Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Tubarão Cabeça Chata  Voltar

Tubarão Cabeça Chata



 

Carcharhinus leucas

Tubarão Cabeça Chata

Ordem

Carchariniformes

O tubarão cabeça-chata é chamado assim pelo seu aspecto corpulento e reputação agressiva. É um dos tubarões de grande porte mais comuns. Embora seja uma espécie marinha, ele é conhecido por sua predileção pela água doce, sendo muitas vezes encontrado em rios e estuários, e chegando a aparecer até em alguns lagos na América Central. Eles já foram encontrados a mais de 3.000 km do delta de alguns rios, incluindo o Amazonas e o Mississipi.

Os tubarões cabeça-chata consomem principalmente peixe, incluindo outros tubarões, mas podem atacar os humanos – suspeita-se que eles já estiveram envolvidos em muitos casos fatais. Devido às suas incursões em rios e portos, eles são mais propensos a ter contato com os humanos do que muitas outras espécies perigosas de tubarões, sendo considerados um grande perigo em muitas partes do mundo.

Tamanho Máximo: 3.5 metros / 230 kg

Distribuição: Águas costeiras tropicais e subtropicais em todo o mundo, do lado ocidental da Austrália ao Brasil.

Dieta: Principalmente peixes, incluindo outros tubarões. Foram notificados casos de tubarões cabeça-chata alimentando-se de tartarugas, golfinhos, pássaros marinhos e até cães.

Reprodução: Vivíparos. Entre 1 a 13 crias por ninhada.

Fonte: www.discoverybrasil.com

Tubarão Cabeça Chata

Carcharhinus leucas

Classe: Condrichthyes

Ordem: Carcharhiniformes

Família: Carcharhinidae

Nome científico: Carcharhinus leucas

Nome vulgar: Tubarão-cabeça-chata

Categoria: Ameaçada

Podem atingir de 3 a 3,5 metros. Comem peixes incluindo outros tubarões (comem até tubarões da mesma espécie) e arraias, comem tartarugas marinhas, pássaros, golfinhos. Ele come quase de tudo. São encontrados perto de costas das praias, mas podem viver por um tempo em rios e lagoas, já foi encontrado 3 km acima no rio Mississipi (nos EUA) e a 4 km acima do rio amazonas (no Peru), vivem em uma profundidade de 30m ou até menos de 1m, são encontrados no Brasil também, principalmente no Recife. Essa espécie de tubarão é responsável por diversos ataques na praia de Boa Viagem junto com o tubarão tigre, essas duas espécies de tubarão são encontradas facilmente na praia de Boa Viagem, mas não vai querer visitá-los pois essas duas espécies são consideradas super perigosas aos humanos junto com o Grande Branco. São vivíparos e nascem mais ou menos 13 filhotes, e a gestação dura 1 ano, os filhotes de tubarão de Zambezi nascem com 70 cm de comprimento e são encontrados normalmente em baías e em boca de rios. Possuem espectativa de vida de 14 anos.

O Tubarão de Zambezi possui esse nome por ser facílmente encontrado no rio Zambezi, mas possui outros nomes como Cabeça-Chata (aqui no Brasil ele é mais conhecido por esse nome) por ter um nariz bem largo e Touro. Possue um nariz pequeno que é bem largo, sua barriga é branca e seu corpo é cinza e seus olhos são pequenos, sua primeira nadadeira dorsal é muito maior e mais pontuda que a sua segunda nadadeira dorsal. As fêmeas são sempre maiores que os machos chegando a 3,5 metros. Muitos ataques são atribuidos a esse tubarão, que é muito perigoso, provavelmente o mais perigoso nas águas tropicais depois do tubarão branco e do tubarão tigre. Esse animal come de tudo inclusive pessoas, autores de muitos ataques a pessoas em diversos rios e já foi encontrado até no rio Amazonas. Esse tubarão é mais famoso por entrar rio a dentro, onde as pessoas não esperam que haja tubarão. Esse tubarão também é muito conhecido aqui no Brasil por ser autor de vários ataques fatais e não fatais ocorridos na praia de Boa Viagem no Recife. A história mais recente e que chocou o mundo foi a de uma ataque de um menino de 8 anos na Flórida, em Pensacola, em que o menino perdeu um braço (que foi reimplantado) e uma perna, esse tubarão possui uma taxa de testosterona muito alta, o que faz com que essa espécie seja extremamente perigosa e feroz. Por isso é importante não mergulhar em praias (e rios) em que esse tubarão se encontra.

Fonte: www.ambientebrasil.com.br

Tubarão Cabeça Chata

 

Tubarão Cabeça-Chata ou de Zambezi ou Touro(Carcharhinus leucas)

Tamanho: São tubarões grandes e agressivos, chegam a pesar 225 Kg e a atingir mais de 3m.

Dieta: Alimentam-se de peixes, arraias lixa e até de outros tubarões. São grandes predadores, não temem nada e estão sempre em busca de comida. Embora os humanos não sejam sua presa normal eles se enquadram dentro de seu cardápio alimentar.

Habitat: Não são encontrados apenas na água salgada do mar mas também em água doce.

Reproducão: São vivíparos e nascem cerca de 13 filhotes após uma gestação de 1 ano. Os filhotes já nascem com 70 cm de comprimento e podem viver aproximadamente 14 anos.

Classificação

Reino: Animalia 
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata 
Classe: Chondrichthyes
Subclasse: Elasmobranchii
Ordem: Carcharhiniformes
Familia: Carcharhinidae
Genêro: Carcharhinus
Espécie: Carcharhinus leucas

Tubarão Cabeça Chata

Tubarão Cabeça Chata

Descrição geral

Os Cabeças chatas são considerados um dos tubarões mais mortais do mar. Em âmbito mundial, provavelmente matam mais pessoas do que qualquer outro tubarão. Atacam em áreas onde há muitas pessoas nadando ou tomando banho de mar. Em inglês, o tubarão cabeça chata é chamado de tubarão touro devido ao seu corpo imponente, por ser forte como um touro e ter uma boca grande para o seu tamanho. Seus dentes são serrilhados e projetados para arrancar grandes nacos de animais avantajados.

São escuros em cima e claros embaixo, o que os torna quase invisíveis para as suas presas. Possui nariz e olhos pequenos; sua primeira nadadeira dorsal é maior e mais pontuda em relação a segunda. As fêmeas são sempre maiores que os machos chegando a 3,5 metros.

Fonte: www.geocities.com

Tubarão Cabeça Chata

Carcharhinus leucas

Tubarão Cabeça Chata

Classe: Condrichthyes

Ordem: Carcharhiniformes

Família: Carcharhinidae

Nome científico: Carcharhinus leucas

Nome vulgar: Tubarão-cabeça-chata

Categoria: Ameaçada

Podem atingir de 3 a 3,5 metros. Comem peixes incluindo outros tubarões (comem até tubarões da mesma espécie) e arraias, comem tartarugas marinhas, pássaros, golfinhos. Ele come quase de tudo. São encontrados perto de costas das praias, mas podem viver por um tempo em rios e lagoas, já foi encontrado 3 km acima no rio Mississipi (nos EUA) e a 4 km acima do rio amazonas (no Peru), vivem em uma profundidade de 30m ou até menos de 1m, são encontrados no Brasil também, principalmente no Recife. Essa espécie de tubarão é responsável por diversos ataques na praia de Boa Viagem junto com o tubarão tigre, essas duas espécies de tubarão são encontradas facilmente na praia de Boa Viagem, mas não vai querer visitá-los pois essas duas espécies são consideradas super perigosas aos humanos junto com o Grande Branco. São vivíparos e nascem mais ou menos 13 filhotes, e a gestação dura 1 ano, os filhotes de tubarão de Zambezi nascem com 70 cm de comprimento e são encontrados normalmente em baías e em boca de rios. Possuem espectativa de vida de 14 anos.

