Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Cocker Americano  Voltar

Cocker Americano



Cocker Americano

Obtido nos Estados Unidos através de cuidadosas seleções realizadas com o Cocker Spaniel Inglês, a variedade norte-americana diferencia-se principalmente por algumas características como estatura, coloração da pelagem, orelhas, etc.

A popularidade da raça é notável. Trata-se de um cão afetuoso e muito fiel. O Cocker Americano adapta-se muito bem a vida em família, motivo que o tornou ainda mais conhecido como cão de companhia que o Cocker Inglês. No campo, o Cocker Americano mostra-se excelente caçador, resistente, ágil, veloz e sempre incansável na busca.

É um cão de aspecto agradável, vivo e alegre, robusto e equilibrado em todas as partes. 
Quando está em ação, deve demonstrar aptidões para o trabalho, sem desequilíbrio no comportamento, nem timidez.

Seus olhos são redondos e cheios, suas orelhas lobulares, tem inserção baixa, coberta com pêlos longos, e sedosos, lisos ou ondulados. Quando o cão está em atividade, o movimento da cauda é incessante.

A pelagem na cabeça é curta e no corpo aderente e levemente ondulado, nunca encacheado, de textura sedosa e comprimento médio.

A altura do Cocker Americano é, em média, de 38 cm. na altura da cernelha, para os machos, e de 35,5 para as fêmeas.

Fonte: www.guiaderacas.com.br

Cocker Americano

O COCKER AMERICANO E SUAS DIFERENÇAS

Saiba o quê diferencia o Cocker Spaniel Americano do Inglês, raças desenvolvidas de forma diferente. Chamado simplesmente de Cocker Spanielnos EUA, onde é a 4ª raça mais registrada (75.882 exemplares em 1993), mundialmente é conhecido como Cocker Spaniel Americano.

Cocker Americano

Sua história, que confunde-se com a do Cocker Spaniel Inglês até o final do século passado, a partir daí teve evolução própria. Os Spaniels, termo oriundo de "espanhóis", são cães de caça com ancestrais de provável origem egípcia, desenvolvidos na Península Ibérica. Tornaram-se apreciados pela habilidade de "levantar" aves para o caçador, por sua disposição e capacidade de adentrar em terrenos com vegetação de difícil acesso, velocidade em campo aberto e agilidade ao nadar. Criados intensivamente na Europa, desdobraram-se em várias raças. Entraram na América acompanhando imigrantes desde 1620 e por importações no século passado, inclusive de alguns descendentes do primeiro "Cocker" famoso (assim se designavam os Spaniels menores), nascido na Inglaterra de dois Spaniels diferentes, um Sussex e uma Field, ambos com aparência que lembra os atuais Cockers. Este precursor chamava-se Obo e foi tão importante que, até 1920 nos EUA, os Cockers fora da sua linhagem não eram tidos como ideais.

DIFERENÇAS

A criação americana direcionou-se para a caça em pântanos, conferindo um porte menor a esse cão, mais prático para o transporte em barcos. Para nadar com maior eficiência as patas aumentaram para se obter maior empuxo e o focinho foi encurtado visando diminuir o esforço ao carregar a presa abocanhada. Juntamente com essas mudanças a pelagem veio mais longa e densa. Resultou assim bastante diferente do Cocker Spaniel Inglês, desenvolvido em paralelo na Inglaterra para a caça a pé, em banhados de terreno mais firme. Tanto que em 1936, o American Kennel Club considerou-os variedades diferentes e, 10 anos após, reconheceu-os como raças diversas, antes mesmo dos criadores ingleses. Outras características diferentes do Cocker Spaniel Americano são o crânio mais arredondado, os olhos mais amendoados, o focinho mais curto, o stop-ângulo onde o focinho se encontra com a testa - mais pronunciado, os lábios pendentes cobrindo a mandíbula, a linha dorsal mais inclinada no sentido da cernelha para a cauda e a cauda inserida mais alta. Sua farta pelagem e conformação apropriada ao show o tornaram um cão de grande sucesso nas exposições de beleza. Quanto ao temperamento, continua caçador e destaca-se como excelente cão de companhia, afetuoso, com alegria constante e fidelidade extrema. Por isso, há quem defenda sua transferência do grupo de cães de caça para o de companhia, mas nem todos concordam. Mariângela Furchi Guimarães, do Canil Good Company, São Paulo - SP diz que "ele mantém o instinto de caçador. Na minha fazenda, por exemplo, já presenciei filhotes de apenas 60 dias perseguindo frangos assim que os viam e adultos imobilizando aquelas aves, segurando-as pelo corpo sem machucar". Sônia Couto, do Canil Cinoblu, Petrópolis-RJ acrescenta: "afinal trata-se de um Spaniel e deveria continuar no grupo de cães de caça em respeito às suas origens".

FICHA

Cores

Sólidas - preto, preto e castanho (black and tan), chocolate, chocolate e castanho, dourado. Particolor - qualquer uma das sólidas com branco, sendo que nenhuma das cores pode exceder 90%. Ascob (Any Solid Color Other than Black) - nome dado às cores sólidas exceto o preto.

Marcas castanho (tan) - devem estar nos seguintes locais: um ponto bem visível acima de cada olho, dos lados do focinho e nas faces, nas 4 patas e pernas, na parte interna das orelhas, sob a cauda e opcionalmente no peito. Permitido - tonalidade mais clara nas franjas e pequena mancha branca no peito e/ou garganta.

Escolha do filhote

Com nariz preto nos cães pretos ou com cor preta, nos demais pode ser também marrom. Os olhos devem ser marrom escuro podendo ser amarelos ou esverdeados nos cães com cor chocolate.

A cauda, cortada, é portada na horizontal ou levemente para cima.

Orelhas inseridas na altura dos olhos.

Mordedura em tesoura (os incisivos inferiores tocam a parte interna dos incisivos superiores).

Pelagem

Dupla, sedosa e lisa ou levemente ondulada.

Tamanho

Altura - 38 cm (macho) e 35 cm (fêmea). O padrão CBKC de 30/4/94 admite variações nos machos e fêmeas de 1,5 cm e desqualifica machos com mais de 39,5 cm e fêmeas com mais de 38. O AKC admite variações de 1,25 cm.

Comprimento - da cernelha à raiz da cauda cerca de 15% menor do que a altura (do pé à cernelha).

Cuidados

Escovar 1 vez por semana, após o banho, enquanto a pelagem seca. Aparar os pêlos da cabeça, corpo e principalmente das patas, a cada 15 ou 20 dias.

Fonte: www2.uol.com.br

Cocker Americano

Cocker Americano

Muito amigo das crianças.

Tipo de Pêlo

Comprimento médio, sedoso. Cores: negro total, negro-fogo, dourado, mosqueado.

Temperamento

Inteligente e obediente. Bastante amigo das crianças.

Apurado a partir de Cocker Spaniels europeus foi constituido oficialmente como raça em 1946. É um pouco mais pequeno e com pêlo mais comprido que o seu parente inglês. Os Spaniels, termo oriundo de "espanhóis", são cães de caça ancestrais, desenvolvidos na Península Ibérica. Tornaram-se apreciados pela habilidade de "levantar" aves para o caçador, sua capacidade em penetrar vegetação densa e pela agilidade ao nadar. Tornou-se rapidamente popular pelo facto de ser muito alegre e sociável. O seu aspecto forte e robusto, típico para actividades de caça, não lhe diminuem a sua função de companhia, sendo esta bastante popular na América do Norte.

Descrição

O Cocker Spaniel é um cão de porte médio, de corpo sólido e forte e espírito alegre. Possui um crânio abobadado, focinho largo e profundo. O lábio superior recobre o maxilar inferior. As narinas são bem desenvolvidas, os olhos são doces sendo a sua cor variável consoante a da pelagem. Uma das suas principais características são as orelhas compridas pendentes, com pêlo ondulado, e enraizadas ao nível dos olhos. O pescoço é musculoso e termina num peito largo e espáduas descaídas. Os membros são fortes e vigorosos, de boa ossatura, e os pés são bem almofadados. A cauda tem raiz baixa e pode ou não ser amputada.

Em virtude do seu comprimento, as orelhas estão bastantes vezes em contacto com o chão sujando-se mais que o normal. Recomenda-se a utilização diária de uma escova para manter as orelhas limpas. O pavilhão auricular deve ser mantido limpo para evitar o aparecimento de otites, tão comuns nesta raça devido à existência de mais pêlos no canal auditivo que noutras raças.

Fonte: animais2.clix.pt

Cocker Americano

 

Cocker Americano

Um nobre companheiro

Herdou características de seus nobres ancestrais, os ingleses, sendo um exímio caçador, incansável na busca, minucioso, resistente e eficiente, especialmente em campo aberto, sua especialidade.

Já no trabalho, o cão exibe suas aptidões de forma equilibrada, mostrando seu bom temperamento sem excessos nem timidez.

Aqui na América, por ser muito fiel e afetuoso, ganhou ainda a característica de ser um cão de companhia. De fácil adaptação à vida em família, encanta a todos com sua alegria e vivacidade.

Sua pelagem é curta na cabeça, mais longa, sedosa e colada ao resto do corpo, com franjas onduladas mas não cacheada, tendo subpelo suficiente para proteção na água.

Na aparência geral é um cão equilibrado e bem estruturado com aspecto muito agradável, corpo compacto e vigoroso. A cabeça é bem modelada, sua ossatura é forte e seus membros são potentes mostrando capacidade para boa velocidade. Sua cauda é amputada, mas não muito curta.

Origem e história

Cocker Americano

Diferente da maioria das raças, a origem desse amigo é conhecida e consensual. A raça surgiu oficialmente em 1945, mas bem antes disso, criadores americanos já tinham interesse por exemplares dos cães. Interessados em cães menores e mais leves, do que o Cocker Spaniel Inglês, queriam ainda um animal com características diferenciadas, alegre temperamento e de bom temperamento.

A partir da década de 30, com a fundação do English Cocker Spaniel Club, o Cocker Americano foi reconhecido como uma raça independente. A partir desta declaração e após o término da segunda guerra, o Cocker Americano registrou um enorme crescimento no número de filhotes registrados nos Estados Unidos, estabelecendo logo diversos recordes e ficando sempre entre as raças mais registradas nos anos seguintes.

Fonte: www.petfriends.com.br

Cocker Americano

Cocker Americano

Origem

Estados Unidos

Porte

Médio

Características: Fruto da entrada do Cocker Spaniel Inglês nos Estados Unidos, que foi trazido com a colonização inglesa, o Cocker Spaniel Americano se diferenciou oficialmente do Cocker Inglês em 1945. Um pouco menor, mais rápido e com a pelagem mais fina que a variedade inglesa, o Cocker Americano foi considerado, por 17 anos, o melhor cão de companhia dos Estados Unidos. Alegre, vivo, doce e sadio, é também um cão que se relaciona muito bem com crianças. Quase nunca late e, mesmo quando a criançada resolve puxar seu rabo, mantém a calma. Ele possui um pêlo muito macio e gostoso de acariciar. Para manter o pêlo bonito, tem de dar banho uma vez por semana. Por não soltar muito pêlo, não deve ser escovado todos os dias. A escovação feita por pessoas inexperientes estraga a pelagem do animal. Mais tranqüilo que o Cocker Inglês, o americano adapta-se muito bem a apartamentos. Em questão de limpeza, o criador de um cocker não deve se esquecer de limpar a orelha de seu cão.

Foi só no final do século 19 que o Cocker Spaniel Americano começou a se distanciar do padrão do Cocker Inglês. Em 1936 o American Kennel Club considerou que esses cães eram de variedades diferentes. Demorou uma década, entretanto, para que as duas raças fossem reconhecidas como distintas. O Cocker Americano foi desenvolvido para a caça em pântanos. Com isso, seu tamanho é menor do que o do Cocker Inglês e suas patas são maiores, o que ajuda na hora de nadar. Seus pêlos são mais longos e volumosos.

Fonte: www.criareplantar.com.br

Cocker Americano

 

 

Cocker Americano

Nome

Cocker Americano

País

Estados Unidos

Função Inicia

Cão de caça

Origem

Século XIX

Menor que o cocker spaniel da Grã-Bretanha, e com pêlos muito mais compridos, o cocker americano desenvolveu-se (e se diferenciou) nos Estados Unidos a partir de 1879. Quando negro, deve ser retinto, preto-azeviche. Para ser classificado como bicolor, black & tan, o castanho (tan) deve abranger mais de 10% da pelagem. Esse também pode variar do creme ao bronze-escuro.

História

Oriundo de cocker spaniels britânicos levados para Ohio, o cocker americano só foi reconhecido como raça distinta em 1946.

Observação

Ardentes e industriosos os cocker americanos se especializaram em caçar codornas.

Outros nomes

American cocker spaniel, cocker spaniel.

Altura

36-38 cm

Peso

11-13 kg

Índole

Ativo, amigo

Fonte: www.cobasi.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal