Breaking News
Home / Animais / Cavalo Darashouri

Cavalo Darashouri

PUBLICIDADE

O que é

Cavalo Darashouri é uma raça oriental de cavalo de sela da província de Fars, norte de Shiraz no sul do Irã.

Ele foi criado lá pela tribo Darashouri, da etnia Kashkaïs, que cruzou com o árabe persa.

Anexado ao grupo de cavalos do planalto persa, é um monte alto comparado aos tipos árabes vizinhos. Por falta de evidência de pedigree de muitos representantes da raça, Darashouri não é reconhecido como um puro-sangue árabe, sendo a sua morfologia ligeiramente diferente. É essencialmente de montaria. Com menos de 400 representantes identificados em 2003, é agora uma raça rara, ameaçada de extinção.

Origem

Diz-se que o cavalo Darashouri tem visto a sua origem persa sangue árabe. É um cavalo de sela leve.

Sua conformação é excelente e refinado. Os programas formais de reprodução não estão disponíveis para a conformação deste cavalo.

O Cavalo Darashouri pertence ao Irã, especialmente a província de Fars.

Este cavalo é também conhecido pelo nome de Darashouli.

As origens desta raça do cavalo estão envoltas em mistério.

Na medida em que a ação deste cavalo esta em causa, é um cavalo de pé firme. Parece que ele esta tendo molas em suas pernas.

O cavalo é extremamente bonito e traz uma aristocracia em sua marcha.

Darashouri pode ser uma sela de luz, bem como um cavalo rápido. Um monte de informações sobre o cavalo real a aparência não esta disponível, mas o que é conhecido descreve a versatilidade deste cavalo de Iran.

Altura: em média o cavalo cresce a uma altura de 1,50 m.

Cor: este cavalo usa um casaco de castanha, baia, marrom ou cinza. Ocasionalmente, o brasão deste cavalo é de cor preta. Este belo casaco acrescenta atração para a aparência atraente deste cavalo.

Temperamento: é um cavalo inteligente, amigável e dócil. Este cavalo é dotado de boa resistência e é corajoso também. A maravilhosa combinação de inteligência, resistência e calma torna-se um favorito de todos.

Este cavalo tem uma origem incerta. Sua aparência sugere que transporta o sangue oriental. Ele é produzido no Irã como um cavalo para uso geral de equitação.

Montar este cavalo é uma experiência dinâmica.

Além de levar o sangue oriental, o cavalo carrega algumas características árabes também.

O Cavalo Darashouri é uma obra-prima seja em termos de elegância e beleza.

História

Não seria fácil distinguir um cavalo da raça Darashouri de um Berbere, pois, na realidade, se trata de um animal tipicamente dessa linhagem, cultivado no Irã.

Evidentemente, há a presença de sangue Árabe no cavalo da antiga Pérsia, que se faz notar, sobretudo, no perfil mais reto, menos acarneirado e, as vezes, até côncavo, tanto do Darashouri quanto no chamado cavalo Jaf, que é basicamente o mesmo animal. Contudo, a garupa inclinada denuncia a predominância do Berbere, assim como a estatura, grande para um cavalo do deserto. O Árabe, no Oriente Médio, atinge em torno de 1,43 m de altura e a raça tem garupa horizontal.

Do original cavalo do deserto, da rota das estepes, com cruzas contemporâneas.

Ao deslocar-se da Ásia Central, o Berbere tomou duas rotas: a nórdica, indo para o Oeste pelo topo da Europa, e a das estepes, descendo para Sudoeste, em direção a Península Arábica.

Obviamente, os equinos se espalharam também pela Pérsia, que, com centro de um dos primeiros impérios da raça humana, cultivou o cavalo em quase todas as suas regiões. Nos planaltos, o pescoço do Darashouri é mais encorpado, ao passo que nas províncias montanhosas o Jaf exibe uma certa herança do pescoço de cisne característico do Árabe.

Função: O cavalo oriental é um companheiro do homem, utilizado para tudo, em especial como montaria.

Altura: Em média 1,50 m.

Pelagem: Rigorosamente as tradicionais alazã, castanha e, eventualmente, tordilha. Tanto a pelagem quanto as crinas são extremamente sedosas.

Descrição

Este é um cavalo da Noruega possui certas características curiosas, uma das quais pode ser considerado um animal de tração em miniatura, pois há grande variação na altura dos indivíduos.

Outra característica está na cabeça parece a de um Pônei, delicada e às vezes com chanfro até côncavo, em contraste com o resto do corpo.

O pescoço é forte, os ombros são bastante verticais, a musculatura é bem desenvolvida e os membros são curtos e ossudos, com patas peludas.

Um dos muitos ramos do cavalo nórdico, descendente do Berbere pré-histórico.mais delicados, ágeis e velozes, há a presença de cruzas controladas do Puro- Sangue Inglês recente.

Os animais nórdicos, embora mantendo as características dos pesados cavalos ditos da floresta, sofrem a influência da falta de alimentação exuberante nas gélidas regiões do Mar do Norte, o que explica a oscilação entre os portes dos indivíduos, tendo algum perdido a altura, através dos séculos, a exemplo do que se deu com o Piquira, no Brasil. O indivíduo de porte mais avantajado é utilizada em pequenas propriedades rurais, tanto no arado quanto em setores madeireiro. Os mais ágeis são trotadores para jarretes e animais de montaria.

Altura: de 1,40 a 1,52 m.

Pelagem: Predominantemente castanha, do avermelhado ao negro, com abundância de crinas espessas características dos animais de tiro, podendo ocorrer presença de pelos brancos, sobretudo nas patas peludas.

Trata-se de um cavalo de difícil descrição, diante da inconsistência de características marcantes, sendo um animal desenvolvido na URSS a partir de inúmeras cruzas e entre várias raças. Talvez haja a predominância de algumas características do Puro Sangue Inglês, exatamente aquelas mais adequadas à velocidade, como os posteriores quase retos. A cabeça também é muito refinada para um animal cuja base está no chamado cavalo das estepes, contudo, o perfil côncavo dos delicados cavalos do deserto, deixando bem marcada a presença do Puro Sangue Inglês. Em termos de raças contemporâneas, há sangue Anglo Normando, Árabe, PSI e Orloff. A base da raça e asiática, das estepes.

Na fracassada invasão napoleônica da Rússia, em 1812, os franceses abandonaram cavalos Anglo- Normandos, que os cossacos utilizaram na reprodução.

Posteriormente, houve a introdução de sangue de animais turcos, de linhagem Árabes e Berberes modernos. Finalmente, adicionaram o sangue PSI para obter mais porte, assim como o Orlou, que já é também o produto de cuidadosas cruzas de linhagens nórdicas, orientais, etc. Este cavalo de sela é utilizado para lazer ou ação militar, servindo em regiões de difícil acesso motorizado.

Atinge uma média de 1,52 m, na atualidade, pois originalmente não passava de 1,45 m, devendo continuar a crescer através de futuras seleções.

Pelagem: tradicional alazã e castanha, além do baio e do eventual tordilho, não sendo de agrado a incidência de manchas, preferindo-se uma só.

Cavalo Darashouri – Fotos

Fonte: www.petcaregt.com/www.ebah.com.br/www.pinterest.es/br.pinterest.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.