Breaking News
Home / Animais / Puro Sangue Lusitano

Puro Sangue Lusitano

PUBLICIDADE

O que é

Raça típica das planícies quentes e secas do sudoeste da Península Ibérica.

É o mais antigo cavalo de sela do mundo, tendo sido conhecido como Bético-lusitano, Andaluz e finalmente, a partir de 1967, por Lusitano, com a fundação do Stud Book da Raça Lusitana, posteriormente passou a chamar-se Puro Sangue Lusitano.

Evolução do Cavalo Lusitano

Tudo indica que as partes inferiores das planícies do sudoeste do Ibéria foram poupadas dos efeitos da era glacial mais recente.

Este fato singular significou a sobrevivência aqui de um grupo de cavalos evoluídos que permitiu a sua domesticação em uma data muito precoce, bem como as habilidades de equitação que parecem ter precedido todos os outros.

Hoje, tudo leva à crença de que este cavalo ibérico teria viajado para o leste até alcançar a Ásia Mino e a África do Norte, e do primeiro para a China do primeiro imperador.

O cavalo lusitano é descendente direto deste cavalo ibérico, ancestral de todos os cavalos que estiveram na raiz de toda equitação em todo o mundo, da Europa ao Norte da África, da Ásia Menor à Índia e à China.

Graças ao isolamento desta parte da Europa, este extraordinário cavalo sobreviveu aqui e evoluiu ao longo de um período de cerca de quinze mil anos, quase inteiramente livre de influências externas até bem recentemente.

Tem sido usado como um melhorador de raça pelo menos da Antiguidade Clássica da bacia do Mediterrâneo para as bacias dos Mares Negro e Cáspio.

Descrição

O Lusitano é considerado o segredo mais bem guardado no mundo dos cavalos. E tendo tido a oportunidade de experimentar esses cavalos em primeira mão, acreditamos que seja verdade.

Nativa da Península Ibérica, a raça Lusitana é reconhecida pelas suas características nobres e vontade de agradar.

Possuindo uma inteligência superior à média e uma aparência majestosa, o Lusitano tem sido considerado um símbolo de status para o seu proprietário.

A raça é bem conhecida por seu desempenho excepcional em todas as disciplinas equestres, especialmente em equitação de adestramento, condução e prazer.

O generoso temperamento dos Lusitanos e a facilidade sob a sela fazem com que seja uma perspectiva atraente para pilotos amadores e profissionais.

A raça Lusitana foi domesticada em aproximadamente 5.000 aC pelos lusitanos, uma raça de guerreiros que lutaram a cavalo usando gineta; seu próprio conjunto de técnicas de combate. Gineta exigia um grau sofisticado de equitação e, mais importante, um cavalo rápido, fácil de manejar e confiável. A vida de um cavaleiro dependia das habilidades da raça Lusitana.

O Lusitano desempenha um papel importante na história da equitação, tendo sobrevivido como uma raça pura ao longo de séculos de mudança política e social na sua terra natal.

Uma das características importantes e únicas dos cavalos Lusitanos é que esta raça de cavalo se orgulha de ser capaz e extremamente competente quando se trata de adestramento ou seja dizer que estes cavalos produzem movimentos disciplinados e elegantes e são proficientes em piruetas, piaffe, passagem etc

Juntamente com essa qualidade, eles também são muito inteligentes e racionais e sua prudência e senso de equilíbrio desempenham um papel significativo no estabelecimento de seu valor como uma raça de cavalo proeminente.

Além disso, os cavalos Lusitanos têm um temperamento muito regulado e sua capacidade de se conectar com os seres humanos permite que eles se tornem grandes cavalos de montaria.

Características

Altura média de 1.60m; cabeça com perfil subconvexo; orelhas médias e muito atentas; pescoço arredondado em sua linha superior; garupa arredondada; movimentos ágeis, elevados, briosos e extensos e com grande facilidade para a reunião.

Sua pelagem predominante é a tordilha seguida da castanha, sendo admitidas a baia, alazã e a preta. sua seleção de milhares de anos lhe garante uma grande afinidade com os ginetes, muito superior a quaisquer raças modernas.

Aptidões

É um cavalo versátil cuja docilidade, agilidade e coragem lhe permitem atualmente competir em quase todas as modalidades do moderno desporto equestre: adestramento, alta escola, salto, enduro e tração ligeira, sendo no entanto imbatíveis no toureio equestre.

Caracteristicas do cavalo Lusitano

1 – Tipo: eumétrico (peso cerca dos 500 kg); mediolínio; subconvexilínio (de formas arredondadas) de silhueta inscrítivel num quadrado.

2 – Altura: média ao garrote, medida com hipómetro aos 6 anos: fêmeas – 1,55 m; e machos – 1.60 m.

3 – Pelagem: As mais frequentes são a ruça e a castanha em todos os seus matizes.

4 – Temperamento: nobre, generoso e ardente, mas sempre dócil e sofredor.

5 – Andamentos: ágeis e levados projetando-se para diante, suaves e de grande comodidade para o cavaleiro.

6 – Aptidão: tendência natural para a concentração, com grande predisposição para exercícios de Alta Escola e grande coragem e entusiasmo nos exercícios da gineta (combate, caça, toureio, maneio de gado, etc.).

7 – Cabeça: bem proporcionada, de comprimento médio, delgada e seca, de ramo mandibular pouco desenvolvido e faces relativamente compridas, de perfil levemente subconvexo, fronte levemente abaulada (sobressaindo entre as arcadas supraciliares), olhos sobre o elíptico, grandes e vivos, expressivos e confiantes.

As orelhas são de comprimento médio, finas, delgadas e expressivas.

8 – Pescoço: de comprimento médio, rodado, de crineira delgada, de ligação estreita à cabeça, largo na base, e bem inserido nas espáduas, saindo do garrote sem depressão acentuada.

9 – Garrote: bem destacado e extenso, numa transição suave entre o dorso e o pescoço, sempre levemente mais elevado que a garupa.

Nos machos inteiros fica afogado em gordura, mas destaca-se sempre bem das espáduas.

10 – Peitoral: de amplitude média, profundo e musculoso.

11 – Costado: bem desenvolvido, extenso e profundo, com costelas levemente arqueadas, inseridas obliquamente na coluna vertebral, proporcionando um flanco curto e cheio.

12 – Espáduas: compridas, obliquas e bem musculadas.

13 – Dorso: bem dirigido, tendendo para o horizontal, servindo de traço de união suave entre o garrote e o rim.

14 – Rim: Curto, largo, musculoso, levemente convexo, bem ligado ao dorso e à garupa com a qual forma linha contínua e perfeitamente harmónica.

15 – Garupa: forte e arredondada, bem proporcionada, ligeiramente oblíqua, de comprimento e largura de dimensões idênticas, de perfil convexo, harmónico e pontas das ancas pouco evidentes conferindo à garupa uma seção transversal elíptica.

Cauda saindo no seguimento da curvatura da garupa, de crinas sedosas, longas e abundantes.

16 – Membros: braço bem musculado, harmoniosamente inclinado.

Antebraço bem aprumado e musculado.

Joelho seco e largo.

Canelas sobre o comprido, secas e com tendões bem destacados.

Bolêtos secos relativamente volumosos e quase sem machinhos.

Quartelas relativamente compridas e obliquas.

Cascos de boa constituição, bem conformados e proporcionados, de talões não muito abertos e coroa pouco evidente.

Nádega curta e convexa.

Coxa musculosa, sobre o curto, dirigida de modo a que a rótula se situe na vertical da ponta da anca.

Perna sobre o comprido, colocando a ponta do curvilhão na vertical da ponta da nádega.

Curvilhão largo, forte e seco.

Os membros posteriores apresentam ângulos relativamente fechados.

Classificação

Nome em inglês: Lusitano
Origem: Península Ibérica
Temperamento: Dócil, voluntário
Pelagem: Todas, geralmente castanha ou cinzenta
Uso: Adestramento, Tourada, espetáculo e salto
Influências: Sorraia e Árabe
Altura: 1,52–1,62 m

Puro Sangue Lusitano – Fotos

Fonte: www.tudosobrecavalos.com/thehorseranch.com/www.cavalolusitano.com/www.horseonline.com.br/anoticia.pt/www.escoladocavalo.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.