Breaking News
Home / Animais / Víbora

Víbora

Presa com veneno na mandíbula

PUBLICIDADE

A víbora (ou áspide) tem dois inimigos: o homem e o ouriço. Os ouriços são imunes ao veneno das víboras e podem apanhá-las com facilidade. Mas a víbora sai durante o dia, enquanto o ouriço tem hábitos noturnos, o que representa uma certa segurança para a cobra. Embora a áspide seja perigosa para o homem, sua picada nem sempre é fatal, porque o veneno não é injetado todo de uma vez. Mas, adultos debilitados e crianças podem morrer, se forem picados por essa víbora européia, de modo que é bom tomar cuidado. A áspide vive dentro de uma área pequena, que ela só abandona se as condições naturais desse território sofrerem alguma mudança. Ela precisa de um abrigo onde possa se esconder em caso de perigo – em geral escolhe a toca de um roedor.

Alimenta-se de pequenos mamíferos e obtém água do orvalho. A áspide hiberna e se cruza na primavera, quando acorda. a fêmea guarda os ovos dentro do corpo e não os põe antes do outono. Não dá atenção ao filhotes, que são abandonados em qualquer lugar após o nascimento. Os filhotes em geral saem dos ovos depois que estes são postos.

Fonte: www.achetudoeregiao.com.br

Víbora

Víbora Gigante

Desde os tempos bíblicos, as voboras despertam um grande temor entre os seres humanos,. este episódio apresenta as características da píton-reticulada e da anaconda verde. A píton-reticulada é a maior serpente do mundo.

Habita nas selvas de bornéu, Ásia, onde os nativos contam histórias terríveis sobre este réptil. Sua camuflagem e sua habilidade de permanec er imóvel a tornam praticamente invisível. Além disso, pode ttrepar em árvores e nadar nos rios. Já a anaconda verde, uma serpente tão grande e poderosa como a píton, vive no Amazonas. Com 12 metros de comprimento e 270 quilos de peso, esta espécie não tem predadores.

A anaconda é também uma axímia nadadora e, diferentemente da píton, passa a maior parte da sua vida na água.

Víbora

Ambas as espécies estão ameaçadas devido à destruição de seu habitat.

Fonte: discoverybrasil.uol.com.br

Víbora

Víbora

Entre os predadores, um dos mais adaptados e evoluído são as cobras.

Crânio: A primeira coisa que nos impressiona é a sua cabeça, em um triângulo ou lança. esta forma é que por trás de cada olho tem uma glândula de veneno. Além disso, sua mandíbula pode triturar engolir uma presa maior do que sua cabeça.

Dentadura: As víboras são serpentes com dentes maiores. Seus dentes são longos e pontudos. às vezes, as cobras mostram os dentes de uma maneira ameaçadora para assustar um potencial predador. Elas tem duas grande presas retráteis.

Estes caninos têm um canal interno por meio do qual este veneno de cobra é injetado. A forma como ele faz é que suas glândulas de veneno de pressão muscular vai para o organismo introduzindo em nosso sistema sanguineo. Cada mordida desta serpente tem uma dose suficiente para matar sua presa.

Covas termossensível: Eles estão localizados entre as narinas e os olhos, servem para detactar variações de temperatura a uma curta distância, cerca de meio metro. Assim, toprna-se um método de caça termolocalizador. De forma que elas localizam suas presas pelo calor que emana. as víboras morde e injetam seu veneno e depois ficam monitorando para quando estiver mortos engoli-los

Todas as cobras têm pupilas elípticas, como os gatos, dando-nos sinais de seus hábitos noturnos.

Fonte: serpientes.anipedia.net

Veja também

Rinoceronte Indiano

Rinoceronte Indiano, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Peso, Altura, Visão, Rinoceronte Indiano

Rinoceronte Branco

Rinoceronte Branco, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Visão, Rinoceronte Branco

Rinoceronte de Java

Rinoceronte de Java, Características, Tamanho, Alimentação, Habitat, Extinção, Espécie, Hábitos Alimentares, Reprodução, Peso, Rinoceronte de Java

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.