O Tubarão de Zambezi possui esse nome por ser facílmente encontrado no rio Zambezi, mas possui outros nomes como Cabeça-Chata (aqui no Brasil ele é mais conhecido por esse nome) por ter um nariz bem largo e Touro. Possue um nariz pequeno que é bem largo, sua barriga é branca e seu corpo é cinza e seus olhos são pequenos, sua primeira nadadeira dorsal é muito maior e mais pontuda que a sua segunda nadadeira dorsal. As fêmeas são sempre maiores que os machos chegando a 3,5 metros. Muitos ataques são atribuidos a esse tubarão, que é muito perigoso, provavelmente o mais perigoso nas águas tropicais depois do tubarão branco e do tubarão tigre. Esse animal come de tudo inclusive pessoas, autores de muitos ataques a pessoas em diversos rios e já foi encontrado até no rio Amazonas. Esse tubarão é mais famoso por entrar rio a dentro, onde as pessoas não esperam que haja tubarão. Esse tubarão também é muito conhecido aqui no Brasil por ser autor de vários ataques fatais e não fatais ocorridos na praia de Boa Viagem no Recife. A história mais recente e que chocou o mundo foi a de uma ataque de um menino de 8 anos na Flórida, em Pensacola, em que o menino perdeu um braço (que foi reimplantado) e uma perna, esse tubarão possui uma taxa de testosterona muito alta, o que faz com que essa espécie seja extremamente perigosa e feroz. Por isso é importante não mergulhar em praias (e rios) em que esse tubarão se encontra.

Fonte: www.mercadodapesca.com.br

Tubarão Cabeça Chata

 

Carcharhinus leucas

Tubarão Cabeça Chata

COLORAÇÃO

Dorso e flancos com tons que vão do cinza ao marrom e ventre branco. As pontas das nadadeiras são mais escuras, principalmente na fase jovem, porém não há marcas definidas.

CARACTERÍSTICAS

Apresentam uma constituição corpulenta com focinho curto (igual ou menor do que a distância entre as fendas nasais), largo e arredondado. Olhos relativamente pequenos. Dentes largos, triangulares e serrilhados na maxila superior e finos e pontudos na inferior. Primeira dorsal alta e larga com o ápice pontudo ou levemente arredondado. A origem de sua base está um pouco à frente da axila da peitoral, que é grande, larga e pontuda.

MEDIDAS

Máximo de 3,5m de comprimento e 347kg. As fêmeas crescem mais do que os machos. Em média, medem 2,5m e pesam 150Kg, enquanto os machos medem 2,2m e pesam 95kg. Essa falta de eqüidade no tamanho é o resultado da diferente na expectativa de vida entre fêmeas e machos, respectivamente 16 anos e 12 anos. Os filhotes nascem com cerca de 70cm de comprimento. A taxa de crescimento do cabeça-chata é em torno de 28cm por ano, no primeiro ano, diminuindo até metade disso aos 4 anos. Idade máxima reportada: 32 anos. Recorde mundial de pesca: 316,50kg.

Fonte: www.cagarras.com.br

Tubarão Cabeça Chata

Nome científico: Carcharhinus leucas
Classe: Chondrichthyes
Subclasse: Elasmobranchii
Ordem: Carcharhiniformes 
Família: Carcharhinidae

Características

Tubarão Cabeça Chata

Seu corpo tem coloração cinza e a barriga é branca. O nariz é pequeno e bem largo e os olhos pequenos. As fêmeas são maiores do que os machos e atingem cerca de 3,5 metros de comprimento. É um dos tubarões mais ferozes sendo autor de diversos ataques a pessoas. Possui uma característica incomum de entrar nos rios, inclusive há registros do tubarão Cabeça-chata no rio Amazonas.

Fonte: www.fiocruz.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal