Breaking News
Home / Animais / Tigre

Tigre

PUBLICIDADE

 

O que é um Tigre?

Os tigres são do gênero e da espécie Panthera tigris, e são reverenciados e temidos, caçados e protegidos.

Os tigres são tipicamente laranja com listras pretas (alguns são brancos devido a uma mutação genética) carnívoros podem ser excepcionalmente grandes.

Na verdade, existem várias subespécies de tigres que vivem em partes da Ásia, e embora essas espécies possam acasalar, elas têm distinções separadas, toleram diferentes tipos de habitats e podem diferir em tamanho e proliferação.

Os maiores machos da subespécie, os siberianos, podem pesar cerca de 299,37 kg e ter um comprimento da ponta do nariz à cauda de 3,96 m.

Algumas dessas subespécies estão agora perto da extinção, e algumas já estão extintas.

Por exemplo, subespécies como os balineses, os javaneses e os cáspios desapareceram.

As subespécies do sul da China provavelmente serão extintas, embora o governo chinês proíba a caça desses tigres.

Houve poucas aparições deste animal, e apenas algumas existem em zoológicos.

Outros tipos incluem os tigres de Bengala, Indochina, Malaio, Sumatra e Siberiano.

Praticamente todos os tigres estão ameaçados, e a caça ao tigre, mesmo quando é tornada ilegal, continua a existir.

Na natureza, a expectativa de vida é de 15 a 20 anos, mas quando mantidos em cativeiro humanamente, os animais podem viver mais.

O animal atinge a maturidade sexual em cerca de três a quatro anos de idade, e acasalar por breves períodos e depois separar.

Somente fêmeas e filhotes vivem juntos, embora os filhotes possam permanecer com suas mães até que atinjam a maturidade. Os filhotes correm o risco de machos maduros que desejam acasalar, já que eles podem tentar matar filhotes menores para encorajar a vontade da mãe de acasalar novamente.

Os tigres são carnívoros não por escolha ou hábito, mas por necessidade. Eles são chamados de carnívoros, pois precisam comer carne para sobreviver. Que tipos de carne normalmente são comidos depende em grande parte subespécie e localização do tigre. Geralmente esses mamíferos comem vários animais de porte médio que são pequenos o suficiente para atacar facilmente. Ocasionalmente, há relatos de ataques a elefantes asiáticos e crocodilos, mas geralmente os tigres têm mais bom senso do que atacar criaturas que têm um potencial tão grande de prejudicá-los.

Esses enormes gatos têm crescentemente entrado em contato com humanos, levando a alguns ataques de tigre em humanos. Principalmente os animais evitam habitats humanos quando podem, mas são oportunistas. Como tal, eles às vezes são rotulados como devoradores de homens, e existem numerosos relatos de ataques a humanos, tanto em estado selvagem quanto em cativeiro. Até mesmo animais treinados atacaram e feriram gravemente seus treinadores.

Sua selvageria não pode ser treinada, e seu tamanho e imprevisibilidade podem torná-los traiçoeiros.

A pequena população de todas as subespécies combinadas significa que, na maioria dos casos, esses animais estão em grande risco de extinção e, em alguns casos, foram caçados até a extinção.

Algumas mitologias, especialmente na medicina asiática, sugerem que certas partes do tigre podem aumentar a fertilidade ou a resistência.

Os animais também foram caçados por sua pele, ou simplesmente porque são os maiores dos grandes felinos.

Mais positivamente, os tigres são por vezes considerados como tendo poderes místicos; eles são um dos 12 signos do zodíaco chinês, e eles são em brasões de armas, bandeiras nacionais, e podem ser quase adorados. Isso não ajudou muito o animal, embora agora haja esforços consideráveis para conservar os tigres selvagens e, com sorte, aumentar suas populações.

Tigre – Felinos

Os tigres são os maiores felinos do mundo.

Muitas culturas consideram o tigre como um símbolo de força e coragem.

O Tigre, (Panthera tigris), o maior membro da família dos felinos (Felidae), rivalizado apenas pelo leão (Panthera leo) em força e ferocidade.

O nome científico do Tigre é “Panthera Tigris”, e pertence à família dos “Felidae”, dentro dos mamíferos carnívoros.

Trata-se de um animal de grande tamanho e com uma característica a sua pelagem cor laranja com riscos pretos.

Os fosseis de tigres mais antigos são de há mais de um milhão de anos na China. Aproveitando as mudanças climáticas durante o período glacial, o tigre foi-se expandindo e adaptando-se ao frio e à neve.

O tigre encontrou bons habitats em países como a Indochina e a Índia. Ao adaptar-se foi evoluindo até terem sido criadas várias subespécies.

Até à primeira metade do século XX sobreviveram pelo menos oito subespécies de “Panthera Tigris”.

Atualmente, o tigre de Caspio, o tigre de Java e o tigre de Bali se extinguiram.

As outras espécies que sobreviveram estão em perigo de extinção.

A espécie pantera deu lugar a quatro espécies mais aproximadas na atualidade: o jaguar, o leopardo, o leão e o tigre.

A maturidade sexual nestes animais chega aos machos com 4 a 5 anos e as fêmeas entre os 3 e 4 anos de idade.

O período de gestação geralmente é de 105 dias aproximadamente, tendo 2 ou 3 crias, norma geral.

Alimentação

O tigre vive em estepes geladas, florestas úmidas e bosques.

Devido à vasta distribuição geográfica, a alimentação do tigre é muito variada.

Em geral devora cervos e suídeos, mas quando estes faltam, alimenta-se até de ursos, na Sibéria, e bovinos, na Índia e Indonésia.

O matador

Graças à camuflagem proporcionada pela coloração e pelo desenho de sua pelagem, que confunde a linha do contorno do seu corpo contra a vegetação, o tigre pode aproximar-se de sua presa sem ser percebido.

Quando está a 20 m de distância, o tigre se abaixa e depois de caminhar quase se arrastando pelo solo durante um trecho, salta para a frente, tratando de morder o pescoço de sua vítima enquanto a imobiliza pelos ombros ou pelas costas.

Somente 5% dos ataques do tigre têm êxito.

O tigre mata, em média, entre 40 e 50 presas durante um ano, o que equivale a uma a cada oito dias.

No caso dos tigres com crias, às quais têm de alimentar, o tempo dedicado à caça é maior.

De músculos fortes e elásticos, o tigre é capaz de matar um búfalo com uma patada e, aferrando-o com as presas, arrastá-lo por centenas de metros.

Reprodução e gestação

As fêmeas dos tigres atraem seus parceiros emitindo um rugido. O namoro entre eles nem sempre é violento e, às vezes, pode assumir uma forma muito carinhosa.

A gestação dura de 103 a 105 dias, podendo nascer 2 ou 3 filhotes por vez.

Apenas a fêmea cuida dos filhotes depois que eles nascem, mas se, por ventura, um macho adulto que acabou de abater sua caça se encontrar com alguns filhotes, mesmo que não sejam seus, ele deixa a cria comer sua caça.

Caça

Com seu porte altivo, solto pela floresta, farejando uma presa com suas artimanhas de caçador ou defendendo seu território, o tigre parece uma fera invencível.

Mas nos últimos duzentos anos ele foi caçado até ser praticamente eliminado das selvas. Hoje está entre os animais com maior risco de extinção.

Embora possam viver em climas e ambientes variados, os tigres não conseguem conviver com o ser humano.

Tantos foram os tigres abatidos pelo homem, que duas subespécies já foram extintas: o Tigre-do-Cáspio e o Tigre-de-Bali. Ao todo restam cerca de cinco mil espécies.

Tigre Branco

O tigre tem o corpo coberto por uma pelagem característica, laranja com faixas escuras.

O ventre é mais claro, às vezes branco.

Os tigres brancos são mais ou menos albinos, misturam o preto com o branco.

Pré-História

O Tigre-Dente-de-Sabre ou Machairodus era um dos mamíferos mais terríveis do Pleistoceno.

Os dentes caninos de seu maxilar superior eram muito grandes e aguçados – até 20 cm de comprimento – e com forma de sabre. Isso lhe dava coragem de atacar e matar os grandes mamíferos herbívoros da época, como o mamute e o mastodonte.

