Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Animais / Tubarão Branco

Tubarão Branco

(Carcharodon carcharias)

PUBLICIDADE

Tubarão Branco

O Tubarão-Branco é o 2º mais perigoso para o Homem, devido ao facto de ser lendário e de ter mais matanças humanas.

Tamanho – uma vez foi capturada um fêmea de 11 metros, mas a média é de 5 metros.

Dieta – Come peixes em geral , Come Leão marinho, que por possuir muita gordura no corpo é um de seus “pratos” prediletos , pois tubarões Branco quando comem bastante gordura podem ficar por bastante tempo sem ter que se alimentar de novo , O Grande Branco também come outros Tubarões , mas só quando ele (o branco) é mais novo pois os mais novos são mais agressivos , e são esses que devemos temer pois eles são mais “afobados” e não sabem o que é comida de Tubarão(alimento mais gorduroso) ainda , Tubarões mais velhos sabem identificar melhor o que é a comida deles , no caso nós seres- humanos não fazemos parte do seu cardápio, sendo assim os tubarões mais novos mordem os seres-humanos , mas logo descobrem que não somos “gostosos” para eles e normalmente nos cospem (eca!). Eles comem também pequenas baleias, tartarugas marinhas, e animais mortos boiando na água(normalmente as carcaças de Baleia são bem apetitosas para o Grande Branco).

Habitat – Perto de costas temperadas em todo o mundo, veja abaixo o mapa (as manchas vermelhas indicam onde ele costuma habitar), inclusive no site de arquivos de ataque de tubarão da califórnia há registado um ataque na costa brasileira em 1980, mas esse animal é muito raro de ser visto na nossa costa, mesmo assim tome cuidado.

Reprodução – São ovíparos e geram de 2 a 14 filhotes completamente formados que podem chegar a 1,5 metros de comprimento. Como todos os Tubarões, a fertilização dos ovos ocorrem na fêmea. Os ovos chocam com a fêmea. Eles tem que saber se defender sozinhos mesmo antes de nascer, logo após nascer eles nadam para longe da mãe.

Classificação

Reino – Animalia

Filo – Chordata

SubFilo – Vertebrata

Classe – Chondrichthyes

Subclasse – Elasmobranchii

Ordem – Lamniformes

Familia – Lamnidae

Género – Carcharodon

Espécies – Carcharias

Descrição geral

Tubarão Branco

O Grande Tubarão Branco é encontrado em regiões temperadas e subtropicais dos oceanos. Um voraz e eficiente predador, no seu “cardápio” estão incluidas uma grande variedades de peixes osseos, como o salmão, o atum, o peixe cavala, outros tubarões, tartarugas marinhas, pássaros que vivem perto do mar e mamíferos marinhos. Um Grande Tubarão Branco pode chegar normalmente a 7 metros e pesar 2000 Kg, mas já houve um caso de uma fêmea de 11 metros . Ele é o maior predador marinho, mas ataques a humanos são raros. O Grande Tubarão Branco tem uma barriga branca e suas costas são cinza escura, e nadando chega a uma velocidade de 40 km/h. Ele pode saltar todo para fora da água enquanto ataca sua presa ou por trás ou pelo lado, normalmente ao atacar ele da uma primeira mordida para deixar sua presa sangrando até morrer e espera até ver que o animal morreu, depois é que ele faz sua “refeição” .

Fonte: tubaroes.com.sapo.pt

Tubarão Branco

Nome vulgar: Tubarão-branco

Categoria: Ameaçada

Atinge em média até 5 metros. Aliemnta-se de peixes em geral e leão marinho, que por possuir muita gordura no corpo é um de seus “pratos” prediletos, devido a grande quantidade de gordura, podem ficar por bastante tempo sem ter que se alimentar de novo; O grande branco também come outros tubarões, mas só quando ele (o branco) é mais novo pois os mais novos são mais agressivos, e são esses que devem ser temidos por não saber distinguir sua alimentação. Alimentam-se também de pequenas baleias, tartarugas marinhas, e animais mortos boiando na água (normalmente as carcaças de baleia são bem apetitosas para o Grande Branco). São ovíparos e geram de 2 a 14 filhotes completamente formados que podem chegar a 1,5 metros de comprimento. Como todos os tubarões, a fertilização dos ovos ocorre na fêmea. Os ovos chocam com a fêmea. Eles tem que saber se defender sozinhos mesmo antes de nascer, logo após nascer eles nadam para longe da mãe.

O Grande Tubarão Branco é encontrado em regiões temperadas e subtropicais dos oceanos. É em voraz e eficiente predador, no seu “cardápio” estão incluidas uma grande variedades de peixes osseos, como o salmão, o atum, o peixe cavala, outros tubarões, tartarugas marinhas, pássaros que vivem perto do mar e mamíferos marinhos. Um Grande Tubarão Branco pode chegar normalmente a 7 metros e pesar 2000 Kg, mas já houve um caso de uma fêmea de 11 metros. Ele é o maior predador marinho, mas ataques a humanos são raros. O Grande Tubarão Branco tem uma barriga branca e suas costas são cinza escura, e nadando chega a uma velocidade de 40 km/h. Ele pode saltar todo para fora da água enquanto ataca sua presa ou por trás ou pelo lado, normalmente ao atacar ele dá uma primeira mordida para deixar sua presa sangrando até morrer e espera até ver que o animal morreu, depois é que ele faz sua “refeição”.

