Breaking News
Home / Animais / Bicho-preguiça

Bicho-preguiça

PUBLICIDADE

O que é um Bicho-preguiça?

Um Bicho-preguiça é um mamífero arbóreo nativo das florestas tropicais da América do Sul.

O nome veio sugerir preguiça ou lentidão e está enraizado no estilo de vida fácil e lento desse animal. É muito lento e deliberado em seus movimentos, vivendo de cabeça para baixo nas árvores da floresta tropical durante a maior parte de sua vida.

O sistema digestivo deste animal também é lento, e uma refeição tradicional de folhas pode demorar até um mês para digerir completamente.

O Bicho-preguiça moderno é relativamente pequeno em tamanho e a maioria tem aproximadamente 0,61 m de comprimento.

Eles podem pesar cerca de cerca de 4 kg.

Eles têm olhos e ouvidos pequenos, e apenas algumas variedades têm caudas.

Seus pelos marrons ou cinzentos são mais cheios em direção à cabeça e parte superior do corpo, e eles têm um subpêlo de pele densa.

A expectativa média de vida na natureza varia entre 10 e 20 anos, enquanto um animal em cativeiro pode viver até 40 anos.

O ancestral pré-histórico deste animal é a Preguiça do Chão Gigante, Megatério, que pode ter sido tão grande quanto o elefante moderno.

Ao contrário dos Bicho-preguiça modernas, não era arborícola, e seu tamanho tornava-o virtualmente invulnerável aos predadores. Estudos anteriores sugerem que o tigre-de-dentes-de-sabre pode ter predado este animal, mas a maioria dos cientistas rejeita essa sugestão. Era simplesmente muito grande e poderia contra atacar um ataque cruelmente, se necessário.

Como seus ancestrais pré-históricos, as preguiças de hoje são principalmente herbívoros. Eles comem ocasionalmente pequenos insetos e lagartos, mas em geral, seu sistema digestivo é ideal para o consumo de folhas de árvores da floresta tropical. Esses animais raramente descendem de seus lares arborícolas porque não precisam beber água; eles obtêm o máximo de hidratação que precisam do consumo de folhas.

As folhas que as preguiças consomem não são fáceis de digerir e não fornecem muita energia, levando ao movimento lento dos animais.

Seus estômagos têm vários compartimentos, carregados com pequenas bactérias que ajudam a quebrar a celulose das folhas, mas seu metabolismo permanece lento.

A maioria dorme até dois terços do dia e mantém uma temperatura corporal muito baixa.

Existem várias espécies de preguiça, que podem ser classificadas como dois ou três dedos, uma classificação um pouco enganosa.

Ambas as classes têm três dedos em seus pés traseiros, mas as variedades de dois dedos têm dois dedos em suas mãos ou patas dianteiras. Animais de três dedos são ligeiramente maiores que seus primos de dois dedos, mas as variedades de dois dedos são um pouco mais rápidas em movimento.

Quando encurralado por um predador, como a águia harpia ou a onça, uma preguiça pode ser rápida, usando suas longas garras para desencorajar ataques. Frequentemente é bem-sucedido em se defender, e a maioria das mortes de animais não se deve a predadores, mas à eletrocussão pelo contato com os fios elétricos.

Embora a floresta tropical esteja diminuindo, apenas uma espécie, a Preguiça-de-Três-Guas, é considerada ameaçada de extinção no momento.

A destruição adicional da floresta tropical provavelmente resultará em classificação ameaçada para as outras quatro espécies. Esses animais se adaptaram à invasão humana em seu território, no entanto, e como não representam uma ameaça para os humanos, eles geralmente são deixados em paz.

Alimentação

O bicho preguiça dorme o dia inteiro nas árvores.

Suas reações e até mesmo sua respiração são muito lentas, nada tira seu sossego e anda bem devagar.

A visão e a audição da preguiça são fracas e ele se orienta pelo olfato.

É um mamífero de hábitos noturnos e vive em pequenos bandos.

Dormindo, seu pelo comprido e espesso, pende da barriga para o dorso funcionando como proteção contra a chuva.

Alimenta-se de folhas frescas de ingazeira, tararangá, embiruçu e embaúva.

Vive até 9 anos.

Animal

Esse animal que tem um movimento cadenciado e preguiçoso é encontrado nas florestas tropicais úmidas de todo o mundo, inclusive em abundância no Brasil.

Na amazônia (maior floresta pluvial do mundo), encontramos o bicho-preguiça em abundância, é um representante dos mamíferos, parente do tamanduá.

Em vez de andar com pernas, como a maioria dos mamíferos, esse encantador “bicho” desenvolveu garras poderosas que lhe deram a segurança necessária para viver associado ao porte arbóreo das florestas (grandes árvores), vivendo ai grande parte de sua vida, só se movimentando de uma árvore para outra a busca de alimento.

O seu movimento lento é explicado em razão de suas pernas não a sustentarem, em razão disso, a preguiça se movimenta arrastando-se.

A imobilidade da preguiça é sua principal arma contra predadores, ficando a maior parte do tempo imóvel, onde muitas vezes é confundida com uma massa de folhas mortas, um ninho de térmitas ou um monte de fungos bolorentos.

Obs:.A pouco tempo foi encontrado fóssil de um representante pré-histórico, o que explica sua grande incidência ao longo do tempo geológico. Bicho-preguiça gigante.

Espécie

O bicho-preguiça, cujo nome científico é Bradypus variegatus, tem como estratégia de sobrevivência os movimentos lentos e silenciosos e a pelagem que se confunde com as árvores, desviando a atenção dos predadores naturais.

Natural da Mata Atlântica e da Amazônia, o preguiça pode ser encontrado também em outros países da América do Sul e da América Central. Embora ainda não seja considerado um animal em extinção, já está desaparecendo de diversas regiões onde era comum – como no Nordeste brasileiro.

Entre as espécies ameaçadas estão o bicho-preguiça comum e o de coleira, encontrados no Sul da Bahia.

O desmatamento é a principal causa do desaparecimento dessas duas espécies, que passam quase todo o tempo de seus 50 anos de vida (em média) em cima das árvores, onde se alimentam de 22 espécies diferentes de vegetação da Mata Atlântica e dormem cerca de 14 horas diárias. Vítimas também das queimadas, as preguiças costumam fugir para áreas próximas às cidades, tornando-se uma presa fácil para caçadores ilegais.

Animais de hábitos solitários, os machos e as fêmeas só se encontram para acasalar.

A gestação dura de seis a oito meses, nascendo apenas um filhote, entre os meses de agosto e setembro.

Quando adulto, um bicho preguiça pode pesar até cinco quilos e medir 59 centímetros da ponta do nariz a ponta da cauda.

O filhote mama durante um mês, permanecendo com a mãe até os cinco meses, para aprender a se locomover e se alimentar sozinho. Atualmente, o homem é seu principal predador, já que os predadores naturais, aves de rapina e grandes felinos, estão em extinção.

Classificação

Nome científico: Bradypus tridatylus
Nome comum:
 Bicho-preguiça
Nome em inglês:
 Brown-throated Sloth
Reino:
 Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Superordem: Xenarthra
Ordem: Pilosa
Família: Bradypodidae
Gênero: 
Bradypus
Espécie: B. variegatus
Onde vive: 
Nas florestas tropicais úmidas da Guianas, Venezuela e norte do Brasil.
Cor: 
cinza claro com machas pretas, marrom ou branca.
Peso: em média de 4 a 6 kg
Comprimento: aproximadamente 70 cm (contando a cauda).
Gestação: 120 a 180 dias
Filhotes: 
1 por gestação que leva de 120 a 180 dias

Bicho-preguiça – Fotos

Fonte: www.linkscampeoes.com.br/www.animalnet.com.br/www.wisegeek.com/i.imgur.com/www.worldwildlife.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Buldogue Francês

Buldogue Francês

PUBLICIDADE O que é um Buldogue Francês? O Bulldog Francês é uma raça licenciada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.