Breaking News
Home / Biologia / Vitamina E

Vitamina E

PUBLICIDADE

Vitamina E – O que é

vitamina E tem uma poderosa ação antioxidante na luta contra os radicais livres. Pensa-se que pode prevenir certas formas de cancros. Tem uma comprovada ação preventiva da aterosclerose.

vitamina E (ou tocoferol) é uma vitamina lipossolúvel, que se armazena no tecido adiposo.

vitamina E é um antioxidante que pode ajudar a proteger as células de moléculas nocivas chamadas radicais livres. O acúmulo de radicais livres pode danificar as células e aumentar o risco de contrair certas doenças.

A vitamina E inclui oito substâncias diferentes, mas seu corpo usa apenas uma delas: alfa-tocoferol.

Existem versões naturais e sintéticas (feitas por humanos) da vitamina E. As formas naturais geralmente são mais benéficas para o corpo e para os olhos do que as alternativas.

As formas naturais de vitamina E têm um “d-” antes de seus nomes, enquanto a vitamina E de origem humana carrega um prefixo “dl-”. A substância dl-alfa-tocoferol, por exemplo, é uma versão sintética do d-alfa-tocoferol de ocorrência natural.

A vitamina E é uma vitamina solúvel em gordura com várias formas, mas o alfa-tocoferol é o único usado pelo corpo humano. Seu papel principal é agir como um antioxidante, eliminando elétrons soltos – os chamados “radicais livres” – que podem danificar as células.

Ele também melhora a função imunológica e evita a formação de coágulos nas artérias do coração. Vitaminas antioxidantes, incluindo vitamina E, chamaram a atenção do público na década de 1980, quando os cientistas começaram a entender que os danos dos radicais livres estavam envolvidos nos estágios iniciais da aterosclerose de obstrução arterial e também podem contribuir para o câncer, perda de visão e uma série de outros condições crônicas.

vitamina E tem a capacidade de proteger as células dos danos dos radicais livres, bem como reduzir a produção de radicais livres em certas situações. No entanto, os resultados conflitantes do estudo diminuíram parte da promessa do uso de altas doses de vitamina E para prevenir doenças crônicas.

Vitamina E – Para que se utiliza

Vitamina E

A vitamina E evita a oxidação dos ácidos gordos poliinsaturados presentes nas membranas celulares. Atua como antioxidante, ao quebrar a cadeia de reações dos radicais livres.

Tem um papel importante na prevenção de aterosclerose, acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas e em certas formas de cancro. A vitamina E atua sinergicamente com o selênio.

vitamina E encontra-se nos óleos de milho, de semente de algodão, de soja, no azeite, gérmen de trigo, sementes de girassol, soja, frutos secos (amêndoa, caju, nozes, etc.), fígado de vaca e gema de ovo.

Excesso de vitamina E provoca deficiência de vitamina K, o que se traduz por uma exacerbação do defeito de coagulação.

Vitamina E -Função

Vitamina E

O papel principal da vitamina E é a proteção dos tecidos do corpo de reações que os danifiquem (peroxidação) as quais surgem a partir de muitos processos metabólicos normais e agentes tóxicos exógenos.

Especificamente, a vitamina E:

Protege as membranas biológicas, tais como as encontradas nos nervos, músculos e sistema cardiovascular.
Ajuda a prolongar a vida dos eritrócitos (glóbulos vermelhos) e
Ajuda o organismo a utilizar a vitamina A de forma ótima

A vitamina E tem sido utilizada com sucesso na terapia de:

Doenças neuromusculares progressivas nas crianças com disfunções hepáticas ou biliares e em várias de doenças que afetam os bebés prematuros, tais como:

Anemia hemolítica
Hemorragia intraventricular e
Fibroplasia retrolenticular, a qual pode provocar a cegueira.

Existem evidências que indicam que a vitamina E pode ter um papel importante em:

Na caludicação intermitente
Doenças trombóticas
Função imunitária
Prevenção do cancro
Prevenção de doenças cardiovasculares
Proteção das lipoproteínas contra a oxidação

Em estudos em animais, a vitamina E mostrou também ajudar a proteger contra os danos provocados pela poluição ambiental e fumo de cigarros.

Benefícios da vitamina E

A vitamina E em sua dieta ajuda seu corpo de várias maneiras:

Aumenta o seu sistema imunológico
Mantém os vasos sanguíneos abertos e reduz o risco de coágulos
Ajuda a prevenir que os radicais livres danifiquem as células e causem doenças

Embora a vitamina E seja muito importante para o seu corpo, os estudos que se concentraram no consumo de altos níveis de vitamina E não foram convincentes.

Isso pode ser porque a grande maioria dos americanos tem níveis normais de vitamina E no sangue, mesmo quando não ingerem o suficiente em sua dieta.

Adicionar mais vitamina E em cima de um nível já normal não parece oferecer muito benefício – pelo menos com as informações disponíveis no momento.

Quais são as fontes naturais de vitamina E?

Embora os suplementos de vitamina E sejam vendidos em muitas lojas de alimentos saudáveis, as melhores fontes de vitamina E vêm de uma variedade de alimentos naturais.

