Breaking News
Home / Biologia / Plasmídeos

Plasmídeos

PUBLICIDADE

Plasmídeo é um segmento de DNA independente dos cromossomos e capaz de replicação, que ocorre em bactérias e leveduras: usado em procedimentos de DNA recombinante para transferir material genético de uma célula para outra.

O que são plasmídeos?

Dentro de muitas bactérias diferentes, pequenos pedaços circulares de DNA podem ser encontrados no citoplasma.

Esses círculos de DNA são conhecidos como plasmídeos e são separados do DNA cromossômico ou do DNA que carrega os genes das células bacterianas. Várias cópias dos plasmídeos estão frequentemente presentes a qualquer momento na célula bacteriana.

Os plasmídeos desempenham um papel muito importante na engenharia genética, particularmente na clonagem de genes.

Quando os genes são clonados, o processo geralmente ocorre dentro das bactérias. Para obter o gene que deve ser clonado na bactéria, é necessário um vetor. Um plasmídeo é o que é usado como vetor, pois pode passar facilmente de uma célula para outra.

Existem várias etapas envolvidas na clonagem de genes antes de inserir um plasmídeo em uma célula hospedeira.

Primeiro, o gene a ser copiado deve ser isolado, assim como os plasmídeos a serem utilizados como vetores.

Feito isso, o gene deve ser inserido no DNA do plasmídeo. O plasmídeo é então inserido na célula hospedeira bacteriana para replicação.

Para isolar plasmídeos de células bacterianas, as células devem ser tratadas inicialmente com enzimas para quebrar as paredes celulares das bactérias. O DNA cromossômico maior é separado dos plasmídeos menores usando uma centrífuga. O DNA plasmídico isolado está pronto para ter o gene inserido nele.

Os plasmídeos são constituídos por um círculo de fita dupla de DNA. Para inserir o gene desejado, o DNA do plasmídeo é cortado com enzimas de restrição.

Essas enzimas apenas cortam o DNA em sequências nucleotídicas muito específicas. Uma vez cortado o DNA do plasmídeo, as sequências de ligação são adicionadas às extremidades soltas que se correlacionam com as extremidades do gene a ser inserido. Isso garante que o gene se encaixe precisamente no plasmídeo.

Uma vez que o gene foi inserido no plasmídeo, ele está pronto para ser inserido em uma bactéria viva. As bactérias replicam seus plasmídeos para que uma única célula possa conter muitas cópias. Pode haver até 200 cópias de um único plasmídeo dentro de uma bactéria. Se o plasmídeo é introduzido em muitas células bacterianas, muitas cópias do gene podem ser produzidas relativamente rapidamente, particularmente quando as células bacterianas se replicam a cada 20 minutos.

Este é o processo usado para criar insulina humana. O gene que codifica a insulina foi isolado e inserido em um plasmídeo. Todos os plasmídeos contendo o gene da insulina foram então introduzidos em uma bactéria, onde foram replicados. As bactérias continuaram a se replicar, de modo que muitos milhões de células contendo o gene da insulina podem ser criadas em um tempo muito curto.

Este gene clonado agora fornece uma fonte confiável de insulina humana.

Plasmídeos – Biologia

Um plasmídeo é uma pequena molécula de DNA extracromossômico dentro de uma célula fisicamente separada do DNA cromossômico e pode se replicar independentemente.

Eles são mais comumente encontrados como pequenas moléculas circulares de DNA de fita dupla nas bactérias; no entanto, às vezes, plasmídeos estão presentes em arquéias e organismos eucarióticos.

Na natureza, os plasmídeos geralmente carregam genes que beneficiam a sobrevivência do organismo, conferem vantagem seletiva, como o fornecimento de resistência a antibióticos.

Embora os cromossomos sejam grandes e contenham toda a informação genética essencial para viver em condições normais, os plasmídeos geralmente são muito pequenos e contêm apenas genes adicionais que podem ser úteis em determinadas situações ou condições.

Os plasmídeos artificiais são amplamente utilizados como vetores na clonagem molecular, servindo para impulsionar a replicação de seqüências de DNA recombinante nos organismos hospedeiros. No laboratório, os plasmídeos podem ser introduzidos numa célula por meio de transformação.

Os plasmídeos são considerados replicons, unidades de DNA capazes de se replicar autonomamente dentro de um hospedeiro adequado.

No entanto, plasmídeos, como vírus, geralmente não são classificados como vida.

Os plasmídeos são transmitidos de uma bactéria para outra (mesmo de outra espécie) principalmente por conjugação.

Essa transferência de material genético de hospedeiro para hospedeiro é um mecanismo de transferência horizontal de genes, e os plasmídeos são considerados parte do mobiloma.

Ao contrário dos vírus, que envolvem seu material genético em uma camada protetora chamada capsídeo, os plasmídeos são DNA “nu” e não codificam os genes necessários para envolver o material genético para transferência para um novo hospedeiro.

No entanto, algumas classes de plasmídeos codificam o pilus “sexo” conjugativo necessário para sua própria transferência.

O tamanho do plasmídeo varia de 1 a mais de 200 kbp, e o número de plasmídeos idênticos em uma única célula pode variar de um a milhares em algumas circunstâncias.

Pequenos pedaços circulares de DNA chamados plasmídeos podem ser encontrados no citoplasma de muitas bactérias

Os plasmídeos têm a capacidade de se replicar independentemente do DNA cromossômico de uma pessoa

Fonte: www.genomics-online.com/www.nature.com/www.wisegeek.org/www.microscopemaster.com/www.dictionary.com/www.biology-online.org

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Superorganismo

Superorganismo

PUBLICIDADE Definição Superorganismo é uma sociedade organizada (como um inseto social) que funciona como um todo …

Biotecnologia Industrial

Biotecnologia Industrial

PUBLICIDADE Definição A biotecnologia industrial faz uso de recursos sustentáveis para reduzir as emissões de efeito estufa …

Período Jurássico

Período Jurássico

PUBLICIDADE Definição O Período Jurássico é o segundo período da Era Mesozóica, em que os dinossauros eram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.