Breaking News
Home / Animais / Perdigão

Perdigão

PUBLICIDADE

Perdigão – O que é

O Perdigão é uma ave terrestre de tamanho médio da América do Sul central e oriental.

Outros nomes comuns para as espécies incluem grande perdiz, perdiz rufous, e ynambu.

O Perdigão superficialmente se assemelham a perdizes e codornas, mas têm capacidade de voo limitada, preferindo caminhar ou correr em vez de voar. A maioria habita florestas, mas algumas vivem em terrenos mais abertos.

A ordem do Perdigão há muito interessa aos cientistas porque muitas das características do Perdigão os ligam às grandes aves ou ratitas que não voam, avestruz, emu, casuar e ema. O nome é derivado de um termo usado para a ave por uma tribo nativa da região de fronteira Guiana Francesa-Suriname.

O Perdigão, considerados pelos caçadores como uma das melhores aves de caça em termos de esporte e palatabilidade, são muito caçados em muitas partes da América do Sul. Embora a caça ao mercado tenha sido restringida por lei, ainda é praticada em alguns países.

Existem três subespécies: o nome R. r. rufescens do Peru, Bolívia, Paraguai, sudeste do Brasil e norte da Argentina; R. r. catingae do centro e nordeste do Brasil; e R. r. pallescens do centro e norte da Argentina.

Descrição

É conhecido como perdigão (Sul do Brasil) ou Inhambupé (NE do Brasil).

É o maior Tinamídeo campestre no Brasil, sua plumagem apresenta excelente coloração de camuflagem ou mimetismo, interagindo com a vegetação de seu habitat, coloração pardo-avermelhada misturada com amarelo-ferrugíneo, penas dorsais listradas de preto e com pintas pretas no dorso.

Suas asas são ferrugíneas.

Apresenta estrias pretas no vértice da cabeça.

Bico forte utilizado para escavar raízes.

Tamanho médio de 37cm e pesa cerca de 900 g, não possui grande capacidade de vôo.

É mais ativo nas horas quentes.

Alimenta-se de sementes, invertebrados, raízes e frutos.

Anda pelo chão, onde constrói o ninho e põe seus ovos, geralmente de 6 a 9 com coloração chocolate-violáceo.

Após o termino da postura a fêmea pia insistentemente chamando o macho para a incubação.

Pode ser surpreendida escondida em moitas de capim ou andando entre a vegetação rasteira, antigamente era abundante em grandes áreas, porém com a caça e o uso de inseticidas, está cada vez mais raro encontrar essa ave no habitat natural.

É muito desconfiada, prefere correr e se esconder a voar.

Quando se sente ameaçada, imobiliza-se instantaneamente, permanecendo com o pescoço reto, parte posterior do corpo levantada ou então se deita no chão.

Nesse caso, depois do primeiro susto, levanta-se novamente e procura um ângulo melhor para examinar o perigo.

Então desaparece atrás de folhas ou capim, podendo permanecer escondida e imóvel durante longo tempo e chega até a se fingir de morta.

Habita os campos, cerrado, buritizais, caatinga, campos sujos e planaltos descampados.

Ocorre em quase todo o Brasil, sul da Bahia, norte do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Argentina e Bolívia.

Perdigão – Rhynchotus rufescens

A perdiz é um dos maiores tinamídeos campestres, tem o bico forte e uma coloração parda com pintas pretas no dorso.

Suas asas são ferrugíneas. Anda pelo chão, onde constrói os seus ninhos e põe seus ovos, geralmente de 6 a 9 com coloração chocolate-violáceo.

Após o termino da postura a fêmea pia insistentemente chamando o macho para a incubação.

A música é um “tchirip, ju ju ju” repetitivo e decrescente que pode ser ouvido durante todo o dia.

Habita regiões de campos, pastagens e cerrados, pode ser surpreendida escondida em moitas de capim ou andando entre a vegetação rasteira, antiga mente era abundante em grande áreas, porém com a caça e o uso de inseticidas, está cada vez mais raro encontrar essa ave no habitat natural.

A sua importância para o homem está em sua criação, visando a alimentação humana, já que sua carne é bastante consumida.

Chega a atingir 37,5 cm, e pesando cerca de 900 g, como suas “irmãs” as galinhas, não possuem grande capacidade de vôo, isso em decorrência ao período evolutivo das espécies, que aos pouco perderam capacidade de vôo em grande escala.

Obs:. Também são conhecidas em outras regiões do país com o nome de perdigão.

Classificação científica

Nome Científico: Rhynchotus rufescens (Temminck, 1815)
Nomes comuns:
perdiz (praticamente em todo o Brasil), perdigão (Rio Grande do Sul), martineta ou perdiz-grande (Uruguai) e martineta-colorada (Argentina)
Nome em Inglês:
Red-winged Tinamou
Reino:
Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Tinamiformes
Família: Tinamidae Gray, 1840
Gênero: Rhynchotus
Espécie: R. rufescens
Peso:
entre 600 e 800 g
Tamanho: até 37,5 cm

Perdigão – Fotos

Fonte: www.animalnet.com.br/www.diagnostico.org.br/www.britannica.com/neotropical.birds.cornell.edu/www.flickr.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.