Breaking News
Home / Biologia / Biologia Ambiental

Biologia Ambiental

PUBLICIDADE

O que é biologia ambiental?

biologia ambiental é uma área da ciência que estuda o meio ambiente. Atua no conhecimento e funcionamento do meio e, a melhor forma de preservação do mesmo.

biologia ambiental é um estudo dinâmico e interdisciplinar da interação das partes vivas e não vivas do ambiente, com foco especial no impacto dos humanos no ambiente.

Meio Ambiente – Biologia

Meio Ambiente é o complexo de fatores físicos, químicos e bióticos que atuam sobre um organismo ou comunidade ecológica e, em última instância, determinam sua forma e sobrevivência.

Os biólogos ambientais examinam os ecossistemas com foco em como os organismos vivos interagem com seu meio ambiente.

Os principais temas estudados são:

Fluxo de energia na natureza: quando os animais se alimentam ou servem como tal para outros, ocorre à transferência de energia entre os seres vivos formando uma cadeia alimentar. Em um ecossistema existem diversas cadeias alimentares, denominadas teias alimentares. Os organismos podem ser classificados de acordo com sua posição nesta, podendo ser: produtores, consumidores ou decompositores.

Evolução e mecanismos de adaptações da vida ao meio: processo de mudanças e adaptações das populações ao longo do tempo.

Educação ambiental: processo que visa uma educação com responsabilidades ambientais, procurando formar indivíduos preocupados com os problemas do meio ambiente, buscando a preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade, considerando os aspectos da sociedade em que estão inseridos.

Ecossistemas: englobam os seres vivos e o ambiente, suas características e as inter-relações entre os mesmos. Aborda fatores bióticos(seres vivos e sua relações) e fatores abióticos (não vivos).

Ecologia: estuda as relações dos diversos tipos de vida e o funcionamento dos ecossistemas, se tornando uma ferramenta importante para a preservação.

Biodiversidade: diversidade dos seres vivos e suas importâncias para o meio.

Biologia Ambiental
Biologia Ambiental

Princípios de botânica e zoologia: compreender basicamente as plantas e os animais, suas relações e ameaças.

Poluição ambiental: causas e impactos da poluição ao meio ambiente.

Biotecnologia: tecnologia aliada à biologia. Conhecimento de técnicas e pesquisas que podem ser aplicadas na solução de problemas, em áreas tais como: científica, agrícola, química, genética, saúde,industrial ligado ao meio ambiente, entre outros.

Monitoramento e legislação ambientais: conhecimento das leis que envolvam o meio ambiente.

Recuperação de áreas degradadas: conhecer e recuperar áreas através do PRAD – Projeto de recuperação de áreas degradadas.

Ecologia e Biologia Ambiental

Biologia Ambiental

Em uma sociedade preocupada com as mudanças climáticas, superpopulação e extinção, a ecologia fornece um vínculo científico com o mundo vivo.

Os ecologistas estudam a vida de muitas espécies, incluindo animais, plantas, fungos e microorganismos.

As interações entre esses organismos são investigadas em muitas escalas, desde o microscópico ao global.

No nível individual, a ecologia investiga o impacto dos fatores ambientais nos organismos por meio de sua fisiologia e comportamento. Em última análise, os ecologistas associam esses fatores à sobrevivência e reprodução em ambientes variáveis.
Os ecologistas estudam as populações de uma espécie para determinar as causas das flutuações nos números e mudanças na distribuição. Este tipo de trabalho é o foco de agências preocupadas com a exploração, extinção e reabilitação de espécies comercial e esteticamente importantes.
Estudos em nível de comunidade lidam com muitas espécies coexistentes. Eles examinam as interações entre as espécies dentro das comunidades (competição, predação, etc.), bem como investigações mais amplas da estrutura e composição da comunidade.

Os métodos usados nessas três abordagens são diversos, mas geralmente se referem à coleta, análise e interpretação de dados.

A coleta de dados inclui: observação extensiva de organismos em seus ambientes naturais, experimentação de campo e laboratório envolvendo manipulação deliberada e monitoramento de distúrbios naturais ou humanos.

As ferramentas analíticas incluem métodos de última geração fisiológicos (bioquímicos), genéticos/genômicos (DNA) e estatísticos.

Além disso, a modelagem matemática por meio de simulação em computador costuma ser útil na união de observações de campo com as teorias ecológicas atuais.

Em última análise, os ecologistas devem interpretar seus resultados em relação às questões originalmente propostas (hipóteses) e as descobertas de outros.

Fonte: www.biologia-ar.hpg.ig.com.br/www.esf.edu/www.scientia.hpg.ig.com.br/admissions.usask.ca/sci.umanitoba.ca

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.