Breaking News
Home / Biologia / Endocitose

Endocitose

PUBLICIDADE

Endocitose – O que é

Ao falarmos de Endocitose, nos referimos a um processo em que as células são capazes de absorver um material, seja formado por moléculas, sólidas ou líquidas, ou mesmo outras células ou pedaços de detritos.

Esta absorção se dá por meio da membrana plasmática, que é a estrutura responsável por delimitar a células, fazer o reconhecimento celular, entre outras funções.

endocitose, desta forma, consiste quando a membrana plasmática captura um material externo e, assim, internaliza-o. Desta forma, este processo conduz as macromoléculas externas para o interior da célula.

De maneira mais didática, é como se a célula “ingerisse” algo.

É importante realçar que a endocitose pode ser dividida em três tipos: fagocitose, pinocitose e endocitose mediada por um receptor.

Fagocitose

Por fagocitose se compreende um processo pelo qual as células conseguem englobar macromoléculas relativamente de grande tamanho. Para tanto, a célula cria pseudópodes, que são prolongamentos da membrana plasmática, os quais “abraçam” a molécula externa e a trazem para dentro da célula, de forma a envelopar a molécula com a membrana plasmática.

É importante ressaltar que a fagocitose geralmente é utilizada para que a célula capture partículas grandes, como microrganismos, células mortas, entre outras.

Pinocitose

pinocitose, por sua vez, está relacionada ao englobamento de gotículas líquidas ou partículas pequenas, ocorrendo em regiões especializadas da membrana. O processo da pinocitose, ao contrário da fagocitose, envolve a formação de vesículas a partir de invaginações da membrana plasmática. Ou seja: na pinocitose não ocorre a formação de pseudópodes, mas sim o surgimento de uma “cavidade” na membrana, que engloba a molécula.

Endocitose mediada por receptor

Como o próprio nome já diz, este processo é mediado por um receptor. Ele é essencial para a célula, tendo em vista que funciona como um agente seletivo para o englobamento de determinados tipos de partículas, as quais serão degradadas pela célula.

Endocitose – Processo

Endocitose (Endo =dentro, cytosis =célula) é um processo no qual uma substância ganha entrada para uma célula, sem passar através da membrana celular.

Endocitose

Este processo é subdividida em três tipos diferentes:

Pinocitose – Processo

No processo de pinocitose da membrana plasmática forma uma invaginação.
O substância já se encontra no interior da área de invaginação é trazido para dentro da célula.
Em geral, este material irá ser dissolvido em água e, portanto, este processo é também referido como “beber celular” para indicar que os líquidos e os materiais dissolvidos em líquidos são ingeridos pelas células.
Isto é o oposto a ingestão de grandes material em partículas, como bactérias ou outras células ou fragmentos de células.

Fagocitose – Processo

A fagocitose é uma forma de endocitose. No processo de fagocitose as alterações celulares moldar por envio de projeções, as quais são chamadas pseudpodia (falsos pés).
A células fagocíticas, tais como macrófagos pode ser atraído para uma partícula, como uma bactéria ou vírus por atrativo químico.
Este processo é chamado de quimiotaxia (movimento em direção a uma fonte de atração química).
A célula fagocitária envia projeções de membrana que fazem contato com alguma partícula.
Algum tipo de interação ligando do receptor ocorre entre a superfície de células fagocíticas e a partícula que vai ser ingerido.
O pseudopodia então cercar a partícula e, quando a membrana do plasma da fusão da membrana projeção encontram ocorre.
Isto resulta na formação de uma vesícula intracelular.

Endocitose mediada por receptores

Endocitose mediada pelo receptor é um mecanismo de endocitose em que as moléculas específicas são ingeridos na célula.
A especificidade resulta de uma interação receptor-ligando. Receptores na membrana plasmática do tecido do alvo vai ligar-se especificamente a ligandos no exterior da célula. Um processo de endocitose ocorre e o ligando é ingerida.

Em cada caso, os resultados de endocitose para a formação de uma vesícula intracelular, em virtude de a invaginação da membrana plasmática e a fusão da membrana.

As diferentes categorias existentes diferem nos mecanismos exatos pelos quais esse processo ocorre.

Endocitose – Resumo

Para funcionar adequadamente e permanecer saudáveis, as células devem absorver certos nutrientes e outras substâncias. Muitas das moléculas necessárias para a saúde celular, incluindo proteínas e outros nutrientes, são grandes demais para passar pela membrana celular, de modo que a célula depende de um processo chamado endocitose para absorver essas substâncias.

endocitose permite que a célula envolva moléculas vitais com sua membrana celular, absorvendo-as assim no corpo da célula.

Durante a endocitose, uma porção da membrana celular envolve a substância a ser absorvida, formando uma bolsa que se projeta para o interior da célula. Essa membrana então se fecha em torno da substância, criando uma vesícula chamada endossomo ou fagossomo que migra para o citoplasma da célula. O endossomo entrega seu conteúdo a outra estrutura dentro da célula chamada lisossoma.

Os endossomos e os lisossomos se fundem, permitindo que um processo digestivo ocorra dentro do lisossoma. Um processo semelhante, denominado exocitose, ocorre ao contrário para excretar substâncias do interior da célula.

Dependendo do tipo de substância a ser absorvida, a endocitose pode ser referida por diferentes termos. A fagocitose envolve a absorção celular de um material sólido e, na pinocitose, a célula absorve um líquido.

A macropinocitose também absorve líquidos, mas também costuma trazer material sólido ao mesmo tempo. Muitos vírus exploram a macropinocitose para entrar nas células.

Os vírus estimulam a célula a absorver líquidos extracelulares e, em seguida, viajam para dentro da célula junto com o líquido.

A endocitose mediada por clatrina usa receptores especializados para atrair e absorver materiais específicos, como lipoproteínas e anticorpos. Na endocitose mediada por clatrina, a célula forma um fosso, ou caveola, na membrana externa. Este poço está coberto de receptores. Quando o caroço fica cheio com as lipoproteínas ou outras moléculas que se destinam a se ligar aos receptores existentes, a área furada forma uma vesícula e é absorvida pela célula. A maioria das células tem caveolae em suas superfícies de membrana, mas algumas, principalmente os neurônios, ou células nervosas, não têm.

A endocitose também serve como mecanismo de defesa contra bactérias, absorvendo-as na célula e, em seguida, destruindo-as dentro do lipossoma.

Bactérias como a Salmonella causam um curto-circuito nesse processo, produzindo uma proteína que torna impossível a fusão do fagossoma com o lipossoma.

A tuberculose se espalha através das células de maneira semelhante. Em condições normais, o fagossomo é revestido com proteína contendo triptofano-aspartato, que é removida quando o fagossomo e o lisossoma se fundem. A bactéria da tuberculose evita que a proteína capsidial seja removida, de forma que o fagossoma não possa se fundir ao lisossoma.

Fonte: Juliano Schiavo (Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente)

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.