Breaking News
Home / Biologia / Cadeia Alimentar

Cadeia Alimentar

PUBLICIDADE

Cadeia Alimentar – O que é

Cadeia Alimentar, ou cadeia trófica é uma sequência de seres vivos na qual uns comem aqueles que os antecedem na cadeia, antes de serem comidos por aqueles que os seguem.

A cadeia mostra a transferência de matéria e energia através de uma série de organismo.

Uma cadeia alimentar mostra como as plantas e os animais obtêm sua energia.

Em um ecossistema, uma determinada sequência de alimentação é denominada cadeia alimentar.

A cadeia alimentar pode ser formada por capim; gafanhotos; pássaros; cobras; fungos e bactérias.

Uma cadeia alimentar completa como essa apresenta três categorias de organismos, que constituem seus níveis tróficos (do grego trofos, alimento, nutrição): o nível dos produtores (capim), o nível dos consumidores (gafanhotos, pássaros, cobras) e nível dos decompositores (fungos e bactérias).

As relações alimentares de um ecossistema, se observadas em conjunto, formam um intrincado esquema, a teia ou rede alimentar.

Produtores e consumidores

Uma cadeia alimentar sempre começa com um produtor. Este é um organismo que fabrica seu próprio alimento. A maioria das cadeias alimentares começa com uma planta verde, porque as plantas podem produzir seus alimentos por fotossíntese.

Uma coisa viva que come outras plantas e animais é chamada de consumidor.

Os seres autótrofos produzem toda a matéria orgânica consumida como alimento pelos heterótrofos. Por isso os primeiros são chamados produtores, e os segundos, consumidores.

Em um ecossistema de campo, por exemplo, as plantas de capim são es produtores. Os gafanhotos que se alimentam do capim são consumidores primários, e os pássaros que se alimentam dos gafanhotos são consumidores secundários. Uma cobra que se alimenta dos pássaros é um consumidor terciário, e assim por diante.

Existem organismos que possuem alimentação variada, sendo denominados onívoros (do latim omnis, tudo e vorare, comer, devorar). Esse é o caso, por exemplo, da espécie humana.

Comemos vegetais, desempenhando o papel de consumidores primários, e também comemos animais, desempenhando o papel de consumidores secundários ou terciários.

Os consumidores secundários, terciários e quaternários são chamados de predadores, animais que caçam outros animais.

Quando os seres produtores e consumidores morrem, eles são decompostos por fungos e bactérias chamados decompositores. O produto dessa decomposição serve para realimentar as plantas.

Essa sequência de alimentação dos seres vivos é chamada cadeia alimentar que também podem ser marinha, a dos oceanos e mares.

As cadeias alimentares mantêm os ecossistemas em perfeito equilíbrio.

Cadeia alimentar é um termo ecológico e representa o vínculo existente entre um grupo de organismos presentes em um ecossistema, os quais são regulados pela relação predador-presa.

É através da cadeia alimentar, ou cadeia trófica, que é possível a transferência de energia entre os seres vivos. É a unidade fundamental da teia trófica.

Decompositores

Ao morrer, tanto os produtores como os consumidores servem de alimento a certos fungos e bactérias. Estes decompõem a matéria orgânica dos cadáveres para obter energia, e por isso são chamados decompositores.

Finalizando a cadeia trófica, aparecem os decompositores ou biorredutores ou saprófitas, microorganismos representados por bactérias e fungos. Tais organismos atacam os cadáveres e os excrementos, decompondo-os. São muito importantes, tendo-se em vista que realizam a reciclagem da matéria, devolvendo os elementos químicos ao ambiente.

Teias alimentares

Em uma comunidade, o conjunto de cadeias alimentares interligadas forma uma teia alimentar, que se completa com os decompositores quebrando e oxidando matéria orgânica para obter energia e devolvendo ao ambiente sais minerais que serão reaproveitados pelos vegetais.

Alguns animais em face de seus hábitos alimentares variados, não se enquadram em apenas um nível tráfico. O inter-relacionamento dos seres vivos de um ecossistema é muito mais complexo do que uma simples cadeia alimentar pode mostrar. Na verdade, o fluxo de energia pelos seres pode seguir diversos caminhos alternativos através de diferentes cadeias alimentares opcionais que se cruzam.

A teia alimentar não se configura como um fluxo retilíneo e unidirecional, como uma cadeia alimentar. Ela se estabelece de forma multidirecional, permitindo-se estudar a passagem da matéria e da energia pelos ecossistemas.

Cadeias alimentares e teias alimentares

Todo organismo precisa obter energia para viver. Por exemplo, plantas obter energia a partir do sol, alguns animais comem as plantas e alguns animais comem outros animais.

A cadeia alimentar é a sequência de quem come quem em uma comunidade biológica (um ecossistema) para obter nutrição.

A cadeia alimentar começa com a fonte de energia primária, geralmente o sol ou aberturas de profundidade fervendo-quentes.

O próximo elo da cadeia é um organismo que fazer o seu próprio alimento a partir da fonte de energia primária – um exemplo é as plantas fotossintéticas que fazem seu próprio alimento a partir de luz solar (através de um processo chamado fotossíntese) e bactérias quimiossintéticos que fazem sua energia alimentar de produtos químicos em fontes hidrotermais. Estes são chamados de autótrofos ou produtores primários.

Próxima organismos que vêm comer o autotrophs; esses organismos são chamados de herbívoros ou consumidores primários – um exemplo é um coelho que come erva.

O próximo elo da cadeia são os animais que se alimentam de herbívoros – estes são chamados consumidores secundários – um exemplo é uma cobra que come coelhos.

Por sua vez, estes animais são comidos por predadores maiores – um exemplo é uma coruja que come cobras.

Os consumidores terciários são são comidos pelos consumidores quaternários – um exemplo é um falcão que come corujas. Cada extremidade da cadeia alimentar com um predador de topo, e animal sem inimigos naturais (como um jacaré, gavião, ou urso polar).

As setas em uma cadeia alimentar mostrar o fluxo de energia, a partir do sol ou fontes hidrotermais para um predador de topo. Como a energia flui de organismo para organismo, a energia é perdida a cada passo.

A rede de muitas cadeias alimentares é chamada de teia alimentar.

Níveis tróficos

Os organismos nas cadeias alimentares são agrupados em categorias chamadas níveis tróficos. Grosso modo, esses níveis são divididos em produtores (primeiro nível trófico), consumidores (segundo, terceiro e quarto níveis tróficos) e decompositores.

Os produtores, também conhecidos como autótrofos, fazem sua própria comida. Eles constituem o primeiro nível de cada cadeia alimentar. Os autótrofos são geralmente plantas ou organismos unicelulares.

Quase todos os autótrofos usam um processo chamado fotossíntese para criar “alimento” (um nutriente chamado glicose) a partir da luz solar, dióxido de carbono e água.

As plantas são o tipo mais familiar de autotrófico, mas existem muitos outros tipos. As algas, cujas formas maiores são conhecidas como algas marinhas, são autotróficas. O fitoplâncton, minúsculos organismos que vivem no oceano, também são autótrofos. Alguns tipos de bactérias são autótrofas. Por exemplo, as bactérias que vivem em vulcões ativos usam compostos de enxofre para produzir sua própria comida. Este processo é denominado quimiossíntese.

O segundo nível trófico consiste em organismos que comem os produtores. Eles são chamados de consumidores primários ou herbívoros. Veados, tartarugas e muitos tipos de pássaros são herbívoros.

Os consumidores secundários comem os herbívoros. Os consumidores terciários comem os consumidores secundários.

Pode haver mais níveis de consumidores antes que uma rede finalmente alcance seu principal predador. Os principais predadores, também chamados de predadores de ponta, comem outros consumidores.

