Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida  Voltar

Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida

NIACINA E NIACINAMIDA (FATOR PP)

Histórico: Pelle agra é o termo em italiano para pele áspera, doença conhecida há séculos na Itália, onde comia-se principalmente milho. Em 1914, Funk postulou que a pelagra era uma doença carencial. Pouco tempo depois Goldberg demonstrou que se podia curar a pelagra com carne fresca, ovos e leite. Goldberg também observou que se dava a dieta carente dos humanos aos cães, causando a doença da língua preta. Depois verificaram ser também um componente hidrossolúvel, termo estável que acompanhava o complexo B. Em 1935, Warburg e outros isolaram o ácido nicotínico do sangue de cavalos.

Sinônimos: ácido nicotínico e niacinamida e fator PP. Também denominados de vitaminas da inteligência.

Doses diárias recomendadas: 15 mg.

Principais funções: influencia a formação de colágeno e a pigmentação da pele provocada pela radiação ultravioleta. No cérebro, a niacina age na formação de substâncias mensageiras, como a adrenalina, influenciando a atividade nervosa.

Principais fontes: carnes e cereais. Origina-se do metabolismo do triptofano: 60 mg de triptofano produzem 1 mg de Niacina. As pessoas que se alimentam principalmente à base de milho são propensas a manifestações de carência de Niacina por ser o milho muito pobre em triptofano.

Manifestações de carência: a doença dos 3 "D", composta por Diarréia, Demência e Dermatite. A língua pode apresentar cor avermelhada, ulcerações e edema. Pode haver salivação excessiva e aumento das glândulas salivares. Podem aparecer dermatites parecidas com queimaduras de pele, diarréia, esteatorréia, náuseas e vômitos. No sistema nervoso, aparecem manifestações como cefaléia, tonturas, insônia, depressão, perda de memória e, nos casos mais severos, alucinações, demência e alterações motoras e alterações neurológicas com períodos de ausência e sensações nervosas alteradas.

Manifestações de excesso: a Niacina não costuma ser tóxica, mesmo em altas doses, mas pode provocar coceira, ondas de calor, hepatotoxicidade, distúrbios digestivos e ativação de úlceras pépticas.

Observação: a denominação PP significa Previne Pelagra, manifestação encontrada principalmente em alcoólatras de destilados quando mal-alimentados.

Fonte: www.fisioquality.com.br

Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida

(NIACINA E NIACINAMIDA - FATOR PP)

O stress emocional pode induzir um aumento dos níveis de ácidos gordos no ser humano, associado a um aumento da frequência cardíaca e da pressão diastólica, bem como a um aumento dos níveis de adrenalina e de noradrenalina no sangue. O incremento dos níveis de ácidos gordos pode ser inibido mediante um tratamento de 0,5 g de ácido nicotínico, seis vezes ao dia.

Para o tratamento da pelagra (deficiência grave de niacina), administram-se doses diárias de 300 a 500 mg de nicotinamida. Obtiveram-se, igualmente, bons resultados no tratamento das enxaquecas e das cefaleias vasomotoras com doses diárias de 1 g de nicotinamida durante 2 a 3 meses.

Esta vitamina administra-se igualmente quando existem perturbações digestivas do tipo glossite ou estomatite, nas colites e enterocolites assim como em casos de diarreia profusa, espru tropical ou esteatorreia idiopática, regra geral, associada a outras vitaminas do complexo B.

Fonte: www.roche.pt

Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida

A vitamina B3 ou niacina é importante para a formação de dois coenzimas que participam na produção de energia nas células. A forma mais grave de carência é a pelagra.

O que é A vitamina B3 (ou niacina ou ácido nicotínico) é uma das vitaminas do chamado complexo B. Este grupo de vitaminas tem em comum (excepto a vitamina B12 e o ácido fólico), o facto de a sua função estar relacionada com a libertação de energia contida nos alimentos. Também, à excepção da vitamina B12, têm a característica de serem solúveis em água, o que impede o seu armazenamento no corpo.

Pode ser formada a partir de um aminoácido, o triptofano, em presença da vitamina B6.

Para que se utiliza A vitamina B3 é utilizada na formação de dois coenzimas que participam na produção de energia nas células. É necessária para a formação de neurotransmissores e contribui para manter a pele e o aparelho digestivo saudáveis.Em que situações deve ser utilizado A vitamina B3 é utilizada na formação de dois coenzimas que participam na produção de energia nas células. É necessária para a formação de neurotransmissores e contribui para manter a pele e o aparelho digestivo saudáveis.Como se utiliza A vitamina B3 encontra-se em maior quantidade na carne magra e aves (frango, peru), peixe, fígado, leguminosas, batatas, frutos secos, cereais integrais.

O leite, o queijo e os ovos, apesar de serem pobres em niacina, ajudam a evitar a deficiência desta vitamina, devido ao seu elevado conteúdo em triptofano.

Que precauções deve ter A vitamina B3 encontra-se em maior quantidade na carne magra e aves (frango, peru), peixe, fígado, leguminosas, batatas, frutos secos, cereais integrais.

O leite, o queijo e os ovos, apesar de serem pobres em niacina, ajudam a evitar a deficiência desta vitamina, devido ao seu elevado conteúdo em triptofano.

Quando não deve ser utilizado A vitamina B3 encontra-se em maior quantidade na carne magra e aves (frango, peru), peixe, fígado, leguminosas, batatas, frutos secos, cereais integrais.

O leite, o queijo e os ovos, apesar de serem pobres em niacina, ajudam a evitar a deficiência desta vitamina, devido ao seu elevado conteúdo em triptofano.

Que problemas podem surgir com a sua utilização Manifestações de excessoO excesso de vitamina B3 através de suplementos de ácido nicotínico pode causar rubor da pele e lesão hepática.

Manifestações de carência

Os sintomas de deficiência de vitamina B3 são:

fadiga;
depressão;
erupção cutânea pigmentada (mais provável com exposição à luz).

A forma mais grave de carência origina pelagra, que se manifesta por pele grossa e pigmentada, língua quase negra, com quadro de dermatite, demência, diarreia e morte.Modo e quantidade de administração Segundo o «Food and Nutrition Board» (National Research Council-National Academy of Sciences, 1989), a quantidade diária recomendada de vitamina B3 ou niacina, é:

Crianças: 13 mg NE.
Homens: 19 mg NE.
Mulheres: 15 mg NE.
Grávidas: 17 mg NE.
Lactantes: 20 mg NE.

1 NE (Niacina equivalente) =1 mg niacina =60 mg triptofano alimentar.O que fazer em caso de utilização excessiva Segundo o «Food and Nutrition Board» (National Research Council-National Academy of Sciences, 1989), a quantidade diária recomendada de vitamina B3 ou niacina, é:

Crianças: 13 mg NE.
Homens: 19 mg NE.
Mulheres: 15 mg NE.
Grávidas: 17 mg NE.
Lactantes: 20 mg NE.

1 NE (Niacina equivalente) =1 mg niacina =60 mg triptofano alimentar.A quem se dirigir em caso de utilização excessiva Segundo o «Food and Nutrition Board» (National Research Council-National Academy of Sciences, 1989), a quantidade diária recomendada de vitamina B3 ou niacina, é:

Crianças: 13 mg NE.
Homens: 19 mg NE.
Mulheres: 15 mg NE.
Grávidas: 17 mg NE.
Lactantes: 20 mg NE.

1 NE (Niacina equivalente) =1 mg niacina =60 mg triptofano alimentar.Perigos durante a gravidez e a amamentação Segundo o «Food and Nutrition Board» (National Research Council-National Academy of Sciences, 1989), a quantidade diária recomendada de vitamina B3 ou niacina, é:

Crianças: 13 mg NE.
Homens: 19 mg NE.
Mulheres: 15 mg NE.
Grávidas: 17 mg NE.
Lactantes: 20 mg NE.

1 NE (Niacina equivalente) =1 mg niacina =60 mg triptofano alimentar.Como se conserva A vitamina B3 não é sensível ao calor.

Fonte: www.millenniumbcp.pt

Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida

Faz parte do complexo B

Sinonímia: PP, Niacina, ácido nicotínico, nicotinamida

FUNÇÃO

Participa nos mecanismos de oxidação celular, intervém no aproveitamento normal dos prótides pelo organismo, influência o metabolismo do enxofre, tem sido usado como agente farmacológico para diminuir o colesterol do plasma. Possibilita o metabolismo das gorduras e carboidratos. Componente de coenzimas relacionadas às enzimas respiratórias e vasodilatadoras. Reduz triglicerídeos, antipelagra. Ajuda a prevenir e aliviar a dor de cabeça provocada por enxaqueca. Estimula a circulação e reduz a pressão sangüínea alta. Importante nas funções cerebrais e revitalização da pele, também na manutenção do sistema nervoso e do aparelho digestivo.

CLASSIFICAÇÃO

Hidrosolúvel.

METABOLISMO

É completamente absorvido em todos os segmentos do trato intestinal e após administração terapêutica de doses maciças de nicotinamida apenas traços de nicotinamida inalterada são encontrados na urina e somente após a administração de doses extremamente altas é que a nicotinamida inalterada é o principal produto de excreção. Quanto ao armazenamento, pouco se conhece sua extensão no organismo, acreditando-se que ela faça principalmente no fígado.

DEFICIÊNCIA

Causa aparecimento da pelagra, perturbações digestivas, nervosas e mentais. Fraqueza muscular, anorexia, estomatite angular, língua vermelha, lesões dermatológicas.

EXCESSO

Causa formigamento e enrubecimnto da pele, sensação de latejamento na cabeça.

FONTES

Abóbora moranga, fígado, rim, coração, carnes, ovo, peixes, amendoim cru ou com a película, pimentão doce, cereais integrais, trigo (germe), trigo integral, levedo de cerveja em pó, feijão preto cru, castanha do Pará.

Fonte: vitaminas.netsaber.com.br

Vitamina B3 - Niacina e Niacinamida

Niacina

A Niacina é indicada na esclerose múltipla, na nevralgia do trigêmio, ansiedade e hipercolesteronemia (aumento de colesterol).

Em excesso pode causar vermelhidão e calor (em doses maiores que 1 g/dia), além de náusea e distúrbios intestinais. Pessoas com predisposição a ter gota devem ter cuidado com ela, pois a quantidade ácido úrico em circulação pode aumentar.

A recomendação para mulheres adultas é de 13-18mg/dia.

Suas fonte naturais são: bife de fígado, atum, carne branca de frango, rim, peixe-espada, salmão, amendoim, semente de girassol....

Em um recente estudo a Niacina foi vista como uma vitamina que ajuda o tratamento de pacientes diabéticos.

Fonte: www.nutrimais.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal