Breaking News
Home / Biologia / Bacteriologia

Bacteriologia

PUBLICIDADE

O que é bacteriologia?

bacteriologia é uma área da ciência que estuda as bactérias. Encontradas aos milhares por toda parte, são de extrema importância para a vida e o meio ambiente como um todo. Seres vivos unicelulares, ou seja, possuem uma única célula, sendo está procariótica. Pertencem ao reino monera que é constituído por bactérias, cianobactérias e arqueobactérias.

Cianobactérias: possuem clorofila e realizam fotossíntese. São encontradas em água doce, água salgada e terra úmida. Produzem oxigênio e fixam o nitrogênio do ar nas raízes das plantas.

Arqueobactérias: vivem em regiões extremas do planeta. Apesar de possuírem características morfológicas semelhantes às bactérias, são distintas geneticamente.

Bacteriologia – Definição

bacteriologia é um ramo da microbiologia que se preocupa com o estudo de bactérias e aspectos relacionados.

É um campo no qual os bacteriologistas estudam e aprendem mais sobre as várias características (estrutura, genética, bioquímica e ecologia etc.) das bactérias, bem como o mecanismo pelo qual elas causam doenças em humanos e animais.

Isso tem permitido aos pesquisadores da área não apenas obter uma melhor compreensão das bactérias e suas características (para fins de identificação e classificação, etc.), mas também como prevenir/tratar/gerenciar doenças causadas por esses organismos.

Este campo também permitiu aos pesquisadores identificar alguns dos benefícios associados a esses organismos, levando à sua aplicação/uso em várias indústrias.

Estrutura das bactérias

Diagrama de bactérias representando a estrutura das bactérias

estrutura das bactérias é conhecida por seu design corporal simples.

As bactérias são microrganismos unicelulares com ausência do núcleo e de outras organelas celulares; portanto, eles são classificados como organismos procarióticos.

Eles também são organismos muito versáteis, sobrevivendo em condições extremamente inóspitas. Esses organismos são chamados de extremófilos.

Extremófilos são categorizados em vários tipos com base nos tipos de ambientes em que habitam:

Termófilos
Acidófilos
Alcalifilos
Osmófilos
Barófilos
Criófilos

Outra característica fascinante das bactérias é sua parede celular protetora, que é composta por uma proteína especial chamada peptidoglicano.

Esta proteína em particular não é encontrada em nenhum outro lugar na natureza, exceto nas paredes celulares das bactérias.

Mas poucos deles são desprovidos dessa parede celular e outros têm uma terceira camada de proteção chamada cápsula. Na camada externa, um ou mais flagelos ou pili são fixados e funcionam como um órgão locomotor. Pili também pode ajudar certas bactérias a se ligarem às células do hospedeiro.

Eles não contêm qualquer organela celular como nas células animais ou vegetais, exceto os ribossomos.

Os ribossomos são os locais de síntese de proteínas. Além desse DNA, eles têm um DNA circular extra chamado plasmídeo. Esses plasmídeos tornam algumas cepas de bactérias resistentes aos antibióticos.

Características estruturais das bactérias

Bactérias

A estrutura externa de uma bactéria é formada pela parede celular, composta por peptídeos.

Logo abaixo da parede celular encontra-se a membrana plasmática.

O citoplasma da célula é gelatinoso e possui vários líquidos, nele existem ribossomos espalhados por toda parte, que são responsáveis pela síntese de proteínas.

O DNA (material genético) forma um único cromossomo, este DNA é denominado de nucleóide e fica imerso, porém não delimitado no citoplasma,sendo uma das principais características que diferenciam as células procarióticas das células eucarióticas, onde nesta última há uma delimitação.

Possuem também DNA circular chamado plasmídeo, que não contém muitos genes, diferentemente dos que estão no nucleóide, os genes dos plasmídeos são basicamente responsáveis pelas características que diferenciam as bactérias uma das outras.

Flagelos: encontrados em algumas bactérias, são longos filamentos proteicos que possuem função de locomoção.

Cápsula externa: também denominada cápsula bacteriana, formada por polissacarídeos e/ou proteínas. Encontrada em algumas bactérias.

As bactérias podem ser divididas em:

Tipos de Bactérias

Classificação das Bactérias

Bactérias autotróficas: produzem seu próprio alimento, através da fotossíntese ou quimiossíntese.

Bactérias heterotróficas: não produzem seu próprio alimento e, obtém o mesmo á partir de moléculas orgânicas produzidas por outros seres vivos. Podem ser decompositoras, que ajudam na degradação de matéria orgânica e na fertilização do solo.

Existem também as parasitas, muitas são benéficas, porém outras são responsáveis por causarem doenças tais como: pneumonia, tuberculose, leptospirose, gonorreia, cólera, etc.

Fonte: Camila Correia/www.microscopemaster.com/byjus.com/www.mmc.gov.bd

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.