Os consumidores podem ser carnívoros (animais que comem outros animais) ou onívoros (animais que comem plantas e animais). Os onívoros, como as pessoas, consomem muitos tipos de alimentos.

As pessoas comem plantas, como vegetais e frutas. Também comemos animais e produtos de origem animal, como carne, leite e ovos. Comemos fungos, como cogumelos. Também comemos algas, em algas comestíveis como o nori (usado para embrulhar rolos de sushi) e alface do mar (usado em saladas).

Detritívoros e decompositores são a parte final das cadeias alimentares. Detritívoros são organismos que comem restos mortais de plantas e animais. Por exemplo, necrófagos como os abutres comem animais mortos.

Os escaravelhos comem fezes de animais.

Decompositores como fungos e bactérias completam a cadeia alimentar. Eles transformam resíduos orgânicos, como plantas em decomposição, em materiais inorgânicos, como solo rico em nutrientes.

Decompositores completam o ciclo de vida, devolvendo nutrientes ao solo ou oceanos para uso por autótrofos. Isso dá início a uma nova cadeia alimentar.

O nível trófico de um organismo é a posição que detém na cadeia alimentar.

Produtores primários (organismos que fazem sua própria comida da luz solar e/ou energia química a partir de aberturas de profundidade) são a base de toda a cadeia de alimentos – estes organismos são chamados de autótrofos.
Consumidores primários
 são animais que comem os produtores primários, pois eles também são chamados de herbívoros (comedores de plantas).
Consumidores secundários
 comer consumidores primários. Eles são carnívoros (comedores de carne) e onívoros (animais que se alimentam de animais e plantas).
Consumidores terciários
 comer consumidores secundários.
Consumidores quaternários
 comer consumidores terciários.
Cadeias alimentares “finais”
 com grandes predadores, animais que têm pouco ou nenhum inimigos naturais.

Quando qualquer organismo morre, ele acaba sendo comido por detrivores (como urubus, minhocas e caranguejos) e discriminadas por decompositores (principalmente bactérias e fungos), ea troca de energia continua.

Posição de alguns organismos da cadeia alimentar pode variar a sua dieta é diferente. Por exemplo, quando um urso come bagas, o urso está funcionando como um consumidor primário.

Quando um urso come um roedor herbívoro, o urso está funcionando como um consumidor secundário.

Quando o urso come salmão, o urso está funcionando como um consumidor terciário (isto é porque o salmão é um consumidor secundário, uma vez que comer salmão arenque que comer zooplâncton que comer fitoplâncton, que fazem a sua própria energia da luz solar). Pense em como o lugar das pessoas na cadeia alimentar varia – muitas vezes dentro de uma única refeição.

Os números de organismos: Em qualquer cadeia alimentar, a energia é perdida cada vez que um organismo come o outro. Devido a isso, tem que haver muito mais do que plantas não são herbívoros. Há mais autotrophs de heterotróficos, e mais herbívoros do que comedores de carne. Embora haja uma forte concorrência entre animais, existe também uma interdependência. Quando uma espécie se extingue, ele pode afetar toda uma cadeia de outras espécies e ter consequências imprevisíveis.

Equilíbrio: Como o número de carnívoros em uma comunidade aumenta, eles comem mais e mais dos herbívoros, diminuindo a população de herbívoros.

Ela então se torna cada vez mais difícil para os carnívoros para encontrar herbívoros para comer, ea população de carnívoros diminui. Desta forma, os carnívoros e herbívoros ficar em equilíbrio relativamente estável, limitando cada população do outro. Um equilíbrio semelhante existe entre plantas e herbívoros.

Cadeia Alimentar – Vídeo Aula

Fonte: www.enchantedlearning.com/www.bbc.co.uk/br.geocities.com/sites.unisanta.br/www.vetorvestibular.com.br/www.escolabrasileira.net

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.