Breaking News
Home / Animais / Cavalo Shagya Árabe

Cavalo Shagya Árabe

PUBLICIDADE

O Cavalo Shagya Árabe

O Cavalo Shagya Árabe deve ser bonito e equilibrado, com um rosto expressivo, um pescoço bem formado, uma boa linha superior, uma garupa longa com uma cauda bem carregada e pernas fortes e secas. Mais importante, ele deve se mover corretamente em todos os três passos básicos.

A Raça Shagya Árabe

O Cavalo Shagya Árabe é uma raça histórica que combina as vantagens do deserto árabe (tipo elegante, grande robustez e resistência, resistência, facilidade de manutenção e amizade inata para com os seres humanos) com as exigências do cavalo de equitação moderno.

Estes requisitos são altura suficiente, grande estrutura e grande capacidade de deslocamento, incluindo grande movimento e capacidade de salto.

Descrição

O mais famoso produto das grandes coudelarias do século XIX é o Árabe Shagya, criado especificamente como cavalo de sela de qualidade e substância para incomparável cavalaria ligeira do reino.

O Shagya atual não degenerou, é tão bom de sela quanto de tiro. E muitos são capazes de brilhar em competições eqüestres, inclusive de salto.

Criação: o centro do Shagya é o haras de Babolna, fundado em 1789. Depois de 1816, Babolna concentrou-se na criação de puros Árabes ‘do deserto’, e depois, cada vez mais, na de mestiços da ‘raça árabe’.

Estes eram descendentes de garanhões puros sangues e éguas predominantemente árabes mas com sangue espanhol, Húngaro e Thoroiughbred, e eram maiores do que um Árabe comum (tinha 1,52m). Proveniente da Síria chegou a Babolna em 1836. Descendentes dele podem ser ainda encontrados em Bobolna e em outras áreas da Europa.

Características

O Shagya é inteiramente árabe no aspecto e no caráter, mas é o maior e tem mais substancia e ossatura do que muitos dos cavalos Árabes modernos. A cernelha é menos pronunciada e as fortes espáduas mais oblíquas. As pernas posteriores, muitas vezes alvo de críticas (legitima) aos cavalos árabes, são notavelmente corretas nos shogya.

Influência Árabe: A superioridade da raça Árabe desempenhou grande papel ao desenvolvimento do Shagya.

O que é

Os Árabes Shagya não são Árabes de raça pura, mas sim o resultado do cruzamento entre éguas húngaras nativas e garanhões Árabes, dos quais a mais bem sucedida importação, em 1836, foi o garanhão cinzento Shagya.

A raça Shagya Árabe foi desenvolvida no Império Austro-Húngaro, durante o século XIX. Hoje em dia, é frerquentemente encontrada na República Checa, Áustria, Romênia, Polônia, Alemanha, Hungria e na antiga Iugoslávia, mas também foi exportada a outras nações e é criada em todo o mundo.

O cavalo Shagya Árabe apresenta feições similares às dos cavalos de raça Árabe, com sua cauda portada no alto e com sua excelente resistência. Contudo, os Shagyas Árabes tendem a ser mais altos, menos refinados, maiores e com membros mais fortes que os exemplares de raça Árabe pura.

O Shagya moderno mede, geralmente, pelo menos 150 cm de altura, sendo sua altura média está por volta de 160 cm.

O Árabe Shagya é um cavalo de múltiplos talentos, ávido de aprender e inteligente. O movimento deste nobre cavalo em todos os andamentos é impressionante e são também bons saltadores.

Essa raça era originalmente criada como cavalo de equitação, mas as suas qualidades brilham hoje no seu principal papel de condutor de atrelagens.

História e Origem

As origens desta raça podem ser rastreada até ao final do século 17, para os rebanhos de Babolna e Radauti que pertenceram ao Império Austro-Húngaro.

É aqui que a criação de algumas amostras distintivas de cavalos árabes começou, não só para o desenvolvimento de uma raça superior, mas também para a cavalaria imperial, por tração e para a melhoria de outras raças locais.

As raças Shagya não servem apenas as cavalarias de numerosas potências europeias durante a guerra, mas também foram muito apreciados quando desfilam para os reis da Europa. Os espécimes elegantes da raça Shagya foram de escolha para a Guarda Imperial dos Habsburgos de Viena.

A coragem, a resistência, a docilidade e das capacidades de condução destes cavalos foram proverbial entre os criadores de cavalos da época.

Eles até tinham um ditado: duro como um cavalo de Radauti.

Ter um cavalo Shagya era considerado um privilégio por qualquer oficial da guarda imperial.

A base da raça foi estabelecida em 1836, quando o garanhão Shagya foi trazido para o Stud Babolna. Este espécime é considerado o fundador da variedade, não era apenas um garanhão morfologicamente perfeito, mas um garanhão de criação excepcional também.

Juntamente com esta raça, outras raças, como Gazal, KOHEILAN, BAJAN, MERSUCH, Amurath, JUSSUF, KEMIR, SIGLAVY, contribuíram para o desenvolvimento desta variedade.

A diferença mais significativa entre o Shagya e os árabes puro-sangue é o composto de sangue que recebeu de outras raças, o que contribuiu para o seu desenvolvimento físico, e para a melhoria das suas capacidades.

Assim, uma raça cuja elegância, beleza e resistência semelhantes aos do árabe puro-sangue foi desenvolvido. O registro genealógico desta variedade deu-se em 1789 em Babolna e garanhões genéticos foram feitos com o Stud Radauti.

Características morfológicas

O árabe Shagya caracteriza uma cintura centímetros 148-157, uma massa corporal de 480-530 kg e seu corpo é mais desenvolvido do que o árabe puro-sangue.

Estas características são o resultado de 150 anos de seleção, com a finalidade de desenvolver um. Grande, forte e melhor equipado para andar do que o árabe puro sangue. Com uma personalidade dócil e um temperamento alerta, o árabe Shagya está muito bem adaptado para equitação de lazer, corridas de resistência, corridas de obstáculos ou de formação, sendo menos impulsivo do que o árabe puro-sangue. Também está bem equipado para tração luz. Em muitas ocasiões, o Shagya provou ser melhor do que outras raças de sangue quente em competições de treinamento, corridas de obstáculos ou testes completos.

Características distintivas: Esta variedade da raça árabe é atualmente criado na Hungria, República Checa, Romênia, Áustria, EUA e Croácia. Em 1978, o W.A.H.O. (Organização Mundial do Cavalo Árabe) foi estabelecido que todos os cavalos criados de acordo com a Babolna, métodos e Radauti Topocianky será considerado puro-sangue cavalos Shagya árabes. Os registros genealógicos da raça, de diferentes países, foram reconhecidos começando com essa data.

Classificação

Origem: originalmente Hungria, mas agora também república Checa, Eslováquia, Polônia e Rússia.
Altura:
cerca de 1,52m
Cores:
todas, simples e uniformes
Usos: sela, tiro
Caráter:
o Árabe Shagya é um cavalo de múltiplos talentos ávido de aprender e inteligente.
Aspecto:
pura árabe, mas normalmente são ligeiramente maiores e mais fortes. Os membros são mais fortes do que os verdadeiros Árabes.
Aplicações:
o Árabe Shagya era originalmente criado como cavalo de equitação, mas as suas qualidades brilham hoje no seu principal papel de condutos de atrelagem.
Ação:
o movimento deste nobre cavalo em todos os andamentos é impressionante e são também bons saltadores.
Observações especiais:
os Árabes Shagya não são Árabes de raça pura, mas sim o resultado do cruzamento de éguas húngaras nativas e garanhões árabes dos quais a mais bem sucedida importação, em 1836, foi garanhão cinzento Shagya.

Cavalo Shagya Árabe – Fotos

Fonte: cavaloshoersianos.com/cavalo.com.sapo.pt/br.viarural.com/pt.ez9articles.appspot.com/www.shagya.net/www.horsebreedspictures.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.