É fácil para uma pessoa obter as quantidades diárias recomendadas apenas comendo uma variedade de alimentos saudáveis que são ricos em vitamina E.

Algumas fontes naturais de vitamina E incluem: certos óleos, espinafre, brócolis, amêndoas e tomates.

Uma maneira fácil de uma pessoa obter fontes naturais de vitamina E é usar certos óleos, como óleo de gérmen de trigo, óleo de semente de girassol ou óleo de semente de cártamo. Uma colher de óleo de gérmen de trigo contém tanta vitamina E quanto a ingestão diária recomendada para um adulto. Óleo de milho e óleo de soja também são boas fontes de vitamina E, embora a concentração seja menor do que no óleo feito de gérmen de trigo, sementes de girassol ou sementes de cártamo. É fácil para uma pessoa preparar um molho de salada simples com um desses óleos ricos em vitamina E e uma pequena quantidade de vinagre ou suco de limão.

Outras boas fontes naturais de vitamina E são espinafre, brócolis e amêndoas. Em vez de óleo de semente de girassol, as próprias sementes também podem ser consumidas e são boas fontes de vitamina E.

Frutas como manga, kiwi e tomate também fornecem vitamina E e muitos benefícios antioxidantes. Além dessas fontes naturais, outros produtos alimentícios são enriquecidos com vitamina E, incluindo cereais, sucos de frutas e margarina. Muitos especialistas em saúde recomendam obter vitamina E de fontes naturais em vez de alimentos fortificados ou suplementos.

vitamina E é um antioxidante que protege o corpo dos danos causados pelos radicais livres, que são moléculas instáveis que se formam naturalmente pelo corpo ou quando expostas a substâncias tóxicas, como fumaça de cigarro ou radiação. As vitaminas E não são apenas um tipo de vitamina, mas grupos de compostos solúveis em gordura que ajudam a curar, reparar e rejuvenescer o corpo. Além disso, são necessários para o crescimento de cabelo, pele, unhas e órgãos internos.

Os sintomas de deficiência de vitamina E são raros e geralmente afetam apenas pessoas com certas doenças que fazem com que a gordura não seja digerida adequadamente, como doença de Crohn ou fibrose cística.

A falta dessa vitamina também pode causar danos aos nervos e perda de controle muscular, pois pode enfraquecer o sistema imunológico. A sobredosagem é rara, especialmente para pessoas que comem fontes naturais de vitamina E, mas as pessoas que tomam anticoagulantes devem ser cautelosas.

Vitamina E – História

Vitamina E

A importância da vitamina E nos seres humanos só foi aceite recentemente. Dado que a sua deficiência não se manifesta numa doença de deficiência vitamínica generalizada e bem reconhecida, tal como o escorbuto ou o raquitismo, a ciência apenas começou a reconhecer a importância da vitamina E relativamente tarde.

1911: Hart e os seus colaboradores publicam o primeiro relatório relativo a um “fator de anti-esterilidade” nos animais.

1920: Matthill e Conklin observam anomalias reprodutoras em ratos alimentados com dietas de leite especiais.

1922: A vitamina E é descoberta por Evans e Bishop.

1936: Evans, Emerson, e Emerson, isolam o que vem a ser o alfa-tocoferol na sua forma pura, a partir do óleo de gérmen de trigo.

1938: Fernholz apresenta a formula estrutural da vitamina E, o vencedor de um prémio Nobel, Karrer, sintetiza o dl-alfa-tocoferol.

1945: Dam e os seus colaboradores descobrem peróxidos no tecido gordo de animais, alimentados com dietas pobres em vitamina E. É proposta a primeira teoria da atividade da vitamina E como anti-oxidante.

1962: Tappel propõe que a vitamina E atua como um anti-oxidante in vivo protegendo as células lipídicas dos radicais livres.

1968: O Comité de Alimentação e Nutrição do Conslho Nacional Americano para a Investigação reconhece a vitamina E como um nutriente essencial para os seres humanos.

1974: Fahrenholtz propõe as propriedades de extinção do oxigénio singleto do alfa-tocoferol.

1977: São descritos os síndromas de deficiência em vitamina E nos seres humanos.

1980: Walton e Packer propõem que a vitamina E pode prevenir a geração produtos oxidativos potencialmente carcinogénicos dos ácidos gordos insaturados.

1980: McKay e King sugerem que a vitamina E atua como um anti-oxidante localizado primariamente na membrana celular.

1980s: Demonstra-se que a vitamina E é o maior anti-oxidante lipossolúvel que protege as membranas celulares da perioxidação. É demonstrado que a vitamina E estabiliza os radicais livres superóxido e hidróxilo.

1990: É mostrada a eficácia da vitamina E na inibição da oxidação dos LDL.

1990: Kaiser e os seus colaboradores elucidam as propriedades de extinção do oxigénio singleto da vitamina E.

Fonte: www.roche.pt/www.fisioquality.com.brwww.wisegeek.com/www.allaboutvision.com/www.womansday.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.