Breaking News
Home / Animais / Pit Bull

Pit Bull

PUBLICIDADE

O que é Pit Bulls?

O American Pit Bull Terrier, o American Staffordshire Terrier e o Staffordshire Bull Terrier diferem ligeiramente em tamanho e construção, mas são chamados coletivamente de pit bulls. Há também uma sub-raça chamada pit bull do nariz vermelho, que é valorizada por muitos criadores. Esta sub-raça é um pit bull terrier americano que tem um nariz vermelho, em vez de preto, e um casaco vermelho sólido.

Os pit bulls são cães muito musculosos, variando em peso de cerca de 16 a 39 kg.

Eles têm pelo muito curto que é visto em uma variedade de cores.

Estes cães caracteristicamente têm uma cabeça quadrada grande com uma mandíbula bem definida.

Eles naturalmente têm orelhas pequenas e flexíveis, mas elas podem ser cortadas ainda mais curtas, de modo que fiquem retas e pontudas.

A prática de cortar as orelhas é infelizmente usada por caças para ajudar a prevenir feridas se a orelha for mordida por outro cão.

Ao longo dos anos, os pit bulls adquiriram uma má reputação por serem agressivos, viciosos e perigosos para as pessoas e outros animais.

No entanto, o temperamento associado a cães perigosos é o resultado da propriedade irresponsável e do uso deles em anéis de combate.

Porque os pit bulls são fortes, fáceis de treinar e ansiosos para agradar, eles se tornaram uma raça favorita para atividades ilegais.

Infelizmente, muitos são vítimas de abuso pelos métodos de treinamento empregados por caças e no ringue de luta. Milhares desses cães são descartados diariamente porque acabam nas mãos erradas, não são agressivos o suficiente para seus donos ou perdem brigas de cães, tornando-os inúteis para os caças.

Os mitos e estereótipos que cercam esses animais e seus donos compõem uma porcentagem muito pequena dos milhões de cães que são chamados de pit bulls.

Uma crença comum é que eles têm mandíbulas de bloqueio. Essa crença é sempre falsa. É fisicamente impossível que a mandíbula de um cão seja trancada. No entanto, estes cães têm mandíbulas muito fortes que podem ser apertadas teimosamente, tornando difícil para uma pessoa ou animal se libertar no caso de uma mordida.

Por natureza, pit bulls são cães muito gentis, carinhosos e confiáveis. Eles seguem os comandos de boa vontade e são leais, cães da família que amam crianças.

É extremamente raro um pit bull bem tratado atacar sem uma séria provocação. Eles são muito inteligentes e fazem grandes companheiros e cães de guarda.

Apesar de seu grande temperamento, os pit bulls não são para todos. Eles exigem muito exercício e são muito energéticos. Alguém considerando possuir um deve ser capaz de se comprometer com o treinamento de obediência. Um cão destreinado pode ser forte, muito enérgico e travesso, tornando-o um animal difícil de lidar.

O estabelecimento da raça na Inglaterra

Embora criado num passado recente e razoavelmente documentado, a origem do Pit Bull é um pouco nebulosa e está dividida, basicamente, em duas vertentes, ambas defendidas por autores de renome:

O Pit Bull é exatamente o antigo Bulldog

Esta tese é suportada por autores como Richard Stratton e Diane Jessup. Para eles, não existe nenhuma característica no Pit Bull que justifique sua origem em um terrier. Embora possa ter ocorrido alguma introdução de sangue terrier no século passado, isso não foi de forma alguma significativo. O cão que é uma evolução do bull-and-terrier (cruzamento do Bulldog com game terriers) é o moderno bull terrier.

O Pit Bull é o resultado do cruzamento do Bulldog com os game terriers

Carl Semencic e a vasta maioria dos dog men, como Dan Gibson e Bert Sorrells, defendem a tese de que o Pit Bull é realmente o aprimoramento do bull-and-terrier, ou half-and-half. A base que oferecem são pinturas de época, mostrando que tais cães são virtualmente idênticos ao Pit Bull tal como o conhecemos.

Esta segunda tese me parece mais lógica. Embora não seja a especialidade do Pit Bull ficar se enfiando em tocas, um observador mais atento perceberá que há muita semelhança entre o comportamento de terriers como o jack russel e o patterdale e dos pequenos Pit Bulls das linhagens ditas “de combate”. A independência, a obstinação (muitas vezes considerada teimosia), a agressividade em relação a outros cães e a forma como pulam são atributos comuns a ambos.

Algumas fontes citam o extinto white terrier como o utilizado na obtenção do half-and-half, embora não hajam provas disso. O mais provável é que os ditos rateiros – terriers extremamente game utilizados em competições nas quais vencia o cão que matava o maior número de ratos num dado lapso de tempo – tenham sido os escolhidos.

O resultado da fixação do bull-and-terrier foi o cão que ainda hoje é conhecido como staffordshire bull terrier. Fotografias da segunda metade do século passado mostram claramente que era este o cão utilizado nas lutas de então na Inglaterra e que foi trazido para os Estados Unidos. Um exemplo documentado é uma fotografia de um famoso dog man inglês de então, Cockney Charles Lloyd, que trouxe vários cães da Inglaterra. Um desses cães, Pilot, aparece numa foto de 1881 e é claramente um staff bull. Pilot veio a ser um dos pilares da linhagem Colby, através do lendário Colby’s Pinscher.

As opiniões de Jessup e Stratton, porém, não devem ser desconsideradas. Observem a semelhança entre um Bulldog de 170 anos atrás e um Pit Bull de linhagens mais pesadas, como o Pit Canchin.

A chegada na América

Como visto, os ancestrais imediatos do Pit Bull foram os pit fighting dogs importados da Irlanda e Inglaterra a partir de meados do século XIX.

Na América, a raça começou a divergir ligeiramente do que estava sendo produzido naqueles países de origem.

Os cães não foram utilizados apenas para rinhas, mas também como catch dogs – presa de gado e porcos desgarrados – e como guardas da propriedade e da família. Daí começaram a ser selecionados cães de maior porte, mas esse ganho de peso não foi muito significativo até cerca de 20 anos atrás.

Os cães irlandeses, os famosos Old Family Dogs, raramente pesavam acima de 12kg e cães de 7kg não eram raros. O anteriormente citado LLoyd’s Pilot pesava 12kg. No início do século, eram raros os cães acima de 23kg.

De 1900 a 1975, houve um aumento pequeno e gradual no peso do Pit Bull, sem que houvesse perda de performance no pit.

Nas mãos dos criadores americanos, o Pit Bull se popularizou a ponto de ser símbolo dos Estados Unidos na 1ª Guerra Mundial. Homens como Louis Colby, cuja família mantém até hoje uma tradição de 109 anos, C.Z. Bennet, fundador do United Kennel Club (UKC) e Guy McCord, fundador da American Dog Breeders Association (ADBA), foram fundamentais na consolidação da raça.

Sua popularidade atingiu o auge na década de 30, quando o seriado infantil Little Rascals era estrelado por Pete, um Pit Bull: era o cachorro favorito de 10 entre 10 crianças americanas. Esta projeção levou finalmente o American Kennel Club (AKC), após anos de pressão a reconhecer o Pit Bull com o nome de staffordshire terrier, para diferenciá-lo dos cães voltados para rinhas. Este cão é hoje o american staffordshire terrier, tendo o “american” sido acrescido ao nome original em 1972 para evitar confusão com o staffordshire bull terrier.

Mas agora, quando a vasta maioria dos APBT não é mais selecionada para a performance tradicional no pit (compreensível, já que o processo seletivo em si – o combate – é crime), o axioma americano “bigger is better” passou a valer para vários neófitos que se tornaram criadores, aproveitando a popularidade da raça nos anos 80.

Isto resultou num aumento vertiginoso no tamanho médio do Pit Bull, muitas vezes de forma desonesta, pelo cruzamento com raças como mastiff, mastim napolitano e dogue de bordeaux. Alguns autores, como Diane Jessup, sustentam que o american Bulldog nada mais é do que a fixação de linhagens maiores de Pit Bull.

Outra modificação, esta menos visível, que vem sendo introduzida desde o século XIX são os estilos de luta geneticamente programados (tais como especialistas em orelhas, patas e focinho), função do nível de competitividade que as lutas atingiram.

A despeito de tais modificações, a raça tem mantido uma notável continuidade por cerca de 150 anos. Pinturas e fotos do século passado mostram cães idênticos aos dos dias de hoje. Embora pequenas diferenças possam existir entre algumas linhagens, no geral temos uma raça que, ao contrário de muitas outras ditas “reconhecidas”, está consolidada há mais de um século.

Pit Bull – American Pit Bull Terrier

O American Pit Bull Terrier foi uma raça desenvolvida no começo do século XIX na Europa pelos ingleses.

O primeiro Pit Bull surgiu do cruzamento do antigo Bulldog Inglês com o já extinto Terrier Inglês (muito assemelhado com o atual Jack Russel Terrier), com muita agilidade e força física.

Selecionado por sua força e combate, o Pit Bull foi levado para a região Oeste dos Estados Unidos, onde começou a ser desenvolvida a raça com mais intensidade no formato atual. A partir daí eles passaram a ser usados em esportes sangrentos, inicialmente lutas com ursos ou touros e depois lutas somente entre cães.

Em 1835, com a proibição das rinhas, tiveram que fazer uma nova seleção de cães retirando da reprodução os agressivos e selecionando os exemplares com temperamento equilibrado.

Em 1898 o United Kennel Club (UKC) reconheceu o primeiro exemplar da raça e em 1909 foi fundado nos Estados Unidos a ADBA (American Dog Breeders Association), uma associação exclusiva de criadores da raça Pit Bull.

