Breaking News
Home / Biologia / Animais Homeotérmicos

Animais Homeotérmicos

PUBLICIDADE

Animais Homeotérmicos – Definição

Homeotérmico é um animal de sangue quente (como o homo sapiens). Outro termo para nós, criaturas de sangue quente, é endotérmico.

Um endotérmico, como o nome sugere, é usado para se referir a animais de sangue quente. Eles são os animais que mantêm uma temperatura corporal constante independentemente da temperatura ambiente.

A maioria dos animais que vivem em terra precisa regular a temperatura do corpo para sobreviver e promover a máxima eficiência de suas enzimas.

O processo de gerenciamento da temperatura é denominado termorregulação.

Termorregulação é definida como a regulação do calor em um animal, geralmente mantendo-o dentro de uma faixa específica.

Geralmente, existem dois tipos diferentes de termorreguladores: endotérmicos e ectotérmicos. Um endotérmico é capaz de regular a temperatura do corpo por meio de processos metabólicos, comumente conhecidos como animais de sangue quente.

temperatura corporal de um ectotérmico é ditada pelo ambiente ao seu redor, os animais são comumente e incorretamente conhecidos como sangue frio.

Também entre os animais estão os poiquilotérmicos e os homeotérmicos.

Poiquilotérmicos são animais que não requerem uma temperatura corporal fixa, suas temperaturas podem flutuar com poucos ou nenhum efeito adverso para sua saúde geral.

A maioria dos ectotérmicos terrestres são poiquilotérmicos, como cobras e muitos lagartos. Além disso, o rato-toupeira pelado é considerado o único mamífero poiquilotérmico.

Os homeotérmicos são animais que mantêm uma temperatura corporal constante. Todos os endotérmicos são homeotérmicos, mas alguns ectotérmicos, como os lagartos do deserto, são tão bons em manter sua temperatura corporal com meios comportamentais que são considerados homeotérmicos.

O que são animais homeotérmicos?

Todas as características que adequam os possuidores de algo, são ditas como adaptativas e, permitem que os seres vivos desenvolvam certa harmonia com o ambiente, ajustando-se assim, para sua sobrevivência em um determinado local. Os seres vivos estão em constante adaptação ao meio. Algumas adaptações tem relação com fatores não vivos do ambiente, como o clima.

Existem dois tipos de animais quanto à sua temperatura corporal:

Animais homeotérmicos ou endotérmicos: são aqueles animais de sangue quente, que mantem sua temperatura corporal constante, ou seja, a sua temperatura é independente da temperatura do ambiente.

Não varia com a temperatura externa. A temperatura do corpo necessita exclusivamente das reações metabólicas internas.

temperatura corporal está relacionada com o funcionamento de proteínas, que desempenham funções importantes no organismo. Assim, a conservação da temperatura é essencial para manter o potencial metabólico, porém dentro de um limite, que se ultrapassado, pode causar a desnaturação dessas proteínas.

Vantagem e desvantagem: permanecem com a temperatura mais alta e constante, isso acaba influenciando na atividade enzimática e, permite que os animais homeotérmicos ocupem lugares mais frios.

Porém há um gasto de energia maior, então esses animais precisam alimentar-se constantemente para produzir energia e calor para aquecer o organismo.

Exemplos: mamíferos e aves.

Mamíferos

Aves

Animais ectotérmicos, heterotérmicos, exotérmicos ou pecilotérmicos: são aqueles animais cuja temperatura é variável, ou seja, regulam a temperatura corporal de acordo com o ambiente no qual estão inseridos.

Quando a temperatura do ambiente está baixa, a dos animais também vai ficar baixa. Quando a temperatura do ambiente está alta, a dos animais também vai ficar alta. Possuem estratégias fisiológicas e comportamentais.

Vantagem e desvantagem: podem sobreviver em lugares pobres de alimentos, devido ao fato de não necessitarem alimentar-se constantemente. Porém há uma dependência da temperatura externa.

Exemplos: répteis, anfíbios e peixes.

Répteis

Peixes

Custos e benefícios da endotermia

O ajuste constante da temperatura corporal requer muita energia. Aumentar a taxa de metabolismo é especialmente intensivo em energia. Como resultado, os animais endotérmicos normalmente precisam de mais comida do que os animais ectotérmicos. Ectotermia significa controlar a temperatura corporal por meios externos, por exemplo, absorvendo o calor da luz solar.

Um animal endotérmico pode exigir cinco a dez vezes mais comida do que um animal ectotérmico do mesmo tamanho. Os animais endotérmicos também precisam de um suprimento alimentar estável e confiável.

Durante a escassez de alimentos ou em ambientes áridos, os animais endotérmicos podem ter menos probabilidade de sobreviver do que os animais ectotérmicos, que podem sobreviver com menos energia.

A necessidade de mais alimentos é uma das poucas desvantagens da endotermia. Em geral, a endotermia é vantajosa. Uma vantagem da endotermia é que ela dá aos animais endotérmicos maior resistência do que os animais ectotérmicos. Por causa de seu metabolismo mais rápido, os animais endotérmicos podem rapidamente reabastecer os músculos com energia e quebrar rapidamente os produtos de resíduos musculares.

Isso permite que predadores endotérmicos atropelem presas ectotérmicas e presas endotérmicas para ultrapassar predadores ectotérmicos.

A endotermia também permite que os mamíferos permaneçam ativos em temperaturas que fariam com que os animais ectotérmicos ficassem imóveis.

Animais endotérmicos podem permanecer ativos para forragear ou caçar, mesmo em condições de frio intenso. Isso permite que mantenham a ingestão de energia alta o suficiente para manter uma alta taxa metabólica.

Durante o inverno, em muitas partes do mundo, pode não haver comida suficiente disponível para permitir que os endotérmicos mantenham suas altas taxas metabólicas, então alguns mamíferos hibernam. A hibernação é um estado de inatividade e metabolismo reduzido que permite a certos mamíferos conservar energia durante o inverno. Os mamíferos que hibernam incluem algumas espécies de morcegos, esquilos e ouriços.

A hibernação os ajuda a conservar energia, reduzindo suas taxas metabólicas e a temperatura corporal. Além disso, muitos pequenos mamíferos têm uma queda na temperatura corporal à noite, quando não precisam estar ativos. Isso reduz o custo de energia para manter uma temperatura corporal elevada. O metabolismo humano também desacelera ligeiramente durante o sono.

Fonte: Camila Correia/faculty.mtsac.edu/www.ck12.org/www.biology-questions-and-answers.com/garynevillegasm.com/www.mrsd.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.