Breaking News
Home / Animais / Jandaia

Jandaia

Aratinga jandaya

Características

PUBLICIDADE

Periquito com plumagem amarela viva no ventre, dorso verde, asas com algum colorido azul, com extremidade enegrecida.

Habitat

Áreas abertas e coqueirais

Ocorrência

Nordeste do Brasil

Hábitos

Vivem em bandos de até 20 cabeças que quando podem invadem lavouras de milho causando grandes estragos. Muito vivos.

Alimentação

Sementes e frutas

Ameaças

Caça, tráfico de animais e destruição do habitat

Fonte: www.vivaterra.org.br

Jandaia

Nome científico

Aratinga solstitialis jandaya

Quanto mede

30 cm

Onde vive

Vive na orla da mata, mata secundária, regiões cultivadas, carnaubais.

Filhotes

3 ovos – incubação 26 dias

Bico negro, intensa cor laranja, apenas com as asas e cauda verde-azuladas. Vivem rigorosamente em casais. Para dormir reúnem-se em bandos.

Ovos arredondados, brancos e pequenos, são chocados principalmente pela fêmea que é visitada e alimentada pelo macho no ninho por 26 dias. O macho ajuda a cuidar dos filhotes. Alimenta-se de frutos e sementes.

Fonte: www.curiosidadeanimal.com

Jandaia

Aratinga solstitialis jandaya

Ordem: Psittaciformes
Família: Psittacidae

Características

Bico negro, intensa cor laranja, apenas com as rêmiges e algumas coberteiras da asa e da cauda verde-azuladas. Vivem rigorosamente aos casais. Para dormir reúnem-se em bandos.

Habitat

Vive na orla da mata, mata secundária, regiões cultivadas, carnaubais.

Distribuição Geográfica

Do sudeste do Pará e Maranhão a Pernambuco e leste de Goiás.

Alimentação

Frutos e sementes.

Reprodução

Ovos arredondados, brancos e pequenos, sendo chocados principalmente pela fêmea que é visitada e alimentada pelo macho na câmara incubadora por 26 dias; o macho ajuda a cuidar dos filhotes.

Fonte: www.ucs.br

Jandaia

Nome Popular: Jandaia-sol
Nome Científico: Aratinga solstitialis
Peso: 130g
Tamanho: 30 cm
Expectativa de Vida: 30 anos

Alimentação

Na natureza, comem sementes, castanhas e frutas. Em cativeiro, oferece-se ração comercial, frutas e vegetais (eventualmente pequenas quantidades de sementes).

Reprodução

Podem botar de 3 a 4 ovos, com período de incubação de 24 dias.

Distribuição Geográfica

Ocorrem no extremo norte do Brasil (áreas nos estados do Amazonas, Amapá, Roraima e Pará), Venezuela e Guianas.

Descrição

São amarelas passando a laranja intenso na cabeça e abdômen. Penas verdes nas asas e cauda. O sexo das aves não pode ser determinado somente através das características externas. Sofrem com a captura destinada ao comércio ilegal de animais silvestres.

Fonte: www.avedomestica.com

Jandaia

Nome popular: andaia
Nome científico: Aratinga solstitialis
Quanto mede: 31 centímetros
Hábitat: Mata primária e secundária
Onde vive: Das Guianas a Roraima e Pará
O que come: Sementes, coquinhos, gosta de caju.
Filhotes: Dois ou mais ovos, choca 26 dias.

Jandaia

Depois de muitas tentativas para descobrir o ninho ideal, de madeira, forrado de serragem, o alimento perfeito, porque nessa espécie os pais regurgitam comida semidigerida para os filhotes, alguns criadores conseguiram reproduzir a jandaia em cativeiro, e assim ela poderá ser mais bem estudada. Na natureza, a ave cava o ninho nos cupinzeiros, dentro dos quais forma uma pequena caverna.

Os ornitólogos discutem se há três subespécies ou espécies de jandaias, porque no Amazonas vive a jandaia-amarela, que só tem penas verde-azuladas nas asas e na cauda, enquanto no Maranhão, Pernambuco e Goiás vive a jandaia-verdadeira, quase toda verde, com a cabeça e o ventre laranja, porém em Minas Gerais se encontra a jandaia-de-testa-vermelha, verde-escura, só com parte da cabeça e barriga marcadas por vermelho.

Espécie ou subespécie, o fato é que essa ave é tão bonita e cobiçada que data de 1614 uma pintura que está em Nuremberg, na Alemanha, mostrando a jandaia, já então conhecida na Europa.

Embora aprecie sementes, a jandaia come a polpa do caju que leva à toca com a pata esquerda, porque a maioria das aves é canhota e de vez em quando ataca as roças atrás de milho verde, mas já há tão poucas jandaias que o prejuízo não é grande.

Fonte: www.jperegrino.com.br

Jandaia

Jandaia
Jandaia, ave brasileira também conhecida como maritaca e periquito-rei.

Nome comum de várias aves brasileiras da família dos papagaios, araras e periquitos (psitacídeos), especialmente da região Nordeste. De coloração amarelada, têm o dorso verde, as asas pinceladas de azul e a cauda verde, tornando-se azulada na extremidade.

As mais jovens são quase inteiramente verdes. As jandaias são encontradas nas regiões dos carnaubais e também no sul do país, onde também são conhecidas pelos nomes de maritaca, maitaca, nandaia e periquito-rei. Voam em bandos de até 20 aves e às vezes invadem os milharais, causando estragos. São domesticáveis.

Fonte: www.klickeducacao.com.br

Jandaia

Jandaia

Nome Popular: Jandaia-de-testa-vermelha
Nome Científico: Aratinga auricapilla
Peso: 130g
Tamanho: 31 cm
Expectativa Vida: Vivem até 30 anos

Alimentação

Na natureza, comem sementes, castanhas e frutas. Em cativeiro, oferece-se ração comercial, frutas, legumes e vegetais (às vezes pequenas quantidades de sementes).

Reprodução

Podem botar de 3 a 4 ovos, com período de incubação de 24 dias.

Distribuição Geográfica

Vive na beira da mata habitando da Bahia ao norte do Paraná, Minas Gerais e sul de Goiás.

Descrição

Verde escura, somente com a parte anterior da cabeça e abdômen lavados de vermelho. Sofrem com a captura destinada ao comércio ilegal de animais silvestres. Não possuem diferenças externas aparentes entre machos e fêmeas.

Nome Popular: Jandaia-sol
Nome Científico: Aratinga solstitialis
Peso: 130g
Tamanho: 30 cm

Expectativa de Vida: Vivem até 30 anos

Alimentação

Na natureza, comem sementes, castanhas e frutas. Em cativeiro, oferece-se ração comercial, frutas e vegetais (eventualmente pequenas quantidades de sementes).

Reprodução

Podem botar de 3 a 4 ovos, com período de incubação de 24 dias.

Distribuição Geográfica

Ocorrem no extremo norte do Brasil (áreas nos estados do Amazonas, Amapá, Roraima e Pará), Venezuela e Guianas.

Descrição

São amarelas passando a laranja intenso na cabeça e abdômen. Penas verdes nas asas e cauda. O sexo das aves não pode ser determinado somente através das características externas. Sofrem com a captura destinada ao comércio ilegal de animais silvestres.

Fonte: www.casadopapagaio.com.br

Veja também

Rinoceronte

Rinoceronte, Reprodução, Características, Espécies, Mamíferos, Hábitos, Fotos, Classificação, Habitat, Tamanho, Animal, Anatomia, Comportamento, Rinoceronte

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.