Fonte: www.ambientebrasil.com.br

Tubarão Branco

 

(Carcharodon carcharias)

O Grande Tubarão Branco (Carcharodon carcharias)

Tamanho – Pode chegar normalmente a 7 metros e pesar 2000 Kg.

Dieta: Por possuir muita gordura no corpo, leões-marinhos são suas principais presas. Alimentam-se também pequenas baleias, tartarugas marinhas, e animais mortos boiando na água, e peixes em geral e aves marinhas.

Tubarão Branco
Dente de Tubarão Branco

Habitat: Perto de costas temperadas em todo o mundo, onde há bastante leões-marinhos, em locais rochosos.

Reproducão – São ovíparos e geram de 2 a 14 filhotes completamente formados que podem chegar a 1,5 metros de comprimento. Fertilização interna.

Classificação

Reino – Animalia 
Filo – Chordata 
SubFilo – Vertebrata 
Classe – Chondrichthyes 
Subclasse – Elasmobranchii 
Ordem – Lamniformes 
Familia – Lamnidae
Genêro – Carcharodon 
Espécie – Carcharodon carcharias

Tubarão Branco

Descrição geral

Maior predador marinho, mas ataques a humanos são raros. O Grande Tubarão Branco tem uma barriga branca e suas costas são cinza escuro, nadando chega a uma velocidade de 40 km/h. Pode saltar para fora da água enquanto ataca sua presa, ou por trás ou pelo lado. Normalmente ao atacar ele dá uma primeira investida para deixar sua presa sangrando até morrer e espera até ver que sua presa morreu, alimentando-se posteriormente.

Diferente de seus “colegas” californianos, o grande branco da Austrália não dá um investida, mas sim, ataca e devora a presa de uma só vez.

Fonte: www.geocities.com

Tubarão Branco

 

(Carcharodon carcharias)

Tubarão Branco

O comportamento do maior predador dos oceanos

De todos os animais do planeta, o tubarão Branco é o maior predador dos oceanos, com um peso de quase 2 toneladas e até oito metros de comprimento. Sua dimensão é equivalente à da orca.

O tubarão Branco é muito individualista e instável, mudando de comportamento a toda hora. Uma das armas mais poderosas são centenas de sensores elétricos dispostos na parte frontal do corpo, com os quais capta até as batidas cardíacas de um outro animal à distância. Então pelo ritmo das pulsações, ele avalia se a vítima potencial está assustada ou tensa, situação em que pode ser dominada mais facilmente. O seu bote é uma cena única. O Tubarão Branco é capaz de projetar a boca para fora da face, aumentando o tamanho da mordida para perto de um metro e meio, quase o suficiente para engolir um homem em pé.

Tubarão Branco

O alimento dos tubarões Brancos e sua caça

Ao contrário do que mostra o filme Tubarão, o tubarão Branco não caça gente para comer. Ele gosta mesmo é de gordura, que é abundante nas focas, leões e elefantes marinhos e escassa nos seres humanos.

É possível que o tubarão Branco, muitas vezes, se engane ao ver surfistas deitados na prancha, remando com as mãos. Vistos do leito do mar, por onde o caçador avança, eles ficam parecidos com leões marinhos. Mas, no Brasil não é o tubarão Branco que está atacando os surfistas.

Ele também é muito curioso, e às vezes morde para satisfazer a curiosidade. Como não tem mãos, apalpa com os dentes.

O alimento dos tubarões Brancos são as focas, leões e elefantes marinhos.

O tubarão Branco no livro vermelho de espécies em risco de extinção

Apesar de seu tamanho, força e ferocidade, o tubarão Branco está ameaçado.

No ano passado, uma das mais importantes organizações ambientalistasdo mundo, colocou o tubarão Branco no livro vermelho de espécies em risco de extinção. Esta medida foi tomada por 3 motivos:

1 – O tubarão Branco é naturalmente raro, gerando apenas um ou dois filhotes por vez;
2 – Tem uma das mais baixas taxas de procriação entre os peixes;
3 – É perseguido tanto por aqueles que se orgulham de enfrentar um animal perigoso, com por aqueles que o temem.

