlântica, a espécie desapareceu da maioria dos locais onde era encontrada habitualmente. Está ameaçada de extinção. Atualmente, apesar de admitir-se que a espécie tenha sua distribuição para o Brasil desde o sul da Bahia até o Rio Grande do Sul, é na verdade de ocorrência bastante pontual.

Jacupemba – O que é

jacupemba é uma ave craciforme da família dos cracídeos, que ocorre do sul do estado brasileiro do Amazonas ao estado do Rio Grande do Sul e Paraguai.

Vive em matas, capoeiras, cerrados e caatingas, chegando a medir até 55 cm de comprimento, com a barbela nua e vermelha, mais proeminente no macho, topete rudimentar, plumagem das asas com bordas ferrugíneas, peito esbranquiçado e íris vermelha.

Também é conhecido pelos nomes de jacucaca, jacupeba, jacupema e jacu-velho.

Classificação científica

Nome científico: Penelope superciliaris (Temminck, 1815)
Nome popular: Jacupemba
Nome em Inglês: 
Rusty-margined Guan
Reino: 
Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Galliformes
Família: Cracidae (Rafinesque, 1815)
Gênero: 
Penelope
Espécie: P. superciliaris
Categoria: Provavelmente extinta.

Jacupemba – Fotos

Fonte: www.vivaterra.org.br/www.oiseaux.net/ebird.org/search.macaulaylibrary.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.