Breaking News
Home / Biologia / Ácaros

Ácaros

PUBLICIDADE

Ácaros – Definição

Semelhante em aparência aos carrapatos, mas muito menores, os ácaros têm corpos bulbosos, redondos ou em forma de pílula. Classificados como aracnídeos, os ácaros têm oito pernas articuladas.

Seu tamanho varia de acordo com a espécie, mas a maioria dos ácaros geralmente são invisíveis a olho nu. Os maiores ácaros medem cerca de 6 mm de comprimento, enquanto os menores medem cerca de 0,1 mm.

A cor dos ácaros também varia muito; a maioria dos ácaros parece bronzeado, marrom ou marrom-avermelhado, mas algumas espécies são de cor vermelha brilhante, azul ou verde.

Como seus parentes, os carrapatos, os ácaros passam por quatro estágios de desenvolvimento: ovo, larva, ninfa, adulto. Todos os estágios têm oito patas, exceto a larva de seis patas.

Os ácaros são extremamente abundantes e variáveis no habitat, mas não são comumente vistos por observadores casuais devido ao seu pequeno tamanho. Na verdade, alguns ácaros são invisíveis a olho nu.

Muitas formas parasitárias são vetores de doenças e algumas são pragas agrícolas graves. Todo um ramo da biologia, chamado acarologia, é dedicado ao estudo desses organismos notáveis.

O que são ácaros?

Os ácaros (subclasse Acari) são um grupo extremamente diverso de aracnídeos, intimamente relacionados a aranhas e escorpiões.

Eles são pequenos e onipresentes – mesmo que uma sala pareça perfeitamente limpa, é o lar de dezenas de milhares de pequenos ácaros. Essas criaturas estão entre as mais diversas subclasses de vida, com mais de 45.000 espécies conhecidas e um total estimado em quase um milhão.

Como a maioria das espécies é microscópica e tropical, sua diversidade foi mal caracterizada.

Embora os ácaros sejam o grupo de aracnídeos mais bem-sucedido, a maioria deles tem menos de 0,04 polegadas (1 milímetro) de comprimento, o que significa que as pessoas nunca os vêem.

Os ácaros estão entre as menores variedades, com cerca de 0,01 polegadas (0,3 mm) de comprimento. Os ácaros imaturos podem ser ainda menores. Alguns dos maiores são carrapatos, sugadores de sangue que espalham a doença de Lyme.

Ácaros

Como alguns outros aracnídeos, os ácaros estão entre as criaturas terrestres mais antigas conhecidas, com fósseis que remontam ao período Devoniano, 400 milhões de anos atrás.

Essas criaturas viveram entre algumas das primeiras plantas terrestres. Como outros invertebrados comuns, como os nematóides (vermes artrópodes microscópicos transparentes), os ácaros são totalmente onipresentes, tendo colonizado praticamente todos os habitats terrestres, de água doce e marinhos conhecidos, incluindo os extremos polares e alpinos.

Eles são um dos poucos animais encontrados na Antártica. As três linhagens principais são chamadas Opilioacariformes, Acariformes e Parasitiformes.

Em solos, os ácaros podem ser encontrados enterrados tão profundamente quanto 10 m, em água quase congelante ou tão quente quanto 50 °C, em desertos estéreis, fossas marítimas profundas e muitos outros lugares. Um metro quadrado típico (ou metro quadrado) de serapilheira do solo da floresta pode conter cerca de um milhão de ácaros, representando 200 espécies em pelo menos 50 famílias. O indivíduo e a diversidade contam porque superam em número praticamente qualquer outro animal, exceto os nematóides.

Para se livrar dos ácaros da roupa, eles podem ser lavados em alta temperatura. Os excrementos dos ácaros da poeira podem causar várias condições alérgicas, como febre do feno, asma e eczema e dermatite atópica. Para controlar a população em uma casa, é recomendado que cobertores e outras roupas de cama sejam lavados regularmente em alta temperatura.

Ácaros – Alimentação

Os ácaros são seres invertebrados que pertencem à subclasse Acari ou Acarina. Esta subclasse pertence à classe Arachnida que inclui espécies que recebem o nome de ácaros e carrapatos.

Ocupam uma diversidade de habitats, tanto terrestres como aquáticos, devido a grande capacidade de adaptação e ao tamanho pequeno.

Apresentam uma alimentação muito diferenciada, podendo ser parasitas de vertebrados e invertebrados, ou consumir plantas, fungos e bactérias.

Esta alimentação varia conforme a forma e a função das quelíceras e do sistema digestivo.

Ácaros

Os ácaros domésticos são seres minúsculos, geralmente menores que um milímetro de comprimento, vistos apenas no microscópio.

São grandes vilões causadores de alergias, e responsáveis por piorar diversas doenças alérgicas nos seres humanos como: asma alérgica, rinite e dermatite atópica.

Nas casas, a alimentação dos ácaros é resultante da descamação de pele humana e de animais. São comumentes encontrados em colchões, tapetes, sofás, almofadas, devido ao fato de encontrarem ambiente ideal de umidade e temperatura. Em altitudes superiores a 1200 metros, como em regiões montanhosas, os ácaros não encontram condições favoráveis.

