Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Víboras, Calangos E Tartarugas  Voltar

VÍBORAS, CALANGOS E TARTARUGAS

O nome víbora designa popularmente muitas cobras venenosas e, por analogia, também é aplicado a alguns lagartos considerados perigosos. Existe um lagarto na região, que é a bílbola ou víbora (Dracaena paraguayensis). Seus dentes são redondos e quebram com facilidade moluscos, mexilhões e caranguejos, sua alimentação. Embora os dentes da bílbola não sejam afiados, nem tampouco ela seja venenosa, como se acredita na região, não deixa de ser um bicho agressivo, que abocanha quem o ataque, apertando com seus maxilares fortes.

Víbora-do-Pantanal, são lagartos de grande porte, e por suas dimensões, muitas vezes confundidos com jacarés. Apresentam coloração marrom-oliva no dorso e listas transversais mais claras, transformando-se em manchas irregulares nos lados do corpo e na cauda. O ventre é amarelado, mesclado de cinza-escuro.

Vivem em terras firmes ao redor de banhados e às margens de rios. Nadam muito bem e são capazes de permanecer bastante tempo dentro d'água, para onde correm quando perturbados.

Alimentam-se de moluscos cujas cascas trituram com os dentes achatados, e depois cospem, engolindo somente as partes moles.

São ovíparos, e refugiam-se em buracos, na terra seca ou em cupinzeiros.

Teiú, estão entre os maiores lagartos brasileiros, têm cauda longa e afilada, correspondendo 2/3 do comprimento total, o corpo e membros são robustos, o focinho é pontudo e, nos adultos nota-se uma papada, devido à musculatura mastigadora que é muito desenvolvida.

Com coloração de faixas transversais branco-amarelado. O ventre é claro com barras transversais pretas.

Vivem no chão, nas proximidades de rios e de lagoas. Habitam tocas permanentes e precisam de um território grande que defendem com grande empenho.

Alimentam-se de invertebrados, pequenos vertebrados, frutos, restos de animais e ovos que retiram dos ninhos.

Antes do acasalamento, há uma fase longa de perseguição durante a qual diversos machos podem competir pela mesma fêmea. São ovíparos.

Os demais representantes da ordem dos répteis, têm o corpo revestido por uma couraça formada por placas ósseas soldadas e cobertas externamente por material córneo. O pescoço é curto e pode ser retraído inteiramente para dentro da carapaça, em linha reta. Têm coloração geral castanho-acinzentado. Não há diferenças acentuada entre os sexos. As fêmeas porém são maiores, com tons avermelhados.

Jabuti, (Testudo tabulata) vivem nas matas, locomovem-se lentamente e têm hábitos diurnos. Na época da seca escondem-se no chão, por longo tempo, entre as folhas caídas; na estação chuvosa podem ser vistos com maior facilidade.

Alimentam-se principalmente de frutas maduras caídas das árvores.

Na época da postura as fêmeas fazem uma cova com as patas traseiras, e ali depositam os ovos cobrindo-os um após o outro, com terra. Os filhotes nascem com cerca de 4cm.

Cágado, Platenis macrocephala com esse nome são conhecidos os quelônios de vários gêneros, de carapaça, relativamente baixa, cabeça e pescoço longos. São capazes de virar a cabeça lateralmente e não retraem totalmente o pescoço para dentro da carapaça.

Têm hábitos aquáticos, podendo ser encontrados em vários ambientes onde existe água doce.

Tem hábitos diurnos, muito mais aquáticos do que terrestres, e passam grande parte do tempo mergulhados. Vivem à beira de rios, lagoas, corixos e banhados. Alimentam-se de peixes e de outros organismos aquáticos que apanham e comem dentro d'água.

Fonte: www.pantanalms.tur.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal