Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Caboclinho  Voltar

Caboclinho



 

Caboclinho
Caboclinho do Peito Preto

Caboclinho do papo preto - Sporophila ruficollis
Caboclinho do papo branco - Sporophila palutris
Caboclinho do peito preto - Sporophila melanogaster
Caboclinho ferrugem - Sporophila cinnamomea
Caboclinho - Sporophila minuta

Caboclinho
Caboclinho Ferrugem

Distribuição

Os Caboclinhos tem uma vasta distribuição nas regiões Centro, Sudeste e Sul do Brasil. Descolam-se freqüentemente (às vezes a grandes distâncias), fora da época de reprodução, à procura de alimentos. Na Amazônia ocorre a espécie S. castaneiventris e no Pará e Nordeste a espécie S. minuta.

Caboclinho
Caboclinho

Habitat

Campos , campos cultivados, brejos, capinzais.

Fêmeas e jovens

As fêmeas são pardas e muito semelhantes entre si, dificultando a identificação de cada espécie e possibilitando a mestiçagem entre vários tipos, o que dá origem a formas intermediárias.

Os jovens tem a mesma coloração das fêmeas.

Tipo de ninho: em forma de taça. Aceitam perfeitamente ninhos de corda de 8,5 cm de diâmetro.

Caboclinho
Caboclinho de Papo Preto

Postura: 2 a 3 ovos
Incubação: 13 dias
Comportamento e reprodução: Reproduz em cativeiro. O canto de todos os caboclinhos é muito parecido.
Tamanho: 10 cm
Anel: todas as espécies: 2,2 mm

Caboclinho
Caboclinho de Papo Branco

Outras formas: além das espécies aqui ilustradas, existem mais sete tipos de pássaros conhecidos com o nome popular de Caboclinho.

Caboclinho fradinho: (Sporophila bouvreuil bouvreuil) Alto da cabeça ( como uma coroa), asas e rabo pretos; resto da plumagem marrom avermelhado.

Caboclinho paulista: (Sporophila bouvreuil pileata) como o anterior, porém róseo-esbranquiçado, em vez de marrom- avermelhado

Caboclinho de são Paulo: (Sporophila bouvreunil saturata) Espécie pouco conhecida descrita como sendo dos arredores da cidade de São Paulo.

Caboclinho ferrinho: (Sporophila bouvreunil crypta) coloração semelhante à de uma fêmea, apenas um pouco mais escura.

Caboclinho do Pará: (Sporophila hypoxantha) semelhante à espécie minuta, porém de coloração mais clara e com o azul acinzentado da cabeça somente até a altura dos olhos.

Caboclinho do amazonas: (Sporophila castaneiventris) todo cinza, exceto a garganta, o centro do peito e o abdome, que são castanhos, e as asas e cauda, pretas.

Caboclinho do mato grosso: (Sporophila nigrorufa) partes superiores pretas; resto das penas ferrugem canela.

Fonte: www.felipex.com.br

Caboclinho

Caboclinho

COLORIDO VISTOSO E CANTO AGRADÁVEL

De colorido vistoso, este pássaro, é um dos prediletos dos apreciadores de aves em gaiolas, por sua mansidão, resistência rápida e adaptabilidade ao cativeiro.

A 20 ou 30 quilômetros dos centros urbanos, ainda é possível encontrar com certa facilidade os Caboclinhos. Espalhados por todo o Brasil, esses pássaros do gênero dos Sporophilas, cujo tipo mais comum em cor de cobre típica do mulato brasileiro, fazem dos campos, das várzeas e dos brejos o seu habitat.

Facilmente identificados pela beleza de sua coloração forte e vistosa, são conhecidos em 12 tipos diferentes, dos quais os mais populares e apreciados são o Caboclinho (Sporophila minuta) de dorso e cabeça cinzentos e parte inferiores castanhas, encontrado, geralmente, na região Nordeste; o Caboclinho Fradinho (Sporophila bouvreuil) – exibidor de uma plumagem canela-ferruginosa. Além das asas e do rabo preto, este apresenta uma definida coroa negra, o que originou, provavelmente o apelido de Fradinho. Os caboclinhos migram, aos bandos durante o inverno, fugindo dos lugares frios à procura de temperaturas mais amenas.

É durante essas mudanças que os passarinheiros aproveitam para conseguir mais um exemplar para a sua coleção – é difícil encontrar, principalmente no interior, alguém que não tenha ou tenha tido uma coleção de Caboclinhos. Apesar de não ter nenhuma característica excepcional, o Caboclinho conquista a predileção dos amadores de aves em gaiola pelo fato de se adaptar rapidamente ao cativeiro, ser manso, resistente, e cantar bem, embora o seu canto não tenha nada de extraordinário.

Fonte: familiapet.uol.com.br

Caboclinho

Caboclinho

Nome popular

Caboclinho

Nomes científicos

Caboclinho ( Sporophila minuta )
Caboclinho-do-papo-preto ( Sporophila ruficollis )
Caboclinho-do-papo-branco ( Sporophila palustris )
Caboclinho-do-peito-preto ( Sporophila melanogaster )
Caboclinho-ferrugem ( Sporophila cinnamomea )

Distribuição

Os caboclinhos tem uma vasta distribuição nas regiões Centro, Sudeste e sul do Brasil. Deslocam-se freqüentemente (às vezes a grandes distâncias), fora da época de reprodução, à procura de alimentos. Na Amazônia ocorre a espécie Spoeophila castaneiventris e no Pará e Nordeste a espécie Sporophila minuta.

Habitat

Campos cultivados, brejos, capinzais.

Fêmeas e jovens

As fêmeas são pardas e muito semelhantes entre si, dificultando a identificação de cada espécie e possibilitando a mestiçagem entre vários tipos, o que dá origem a formas intermediárias. Os jovens tem a mesma coloração das fêmeas.

Tipo de ninho

Em forma de taça. Aceitam perfeitamente ninhos de corda de 8,5 cm de diâmetro.

Postura

2 a 3 ovos.

Incubação

13 dias.

Comportamento e reprodução

Reproduz em cativeiro. O canto de todos os caboclinhos é muito parecido.

Tamanho

10 cm.

Anel

Todas as espécies: 2,2 a 2,5 mm

Outras formas

Além das espécies aqui ilustradas, existem sete tipos de pássaros conhecidos com o nome popular de Caboclinho.

Caboclinho-fradinho

( Sporophila bouvreuil bouvreuil )

Alto da cabeça (como uma coroa), asas e rabo pretos; resto da plumagem marrom-avermelhados.

Caboclinho-paulista

( Sporophila bouvreuil pileata )

Como o anterior, porém róseo-esbranquiçado, em vez de marrom-avermelhado.

Caboclinho-de-são-paulo

( Sporophila bouvreuil saturata )

Espécie pouco conhecida, descrita como sendo dos arredores da cidade de São Paulo.

Caboclinho-ferrinho

( Sporophila bouvreuil crypta )

Coloração semelhante à de uma fêmea, apenas um pouco mais escura.

Caboclinho-do-paraná

( Sporophila hypoxantha )

Semelhante à espécie minuta, porém de coloração mais clara e com o azul-acinzentado da cabeça somente até a altura dos olhos.

Caboclinho-do-amazonas

( Sporophila castaneiventris )

Todo cinza, exceto a garganta, o centro do peito e o abdome, que são castanhos, e as asas e cauda, pretas.

Caboclinho-do-mato-grosso

( Sporophila nigrorufa )

Espécie rara. Partes superiores pretas; resto das penas ferrugem-canela.

Fonte: www.clubesano.com.br

Caboclinho

Caboclinho

Nome Comum: Caboclinho-da-faixa, Cabuculino.

Distribuição: No Acre, baixo rio Tapajós (Pará) e
rio São Francisco (Pirapora, Minas Gerais, setembro).

Habitat: Vive nos capinzais, nas margens de rios e lagos.

Características: 10cm. de comprimento.

Os caboclinhos em geral, na muda de penas, adquirem uma plumagem esmaecida, só voltando ao normal na muda seguinte (anterior ao período reprodutivo), assim como o tiziu (Volatina jacarina).

Trata-se do menor pássaro canoro nacional.

São muitos os amantes da criação de caboclinhos, que além de excelentes cantores, apresentam diversas colorações de plumagem.

Alimentação

Hábito alimentar

Granívoro.

Farinhada no.1

Fêmeas em reprodução: mistura de 50% de fubá grosso de milho e 50% de ração de codorna (postura).

Sementes Diariamente: 50% de alpiste, 20% de painço amarelo, 10% de senha, 10% de níger e 10% de painço português.

Farinhada no.2

Para fêmeas com filhotes e pássaros na época de muda: mistura a base de ovo cozido, flocos de milho pré-cozidos e farelo de soja (submetido a processo industrial de tostagem).

Água Filtrada, renovada diariamente, em bebedouro limpo. Poli-vitamínico 3 vezes por semana, no bebedouro.

Alimento vivo

Até 20 larvas do "besouro-de-amendoim" Palembus dermestoides/dia, por fêmea com filhotes. Areia Limpa, esterilizada, podendo ser fornecida junto com um complexo mineral.

Reprodução

Período de reprodução

Primavera e verão.