Foram encontrados fósseis dele no Brasil, devido a migração desses animais.

Espécies de Tigres

Havia nove subespécies de tigres: Bengala, Siberiana, Indochina, Sul da China, Sumatra, Malaio, Cáspio, Javan e Bali. Destes, os três últimos estão extintos, um está extinto na natureza e o restante está em perigo.

Tigre do Sul da China

Nome técinico: Panthera tigris amoyensis

Tem seu habitat nas florestas e nas montanhas da China meridional.

Tem a pelagem de cor alaranjada avermelhada e a parte da barriga branca.

Existiu cerca de 4000 exemplares em no ano de 1950 mas hoje em dia são apenas 70 a 80 (em liberdade e cativeiro).

Tigre da Indochina

Nome técnico: Panthera tigris corbetti

Esta espécie tem a pelagem mais clara do que o da China e mais escura do que o tigre de Bengala.

O habitat desta espécie foi afetado devido à guerra do Vietnam, pois o habitat é situado principalmente nas selvas da Birmânia e na Indochina.

Tigre da Sumatra

Nome técnico: Panthera tigris Sumatra

São menores do que o tigre de Bengala e têm as listras mais juntas.

O tigre de Sumatra é o menor dos tigres que sobrevivem até hoje em dia, apesar de terem se extinguido os tigres de Java e de Bali eram menores.

Seu tamanho lhes permitiam mover-se mais facilmente pela selva. Têm uma membrana entre os dedos das patas que os ajudam a nadar melhor.

Estima-se que existem cerca de 400 a 500 exemplares e a maioria encontra-se nos parques nacionais na ilha de Sumatra. Algumas análises ao ADN relevam que esta espécie tem características únicas que fazem com que esta espécie possa ser uma nova espécie. Por esse motivo, estão a tentar aplicar mais recursos na conservação desta espécie. A pior ameaça é a destruição do seu habitat.

Espécies extintas de Tigres

Tigre do Cáspio

Nome técnico: Panthera tigris vigata

Também conhecido como o tigre Persa. Atualmente é uma espécie extinta. Era uma das maiores espécies.

A sua pelagem era amarela dourada, com mais zonas brancas do que o tigre de Bengala. Os riscos eram de cor encarnados invés de pretas.

Tigre de Bali

Nome técnico: Panthera tigris balica

É uma espécie extinta desde 1970. Era a menor das espécies, de tamanho semelhante ao de um leopardo.

Tigre de Java

Nome técnico: Panthera tigris sondaica.

Outra subespécie extinta atualmente.

O seu aspecto era semelhante ao Tigre de Sumatra, com algumas diferenças na pelagem que era mais escura, e as listras eram mais delgadas em maior quantidade.

Classificação

Nome científico: Panthera tigris (Linnaeus, 1758)
Nome popular:
Tigre
Reino:
Animal
Sub-Reino: Metazoários
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Carnívoros.
Família: Felidae
Gênero: Panthera
Espécie: Panthera tigris
Distribuição geográfica:
China, Índia, Sumatra, Java e Bali
Habitat natural:
Florestas temperadas e frias. Ele surgiu originalmente na Sibéria
Hábitos alimentares: Come animais – leopardos, crocodilos, tartarugas, peixes, outros tigres. Pode comer os homens, também
Tamanho: De 1,42 a 2,60 metros de comprimento, incluindo a cauda, que pode ter mais de 1 metro
Peso: Pesa cerca de 200 quilos
Período de gestação: 100 a 108 dias
Filhotes: Nascem pesando no máximo um quilo. A fêmea tem de um a quatro filhotes a cada ninhada, com intervalos de três anos. Os filhotes ficam sob os cuidados da mãe até completarem 3 anos. Apenas a fêmea cuida dos filhotes
Tempo médio de vida: 20 anos. Os machos costumam morrer mais rápido que as fêmeas
Estado de conservação:
Em perigo

Tigre – Fotos

 

Fonte: www.livescience.com/www.wisegeek.org/defenders.org/www.worldwildlife.org/tigers.panda.org

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.