Ambas na medida do possível tentam manter o Pit Bull no formato original com a incomparável determinação (Gameness) que é uma das principais características da raça, seguido de força muscular, agilidade e resistência. Sua força é desenvolvida tanto para deslocamentos horizontais como corridas, quanto verticais como saltos e escaladas em árvores. Possui grande resistência orgânica e raramente fica doente.

É capaz de correr durante muito tempo sem se cansar e é tão determinado que quando tem uma tarefa a cumprir raramente desiste. Quanto ao temperamento, é um cão inteligente, fiel ao dono e dócil quando bem tratado por quem o adquire. Para adquirir um exemplar desta raça, o novo dono deve saber de início que por ser um cão atleta nato, necessita de bastante exercício, devendo ser treinado e socializado desde filhote. Quando confinado em um espaço muito pequeno nasce a depressão de isolamento que pode gerar problemas no temperamento do cão.

O temperamento de qualquer cão divide-se em dois tópicos, o instinto que é a aptidão do cão para algumas funções como caçar, pastoreio, guarda, etc e o comportamento que são as atitudes de personalidade dele que são adquiridas no meio onde ele vive. Portanto deve-se saber que o Pit Bull tem o instinto para atividades de resistência (esportes por ex.), usado erroneamente por pessoas cruéis naquela época em rinhas; e caça de pequenos animais herdados de seus ancestrais terriers. Muitas vezes a culpa de um cão ficar agressivo é do próprio dono que não sabe lidar com o animal, o ser vivo que convive com ele dentro de casa. Assim, quem leva um pit para apartamento, já deve se preparar para incluir pelo menos 1 hora diária de passeios com exercícios.

Hoje o Pit Bull pode se adaptar a qualquer atividade sadia que não seja a rinha, como por exemplo os esportes radicais, provas de trabalho com tração, Agility e até as exposições de beleza. A rinha é classificada como Crime de crueldade aos animais (art. 32 da Lei 9.605/98) com pena de 3 meses a 1 ano de detenção e multa.

História do American Pit Bull Terrier

O Pit Bull foi criado na Inglaterra e suas raízes remontam ao século XIX.

A história do desenvolvimento do Pit Bull na máquina de combate que é hoje tem início há cerca de dois séculos. Era o período do apogeu do Bulldog e a atividade predominante não era a luta de cães, mas sim o bull baiting.

Tomando o termo cães de combate num sentido mais amplo – cães de guerra, de caça pesada e perigosa e lutas contra os mais diversos oponentes – vamos recuar no tempo e tentar reconstituir a história deste grupo.

Esta tentativa não é uma empreitada simples. A documentação é esparsa e muitas vezes dispomos de apenas fragmentos de um mural para fundamentar uma linha de raciocínio.

Este breve histórico está baseado na obra de dois renomados estudiosos do tema: os Drs. Carl Semencic e Dieter Fleig. Os autores Diane Jessup e Richard Stratton foram também exaustivamente consultados.

2000 AC: Os babilônios já usavam cães gigantescos em seus exércitos.

1600: os cães utilizados para caça pesada, como o aurochs e o stag, eram descendentes dos grandes molossos.

1800: O bear baiting, a luta entre um urso e um Bulldog, deixou de ser prerrogativa da nobreza e tornou-se uma diversão popular. Pequenas fortunas surgiam em função das apostas e com a manutenção dos ursos. O Bulldog já era praticamente idêntico ao moderno Pit Bull.

1830: O bull baiting era o entretenimento favorito das massas. O Bulldog é claramente um Pit Bull moderno, de compleição mais robusta.

1850: Com a proibição do bull baiting, as lutas de cães se tornam populares. O bull and terrier, menor e mais ágil, substitui o Bulldog: está formado o Pit Bull.

Características

Peso do macho: 15 – 27 kg
Peso da fêmea: 13 – 22 kg
Altura do macho: 45 – 53 cm na cernelha.
Altura da fêmea: 43 – 50,8 cm na cernelha.
Pelo: curto
Cor: Todas, com exceção do merle.
Tamanho da ninhada: 4 a 10 filhotes
Expectativa de vida: 12 a 14 anos

Classificação

Nome original: American Pit Bull Terrier
Outros nomes: Pit Bull
País de origem:
Estados Unidos

Grupo:

CBKC: Grupo 11.
UKC: Grupo dos Terriers.

Pit Bull – Fotos

Fonte: www.pitbull.com.br/www.wisegeek.org/www.pitbullclub.com.br/ www.huskyshepherd.com/geniusvets.s3.amazonaws.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aracnídeos

PUBLICIDADE Definição Os aracnídeos (classe Arachnida), qualquer membro do grupo de artrópodes que inclui aranhas, …

Anaconda

Anaconda

PUBLICIDADE O que é uma Anaconda? Uma anaconda é uma cobra grande e não venenosa. Vive principalmente …

Tigre de Sumatra

PUBLICIDADE O que é um Tigre de Sumatra? Um tigre de Sumatra é uma espécie …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.