Breaking News
Home / Animais / Martim-pescador-verde

Martim-pescador-verde

PUBLICIDADE

Martim-pescador-verde – Descrição

Esta espécie e a seguinte (Chloroceryle amazona) são muito semelhantes no padrão de colorido, diferindo principalmente quanto ao tamanho.

Martim-pescador-verde (Chloroceryle amazona) uma espécie de Martim-pescador presente em todo Brasil e também do México à Argentina.

O maior dos martins-pescadores verdes, porém menor que o Megaceryle torquata (martim-pescador-grande).

Frequenta águas interiores, rios e lagoas grandes, sendo pouco comum ao longo da orla marítima. Voa rente ao espelho d’água.

Empoleira-se em galhos baixos ocultos por folhagem densa, passando desapercebido, pois na penumbra sua plumagem esverdeada assume tonalidades escuras.

Captura peixes e crustáceos, podendo pairar no ar para mergulhar em áres abertas. Alisa as penas do píleo com o encontro das asas e balança a cauda verticalmente como outros martins-pescadores.

O macho oferece alimento à fêmea durante a corte.

Nidifica em túneis escavados em barrancos com 1,60 m de profundidade. Como o C. americana (martim-pescador-pequeno), o macho permanece no ninho durante o dia e a fêmea, à noite. (Tamanho: 30 cm).

Martim-pescador-verde – Aves

São aves extremamente habilidosas para capturar peixes, mergulhando em alta velocidade atrás deles a partir de um galho na superfície.

Depois batem o peixe em um tronco para atordoá-lo antes da ingestão.

Pousa em galhos expostos ao sol (em alturas variáveis de 2 a 10 m), onde passa a maior parte do tempo observando a água.

Se alimentam de peixes e invertebrados aquáticos.

Raramente pairam no ar antes de mergulhar.

Por vezes vezes defecam na água para atrair peixes, que são pescados num mergulho rápido e direto, bantendo-os contra galhos para atordoá-los antes de engolir.

O casal constrói o ninho no interior de buracos com cerca de 1,5 m de profundidade, em barrancos às margens das águas.

A fêmea põe de 3 a 4 ovos chocados por ambos.

Os filhotes nascem após 22 dias, e são alimentados com peixinhos.

O macho apresenta uma faixa ferrugínea no peito, a qual é verde na fêmea.

Também são chamados de Ariramba-verde e Martim-gravata.

Características

Mede 29,5 cm de comprimento.

O macho apresenta uma faixa ferrugínea no peito, a qual é verde na fêmea.

Conhecido também como ariramba-verde e martim-gravata (Rio Grande do Sul).

Dorso verde metálico, asas escuras com manchas brancas, colar no pescoço branco começando na base do bico e cabeça negra com bico fino e comprido.

Habitat: Beiras de rios, lagos, lagunas, manguezais e outros corpos d’água, geralmente com margens ensolaradas.

Ocorrência: Em todo o Brasil e também do México à Argentina.

Hábitos

Pousa em galhos expostos ao sol (em alturas variáveis de 2 a 10 m), onde passa a maior parte do tempo observando a água.

Raramente paira no ar antes de mergulhar.

Alimentação

Peixes de 3,5 a 11 cm.

Para pescá-los utilizam um poleiro baixo, rente à água rasa, e daí capturam os pequenos peixes que surgem na superfície.

Alimentam-se também de camarões de água doce e, ocasionalmente, de anuros e larvas aquáticas de insetos.

Reprodução

Faz ninho no interior de buracos com cerca de 1,5 m de profundidade, em barrancos às margens das águas. Põe de 3 a 4 ovos.

Nidificação

Nesta espécie, o casal freqüentemente permanece junto durante anos.

Na época de reprodução, o macho e a fêmea escavam o ninho num barranco que margeia um riacho ou próximo a ele; o túnel mede de 1 a 2 m e termina na câmara onde são postos os ovos que medem cerca de 34 x 27 mm.

A incubação é tarefa da fêmea no período noturno e partilhada pelo casal durante o dia.

Os filhotes abandonam o ninho com 29 ou 30 dias de idade.

Ameaças: Destruição do habitat e poluição.

Martim-pescador-verde – Brasil

Presente em todo o Brasil e também do México à Argentina.

Comum em beiras de rios, lagos, lagunas, manguezais e outros corpos d’água, geralmente com margens ensolaradas.

Pousa em galhos expostos ao sol (em alturas variáveis de 2 a 10 m), onde passa a maior parte do tempo observando a água. Raramente paira no ar antes de mergulhar. Captura peixes de 3,5 a 11 cm.

Faz ninho no interior de buracos com cerca de 1,5 m de profundidade, em barrancos às margens das águas. Põe de 3 a 4 ovos. O macho apresenta uma faixa ferrugínea no peito, a qual é verde na fêmea.

Conhecido também como ariramba-verde e martim-gravata (Rio Grande do Sul).

Classificação científica

Nome Científico: Chloroceryle amazona (Latham, 1790)
Nome em Inglês: Amazon Kingfisher
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Coraciiformes
Gênero:
Chloroceryle
Família: Alcedinidae Rafinesque, 1815
Espécie: C. amazona

Martim-pescador-verde – Fotos

Fonte: www.vivaterra.org.br/www.rancholimoeiro.com/www.beautyofbirds.com/www.hbw.com/br.pinterest.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.