Breaking News
Home / Animais / Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier

PUBLICIDADE

O que é um Yorkshire Terrier?

O Yorkshire Terrier, ou Yorkie, para abreviar, é uma raça de cão pequena e de longa duração.

Seu nome vem do início da raça na área de Yorkshire, no norte da Inglaterra, em 1861.

Os Yorkshire Terriers foram desenvolvidos a partir de raças como o Skye Terrier e o maltês para matar ratos e camundongos.

O Yorkshire Terrier foi registrado pela primeira vez pelo British Kennel Club em 1874 e, em seguida, pelo American Kennel Club em 1878.

A maioria dos Yorkshire Terriers hoje pesa menos de 3,175 kg, mas os primeiros Yorkies eram maiores e pesavam até 13,618 kg.

O pêlo do cachorro é comprido e aberto no meio da espinha. A seção intermediária é uma cor azul acinzentada de aço que geralmente é bastante escura, enquanto as áreas do rosto, orelhas e garganta são de cor bege.

Uma vez que o Yorkie não tem subpêlo e lança muito pouco, pode ser uma boa escolha para aqueles com alergias mais leves. Yorkies precisam ser escovados e penteados diariamente para manter seus pelos longos emaranhados e com boa aparência. Para um cuidado mais fácil, a pelagem pode ser cortada para um comprimento menor.

O Yorkshire Terrier é propenso a condições de saúde, como bronquite, catarata e lipidose hepática, ou fígado gordo. Yorkies são, por vezes, ser comedores exigentes e podem ter um sistema digestivo sensível. Yorkies também são suscetíveis à distiquíase, que é um crescimento na pálpebra que irrita o olho e cria lacrimejamento e vermelhidão.

Acredita-se que os yorkies sejam cães inteligentes e curiosos, rápidos e ativos.

Os mal-humorados Yorkshire Terriers podem ser tímidos para com estranhos.

Yorkies bem socializados, no entanto, são muitas vezes extrovertidos e assertivos.

O cão não é geralmente considerado uma boa escolha para famílias com crianças pequenas, já que esta raça é um pouco delicada devido ao seu pequeno tamanho. Yorkies pode fazer bons cães de apartamento como suas necessidades de exercício são bastante baixas.

História

Também conhecido por Yorkie, esta é uma raça relativamente recente, cuja origem nos transporta para Leeds, Yorkshire e Manchester, no Norte da Inglaterra.

Na sua configuração está patente o contributo genético de várias raças, apesar de não existir uma versão única acerca da sua descendência.

O Terrier inglês preto e castanho, os Terrier escoceses e o Waterside Terrier (este último por alguns considerado a influência mais evidente) são raças sob as quais se especula. O Maltês, o Dandie Dinmont e o Skye são igualmente hipóteses prováveis que muitos especialistas defendem.

O Yorkshire Terrier foi muito útil durante a Revolução Industrial, já que lhe cabia a tarefa de caçar os indesejáveis ratos das minas de carvão. Crê-se, aliás, que esta espécie foi selecionada pelos mineiros de West Riding, no Yorkshire.

Por esta altura, estes cães tinham um porte bem mais robusto. Na verdade, a aparência que conhecemos hoje começou a ser conquistada apenas no séc. XIX, orientando-se para a sua miniaturização. Este século foi aliás bastante promissor para esta estirpe, que começa a testemunhar um incremento considerável na sua popularidade.

Em 1861, o Yorkie participa pela primeira vez numa exposição canina em Inglaterra, ainda classificado como “Terrier escocês de cabelos quebrados”. Só em 1870 é que teve o privilégio de ver reconhecido o seu atual nome numa revista da especialidade.

Em 1865, nasce aquele que vai ser considerado o exemplar fundador da raça, chamado “Huddersfield Ben”. Este cão foi detentor de vários prêmios obtidos nos então apreciados concursos de ratos. No ano seguinte, em 1866, esta estirpe é reconhecida pelo Kennel Club britânico.

Em 1872, nasce o primeiro Yorkie nos EUA e, seis anos depois, esta raça é vista pela primeira vez, numa exposição do género. Foi reconhecido pelo Kennel Club americano em 1885 e, em 1898, pelo então criado The Kennel Club da Inglaterra.

Neste final de século, os Yorkies tiveram ainda o privilégio de deixar o cenário industrial com que outrora foram identificados e passaram a ser adotados pelas damas da aristocracia e alta burguesia britânicas, que se despediam da Era Vitoriana.

O primeiro standard da raça é publicado em 1989. Este distinguia duas variantes dentro da mesma raça: a primeira, com um peso até os 2,3Kg (vocacionada para cão de companhia); e a segunda, com um peso passível de oscilar entre os 2,3 e os 6Kg (para enfrentar os ratos).

Por volta de 1930, a aparência que hoje conhecemos tinha-se tornado estável, apesar de poderem ser observados exemplares com vários tamanhos.

Atualmente, considera-se que o Yorkshire Terrier não deve exceder os 3,15 Kg, o que o equipara ao Chihuahua, um dos cães mais pequenos do mundo.

Presentemente, esta raça não precisa de ser apresentada ao mundo, já que a sua criação floresce com particular sucesso, existindo clubes que protegem e difundem a espécie em quase todos os continentes.

Origem

Tenaz, mal-humorado, corajoso e às vezes mandão, o Yorkshire Terrier exibe todos os traços de um verdadeiro terrier.

Cão de companhia, de pequeno porte, com origem nas Ilhas Britânicas.

Fruto de cruzamentos de várias raças, este magnifico cão de companhia representou, durante alguns anos, um papel social na corte britânica. Ter um animal desta raça implicava estatuto social elevado para as damas.

Esta tendência espalhou-se para além dos nobres e, mais tarde, por todo o mundo.

Ainda hoje esta raça aparece, em muitas ocasiões, bastante adornado, hábito que não se perdeu desde essa altura.

Os Yorkies são longevos e hipoalergênicos (o pelo se parece mais com pelos humanos do que com pelos de animais), e eles são ótimos cães de guarda. Esta é uma verdadeira “raça de personalidade”, proporcionando anos de risadas, amor e companheirismo.

Com um temperamento muito próprio, tende a ser muito territorialista, não gostando de ter o seu espaço invadido por outros cães. E, se isso acontecer, ladra de forma copiosa.

Resmungão e pouco dado a estar ao colo dos donos, é, apesar de tudo, afetuoso para com eles.

Tolera bem as crianças, desde que estas não invadam o seu território nem se aproximem da sua comida, ou da sua cama.

Descrição

O Yorkshire Terrier é um terrier compacto, do tamanho de um brinquedo, com não mais que sete quilos, cuja coroação é uma pelagem longa e sedosa de cor azul e um rico bronzeado dourado.

Da classe Toy, este simpático companheiro mede cerca de 22 cm e o seu peso não deve exceder os 3,1 Kg. A sua pelagem é comprida, sedosa e lustrosa. As cores permitidas são o azul aço escuro (que tinge a parte de trás da cabeça até à raiz da cauda) e o fogo rico (nos pés, peito e face).

A sua cabeça é pequena e achatada no corpo e o focinho é de comprimento médio.

Os olhos são escuros e brilhantes, de expressão muito viva e astuta, e as orelhas são pequenas e triangulares (podem estar erectas ou ligeiramente dobradas).

O seu corpo é compacto: o dorso é curto e nivelado; o lombo sólido e as costelas são ligeiramente arqueadas.

Os membros são curtos e rectos, os pés redondos e as unhas pretas.

A cauda é amputada na metade do seu comprimento natural e mantida ao nível do dorso.

Temperamento

Estes pequenos caçadores são extremamente ativos, dóceis e cheios de personalidade.

Possuem os traços típicos de um caçador, já que são corajosos (são ótimos para alertar a chegada de pessoas estranhas) e um pouco obstinados.

Na sua relação com a família, necessitam de receber muita atenção e dão-se melhor com os mais velhos do que com as crianças muito pequenas. Convém pois que na presença destas sejam supervisionados, uma vez que nem sempre apreciam os “abusos” dos mais novos.

São animais fáceis de treinar mas, por vezes, a sua teimosia manifesta-se boicotando qualquer tentativa pedagógica.

Treinar um Yorkshire Terrier é uma tarefa que pode parecer difícil. Na verdade, é preciso apenas que tal treino seja coerente e firme. Se forem educados desde pequenos, e habituados a estar na presença de outras pessoas e animais de estimação, certamente se contornarão alguns traços menos positivos da raça.

Características

Peso: 2,5 – 3,5 kg
Altura: 23 – 24 cm
Pelo: médio a longo, fino e liso
Cor: azul-aço e amarelo tostado; há variantes
Tamanho da ninhada: 2 – 5 filhotes
Tamanho médio quando adulto: 25 cm
Peso médio quando adulto: 3kg
Cor: cinzento azulado, com pelagem fulvo no focinho, axilas e peito e patas.
Expectativa de vida:
12 – 15 anos

Classificação

Nome da raça: Yorkshire Terrier
Nome original:
Yorkshire Terrier
País de origem: Inglaterra
Outros nomes:
Terrier anão de Yorkshire, Terrier anão de pelo comprido, Toy Terrier de Yorkshire, Yorkie, York.
Grupo 3:
Terriers
Seção 4: Terriers de companhia

Yorkshire Terrier – Fotos

 

Fonte: animais2.clix.pt/www.wisegeek.org/www.akc.org/www.britannica.com/www.vetstreet.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.