Tubarão Branco: o ápice da cadeia alimentar

A despeito de toda a sua ferocidade, o tubarão Branco precisa ser protegido, como ele é o principal predador dos oceanos, ele acaba sendo o ápice da cadeia alimentar, influenciando todos os níveis inferiores. Antes de mais nada, controla a população de focas e leões marinhos, suas presas favoritas. Se ele desaparecer, as populações desses animais tendem a crescer e a consumir mais peixes. Logo, o número de peixes tende a cair. A reação em cadeia, pelo menos em princípio, pode chegar às algas do plâncton, minúsculos organismos que, em quantidade imensa, produzem a maior parte do oxigênio da atmosfera. Os desequilíbrios decorrentes daí são imprevisíveis. Sem o tubarão Branco, os oceanos estarão doentes.

Tubarão Branco

O sexto sentido do tubarão Branco

A ciência ainda sabe muito pouco sobre esse formidável organismo, tão bem adaptado que quase não se alterou nos últimos 60 milhões de anos. Os pesquisadores ficam especialmente impressionados com o seu sexto sentido, a chamada eletrorrecepção, por meio da qual detecta minúsculos campos elétricos gerados pelo organismo dos outros animais.

Eles podem sentir um campo elétrico até 20.000 vezes menores que 1 volt, equivalente ao da batida do coração de um peixe.

Outro orgão sensorial muito importante é o olfato, capaz de perceber uma gota de sangue numa piscina.

Um peixe de águas tropicais e sua ausência nas águas do sul do Brasil

O tubarão Branco é um peixe de águas tropicais, pois gosta do frio. Os cientistas têm verificado nos últimos anos que ele circula principalmente em regiões próximas das correntes frias e temperadas do planeta. A partir daí, nada para as áreas de procriação das focas e leões marinhos, que se situam em águas rasas, perto das praias de clima temperado e semitropical. São os campos de caça do tubarão Branco.

O resto do oceano continua sendo uma incógnita. Ninguém sabe por exemplo, onde o tubarão Branco se acasala e quais são os seus hábitos de procriação.

Uma questão curiosa a esse respeito, é a ausência do bicho nas águas ao sul do Brasil e na Patagônia, onde existem correntes frias e grandes concentrações de focas e leões marinhos. Talvez seja por respeito a outro grande predador, a baleia orca, muito comum na região da Patagônia. Se ficar confirmado essa hipótese, significa que os dois gigantes fazem uma divisão de território, pois dividem o mesmo alimento.

Tubarão Branco

Fonte: educar.sc.usp.br

Tubarão Branco

Tubarão Branco

Carcharadon carcharias

Ordem: Lamniformes

É difícil não superestimar a reputação do enorme e majestoso grande tubarão-Branco (“great white shark”). Um dos maiores predadores do oceano, ele é o tubarão mais identificável em todo o mundo, graças à sua coloração única e atraente, seus olhos Brancos e os seus ferozes dentes e mandíbulas, que vêm enfeitando há décadas as capas das revistas.

O gigante Branco é um dos tubarões com maior distribuição, devido em parte à sua capacidade pouco habitual de manter a temperatura do seu corpo mais elevada do que a do ambiente que o rodeia, o que lhe permite sobreviver facilmente mesmo em águas muito frias.

Embora seja raramente visto na maioria das águas costeiras, ele costuma ser encontrado por pescadores e mergulhadores. Conhecido pela sua curiosidade – os tubarões-Brancos costumam a erguer a cabeça para fora da água – ele gosta de explorar e morder objetos estranhos, tornando-se perigoso para os humanos.

Muitos biólogos de tubarões acreditam que os ataques a humanos são resultados desse comportamento exploratório, que pode facilmente tornar-se fatal em virtude dos seus dentes muito afiados e da força das suas mandíbulas.

Os tubarões-Brancos são responsáveis pelo maior número de ataques fatais a humanos, principalmente a surfistas e mergulhadores.

Os tubarões-Brancos estão diminuindo o número de sua população e são atualmente protegidos em várias partes do mundo. Mesmo assim, eles são ainda caçados como troféus. O mercado Branco especializado em mandíbulas e dentes destes magníficos animais tem emergido.

Tamanho Máximo: Mínimo 6,1 metros / 1.250kg

Distribuição: Em mares tropicais e temperados do mundo inteiro.

Dieta: Peixe (incluindo outros tubarões), focas, golfinhos, carcaças de baleias, lulas, tartarugas e pássaros marinhos.

Reprodução: Ovovivíparos. Entre 5 a 10 crias por ninhada. Os filhotes de tubarão-Branco são conhecidos por comerem uns aos outros, inclusive dentro do próprio útero.

Fonte: www.tubaroes.vila.uol.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Leão

Leão, Animal, Características, Habitat, Família, Espécie, Reprodução, Classificação, Rei da Selva, Simba, Reino, Filo, Classe, Gênero, Dieta, Leão

Víboras, Calangos e Tartarugas

Víboras, Calangos E Tartarugas, Cobra, Alimentação, Habitat, Reprodução, Víboras, Calangos E Tartarugas

Víbora

Víbora, Cobra, Alimentação, Habitat, Reprodução, Vipera Latastei, Áspide, Inimigos, Gigante, Predadores, Crânio, Dentes, Animal, Réptil, Víbora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+