Entre os ácaros, existem os parasitas do homem, que atingem os folículos e glândulas sebáceas, como Demodex folliculorum e, os parasitas cutâneos, como Sarcoptes scabiei, causador da escabiose (sarna humana).

Características e Importância

Os ácaros tem papel muito importante, muitas espécies são benéficas por predarem outros invertebrados, considerados pragas na agricultura.

Também desempenham funções no ecossistema, pois são uteis na reciclagem de nutrientes.

Reino: Animalia
Filo:Arthropoda
Subfilo: Chelicerata
Classe:Arachnida
Subclasse: Acari, Acarina.

O tratamento das alergias causadas pelos ácaros se dá com a lavagem regular de colchões, travesseiros e almofadas com água quente, além de uma boa limpeza em sofás e tapetes.

Travesseiros de pena podem conter maior presença de ácaros e devem ser evitados por pessoas alérgicas. Os anti-histamínicos também são úteis e eficazes na redução de sintomas alérgicos.

O que são ácaros da pele?

Existem vários tipos diferentes de ácaros da pele que podem atacar os humanos por diferentes razões. Alguns causam sintomas graves, incluindo coceira e inflamação, enquanto outros podem não causar nenhum sintoma perceptível. Os três tipos mais comuns de ácaros da pele que afetam as pessoas incluem os ácaros da sarna, ácaros demodex humanos e larvas de ácaros.

Dos três, a sarna geralmente causa os problemas mais graves, enquanto os ácaros Demodex são normalmente os mais inofensivos. Existem também outros ácaros que podem atacar as pessoas mais raramente, e muitos deles são frequentemente transferidos para a pele das pessoas por seus animais de estimação.

Os ácaros são, na verdade, da família dos aracnídeos, o que significa que estão intimamente relacionados com aranhas, carrapatos e escorpiões. Na maior parte, os ácaros são geralmente menores do que outros membros da família dos aracnídeos. Alguns deles são realmente muito pequenos para serem vistos facilmente a olho nu.

A maioria dos ácaros são geralmente inofensivos ou apenas causam problemas mínimos para as pessoas. Em alguns casos, as pessoas podem ter uma alergia à presença de certos ácaros, e há algumas espécies que procuram atacar as pessoas ativamente.

Muitos especialistas sugerem que o tipo mais grave de ácaros da pele que atacam as pessoas são os ácaros da sarna. Esses ácaros se enterram na pele de uma pessoa e põem ovos dentro do túnel.

A maioria das pessoas tem uma reação alérgica à presença do ácaro dentro da pele, e é por isso que começam a coçar e sofrer inflamação nas áreas onde existem tocas.

Os ácaros da pele da sarna são considerados extremamente contagiosos e podem ser transmitidos ao tocar em outra pessoa ou até mesmo através do contato com roupas de cama.

As larvas não são consideradas tão graves quanto a sarna e geralmente são mais fáceis de lidar. Esses ácaros simplesmente se alimentam da pele das pessoas enquanto elas estão andando na grama ou na floresta.

Para se alimentar na pele, eles usam uma substância ácida que causa coceira e inflamação intensas. As larvas geralmente não demoram muito, então não são tão difíceis de se livrar, ao contrário da sarna.

Os ácaros demodex humanos vivem na pele ao redor das sobrancelhas e cílios das pessoas. Para a maioria das pessoas, esses ácaros não causam nenhum sintoma perceptível.

Quando as pessoas têm alergia aos ácaros, podem sentir coceira ao redor das pálpebras ou sobrancelhas. As pessoas geralmente se livram deles lavando as pálpebras com substâncias que matam os ácaros, como xampu para bebês ou medicamentos especiais. Muitas pessoas têm esses ácaros na pele sem nem mesmo saberem que estão presentes.

TIPOS

As espécies de ácaros podem ser agrupadas em dois tipos principais com base em seu comportamento: os ácaros de vida livre e os ácaros parasitas.

Ambos os grupos contêm ácaros que podem beneficiar ou prejudicar os humanos.

Os ácaros de vida livre incluem aqueles que se alimentam de outros ácaros e outros pequenos artrópodes, alimentadores de plantas e aqueles que se alimentam de matéria natural morta.

Os ácaros parasitas se alimentam do sangue, da linfa e dos tecidos digeridos de seus hospedeiros. Eles foram encontrados em quase todos os animais e geralmente vivem fora do corpo de um hospedeiro, embora os ácaros da sarna se enterrem na pele.

Fonte: Camila Correia/www.orkincanada.ca/www2.palomar.edu/www.wisegeek.org/www.sandiegocounty.gov/dph.illinois.gov

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Tecido Ósseo

PUBLICIDADE O que é tecido ósseo? O tecido ósseo é um tipo de tecido conjuntivo usado na …

Nervos

Nervos – Definição PUBLICIDADE Os nervos são uma coleção de neurônios, que são as células nervosas individuais. …

Cartilagem

Cartilagem – Definição PUBLICIDADE A cartilagem é o principal tipo de tecido conjuntivo visto em todo o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.