Gaiola do reprodutor 30cm de comp. x 32cm de alt. x 28cm de larg.

Período de descanso

Outono e inverno. Gaiola da matriz 60cm de comp. x 32cm de alt. x 28cm de larg.

Fêmeas e filhotes

As fêmeas dos caboclinhos em geral são pardas e muito semelhantes entre si, dificultando a identificação de cada espécie e possibilitando a mestiçagem. Os jovens apresentam a mesma coloração das fêmeas.

Ninho

Tipo taça, feito em arame e bucha vegetal, com 5,0cm de diâmetro e 3,5cm de profundidade.

Maturidade sexual

10 meses.

Material p/ ninho

Fibra de sisal, raíz de capim e crina de cavalo.

Incubação

2 a 4 posturas/temporada, 2 a 3 ovos/postura, 13 dias de incubação podendo ser separados da mãe aos 35-40 dias de idade. Anel No. 1.

Fonte: www.feomg.com.br

Caboclinho

Caboclinho

Sporophila palustris - é o menor pássaro canoro brasileiro.

Habita várzeas à procura de sementes de capim verde, entre outros, especialmente o capim de flor amarela e o colonião.

Rosmari Lazarini

Fonte: www.jardimdeflores.com.br

Caboclinho

É um pássaro de porte pequeno, medindo em média 10 cm de comprimento.

Caboclinho

Nome comum: Caboclinho, Caboclinho-frade
Nome científico: Sporophila bouvreuil

Região onde é encontrado

No brasil do estuário do Rio Amazonas (Amapá, Pará) e Maranhão até o Rio Grande do Sul, incluindo a totalidade das regiões Nordeste e Sudeste, estendendo-se para oeste até Goiás e Mato Grosso. Encontrado também na Argentina, Paraguai e Suriname. É localmente comum em campos com gramíneas altas, cerrados abertos e áreas pantanosas.

TEMPO DE VIDA: 30 anos no cativeiro (se bem cuidado)

Alimentação

Se quisermos manter aves sadias, temos que oferecer a elas uma variedade de alimentos frescos e em quantidades corretas. Esses itens incluem legumes semicozidos (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico), milho, verduras, brotos, frutas (tomate, mamão, maçã, frutas cítricas, frutas de época), cereais, proteína de soja, óleos vegetais, sementes de boa qualidade e em pequena quantidade (girassol, castanhas), proteína animal (queijo magro, ovo cozido), aminoácidos essências, cálcio, vitaminas, minerais e probióticos. Adaptar as aves a esse cardápio variado não é uma tarefa fácil e requer a ajuda de um veterinário ou um zootecnista especialista em nutrição animal. Para resolver esse problema, surgiram as rações balanceadas para passariformes, que vêm prontas para uso. A ração peletizada ou extrusada pode ser comparada em seu formato e facilidade de uso às rações para cães, gatos e outros animais domésticos . A ração de passariformes é palatável e contém todos os nutrientes que a ave necessita em doses corretas. Não devemos confundir a ração balanceada com as misturas de sementes, que permite à ave separar os itens alimentares que mais gosta dos que não gosta, tal qual uma criança que separa no seu prato somente o alimento que mais lhe agrada.

As dietas balanceadas para passariformes (tipo ração) são fabricadas no Brasil 8e podem ser encontradas nas lojas especializadas. Uma boa opção é a ração extrusada Alcon Club Passariformes, de alta digestibilidade e formulada para atender às necessidades nutricionais de passariformes de médio e grande porte. A ração balanceada reduz o desperdício de alimento, é de uso prático e principalmente, torna as aves bem nutridas e saudáveis. A ração balanceada pode ser a única fonte de alimentação, mas frutas, verduras, sementes e castanhas podem ser oferecidas eventualmente como petiscos eventuais.

Criação

O período de reprodução inicia-se na primavera e se estende até o fim do verão onde a fêmea cria de 3 ninhadas com 1 a 3 ovos em média. Depois de um período de 13 dias, os filhotes nascem podendo ser separados da mãe com 35 dias de vida.

Porte

É um pássaro de porte pequeno, medindo em média 10 cm de comprimento.

Fonte: www.avedomestica.com

Caboclinho

Caboclinho

Nome Científico: Sporophila minuta.

Nome Comum: Caboclinho-de-barriga-vermelha, Caboclinho-do-norte.

Distribuição: Região Amazônica.

Habitat: Paisagens abertas, campos de cultura, margens de estradas.

Características: 10cm. de comprimento.

Os caboclinhos, em geral, são nacionalmente reconhecidos como delicados gorjeadores, sabendo entoar melodias suaves, agradáveis, e com várias notas.

Fonte: www.avescia.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal