Breaking News
Home / Animais / Fragata

Fragata

Fregata magnificens

Características

PUBLICIDADE

Conhecida também como rabo-forcado, joão-grande, alcatraz, grapirá ou guarapirá. Mede 98 cm. Apresenta acentuado diformismo sexual. O macho é negro com o papo vermelho, que se infla durante o acasalamento. A fêmea é negra com o peito branco. Tem bico alongado e recurvado com cauda em forma de tesoura. O imaturo é negro com cabeça e peito brancos. A envergadura das asas pode ultrapassar 2m. Chega a pesar cerca de 1,5 kg. Tem elegante vôo planado com poucas batidas de asas.

Habitat

Ilhas e rochas litorâneas

Ocorrência

Do litoral do Paraná até a América do Norte.

Hábitos

Pesca no mar costeiro, nos portos e ao redor de navios pesqueiros. Dorme em grandes grupos, preferivelmente em ilhas arborizadas. Apanha peixes na superfície d’água com movimentos da cabeça em vôos rasantes sem se molhar. Persegue as outras aves, roubando-lhes o alimento. É avistada frequentemente, perambulando próximo ao continente.

Alimentação

Peixes

Reprodução

No período reprodutivo, o macho infla uma bolsa gular vermelha que atrai a fêmea. Os ninhos são construídos com ramos e raízes secas, sobre as moitas de vegetação. Põe apenas um ovo branco que é incubado pelo casal.

Ameaças

Poluição e destruição do habitat.

Fonte: www.vivaterra.org.br

Fragata

Nome Popular: Fragata, Tesourão, Rabo Forcado, João Grande
Nome Científico: Fregata magnificens
Classe: Aves
Ordem: Pelicaniformes
Família: Fregatidae

Fragata

Fragata

Fragata

Fragata

Características

Sua envergadura pode chegar a dois metros, porém seu peso não passa de 1,5kg. Planam sob a influência das correntes aéreas ascendentes no litoral montanhoso, pairando junto aos urubus a grandes altitudes. Pescam ao redor da costa, dos portos e de navios pesqueiros. Não são capazes de mergulhar, uma vez que suas penas não são impermeáveis, por isso alimentam-se de peixes que estão na superfície, como também se dedicam a saquear outras aves, como os atobás, perseguindo-os até que percam seus peixes. Para manterem-se limpas sobrevoam lagoas do litoral, que sejam de água doce, e então se molham levemente e se arrumam em pleno vôo. No cair da tarde dirigem-se para ilhas litorâneas, e em grupos de centenas pernoitam em árvores e rochas. Durante o período reprodutivo, os machos exibem seus “sacos vermelhos” que estão na garganta, em exibições bastante barulhentas. Desse modo a fêmea irá ser conquistada pelo macho que tiver a melhor apresentação. Então fazem seus ninhos nas ilhas costeiras, em pequenos arbustos.Geralmente só nasce um ovo, do qual nascerá o filhote que deverá ser severamente protegido de predadores como outras fragatas e urubus. Os filhotes, mesmo depois de aprender a voar são alimentados pelas mães até os quatro meses, fazendo com que cada fêmea nidifique somente de dois em dois anos.

Distribuição Geográfica

Colônias fixas em nosso litoral não são muito numerosas. Essas são vistas principalmente próximas aos arquipélagos de Cabo Frio, Macaé, em Ilhas em frente ao Rio de Janeiro e em alguns locais da Bahia, como Abrolhos, também em regiões de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Alguns bandos perambulam ao longo de toda a costa, chegando até a Argentina, porém desconhecem-se seus pontos de reprodução, por não serem fixos.Habitam também o Arquipélago de Fernando de Noronha, Ilha do Cabo Verde, mar das Antilhas, e também áreas da costa pacífica da América do Sul até o México.

Estado de Conservação

Não é uma espécie ameaçada em virtude da ampla área em que estão distribuídas, no entanto a poluição tanto em casos de derramamentos de óleo, como as toxinas que ingerem de peixes em águas contaminadas (por exemplo Baía de Guanabara) são seus principais problemas. Também são comuns acidentes com embarcações, redes de pesca, fios e linhas de pipa. Outro fator que também colabora para o declínio de algumas populações é desmatamento em algumas ilhas, onde antes eram pontos de nidificação das fragatas.

Comentários Gerais

O seu nome “Fragata” é originário dos antigos navios à vela, usados por piratas a fim de saquear outros navios. No Brasil existe a tradição de se prever as chuvas em virtude do vôo mais baixo das fragatas. De fato essas aves tendem a descer das grandes altitudes quando temporais se aproximam, sendo esse um indicativo válido. As aves marinhas de uma forma geral desempenham grande importância na cadeia alimentar dos oceanos, colaborando para um equilíbrio de milhões de anos, sendo assim é preciso que essas magníficas aves sejam preservadas e respeitadas.

Fonte: www.zoonit.org.br

Fragata

Fragata

Fregata magnificens

Com quase 1 metro de comprimento e mais de dois de envergadura, pesa apenas 1,5 kg.

Ave com menor superfície de asa por unidade de peso.

Macho preto com saco gular vermelho.

Fêmea com cabeça anegrada e peito branco e filhote com cabeça branca.

Nidificava apenas na Redonda.

Um foguete lançado na passagem do ano de 96 provocou incêndio na ilha causando a morte de vários filhotes.

Após o fogo, começaram a nidificar na ilha Sueste.

Apenas um ovo é posto no ninho de gravetos solidificado através de fezes.

O casal incuba o filhote alternadamente durante 40 dias.

Alimenta-se de peixes capturados na superfície, não mergulha.

Molesta as outra aves a procura de peixes regurgitados.

Muitas vezes os atobás e grazinas conseguem se livrar das fragatas pousando na água.

Fonte: www.geocities.com

Fragata

Fragata
A Fragata mergulhando em direção à presa, atinge 400 km/h.

Nome científico

Fregata magnificens

Quanto mede

1 metro de comprimento e mais de 2 de envergadura

Onde vive

Encostas litorâneas

Filhotes

Postura 1 ovo

Incubação

40 dias

Com quase 1 metro de comprimento e mais de dois de envergadura, pesa apenas 1,5 kg.

Ave com menor superfície de asa por unidade de peso. Macho preto com saco gular vermelho. Fêmea com cabeça preta e peito branco e filhote com cabeça branca. Apenas um ovo é posto no ninho de gravetos solidificado através de fezes. O casal incuba o filhote alternadamente durante 40 dias. Alimenta-se de peixes capturados na superfície, não mergulha. Molesta as outras aves a procura de peixes regurgitados. Muitas vezes os atobás e grazinas conseguem se livrar das fragatas pousando na água.

Fonte: www.curiosidadeanimal.com

Fragata

Fragata
Fragata, ave marinha que vive em colônias
e constrói seus ninhos em penhascos.

Nome comum a diversas aves marinhas com asas de grande envergadura e extraordinária capacidade de vôo. São aparentadas com o pelicano.

As fragatas são encontradas em regiões tropicais de todo o mundo. Têm cerca de 1 m de comprimento e a envergadura de suas asas alcança 2,40 m. A parte superior do corpo é coberta de penas pretas com brilho metálico.

As fêmeas, e em algumas espécies tanto a fêmea como o macho, têm penas brancas na parte inferior do corpo. Quando jovens, essas aves têm a cabeça branca. Na época do acasalamento, o macho infla uma bolsa vermelha que tem sob o bico.

As fragatas juntam-se em colônias e constroem seus ninhos em rochas, penhascos elevados ou árvores em ilhas inabitadas. Alimentam-se de peixes, que apanham na superfície do mar ou roubam de outras aves marinhas.

Fonte: www.klickeducacao.com.br

Fragata

Fregata magnificens

Chamada de Fragata ou tesourões

Fragata

A grande fragata-negra é um verdadeiro pirata. Pobre do pelicano ou do ganso patola que acabou de engolir um peixe; seu papo inchado é imediatamente percebido pela fragata que não dá tempo a suas vítimas para digerir sossegadamente a presa: enquanto comem, são atacadas sem dó nem piedade, até que seu último recurso é vomitar o peixe, que a fragata engole sem hesitar. Esta ave pirata é também um canibal, que ataca até mesmo os filhotes de sua própria espécie. As fragalinhas precisam estar em guarda o tempo lodo.

Graças a suas imensas asas, esta ave pode voar durante horas sem muito esforço. Com seu bico comprido e afilado, terminando num gancho, ela pode catar águas-vivas, lulas e pequenas tartarugas marinhas na superfície da água.A fragata ( também chamada de Tesourão) vive nos mares tropicais ao longo das costas da Ásia e das Américas e nas ilhas da África e do Pacífico central. O macho é menor que a fêmea e tem uma bolsa vermelha debaixo da garganta. Esta bolsa incha como um balão na época do acasalamento.

A fêmea choca os ovos com a ajuda do macho. Os filhotes, que nascem cegos e implumes, logo se cobrem de uma penugem branca.

Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Pelecaniformes
Família: Fregatidae

CARACTERÍSTICAS

Peso: mínimo 2 quilos
Envergadura: 213 cm
Ovos:10 de cada vez
Período de incubação: 41 dias

Fonte: www.achetudoeregiao.com.br

Veja também

Rinoceronte

Rinoceronte, Reprodução, Características, Espécies, Mamíferos, Hábitos, Fotos, Classificação, Habitat, Tamanho, Animal, Anatomia, Comportamento, Rinoceronte

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.